Enoc é o novo prefeito de Camamu || Foto Bahia Notícias

Mais de 7 mil eleitores elegerem Enoc Souza Silva (Patriota) para prefeito de Camamu, no Baixo-Sul da Bahia. Ele foi apoiado pela prefeita Ioná Queiroz (PT), que teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral. O vice-prefeito eleito é Renivaldo Vidal (MDB). A escolha ocorreu na eleição suplementar, realizada neste domingo (1º), e cerca de 17 mil eleitores compareceram às urnas.

A diplomação dos eleitos será dia 13 de setembro no Fórum Eleitoral de Camamu. Já a posse, para cumprimento de mandato até dezembro de 2020, ocorrerá, na mesma data, na Câmara Municipal. Durante a realização do pleito, nenhuma urna eletrônica precisou ser substituída. Ao todo, 92 equipamentos foram preparados para o pleito, sendo 21 de contingência.

A eleição suplementar aconteceu após a prefeita Ioná Queiroz (PT) ter o registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral. Os ministros do TSE consideraram que Ioná não poderia ter se candidatado nas eleições de 2016. Para eles, em 2 de outubro, a petista estava inelegível em virtude de condenação por abuso de poder econômico na campanha eleitoral de 2008.

TRANQUILIDADE 

Na avaliação de José Ayres, juiz eleitoral da 78ª Zona Eleitoral (Camamu), a finalização da eleição suplementar foi positiva. “Graças a Deus, o apoio da Polícia Militar , do TRE-BA, que enviou reforço, o pleito ocorreu de forma tranquila, sem intercorrências graves, tudo dentro da normalidade. Fica aquela sensação de dever cumprido, por tudo ter funcionado de forma perfeita, sem substituição de urnas, nem atrasos na votação”.

Dos 24.889 eleitores de Camamu, 17.039 (68,46%) compareceram as eleições suplementares deste domingo (1º/9) e 7.850(31,54%) se abstiveram. Do total de votos registrados, 1.006 (5,9%) foram votos nulos e outros 257 (1,51%) votos em branco.