skip to Main Content
17 de fevereiro de 2020 | 12:18 am

DINHEIRO EXCLUSIVO VAI CIRCULAR NO COMÉRCIO DE CANAVIEIRAS A PARTIR DE 2020

Tempo de leitura: 2 minutos

Pescadores e marisqueiras de Canavieiras estão otimistas com a nova moeda||Foto Mário Bittencourt/Correio 24h

O município de Canavieiras, no sul da Bahia, terá mais uma moeda circulando no comércio local, além do real, a partir de 2020: é a moex, uma moeda criada por pescadores e marisqueiros que vivem na Reserva Extrativista (Resex) de Canavieiras – uma unidade de conservação federal – e que promete gerar mais renda.

A moex segue o modelo de moedas sociais que existem no Brasil desde a criação do Banco Palmas (no Ceará, em 1998), pioneiro no sistema de bancos comunitários no país e autorizado pelo Banco Central do Brasil (BC). Em Canavieiras, a instituição financeira responsável pela moex, cujo valor é equiparado ao do real, é o Bamex, que também tem autorização do BC.

O banco comunitário foi criado pela Associação Mãe da Reserva Extrativista de Canavieiras (Amex), em parceria com a Universidade Federal da Bahia (Ufba), responsável pelo treinamento de pessoal e impressão de 40 mil cédulas, com os valores de 50 centavos, 5 moex e 10 moex.

A moex será a moeda principal de um empório do pescado e de produtos utilizados na atividade pesqueira, a ser gerido pela Rede de Mulheres (pescadoras e marisqueiras), criada em 2009 para levar mais informações sobre saúde e direitos das mulheres àquelas que sobrevivem da atividade na reserva extrativista.

LOCAIS CREDENCIADOS E DESCONTOS NAS COMPRAS

A ideia é que as mulheres comprem com a moex os pescados e mariscos a preços melhores, para depois serem revendidos em real. Ao mesmo tempo, elas poderão adquirir os produtos da pesca por valores mais em conta e, a partir disso, ter mais renda.

Com a moex, os pescadores e marisqueiros de Canavieiras faziam compras em locais credenciados com descontos de até 5% nos produtos, como em farmácias, armazéns, mercearias, dentre outros. E os comerciantes poderiam trocar a moex pelo real ou fazer uso em outro estabelecimento.

Para garantir essa troca, a Amex tem de ter em real no Bamex valor igual ao que está circulando no mercado em moex – na fase inicial, foram R$ 40 mil e hoje a associação está com R$ 12 mil em depósito no banco comunitário. Leia mais no Correio 24h

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top