WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










novembro 2019
D S T Q Q S S
« out   dez »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: 15/nov/2019 . 20:41

CELULARES PRÉ-PAGOS DESATUALIZADOS SERÃO BLOQUEADOS A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA

Celulares desatualizados serão bloqueados

Os titulares de linhas móveis pré-pagas que não atualizaram seus cadastros após notificação das prestadoras terão as linhas bloqueadas,a partir de segunda-feira (18), informa a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).A medida vale para consumidores de estados como Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia e Ceará.

O bloqueio também os clientes dos estados do  Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul,  Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo. Menos de 1% dos 91 milhões de celulares pré-pagos dessas regiões apresenta alguma pendência cadastral.

Esta é última fase da campanha de comunicação aos consumidores com cadastros desatualizados, realizada pelas prestadoras Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo, dentro do Projeto Cadastro Pré-Pago, acompanhado pela Anatel. O objetivo da iniciativa é garantir uma base cadastral correta e atualizada, a fim de evitar a ocorrência de fraudes de subscrição (linhas associadas indevidamente a CPFs) e, dessa forma, ampliar a segurança dos consumidores.

:: LEIA MAIS »

NOVA FASE DA VACINAÇÃO CONTRA O SARAMPO COMEÇA NA SEGUNDA; VÍRUS ABRE PORTAS PARA OUTRAS DOENÇAS

Segunda fase de vacinação contra o sarampo começa segunda-feira

A nova fase fase da Campanha de Imunização contra o Sarampo começa na segunda-feira (18) e será direcionada para jovens com idade entre 20 e 29 anos que ainda não atualizaram a caderneta de vacinação. A faixa etária é a que acumula o maior número de casos confirmados de sarampo, por isso a importância desta etapa para interromper a cadeia de transmissão do vírus no país.

Nos últimos 90 dias, 5.660 casos da doença foram confirmados e 14 óbitos registrados. Mais de 90% dos casos estão concentrados em 192 municípios do estado de São Paulo. O Ministério da Saúde alerta que a única forma de interromper essa cadeia de transmissão e de prevenir contra o sarampo é por meio da vacinação.

De acordo com o Ministério da Saúde, para que a vacina faça efeito no organismo da pessoa, é necessário tomar todas as doses previstas no Calendário Nacional de Vacinação: duas doses a partir de 12 meses a 29 anos e uma dose para a população de 30 a 49 anos.

Atualmente, em virtude dos surtos de sarampo, há ainda a recomendação do Ministério da Saúde de aplicar uma dose extra, a chamada ‘dose zero’ em crianças de seis meses a menores de um ano. Esse público está mais suscetível a casos graves e óbitos. Das 14 mortes pela doença no Brasil, sete foram em menores de cinco anos de idade.

ESTUDO MOSTRA QUE O VÍRUS DO SARAMPO ABRE PORTAS PARA OUTRAS DOENÇAS

Pesquisadores da Universidade de Hravard, nos Estados Unidos, conseguiram mostrar que o vírus do sarampo pode apagar, em média, 20% da memória imunológica do nosso organismo. Isso significa que pessoas que contraíram o vírus do sarampo têm risco aumentado de terem outras doenças infecciosas, inclusive doenças que o organismo já havia criado defesas. É como se o vírus do sarampo fosse a chave para liberar a entrada para novas doenças.

O estudo, publicado na revista Science Immunology, chega no momento em que 19 estados do Brasil passam por surtos de sarampo. Para que a vacina faça efeito no organismo da pessoa, é necessário tomar todas as doses previstas no Calendário Nacional de Vacinação: duas doses a partir de 12 meses a 29 anos e uma dose para a população de 30 a 49 anos.

GOVERNO DO ESTADO E PREFEITURA GARANTEM PERMANÊNCIA DO HOSPITAL DE ITACARÉ

Ação por permanência de hospital teve participação de Rosemberg, Tonho de Anízio e governador

Numa ação conjunta da Prefeitura de Itacaré, Câmara de Vereadores, Governo do Estado da Bahia e o deputado estadual Rosemberg Pinto, o governador Rui Costa publicou no Diário Oficial desta quinta-feira (14) o decreto 19.336 considerando de utilidade pública, para fins de desapropriação, o imóvel sede da Fundação Hospitalar de Itacaré, com os bens móveis e benfeitorias nele existentes. Desta forma, o imóvel da Fundação Hospitalar não irá mais a leilão, como estava previsto, e será destinado, conforme o decreto, ao funcionamento da Unidade Hospitalar e Ambulatorial de Saúde de Itacaré.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anizio, comemorou a decisão, não somente por garantir a todo o povo do município a permanência do hospital, prestando importantes e relevantes serviços, mas também pela história da Fundação Hospitalar, criada com a missão de salvar vidas e que ao longo desses anos vem garantindo atendimento a todos que procuram esta unidade. E com a desapropriação, a Prefeitura de Itacaré e o Governo da Bahia poderão realizar investimentos, reformas, melhorias e benfeitorias que possam garantir um atendimento cada vez melhor a todo o cidadão.

Prédio foi considerado de utilidade pública e será desapropriado

O prefeito falou da luta de todos para garantir a permanência do hospital, transformando definitivamente numa unidade de atendimento da rede pública, mas fez questão de parabenizar a todas as voluntárias sociais que um dia tiveram o sonho e concretizaram essa missão de criar a Fundação Hospitalar de Itacaré. “Foram tantas mulheres de garra que fizeram desse sonho realidade. Mulheres como Mãe Ju, Dona Geni, Rejane, Cleonice Sá, Dona Zil e tantas outras a quem devemos muita gratidão, respeito e homenagens. A desapropriação é mais uma etapa para que a gente possa melhorar a cada dia o atendimento”, complementou o prefeito.

Fundada em 1970, a Fundação Hospitalar de Itacaré, entidade mantenedora do hospital, vem prestando ao longo desses anos relevantes serviços na área de saúde. Atualmente a entidade conta com o apoio da Prefeitura de Itacaré, que vem garantindo o funcionamento do hospital com a aquisição de equipamentos, materiais, médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e serviços gerais, além das despesas com água, energia e manutenção.

Já em outubro, o prefeito Antônio de Anízio encaminhou à Câmara de Vereadores o projeto de lei declarando de utilidade pública o prédio onde funciona o Hospital de Itacaré e colocando o imóvel com a finalidade de utilização como Unidade Hospitalar. No projeto, que foi aprovado por unanimidade pelos vereadores, o prefeito justifica “a necessidade da permanência do hospital, que durante décadas vem servindo à população, beneficiando os itacareenses e turistas com um serviço tão essencial que é a saúde”.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia