Leal comemora canonização de Irmã Dulce

O governador em exercício, deputado Nelson Leal, saudou hoje (14) o decreto papal que proclama Irmã Dulce como santa, reconhecendo um segundo milagre atribuído à religiosa baiana. “A canonização de Irmã Dulce enche de orgulho a todos os baianos, porque é o reconhecimento do trabalho de uma vida inteira em favor dos mais pobres e dos mais humildes. Será a primeira brasileira – nascida no Brasil – a virar santa. O decreto do Papa Francisco confirma aquilo que nós sabemos há 70 anos, que é a santidade do ‘Anjo Bom da Bahia’, nossa Maria Rita Lopes de Sousa Brito”, celebrou Nelson Leal.

O governador em exercício destacou que, além do simbolismo religioso, a canonização de Irmã Dulce é uma forma de fortalecimento da obra social dela. “Ela continua operando milagres todos os dias, salvando pessoas da pobreza e da morte. Mesmo com a sua partida deste mundo, no dia 13 de março de 1992, aos 77 anos, milhares de pessoas ainda são assistidos com saúde e educação pelas suas Obras Sociais, hoje sob o comando de sua sobrinha, Maria Rita”, destacou o governador.