WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
alba


jamile_yamaha

sintesi17

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

editorias


:: ‘Cultura’

ADVOGADO “DESAFIA” O CÂNCER DE PRÓSTATA

Humberto Cavalcante lançou terceiro livro

O drama vivido pelo pai e formas de enfrentamento do câncer de próstata são abordados pelo advogado Humberto Cavalcante em livro. Com edição da Via Litterarum, Desafiando o câncer de próstata é a terceira obra de Humberto.

O livro, de acordo com o editor Agenor Gasparetto, que assina o prefácio, revela o drama do pai de Humberto, vitimado por esse tipo de câncer, numa época em que o toque retal (ainda hoje indispensável ao diagnóstico da doença) era algo impensável para o homem latino.

“Os homens são os principais interessados neste livro”, afirma Gasparetto, em particular os que já estejam acometidos desse mal, que Humberto define como “traiçoeiro, silencioso, sorrateiro e que não apresenta sintomas no início”.

Também acometido pelo “caranguejo”, o autor mostra formas de enfrentamento da doença, valorizando as ações de controle da moléstia capazes de prolongar a vida. “Prefiro viver menos, mas com qualidade de vida, do que viver um pouco mais como um trapo humano, atirado a um leito, caquético, inválido, sem controle de nenhuma das necessidades fisiológicas básicas, dando uma trabalheira infernal aos que estão à minha volta.” Ele acrescenta, como evidência da eficácia dos cuidados que o doente deve ter: “É muito comum o sujeito idoso morrer com câncer de próstata, porém nem sempre por causa deste.”

Autor de dois outros livros publicados pela Via Litterarum (Reminiscências/2015 e licença, Doutor/2016), Humberto Cavalcante destaca em Desafiando o câncer de próstata que, pela sua condição de agnóstico, descrê da figura folclórica da “velha esquelética envolta num manto preto, com a sua foice ou cutelo afiado no ombro”, mas que, mesmo assim, o trabalho dela não deve ser facilitado”. Seu livro é uma tentativa nesse sentido.

FENÔMENO DA INTERNET, CARLINHOS MAIA FAZ SHOW EM ITABUNA

Carlinhos Maia durante participação no Programa Conversa com Bial || Reprodução Facebook

Ele é apontado como o fenômeno da internet no Brasil e sua página no Facebook tem mais de 4,1 milhões de fãs e seus vídeos chegam a ser visualizados mais de 28 milhões de vezes. Alagoano de Penedo, Carlinhos Maia conquistou as redes sociais e foi uma das atrações do programa Conversa com Bial (Globo) na semana passada (assista aqui).

Carlinhos – e mamãe – fará show em Itabuna, no próximo domingo (12), a partir das 19h, no Terceira Via Hall, na Avenida J.S. Pinheiro, no Lomanto, com produção da itabunense Adois. “Carlinhos é um dos maiores fenômenos da internet”, aponta a dupla Célio e Daniel, da Adois Produções.

Mensagens na fanpage de Carlinhos Maia revelam a expectativa de seguidores para o show do humorista no sul da Bahia, próximo domingo. “Itabuna te espera”, escreveu a fã Thais Ninck. Confira, abaixo, um dos vídeos de Carlinhos Maia mais visualizados em sua conta no Facebook.



SERVIÇO

Encontro com Carlinhos Maia – O Show

Onde: Terceira Via Hall
Quando: 12 de novembro (domingo), às 19h
Quanto: R$ 66,00 e R$ 33,00 (meia)
Locais de compra: Pimenta Ingressos (Shopping Jequitibá) e bilheteria, com promoção da Adois Produções.

LÁZARO RAMOS RECEBERÁ COMENDA 2 DE JULHO

Lázaro Ramos receberá mais alta comenda baiana || Foto João Corta/Globo

Lázaro Ramos receberá mais alta comenda baiana || Foto João Cotta/Globo

O ator baiano Lázaro Ramos receberá a Comenda 2 de Julho, a mais elevada honraria concedida pela Assembleia Legislativa (Alba). O Projeto de Resolução 2.471/2017 concedendo a homenagem foi proposto pelo deputado Rosemberg Pinto (PT) e aprovado pela Casa. A sessão solene ainda será marcada.

“Diante de toda a sua trajetória, não é nem preciso dizer que alguém tão ilustre é completamente digno da mais elevada honraria”, defendeu o parlamentar petista. Nesta quarta-feira (1º), Lázaro Ramos completa 39 anos de idade.

Rosemberg destaca trajetória de Lázaro Ramos

Rosemberg destaca trajetória de Lázaro Ramos

Nascido em Salvador, em 1º de novembro de 1978, o ator iniciou os estudos de teatro na escola pública Anísio Teixeira e logo aos 10 anos já fazia pequenos trabalhos, mas começou a despontar mesmo cinco anos depois, quando entrou para o Bando de Teatro Olodum, dirigido por Marcio Meirelles, e formado por atores negros, na capital baiana. O prestígio foi aparecendo em A Máquina, peça dirigida por João Falcão, que revelou também Wagner Moura e Vladimir Brichta, dois grandes amigos de Lázaro.

