Ilhéus terá ato em favor do Porto Sul|| Foto Rodrigo Macedo

Representantes do governo ilheense, do Comitê de Entidades Sociais em Defesa de Ilhéus (COESO), Grupo Redes de entidades sociais e comunidade da zona norte do município debateram, na quinta-feira (5), estratégias de mobilização em favor da construção do Complexo Porto Sul. Os articuladores elaboraram um ato popular no município do sul da Bahia.

O movimento ganhou o nome de “Vem Porto Sul”, previsto para acontecer no próximo dia 20 deste mês, a partir da 9h, com concentração na Praça do Tamarineiro, no bairro Malhado. Com o ato, os articuladores pretendem atrair apoio da população e superar a resistência ao projeto. A mobilização aponta para as necessidades econômicas reais para o desenvolvimento econômico local.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Urbanismo de Ilhéus, Jerbson Moraes, disse que as discussões giram em torno das comunidades da zona norte. Para ele, promover encontros que intensifique o debate traz como resultado o fortalecimento do projeto. “Essas iniciativas colocam Ilhéus no debate do desenvolvimento, afinal, tudo isso vai gerar mais emprego e renda para o município e região”.

“Já é sabido nacionalmente que a comunidade ilheense que reside no entorno apoia a implantação do equipamento. O Governo Municipal está inserido nessa reivindicação popular em defesa do desenvolvimento, mostrando a importância do Porto Sul. Serão gerados mais de sessenta mil empregos diretos, e entendemos que a cidade precisa desse investimento”, conclui o titular do Desenvolvimento Econômico.

O empreendimento da Bahia Mineração (BAMIN), com apoio do Governo do Estado, e prevê a implantação de uma operação logística ao norte de Ilhéus para escoar minério de ferro. O projeto prevê a construção de um porto público e de um terminal privativo da Bahia Mineração, ligados à mina em Caetité pela Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).