Felipe “Badalo” confessou ter matado Cleiton a tiros, no Santo Antônio

Agentes da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil em Itabuna prenderam, nesta sexta (16), um dos autores da execução do motorista Cleiton da Silva Santos, crime ocorrido em 21 de junho deste ano, no Bairro Santo Antônio. Luiz Felipe Santos Marques, o Felipe Badalo, foi preso na própria residência, na Rua Washington Santos, no Santo Antônio.

Os policiais cumpriram mandado de prisão e de busca e apreensão contra Felipe Badalo. Durante o cumprimento do mandado, os agentes apreenderam com o criminoso uma pistola ponto 40 com dois carregadores e 22 munições.

Segundo a polícia, Felipe Badalo confessou ter matado Cleiton. A vítima foi morta a tiros na noite do dia 21 de junho. Cleiton estava na porta da casa da mãe dele, quando Badalo desceu de um VW Crossfox, aproximou-se da vítima e deu vários tiros na vítima. O homem chegou a ser socorrido. Levado ao Hospital de Base, porém não resistiu.

Durante o interrogatório, Felipe Badalo confessou ter matado Cleiton. Alegou que a vítima tentou contra a vida dele dois meses antes de ser morto. Após ser ameaçado, Felipe disse ter comprado a arma usada no crime. Felipe disse ser da facção criminosa Raio A, enquanto Cleiton, apesar de morar no mesmo bairro, supostamente pertenceria a uma facção rival, a DMP.