Empresas aéreas são investigadas por preços de passagens abusivos

Carletto pediu investigação contra preços abusivos

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abriu investigação para apurar a política abusiva de preços de passagens das companhias aéreas no país. A investigação foi aberta depois de requerimento apresentado pelo deputado federal baiano Ronaldo Carletto.

O Cade abriu um procedimento preparatório, que analisa o plano de recuperação judicial da Avianca, e um inquérito administrativo, este para analisar a majoração das tarifas depois da saída da Avianca.

– Infelizmente, tudo leva a crer que as empresas estão agindo em busca de lucros extraordinários e quem sai prejudicado é o consumidor, que deixa de confiar na capacidade do Estado em utilizar mecanismos legais para evitar estes abusos. Investigar o que está acontecendo é de fundamental importância – disse Carletto

O parlamentar disse já ter solicitado ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, informações sobre a elevação do valor médio das passagens e os efeitos decorrentes da saída da Avianca.