Hakson Andrade lamenta falta de patrocínio

A falta de patrocínio deixou o judoca Hakson Andrade, de 32 anos, de fora de mais uma competição internacional. O atleta de Ilhéus usou as redes sociais para lamentar.“É com grande tristeza que informo a todos que este ano, infelizmente, não poderei defender o título de campeão no Pan-americano e Sul-americano”. A falta de apoio tirou-lhe a oportunidade de uma participação no evento que aconteceu no último final de semana, em Santiago, no Chile.

A medalha não veio, mas Hakson Andrade segue na esperança de participar de um Mundial, previsto para acontecer entre os dias 11 e 14 de outubro, em Marrocos. “Por não ter conseguido verba suficiente para custear minhas despesas, mesmo sendo líder do ranking Nacional e Estadual, trazendo vários títulos para o estado da Bahia, ainda assim, contínuo encontrando dificuldade de patrocínio”, lamentou.

CONQUISTAS RECENTES

Em julho, o judoca conquistou medalha na 5ª etapa do Circuito Baiano de Judô, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. No mesmo mês, adicionou à sua coleção uma medalha de bronze pelo Campeonato Brasileiro de Judô Veteranos, em Natal, no Rio Grande do Norte. Para este evento, Hakson teve o apoio da Prefeitura de Ilhéus.

“Estou um tanto triste, mas Deus sabe de todas as coisas, e não desistirei de lutar. Conto com a ajuda de todos para representar minha cidade, meu estado e meu País”, declarou o judoca. Quem desejar ajuda-lo pode entrar em contrato pelos telefones: 73 98814-9980 ou 99932-2221.  Quem preferir, pode depositar  Banco do Brasil – Agência 0019-1 Conta corrente 67515-6. Siga o judoca pelo Instagram: @Haksonjudo.