Juíza de Itabuna (1ª à esquerda) está na lista tríplice do TRT-BA

A juíza da 2ª Vara do Trabalho em Itabuna, Eloína Maria Barbosa Machado, é uma das três mais votadas para o cargo de desembargadora do Tribunal Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região na Bahia (TRT5-BA). A magistrada integra a lista tríplice que será encaminhada para a nomeação pelo presidente da República.

Eloína Machado está na mesma lista que as magistradas Ana Paola Santos Machado Diniz, que é itabunense e está lotada na 34ª Vara do Trabalho em Salvador, e Maria Elisa Costa Gonçalves, que atuam em Salvador. As três estão na lista para a promoção por merecimento. Elas estão atuando como convocadas na 2ª Instância do TRT5-BA.

O merecimento, de acordo com o Regimento Interno do Tribunal, é “aferido pelo desempenho do juiz, pelos critérios objetivos de produtividade e presteza no exercício da jurisdição e pela frequência e aproveitamento em cursos oficiais ou reconhecidos de aperfeiçoamento”.

ELOÍNA MACHADO

Também segundo o Regimento, será promovido por merecimento o juiz que figurar por três vezes consecutivas na lista tríplice de merecimento: é o caso da juíza Ana Paola Diniz. Ela entrou no Tribunal Regional do Trabalho como substituta em 1992,foi promovida ao cargo de  titular em 1993 e tem lotação na 34ª Vara do Trabalho de Salvador.

Eloína Machado ingressou na magistratura em 1990, foi promovida em 1993 e está lotada como titular da 2ª Vara do Trabalho de Itabuna. A juíza Maria Elisa, por sua vez, ingressou na magistratura em 1993, foi promovida em 1994 para o cargo de titular e está lotada na 30ª Vara do Trabalho da capital.