Lázaro se tornaria famoso e reconhecido como um excelente profissional em 2002, ao protagonizar o premiado filme Madame Satã. Em novelas, Ramos estreou contracenando com Taís Araújo – com que se casaria e viveria até hoje – em Cobras & Lagartos, interpretando o personagem Foguinho, um trambiqueiro simpático que caiu no gosto do público e pelo qual foi indicado ao Emmy de melhor ator no ano de 2007. Em Elas por Elas (2012), quebrou barreiras como o primeiro protagonista negro de uma novela. O seriado Ó Paí, Ó fez com que ele pudesse ajudar a destacar ainda mais a imagem da Bahia para o país inteiro registrando altos índices de audiência.

Provando que no teatro não sabe apenas atuar, em 2011 estreou como diretor no espetáculo. Namíbia, não! Atuar é bom? Dirigir também? Então, por que não unir as duas coisas? Pois foi isso que ele fez na peça O Topo da Montanha, ao lado da esposa. O espetáculo imagina as últimas horas de vida do líder dos direitos civis norte-americanos Martin Luther King Jr.

Em 2015 ele ganhou o programa próprio Mister Brau, em que vive um músico emergente, junto com sua mulher, e já tem confirmada a quarta temporada para 2018. Ramos não para de produzir. Em 2017 lançou o livro Na minha pele, sendo o mais vendido da Flip deste ano. :: LEIA MAIS »

FTC PRESTA HOMENAGEM A 22 EDUCADORES SUL-BAIANOS

Durval França Filho, de Canavieiras, é um dos homenageados desta noite

Durval França Filho, de Canavieiras, é um dos homenageados desta noite

Durante solenidade na noite de hoje (17), a FTC Itabuna concederá o Mérito Educacional FTC para 22 professores que contribuíram para o desenvolvimento da Educação no Sul da Bahia. A iniciativa da FTC visa recuperar a história de homens e mulheres que, nas últimas décadas, dedicaram suas vidas a educar gerações “visando transformar para melhor a sociedade”.

A solenidade de entrega de placas acontece a partir das 19 horas, no espaço Terceira Via Hall. Esta é a 5ª edição do Mérito Educacional FTC, que já contemplou 139 professores de Itabuna e de outros nove municípios da área de abrangência da Faculdade no Sul da Bahia.

Muitos dos educadores homenageados trazem em suas biografias histórias de superação de desafios no exercício do magistério que foram trazidas à luz a partir da iniciativa da FTC.

HOMENAGEADOS 2017

1. Aldaci Santos dos Reis
2. Durval França Filho
3. Eliane Nascimento Souza
4. Enedilse Santos de Oliveira
5. Iolanda Maria Guedes
6. Janaína de Souza Almeida
7. Lídia Maria Bomfim Lima
8. Lúcia Vitória Braitte Carmo Kruschewisky Rehem
9. Manuel Pazos Garrido
10. Maria da Conceição Santos de Oliveira
11. Maria Jovelina Oliveira dos Santos
12. Maria Olívia Lisboa Almeida
13. Maria Rita Cerqueira de Oliveira
14. Maria Selma Teixeira
15. Marlinda Monteiro de Araújo
16. Mery Kalid
17. Miriam Ferreira Santos Araújo
18. Norma Lúcia Tavares de Oliveira
19. Ofélia Gomes Campos
20. Sônia Maria Fonseca Santos
21. Valeriano Hora Amaral Júnior
22. Zaíde Magalhães Kalid

EM ITABUNA, TIRULLIPA FAZ SHOW PARA CELEBRAR 20 ANOS DE CARREIRA


A turnê dos 20 anos de carreira do humorista Tirullipa passa por Itabuna, hoje (dia 15). A partir das 19h, ele faz retrospectiva de duas décadas com paródias que agitaram a internet brasileira e as redes sociais em show recheado de histórias e piadas.

O show é marcado por imitações e paródias pra lá de hilárias de artistas, como o cantor Luan Santana. O show começa às 19 horas, no Terceira Via Hall, na Avenida J.S. Pinheiro, no Lomanto. Os ingressos custam R$ 60,00 (R$ 30,00 a meia) e podem ser adquiridos no Pimenta Ingressos (Shopping Jequitibá), com a ADois Produções.

