No próximo dia 29 (sexta-feira), a partir das 19h, o Teatro Popular de Ilhéus realizará a Mostra de Poesia Popular de Cordel, evento que tem o objetivo de incentivar a expressão da literatura popular e de cordel no sul da Bahia. Aberto ao público, o encontro será na área externa da Tenda. Haverá encontro de poetas cordelistas em performances declamadas de poemas de cordel para o público. No prelúdio da mostra e durante toda a noite também ocorre a Feirinha Popular de Produtos Regionais, com abertura marcada para as 18 horas.

A mostra contará com a presença do professor e poeta Lourival Piligra numa exposição oral sobre o reconhecimento da Literatura de Cordel como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro. Na sequência, ocorrerá uma homenagem a Minelvino Francisco dos Santos, grande nome do cordel. A noite também será de lançamento do cordel O Encontro de Helena com o Sereio, de Alessandra Simões e Franklin Costa.

A atração musical da noite ficará por conta do Grupo 4° Compasso, formado por jovens oriundos da Filarmônica Capitania dos Ilhéos e que tem a proposta de resgatar gêneros brasileiros tradicionais e principalmente nordestinos como o Chorinho, o Baião, o Xote, o Maxixe, o Frevo, o Maracatu e misturar tudo isso com gêneros urbanos.

Outra atração especial será a dupla de dança, composta por Aldenor Garcia e Fernanda Carolina, que apresentará um número de forró ao som de um solo de sanfona. Em seguida, o casal segue a noite acompanhando o som do Grupo 4º Compasso.

A Feirinha Popular de Produtos Regionais também é parte da programação da noite, e será montada para oferecer vários produtos feitos por pequenos comerciantes da região. O público terá a possibilidade de consumir itens como artesanatos diversos, produtos de beleza, moda e saúde, além de variedades gastronômicas a preços populares. O TPI sugere que os visitantes procurem trazer seus próprios copos, canudos e sacolas reutilizáveis a fim de diminuir a produção de lixo e assim contribuir para a preservação do meio ambiente.

O Teatro Popular de Ilhéus é uma instituição cultural mantida pelo programa de Ações Continuadas de Instituições Culturais – uma iniciativa da Secretaria de Cultura da Bahia com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, mecanismo que custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado.

Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada.