Temporada de cruzeiro deve atrair a Ilhéus 70 mil visitantes e 14 mil tripulantes || Foto Rodrigo Macedo

Mais de 14 mil tripulantes e 70 mil visitantes devem chegar a Ilhéus em cruzeiros marítimos na temporada de navios 2019/2020, segundo o secretário de Turismo da Bahia, Fausto Franco. A temporada deve começar em dezembro. Governo do Estado, prefeitura e trade turístico se reuniram para melhorar a qualidade dos serviços aos turistas.

Nesta quinta-feira (22), o secretário do Turismo do Estado, Fausto Franco, se reuniu com o comandante da capitania dos Portos, Giovane Andrade, com o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, com o presidente da Codeba, José Alfredo, comandante da 68º Companhia de Polícia Militar e representantes dos cruzeiros.

Autoridades estaduais e municipais se reuniram para garantir cruzeiros em Ilhéus

Entre os assuntos tratados estão a segurança do passageiro, desde o atracamento do navio até a ida dos turistas à cidade e o retorno à embarcação. De acordo com o Presidente da Codeba, José Alfredo, essa iniciativa é fundamental para que tudo corra bem. “Em um único dia vamos receber 8.500 turistas, com a chegada de dois navios no dia 3 de dezembro”, disse.

De acordo com Franco, esta é uma oportunidade para o turismo local, pois essas pessoas movimentam toda a cadeia produtiva, desde alimentação, bebidas, táxis, aluguel de vans e aquisição de souvenir, dentre outros. De acordo com a associação dos navios, cada turista de cruzeiro gasta mais de R$500 quando está visitando uma cidade. “Essas ações promissoras oportunizam investimentos e perspectivas de crescimento da cidade para os próximos anos”, afirmou o prefeito Mário Alexandre.

AMEAÇA

A reunião para discutir a temporada de cruzeiros em Ilhéus ocorreu após, na segunda-feira (19), haver atrito de empresas de cruzeiros com a presidência da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba). As empresas pediam, além de prioridade na atracação das embarcações, que fossem colocados cabeços de amarração para a atracação segura dos transatlânticos no Porto Internacional do Malhado.