Wolverine era ausência notada e presença festejada nas salas de aula da UFSB

Tristeza, saudade.

A ausência mais notada!

A presença mais festejada!

Lá se foi Wolverine!

Ele não era aluno ou funcionário nem docente da universidade. Mas valem os registros, os relatos: Sim, tinha o dom de encantar, atrair as atenções, mostrar o que é amor, carinho. Tinha o dom de encantar. De levar alegria a um ambiente cada vez mais tenso em tempos de Brasília desvairada.

O vira-lata mais famoso deste chão grapiúna frequentava e era atração do campus Jorge Amado da Universidade Federal do Sul da Bahia, em Itabuna. Hoje, o figurinha decidiu dar um passeio. Para não mais voltar. Wolverine acabou atropelado. E, tristeza, não resistiu.

Deixou corações cortados e olhos marejados.

Professores, funcionários e alunos lamentam a perda do herói bom pra cachorro, ótimo para o ser humano.

Um campus de luto!

Adeus, Wolverine!