Sandry assina o seu primeiro contrato profissional com o Santos|| Foto Ivan Storti/Santos FC

O jogador itabunense Sandry Roberto, de 16, anos, assinou renovação de contrato com o Santos por mais três temporadas, com multa rescisória em torno de R$ 210 milhões na cotação atual. A negociação entre os representantes do volante e a diretoria da equipe da Vila Belmiro foi tensa. Chegou-se a imaginar que o vínculo não seria estendido.

Sandry Roberto assinou contrato com validade de três anos, com opção de renovação por mais duas temporadas. O itabunense volta a treinar com a equipe principal do Santos já nesta terça-feira (6).  No início do ano, o volante chegou a atuar nos profissionais e encantou o treinador Jorge Sampaoli. Ele atuou contra Bragantino, pelo Paulistão, e Altos-PI, pela Copa do Brasil.

Mas, durante a discussão para a renovação de contrato, teria sido apresentada uma proposta que não agradou os representantes do atleta, que foi colocado para treinar em separado do restante do grupo. O itabunense Sadry Roberto começou na Escolinha de futsal do Colégio Ciso e passou pelo futebol de campo da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), em Itabuna.

(23h59min – A matéria foi alterada para correção do valor da multa rescisória. A correta é a publicada às 22h08min, pois o valor superior a R$ 400 milhões inclui a multa do jogador Tailson)