Com colocação de 12 estais, ponte começa a ganhar forma || Foto José Nazal

A nova ponte que ligará o Centro e os bairros da zona sul de Ilhéus começa a ganhar forma com a colocação de mais um par de cabos de sustentação (estais) da estrutura. O sexto par foi instalado neste sábado (27), num total de 23 pares. Pelo cronograma, a inauguração da primeira ponte estaiada na Bahia deve ocorrer no próximo verão.

O governador Rui Costa quer a obra pronta até dezembro, mas admite entrega em janeiro de 2020 (veja mais abaixo). A obra, executada pela OAS e orçada em cerca de R$ 95 milhões, é considerada essencial para acabar com o engarrafamentos em horários de pico e principais períodos do turismo com a ponte hoje existente, a Lomanto Júnior.

Fotógrafo, vice-prefeito de Ilhéus e membro da comissão que acompanha a obra, José Nazal disse ao PIMENTA que o último estai deve ser colocado em dezembro, ligando os dois extremos, quando a ponte ganha a forma definitiva. No final do ano, observa, ficaria faltando colocar as mãos francesas e o piso. Já os acessos à ponte, nas duas extremidades, serão concluídos, simultaneamente, às obras de engenharia.

Ponte ligará a região central à zona sul de Ilhéus || Foto José Nazal

CONCLUÍDA ATÉ JANEIRO

Durante coletiva em Itabuna, na sexta (26), o governador Rui Costa se mostrou resignado quanto ao prazo de entrega da obra. Queria dezembro, mas poderá ser janeiro de 2020, com inauguração em fevereiro. “Eles se comprometeram a entregar a obra pronta, no máximo, em janeiro. Agora não há muito que correr na obra, porque há prazo mínimo para colocar concreto e esperar que o concreto fique maduro. Há intervalo mínimo de horas entre [a colocação] um cabo e outro”.

Ponte terá 46 cabos de sustentação e 533 metros de comprimento

Concluída, a primeira ponte estaiada baiana deverá ter 533 metros de comprimento e 24,6 metros de largura. Deverá ter passeio, canteiro central, pista dupla nos dois sentidos e ciclovia. Os acessos viários terão, no total, 2,7 quilômetros, ligando a Avenida Soares Lopes e a 2 de Julho com a via na beira-mar da Nova Brasília e Pontal até a região do Hotel Opaba.