SERVIÇO
Show Tirullipa – Não sou o cara, mas sou o filho dele
Data: 15 de outubro, às 19h
Onde: Terceira Via Hall (Avenida J.S. Pinheiro)
Quanto: R$ R$ 60,00 e R$ 35,00

FÁBIO LAGO SERÁ NICK EM “O OUTRO LADO DO PARAÍSO”, DA GLOBO

Fábio Lago interpretará Nick em "O Outro Lado do Paraíso", nova novela da Globo || Divulgação

Fábio Lago interpretará Nick em O Outro Lado do Paraíso, da Globo || Divulgação

Famoso por interpretar o traficante Baiano (Tropa de Elite), o ator ilheense Fábio Lago vai dar vida a um dono de salão de beleza em O Outro Lado do Paraíso, nova novela das 21h, da Globo. Escrita por Walcyr Carrasco, a trama estreia no próximo dia 23. No entanto, o preparo de Fábio Lago para o personagem já dura meses. Em entrevista ao jornal Extra, o ator contou que gosta de passar por mudanças extremas e de poder transitar entre o drama e o humor.

Na televisão e no cinema, ele tem uma extensa lista de personagens, todos eles muito diferentes entre si. “Por um personagem, faço o que for. Até tirar um dente, se valer a pena”, afirma Lago, que na época de Caras & Bocas (2009) divertiu o público com várias caracterizações, de cupido à baiana do acarajé, para que seu Fabiano seguisse a mulher sem ser descoberto.

Na pele de Nicácio – ou Nick, como prefere ser chamado – ele terá sobrancelhas delineadas, megahair de mechas louras, brincos nas duas orelhas, brilho labial, unhas esmaltadas e uma boa dose de feminilidade.

“Antes de a novela ir ao ar, resolvi levar o jeitinho do personagem às ruas. Saio de brincos e unhas pintadas, solto o cabelão… As pessoas me olham torto, confusas”, comenta. E arremata: “Estou adorando este estado gay”.

Fábio lembra que na pele do personagem a empatia do público tem sido muito grande. “A delicadeza é um chamariz num mundo tão machista”, defende. Extra/Correio24h

IZADORA GUEDES E RONEY GEORGE LANÇAM MINILIVRO EM ITABUNA E CONQUISTA

Izadora e Roney lançam minilivro em Itabuna e Conquista

Izadora e Roney lançam minilivro em Itabuna e Conquista

Realizando um intenso diálogo entre imagem e poesia, o livro recém-publicado Izadora Guedes/ Roney George será lançado nesta semana em Itabuna e Vitória da Conquista. O trabalho cujo título é o próprio nome dos autores, será lançado na quinta-feira, 12, em Itabuna. Às 19h, no pub Barcollando, localizado na Rua Silveira Moura, 118, bairro Conceição.

Durante o lançamento, o cantor e compositor Marcos Marinho apresentará um pocket show com canções do seu novo disco solo, que será lançado em breve, e os músicos BillyFat, Eloah Monteiro, João Lins, Pawlista PDF e Louise Faislon Moa Vn farão participações individuais.

Em Vitória da Conquista, o minilivro será lançado no próximo dia 14, às 19h, na CasAzul Teatro Escola e também contará com pocket show de Marcos Marinho e participação de Ronaldo Ros.

INÉDITA NO BRASIL, “GIANTS” SERÁ EXIBIDA PELA TVE

Giants, série inédita no Brasil, conta a história de três negros e do racismo nos Estados Unidos || Foto Divulgação

Giants, série inédita no Brasil, conta a história de três negros e do racismo nos Estados Unidos || Foto Divulgação

A TVE Bahia exibe, com exclusividade, a partir da próxima segunda-feira (9), a série norte-americana Giants. Inédita na TV brasileira, a trama, escrita e dirigida por James Bland, será lançada nesta quinta (5), às 18h30, na Saladearte Cinema do Museu, no Corredor da Vitória, em Salvador, com um bate papo com os protagonistas, diretamente de Los Angeles. Cada um dos seis episódios, de aproximadamente 20 minutos, será exibido às 21h das segundas-feiras, com reapresentação às 22h das quartas.

Giants foi produzida e idealizada pela atriz e roteirista, Issa Rae, e acompanha a rotina de três amigos negros que estão determinados a tomar as rédeas de suas vidas a qualquer custo. Os jovens aprendem rapidamente que, quando a vida começa a bater, só há duas opções – se entregar ou revidar.

Com uma narrativa que não está presente na mídia convencional, Giants aposta em temas caros à comunidade negra e levanta questões importantes como a evidente brutalidade e o abuso policial por causa do racismo, além de temáticas que nem sempre são abordadas de forma vinculada à raça, como transtornos psíquicos e homofobia.

Para o tradutor Bruno Almeida, um dos responsáveis pela parceria que traz a série para o Brasil, a realidade do negro norte-americano se aproxima bastante da realidade do negro brasileiro.

– Mesmo com toda a distância geográfica, os dramas sociais se assemelham muito e, infelizmente, ainda há uma carência de conteúdo afro-orientado na TV Brasileira. Conversando com David Wilson, criador do primeiro e mais importante portal com conteúdo voltado para afro-americanos, o The Grio.com, percebemos a necessidade de trazer conteúdo de entretenimento negro para Salvador, sobretudo na TV – disse.

ROSEMBERG LAMENTA MORTE DO CINEASTA GUIDO ARAÚJO

Cineasta Guido Araújo faleceu

Guido Araújo criou a Jornada Internacional do Cinema da Bahia

O deputado estadual e presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Rosemberg Pinto (PT), lamentou nesta quarta-feira (27), a morte, aos 83 anos, do cineasta e criador da Jornada Internacional de Cinema da Bahia, Guido Araújo.

Diretor de cinema e professor aposentado da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Guido Araújo faleceu na madrugada de hoje. “Guido teve uma importância muito grande para a Bahia. Um cineasta comprometido com a democracia e a cultura. Várias vezes estivemos juntos”, disse.

Rosemberg enfatiza, ainda, o lado solidário do cineasta. “Ele sempre abrigou, com o seu trabalho, muitos amigos, homens e mulheres, todos comprometidos com a defesa dos interesses democráticos à época da ditadura militar”, registrou o parlamentar, em pronunciamento no plenário, durante a sessão desta quarta.

IZADORA GUEDES E RONEY GEORGE LANÇAM MINILIVRO EM ILHÉUS

Izadora e Roney lançam obra no Espaço Cultural Dilazenze, em Ilhéus

Izadora e Roney lançam obra no Espaço Cultural Dilazenze, em Ilhéus

Definido como um intenso diálogo entre imagem e poesia, o livro recém-publicado Izadora Guedes/ Roney George será lançado no final desta semana em Ilhéus. O trabalho leva o nome dos autores como título e será lançado na sexta-feira (29), às 19h, no Espaço Cultural Dilazenze, na Avenida Brasil, 512, no Alto da Conquista.

A obra aborda temas da política, além de falar sobre a poesia e o fazer poético, numa estética urbana, urgente, que conversa com o ditado popular, o haikai e com elementos do hip hop.

O minilivro Izadora Guedes/ Roney George tem lançamentos previstos em Ilhéus, Itabuna, Itapetinga e Vitória da Conquista, sempre contando com participações de artistas convidadas e convidados. O evento tem entrada franca.

ESCRITORAS PROVOCAM MERCADO EDITORIAL COM “MULHERES EM PROFUNDANÇAS”

profundanças

Escritoras e fotógrafas nordestinas provocam o mercado editorial com rodas de conversa “Mulheres em Profundanças”, projeto que já circulou pelas pernambucanas Garanhuns e Recife e, agora, chega a Ilhéus. As autoras do livro Profundanças2: antologia literária e fotográfica fomentam debates sobre a invisibilidade de mulheres no mercado editorial brasileiro, processos criativos e formas de resistência. A roda de conversa em Ilhéus será na sede da Academia de Letras de Ilhéus (ALI), na próxima quinta (28), às 19h, com entrada franca.

Ilhéus será a primeira cidade baiana a participar do circuito de debates do projeto Profundanças. A roda terá recital, leitura pública de fragmentos literários com as escritoras Lorenza Mucida, Haísa Lima, Laiz Carvalho, Daniela Galdino; um bate-papo com a fotógrafa Catarina Barbosa, seguido de um debate com o público.

Na Bahia, também receberão o Profundanças Itabuna, Cachoeira, Brumado e Salvador. A intenção, afirmam as idealizadoras, é mobilizar um vasto público interessado em literatura e ampliar o grupo de leitoras/es da antologia. Para a realização dessas rodas de conversa, a equipe tem firmado parcerias com instituições e coletivos culturais ligados à difusão literária.

Galdino é uma das idealizadoras do projeto || Foto Ana Lee

Autora de Inúmera, Galdino é uma das idealizadoras do projeto || Foto Ana Lee

OBRAS LANÇADAS

Criado há pouco mais de dois anos pela poeta/performer itabunense Daniela Galdino, o projeto ‘Profundanças’ conta com a parceria da Voo Audiovisual e já resultou na publicação de duas antologias literárias e fotográficas, sendo a primeira lançada em 2014.

Este ano, em pleno aniversário da pintora mexicana Frida Kahlo (6 de julho), foi lançado o Profundanças 2, resultado de uma ação colaborativa, sem fins lucrativos e independente, que reúne poemas, contos e crônicas de autoria de 16 mulheres.

A obra também apresenta ensaios fotográficos que retratam o cotidiano dessas escritoras realizados por 19 ‘fotógrafes’, somando talentos da Bahia, Pernambuco, São Paulo e Rio Grande do Norte. Para fazer o download gratuito do livro, basta acessar http://vooaudiovisual.com.br/projects/profundancas2/

MULHERES INSURGENTES

Nesta segunda edição, a pluralidade de experiências e a dissidência de vozes encontram um ponto em comum, que é a palavra escrita de artistas negras, não negras e transnão-binárias, que são: Aidil Araújo Lima (BA), Ana Mendes (RN), Andréa Mascarenhas (BA), Daniela Galdino (BA), Dayane Rocha (PE), Débora Ramos (PE), Erika Cotrim (BA), Haisa Lima (BA), JeisiEkê de Lundu (BA), Laiz Carvalho (BA), Larissa Pereira (BA), Lílian Almeida (BA), Mel Andrade (BA/SE), Miriam Alves (SP), Rita Santana (BA), Thalita Peixe de Medeiros (PE).

Já os ensaios fotográficos são assinados por Adrian Greyce, Ana Lee, Andrezza Tavares, Brenda Matos, Camila Camila, Catarina Barbosa, Cláudio Gomes, Haísa Lima, Henrique Valença, Inajara Diz, João Caique, João Santana, Josi Oliveira, LanmiTripoli, Leticia Ribeiro, Mariana Lisboa, Shai Andrade, Rodrigo Iris e Ytallo Barreto.

Roda de conversa “Mulheres em Profundanças”
Quando: 28.set, às 19h
Onde: Academia de Letras de Ilhéus (R. Antônio Lavigne Lemos, 39, Centro, Ilhéus)

PROGRAMAÇÃO:
19h– Abertura
19h15min – Roda de Conversa “Mulheres em Profundanças” + Recital + Leitura pública de fragmentos literários
Escritoras: Lorenza Mucida, Haísa Lima, Laiz Carvalho, Daniela Galdino. Fotógrafa: Catarina Barbosa
20h15min – Debate com o público

NOVA OBRA DE WALDENY ANDRADE NARRA A SAGA DOS TUPINAMBÁS

Jornalista lança nova obra em Ilhéus || Foto Luiz Conceição

Jornalista lança nova obra em Ilhéus || Foto Luiz Conceição

Serra do Padeiro – A saga dos Tupinambás, 3º livro do radialista, jornalista e escritor Waldeny Andrade, será lançado na próxima quarta (27), às 18h30min, na Academia de Letras de Ilhéus. A obra ficcional conta a história de três gerações de uma família constituída a partir de um casal formado por uma índia e um europeu que chegou ao Brasil, saído dos escombros de sua cidade natal, na Áustria, após a Primeira Guerra Mundial.

Editado pela Via Litterarum, a obra também conta a trajetória percorrida pelos índios no sul da Bahia em busca do reconhecimento pelos direitos à terra dos seus ancestrais. Ao longo das 288 páginas, o escritor conduz o leitor pela heroica saga dos Tupinambás, desde suas raízes na nação Tupi, que habitava o litoral brasileiro na época do descobrimento. Contém capítulos curtos, com dinâmica e precisa narrativa.

Este é o terceiro livro de Waldeny Andrade um expoente do jornalismo nas duas mais importantes cidades da Região Cacaueira baiana. Primeiro em Ilhéus, onde chegou como adolescente e atuou até o final da década de 1960, na Rádio Cultura. A partir de 1968, transferiu-se para Itabuna, onde dirigiu a Rádio Jornal e o extinto Diário de Itabuna. Mais recentemente, teve rápida passagem pela Rádio Nacional de Itabuna e TVI, emissora de TV a cabo.

Se no seu segundo livro, A Ilha de Aramys – 40 anos de eleições em Itabuna, também editado pela Via Litterarum, o jornalista já surpreendeu os leitores e a crítica pelo estilo, os capítulos bem fechados, a narrativa leve e uma tessitura firme a apontar um nascente escritor, com Serra do Padeiro – A saga dos Tupinambás há uma narrativa ainda mais envolvente. Os fatos são surpreendentes em cada capítulo. E, com pinceladas de realidade, o escritor confirma o veterano jornalista que, seja no impresso ou no eletrônico, sempre prendeu seu ouvinte e o seu leitor com boas histórias e análises verdadeiras.

BOB FERNANDES DEBATE FAKE NEWS E JORNALISMO DE DADOS NA UESB

Bob Fernandes participa de debate nos 20 anos do curso de Jornalismo da Uesb

Bob Fernandes participa de debate nos 20 anos do curso de Jornalismo da Uesb

O jornalista Bob Fernandes participará de roda de conversa com profissionais de imprensa, estudantes e professores, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), em Vitória da Conquista, na próxima sexta (15). A partir das 10h, no auditório do júri, o comentarista de política d TV Gazeta falará de fake news, jornalismo de dados e o papel dos jornalistas e veículos de comunicação na conturbada vida brasileira.

Promovido pela Associação Bahiana de Imprensa (ABI), o encontro é parte da iniciativa de aproximação da entidade com a comunicação no sudoeste do Estado e celebra os 20 anos do curso de jornalismo da Uesb.

Segundo o presidente da ABI, Walter Pinheiro, também presidente da Tribuna da Bahia, “Vitória da Conquista lidera uma região de grande importância social, econômica e política, com uma forte tradição no jornalismo baiano, e a ABI deseja estar presente e contribuir para o fortalecimento da comunicação regional”.

Para o coordenador do Colegiado do curso, professor Rubens Sampaio, a “iniciativa da ABI está em sintonia com a busca permanente do curso de Jornalismo da Uesb por essa aproximação com entidades da área e profissionais com larga experiência, como Bob Fernandes, elo que isso representa na formação dos futuros jornalistas”.

A pedido do convidado, em vez de uma palestra expositiva, os profissionais e estudantes terão a oportunidade de um debate direto e franco com um dos mais importantes comentaristas politicos do jornalismo brasileiro.

Filhos de pai e mãe baianos, Bob Fernandes nasceu em Barretos, interior de São Paulo, mas viveu boa parte de sua vida na Bahia, onde se formou jornalista pela UFBa. Sempre atento aos acontecimentos da vida baiana, preserva uma relação de proximidade com a terra de seus pais e anseia pelo reencontro com Vitória da Conquista, onde vive parte de sua família.

Trabalhou na Tribuna da Bahia, no começo da carreira, e passou pelas principais redações brasileiras, como Veja, Folha de São Paulo, foi um dos fundadores e editor-chefe da revista Carta Capital. Cobriu seis campanhas presidenciais no Brasil, a disputa Clinton X Bush, nos Estados Unidos e é coautor de O complô que elegeu Tancredo, de 1985.

Como jornalista esportivo, escreveu crônicas, cobriu todas as Copas do Mundo de Futebol da FIFA, de 1994 até 2014 (à exceção de 2002), as Olimpíadas de Pequim e Londres, as Copas das Confederações da África do Sul e do Brasil e a Copa América na Venezuela. Tricolor assumido, é autor do livro “Bora Bahêeea, A História do Bahia contada por quem a viveu”, de 2003 (Ediouro).

Como correspondente de guerra esteve em Angola, em 1992, e no mesmo ano cobriu a Guerra da Somália. Na revista Carta Capital, foi autor de mais de 100 reportagens de capa, entre elas uma série de oito capas sobre a presença e atuação da CIA, do FBI, da DEA e demais agências de espionagem dos EUA no Brasil.

CIVILIZAÇÃO CACAUEIRA SUL-BAIANA

Bob Fernandes é autor de uma das maiores reportagens sobre a civilização cacaueira sul-baiana, em meados da década de 90. Com histórias de grandes personagens, o jornalista mostrou o apogeu e o ocaso da região.

A reportagem virou documento. Manoel Leal, fundador e editor do Jornal A Região, reproduziu o material jornalístico, encartando-o, gratuitamente, na edição do seu jornal. Era época em que a redação do jornal, vibrante, tinha no seu comando, além da sagacidade de Leal, a experiência de nomes como Walmir Rosário, hoje curtindo aposentadoria na bela Canavieiras, e Daniel Thame, além de Marcos Correa e Maurício Maron.

ZÉ LEZIN DEFLAGRA “OPERAÇÃO LAVA JATO DO MATUTO” EM ITABUNA

O matuto mais sabido do Brasil deflagra Operação Lava Jato em Itabuna

O matuto mais sabido do Brasil deflagra Operação Lava Jato em Itabuna

Operação Lava Jato do Matuto é o mais novo espetáculo que o matuto mais sabido do Brasil, Zé Lezin, apresentará em Itabuna, no próximo sábado (16), às 20h, na Terceira Via Hall, na J.S. Pinheiro. No show, o comediante paraibano aborda a atual situação política brasileira com muito humor e irreverência.

Ingressos estão à venda no Pimenta Ingressos, no Shopping Jequitibá, e no Cadê Ingressos, em Itabuna. Já em Ilhéus, podem ser adquiridos no Stand do Karioka, com promoção da Fase Produtora. Informações pelo telefone 73-99126.0756.

O MATUTO MAIS SABIDO

Zé Lezin retorna a Itabuna, após grande apresentação em 2016. Nascido Nairon Barreto, Zé é formado em Comunicação Social e Direito pela Universidade Federal da Paraíba. Especialista em piadas de matutos começou a carreira de humorista em um grupo de dança folclórica na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), onde recitava poesia de literatura de cordel e contava piadas entre um número e outro.

Após apresentar-se em barzinhos e teatros, participou da Escolinha do Professor Raimundo, a partir de 1998, quando o programa foi transformado em um quadro do Zorra Total, também da Rede Globo. Na ocasião, alterou o nome de seu personagem, de Zé Paraíba para Zé Lezin. Nairon atuou na “Escolinha” durante seis anos.

SERVIÇO
Zé Lezin – Operação Lava Jato do Maturo, Lavando Sua Vida De Risadas
Quando: 16 de setembro às 20h.
Onde: Terceira Via Hall.
Ingressos: Pimenta (Shopping Jequitibá), Cadê Ingressos e Stand do Karioka.
Quanto: R$ 25 (meia) e R$ 50 (inteira)
Informações: 73 99126-0756 / Fase Produtora

CANAVIEIRAS SEDIARÁ FESTIVAL DO CARANGUEJO, COM FEIRA GASTRONÔMICA E MÚSICA

Centro Histórico receberá festival gastronômico e musical em outubro

Centro Histórico receberá festival gastronômico e musical em outubro

O Centro Histórico e praias de Canavieiras serão palco de um festival de dar água na boca. De 11 a 15 de outubro, o município sul-baiano sediará o Festival do Caranguejo, com feira gastronômica, nomes da música brasileira, degustação de pratos típicos, artesanato, aulas-show com chefs, workshops, palestras e concursos temáticos.

Parte do festival acontecerá na praia, onde será montado o caranguejódromo, com barracas credenciadas, palcos e competições. Na área do Centro Histórico de Canavieiras, serão realizados os concursos Miss Caranguejo e Masters Chefs. Nessa área, além de toldos e barracas, haverá bares e restaurantes credenciados pela organização do festival.

Além oferta de pratos como bolinho de puã, puã a milanesa, puã recheada, casquinha de caranguejo, moqueca e caranguejo ao molho, ainda haverá espaço para debate científico e capacitação para a comunidade envolvida na comercialização do produto. Ações de conscientização para a preservação da espécie também terão espaço na programação.

De acordo com a organização, haverá sorteio de pratos típicos e premiações entre as barracas. Serão ofertadas algumas premiações para as catadeiras mais antigas e para a melhor estória de pescador. O Festival atenderá a todas as idades de públicos e a todos os nichos de mercados, com participação de todo o trade local, além de envolver barracas de praias, baianas de acarajé. A decoração será totalmente voltada para a proposta ambiental e o respeito ao propósito de sustentabilidade e conservacionismo.

TPI FARÁ AUDIÇÃO DE ELENCO PARA NOVO ESPETÁCULO

Teatro Popular fará audição de elenco para montagem de espetáculo

Teatro Popular fará audição de elenco para montagem de espetáculo

O grupo Teatro Popular de Ilhéus (TPI) anunciou nesta segunda-feira (4) a realização de uma audição de elenco para o seu novo espetáculo, com estreia prevista em novembro e direção assinada por Romualdo Lisboa.

O novo espetáculo fará parte da Trilogia da Guerra, projeto que  conta exclusivamente com o financiamento do público teve como primeira montagem “Os fuzis da senhora Carrar”, de Bertolt Brecht.

Os interessados em participar da seleção têm até o próximo sábado (9) para preencher formulário online, disponível na página www.teatropopulardeilheus.com.br.

Após isso, os pré-selecionados serão contatados pelo grupo e convocados para a audição na noite de terça-feira (12), na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes.

Apenas as pessoas que preencheram o formulário e foram contatadas poderão participar do evento, segundo a direção do TPI. A participação na pré-seleção é aberta para homens e mulheres, incluindo não atores, com idade mínima de 18 anos.

TEATRO POPULAR DE ILHÉUS 

Fundado em 1995, por Équio Reis, o TPI mantem atividades ininterruptas ao longo de seus 22 anos.  Em seu portfólio, possui mais de 40 espetáculos estreados e participações em festivais nacionais e internacionais de Teatro, com indicações aos prêmios Shell e Braskem.

Atualmente, o grupo, também administra o espaço cultural Tenda Teatro Popular de Ilhéus e é apoiado financeiramente pelo Programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

“O BRASIL NÃO MUDOU PORRA NENHUMA, A COISA CONTINUA FEIA”, DIZ PASQUALE

Pasquale relacionado "Capitães da Areia" com o Brasil de hoje || Divulgação Flipelô

Pasquale relacionado “Capitães da Areia” com o Brasil de hoje || Divulgação Flipelô

Rodrigo Casarin || Blog do Página Cinco

A mesa da qual Pasquale Cipro Neto, o Professor Pasquale, provavelmente o educador de língua portuguesa mais conhecido do país, participou há pouco na Flipelô, em Salvador, se transformou em uma declaração de amor do mestre à Bahia. O ponto alto da conversa, mediada pelo compositor e secretário estadual de cultura Jorge Portugal, deu-se quando Pasquale comparou “Capitães da Areia”, um dos maiores clássicos do baiano Jorge Amado, publicado em 1937, ao país que temos hoje:

“O Brasil não mudou porra nenhuma, a coisa continua feia, o preconceito, a estupidez…”, disse o Professor, mostrando que, mesmo para quem tem um vasto repertório linguístico, é mesmo difícil falar de nossa realidade sem apelar aos palavrões. “Lá se vão 80 anos e não acontece nada, as coisas não mudam. Temos uma sociedade que continua sendo absolutamente encastelada”, completou Pasquale, que ainda citou como exemplo dessa sociedade estanque e bárbara o caso do jovem que teve sua testa tatuada após roubar uma bicicleta.
Leia a íntegra clicando aqui

CACAU PROTÁSIO APRESENTA “DEU A LOUCA NA BRANCA”, NO TEATRO DE ILHÉUS

Cacau Protásio apresenta comédia no Teatro de Ilhéus, neste sábado e domingo || Foto Janderson Pires

Cacau apresenta comédia no Teatro de Ilhéus, hoje e amanhã || Foto Janderson Pires

Coprotagonistas do programa de maior audiência do canal Multishow, o Vai que Cola, a atriz Cacau Protásio volta a se apresentar no Teatro Municipal de Ilhéus, hoje e amanhã (12 e 13 de agosto), às 20h, com a comédia Deu a louca na Branca. Ela está em cartaz em Ilhéus desde ontem (11).

A comédia é um solo da atriz que conquistou o grande público na novela Avenida Brasil, de João Emanuel Carneiro, como  Zezé, empregada de Carminha (Adriana Esteves). Pela personagem, ela ganhou o Prêmio Extra de TV e foi indicada a outras premiações como “Melhores do Ano” (Faustão/Rede Globo), “Prêmio Contigo de TV” e “Prêmio Quem de Televisão”.

O enredo de Deu a Louca na Branca conta a história de Sebastiana, que vem a público fazer uma revelação: ela é ninguém menos que a verdadeira Branca de Neve imortalizada por Walt Disney. E vai contar em detalhes sobre como o cineasta americano fez dela a maior princesa de todos os tempos.

Deu a louca na Branca parte de um personagem que ocupa o imaginário mundial para falar do Brasil e do brasileiro através de uma Branca de Neve negra e exuberante, que foge dos padrões estabelecidos pelo mundo branco. A atriz quebra a chamada quarta parede do teatro e transforma a saga desta inesperada mocinha num desabafo cômico em linha direta com a plateia.

O autor da comédia diz que “a personagem Sebastiana talvez seja daquelas pessoas que vivem no mundo da fantasia. Pelo menos é o que se pode imaginar de alguém que tenta convencer a todos de que é a Branca de Neve, aquela mesma dos filmes de Walt Disney”.

De forma divertida e com participações em off dos atores Paulo Gustavo, Marcus Majella, Rodrigo Fagundes e até do Padre Fábio de Mello, o espetáculo tende a agradar e fazer rir toda a plateia.

INGRESSOS

Os ingressos podem ser adquiridos no Pimenta Ingressos (Shopping Jequitibá), no Stand do Karioka em Ilhéus, na bilheteria do Teatro Municipal ou pelo site www.bilheteriarapida.com.br. A inteira custa R$ 60,00 neste sábado e domingo.

EM VÍDEO, JOSÉ DELMO LEMBRA OS 105 ANOS DE JORGE AMADO

Dos principais nomes da arte grapiúna, José Delmo recitou, em vídeo, poema para lembrar os 105 anos de nascimento do maior escritor baiano de todos os tempos, o também grapiúna Jorge Amado, que veio ao mundo em 10 de agosto de 1912, na Vila de Ferradas, em Itabuna. Pausa (e palmas!!!) para Zé, homenagem para Jorge!

Salve Zé! Salve Jorge! Eternamente amados!

O vídeo foi enviado ao PIMENTA pelo inquieto Gerson Marques.

ITACARÉ OBTÉM R$ 400 MIL PARA RECUPERAR PATRIMÔNIO HISTÓRICO DE TABOQUINHAS

Casarão faz parte da história do distrito itacareense || Foto Ed Camargo

Casarão faz parte da história do distrito itacareense || Foto Ed Camargo

O antigo casarão da empresa agrícola Cantagalo, na Rua do Comércio, em Taboquinhas, em Itacaré, será reformado e funcionará como espaço de cultura, entretenimento e para mostrar um pouco da história do local e da lavoura cacaueira, segundo a gestão local. O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, disse ter obtido, com o deputado federal Ronaldo Carlleto (PP), emenda parlamentar no valor de R$ 400 mil que será destinada para a revitalização do imóvel histórico.

Para ele, a recuperação total do antigo casarão da Cantagalo vai dinamizar ainda mais o turismo de Taboquinhas, que já possui importantes belezas naturais, “mas precisa investir mais na sua rica história para atrair cada vez mais os visitantes”.

A proposta é criar no local espaços para atividades culturais e folclóricas de Taboquinhas, auditórios para eventos, além de galerias e salas onde se possa contar toda a história da lavoura cacaueira, desde o plantio, o cultivo do cacau, até mesmo a fabricação do chocolate de qualidade.

De acordo com o prefeito, a reforma do casarão da Cantagalo será apenas uma etapa do projeto de consolidação do turismo de base comunitária em Taboquinhas, divulgando potencial turístico de toda Itacaré e fortalecendo a economia local. :: LEIA MAIS »

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia