Estudantes devem se inscrever a partir de segunda-feira|| Foto Divulgação

O Ministério da Educação abre, na segunda-feira (6), e prossegue até o dia 17 deste mês com as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com um novo sistema, esta edição dá a opção ao candidato de inserir o nome do pai e uma foto pessoal. A taxa de participação é de R$ 85 e deve ser paga até 23 de maio.

Quem fez todo o processo e conseguiu a gratuidade da taxa também deve entrar no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e realizar a inscrição para a prova.

O sistema do Enem permite, até o dia 17 de maio, que o candidato atualize dados de contato, troque o município onde fará o exame, mude a opção de Língua Estrangeira e altere o atendimento especializado e/ou específico. Após essa data, nenhuma informação pode ser alterada.

As provas serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro. O cronograma completo e todas as informações necessárias estão disponíveis no site do Enem e no aplicativo do Enem.

CANDIDATOS ESPECIAIS

Os participantes que necessitarem de atendimento personalizado devem solicitá-lo durante a inscrição. Surdos, deficientes auditivos e surdocegos deverão informar se usam aparelho auditivo ou implante coclear. Para quem deseja inserir o nome social, as informações poderão ser preenchidas no site entre os dias 20 e 24 de maio.

Em 21 edições, o Enem já recebeu quase 100 milhões de inscrições. A prova avalia o desempenho do estudante e viabiliza o acesso à Educação Superior – por meio do Sisu, Prouni e Instituições Portuguesas – e a financiamento e apoio estudantil, via Fies. Os dados do Enem também permitem autoavaliação do estudante o desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais.