WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
piaba


abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias


:: ‘Economia & Negócios’

PEQUENOS NEGÓCIOS FECHAM TRIMESTRE COM SALDO POSITIVO DE EMPREGO

Afif destaca geração de empregos dos pequenos negócios (Foto Luiz Prado/Agência Luz).

Afif destaca geração de empregos dos pequenos negócios (Foto Luiz Prado/Agência Luz).


As micro e pequenas empresas apresentaram um saldo positivo de geração de empregos de 60,7 mil vagas no primeiro trimestre deste ano. Já as médias e grandes empresas, fecharam 138,8 mil postos de trabalho no mesmo período.

Os dados foram apurados pelo Sebrae com base nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). “Apesar dos pequenos negócios terem apresentado um saldo negativo em março, o bom desempenho do começo do ano compensou essas demissões”, afirma o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos. :: LEIA MAIS »

EM PALESTRA, JURISTA ITABUNENSE DEFENDE TESE DO IMPOSTO FEDERATIVO ÚNICO

Jurista Carlos Valder defende imposto único.

Jurista Carlos Valder defende imposto único.

O jurista itabunense Carlos Válder do Nascimento faz palestra sobre a Reforma Tributária, nesta quinta-feira (27), a partir das 19 horas, no auditório do Centro Médico Artumiro Fontes. Na mesma oportunidade, ele autografará para os interessados o livro Adequação do STN à Ordem Econômica e Social.

O livro, publicado pela Editus/Editora da UESC (Universidade Estadual de Santa Cruz), reproduz a tese de doutorado do jurista na UFPE (Universidade Federal de Pernambuco)/2013, uma proposta de reforma tributária.

Em termos gerais, o estudioso propõe alterações nos atuais textos do STN (Sistema Tributário Nacional), criando um imposto federativo que reúne ISS, ICMS, IPI, PIS/PASEP e Cofins – com divisão percentual entre União, Estados e Municípios.

VISÃO DE CONJUNTO

De acordo com o professor, a filosofia do “arrecadar por arrecadar”, vigente, apesar dos avanços legais de 1988, “não é capaz de satisfazer as expectativas da sociedade”, havendo exigência de “harmonizar os gastos públicos com as políticas governamentais, no sentido do atingimento do bem comum.” A unificação desses impostos “tem em mente uma visão de conjunto capaz de melhor qualificar o desempenho estatal”, salienta.

O tributarista Carlos Válder é procurador-chefe da Procuradoria Federal, ex-procurador da União e professor de Direito (aposentado) da UESC. Já publicou cerca de 30 títulos pessoais, 60 de coordenação e coautoria e mais de 200 trabalhos técnicos e científicos.

ILHÉUS: INDÚSTRIAS IMPORTAM 53 MIL TONELADAS DE CACAU

Indústrias importam cacau quase mensalmente desde dezembro.

Indústrias importam cacau quase mensalmente desde dezembro.

Unidades da Cargill, Olam e a Barry Callebaut em Ilhéus importaram total de 53 mil toneladas de cacau em três operações no Porto Internacional do Malhado somente neste ano. Desde segunda (17), estão sendo descarregadas 23 mil toneladas oriundas de Gana, na África, transportadas pelo navio Trammo Independent.

As indústrias moageiras importaram 15 mil toneladas em janeiro e outras 15 mil em março, causando preocupação no mercado interno devido às ameaças de pragas oriundas da África. Outras 18 mil toneladas foram importadas em dezembro passado.

As indústrias alegam que a importação se tornou inevitável diante da seca registrada no final de 2015 e durante quase todo o ano de 2016, com sérios reflexos na safra 2016/2017 na Bahia.

PORTO DE ILHÉUS RETOMA EXPORTAÇÕES DE SOJA

Carga de soja será exportada para a Itália.

Carga de soja será exportada para a Itália.

Começaram a ser embarcadas, ontem (17), no Porto de Ilhéus, cerca de 30 mil toneladas de soja no navio Mallika Naree, de bandeira tailandesa. O destino da carga é o porto de Marghera, na Itália, de acordo com a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba).

– A mesma operação de soja vai se repetir no mês de maio, contribuindo ainda mais para o dinamismo no Porto de Ilhéus – afirma a gerente do Porto, Bárbara Laudano. No ano passado, foram quase 62 mil toneladas desse produto que ganharam outros países saindo pelo porto.

De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), no primeiro trimestre, os portos nacionais exportaram pouco mais de 13 milhões de toneladas do grão, aumento de 24% em relação ao mesmo período de 2016.

CAIXA REDUZIRÁ JUROS DO ROTATIVO DO CARTÃO DE CRÉDITO

Rotativo do cartão de crédito pela Caixa terá novas taxas.

Rotativo do cartão pela Caixa terá novas taxas.

A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta terça (11), a redução das taxas de juros do rotativo dos cartões de crédito que, agora, variam de 8% a 11% ao mês, conforme o tipo de cartão do cliente. Antes, os juros dessa modalidade iam de 11,15% a 17,12% ao mês. O rotativo é o crédito tomado junto à instituição financeira,, quando o consumidor paga menos que o valor integral da fatura do cartão.

Segundo o banco, a redução na taxa mensal do rotativo foi de 7,7 pontos percentuais. “A medida contribuirá para a redução da inadimplência e incentivo ao consumo”, informou a Caixa, em nota.

O governo esperava redução da taxa de juros do rotativo à metade. Embora oficial, a Caixa frustrou expectativa.

Pelas novas regras para o crédito rotativo, anunciadas pelo governo no fim do ano passado e em vigor desde o dia 3 de abril, sempre que o consumidor entrar no crédito rotativo e não conseguir quitar a dívida nos primeiros 30 dias, o banco terá de oferecer um crédito parcelado do saldo devedor, com taxas menores. Na prática, isso evita que a dívida do cartão de crédito, que tem as taxas de juros mais altas do mercado, vire uma bola de neve.

Segundo a Caixa, a partir das faturas com vencimento em 3 de maio de 2017, os clientes que estiverem com saldo rotativo terão três opções: quitar a fatura total; pagar o mínimo; ou aderir à linha de crédito parcelada.

:: LEIA MAIS »

GOVERNO DO ESTADO OFERECE 2,5 MIL VAGAS PARA ESTÁGIO REMUNERADO

Rui anuncia mais de 2,5 mil vagas em programa de estágio (Foto Amanda Oliveira).

Rui anuncia mais de 2,5 mil vagas em programa de estágio (Foto Amanda Oliveira).

Por meio do Programa Partiu Estágio, o governo baiano está oferecendo 2.535 vagas de estágio remunerado para estudantes universitários na gestão estadual. O valor da bolsa é de R$ 455,00 por mês e auxílio-transporte.

O cadastramento dos estudantes começou nesta terça (11), por meio do site do Partiu Estágio. O prazo de inscrição encerra-se em 2 de maio. O estudante precisa ter, no mínimo, 16 anos e estar matriculado em curso presencial e ter concluído, pelo menos, 50% da graduação.

O anúncio das vagas foi feito por Rui Costa durante o programa semanal Digaí Governador! Segundo ele, o investimento anual nesta iniciativa será de R$ 18 milhões. A prioridade de vaga é para estudante inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais) e que tenha estudado o Ensino Médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.

CONVOCAÇÃO

Segundo a Saeb, o estudante que for selecionado para a vaga de estágio receberá email automático do sistema, informando o período em que deverá comparecer ao órgão ou entidade pública estadual. O universitário convocado deverá se apresentar, em até dez dias úteis, no local onde vai estagiar. O prazo é contado a partir da data de recebimento do email. Clique no Leia e confira as regras do programa :: LEIA MAIS »

CAIXA GARANTE R$ 11 MILHÕES PARA NOVA ETAPA DO RESIDENCIAL AURORA

Contrato para segunda etapa do Aurora foi assinado pela Caixa e construtora.

Contrato para segunda etapa do Aurora foi assinado pela Caixa e construtora.

A Caixa Econômica Federal garantiu R$ 11 milhões em investimentos para a segunda fase do Residencial Aurora, em Itabuna. O contrato, fechado na quarta (5), será executado pela Souza Gomes e a E2 Engenharia. Projeto desenvolvido pela Construtora Módulo, o Aurora entregou 280 apartamentos na primeira etapa, em dezembro de 2015.

A segunda etapa terá 12 torres de apartamentos com dois quartos com uma suíte e 50,5 metros quadrados de área útil. De acordo com o projeto, o condomínio contará com área de lazer completa, contando com itens como piscina, campo de futebol com gramado e salão de festas.

O investimento de R$ 11 milhões garantirá a construção da nova etapa do residencial e, também, a geração de 150 empregos diretos, de acordo com a Caixa Econômica e os empreendedores. A compra do imóvel, de acordo com a Caixa, poderá ser feita pelo Program Minha Casa, Minha Vida.

O contrato foi assinado na superintendência da Caixa Econômica, em Itabuna, por Edson Augusto, da E2/Souza Gomes, Antônio Almeida, gerente de Habitação da Caixa, e o superintendente Regional da Caixa, Marcos Vinícius Nascimento.

INDÚSTRIA DE COSMÉTICOS​ CRESCE 70% NA BAHIA EM DEZ ANOS

Setor industrial de cosméticos cresce 70% em dez anos (Foto Elói Corrêa).

Setor industrial de cosméticos cresce 70% em dez anos (Foto Elói Corrêa).

Tradicionalmente um segmento competitivo, dinâmico e com pouca depreciação, o mercado da beleza segue como um dos principais pilares da economia baiana. A indústria de cosméticos na Bahia registrou um crescimento expressivo de 70% nos últimos dez anos. Segundo a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), a expectativa é de que até o final de 2017 o setor cresça mais 4%, apesar do momento de instabilidade econômica do país.

No Nordeste, a Bahia ocupa a primeira posição no setor de cosméticos, onde concentra 43,7% dos estabelecimentos e 47,6% dos empregos da região, segundo dados do Relatório Anual de Informações Sociais do Ministério do Trabalho (Rais). Ainda conforme o Rais, 83 estabelecimentos fabricantes de produtos de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos funcionam em solo baiano e geram 1.435 empregos espalhados em 19 municípios. O emprego formal no setor teve crescimento médio de 10,5% ao ano na Bahia, no período 2007-2015, enquanto que o Brasil cresceu 1,95% e o Nordeste 4,77%.

“A expectativa para o setor é de crescimento de 3 a 4% em 2017. Mas é um setor que já cresceu muito no estado. O percentual de crescimento ainda é modesto, mas o potencial ainda é muito grande. A Bahia no segmento de perfumaria é a número um do Nordeste. A região Nordeste é um mercado muito amplo e pode ser ainda mais explorado com o equilíbrio da economia”, afirma o analista da SEI e mestre em economia, Luiz Mário Vieira.

BOTICÁRIO NA BAHIA

Os bons números do setor no estado estão associados ao crescimento constante de empresas, como acontece com o Grupo Boticário. Com fábrica instalada no Complexo Industrial de Camaçari, a empresa foi atraída por um conjunto de benefícios oferecidos pelo Governo do Estado.

“Desde que nós decidimos pela construção de uma nova fábrica, iniciamos uma conversa com o Governo da Bahia. O governo garantiu a facilitação para a compra dos terrenos, o contato com empresas locais e fornecedores, além de garantir incentivos fiscais. A localização também foi um fator decisivo para colocarmos uma fábrica em Camaçari e um Centro de Distribuição em São Gonçalo dos Campos. A localização da Bahia é super relevante, O CD, por exemplo, está no entroncamento da BR 101 com a BR 116, facilitando a logística”, explica Leandro Balena, gerente industrial da Boticário Camaçari.

De acordo com o superintendente de Promoção de Investimentos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado, Paulo Guimarães, a Bahia está preparada para garantir as melhores condições de instalação para empresas do setor. “O governo oferece apoio consistente para as empresas, desde a venda de terrenos com melhores condições de pagamento, desconto em impostos como o ICMS, além de contribuir na tentativa de montar uma cadeia produtiva trabalhando na busca pela interação das empresas de cada setor”, destacou.

:: LEIA MAIS »

NOVA DIRETORIA

Novos dirigentes da Associação de Lojistas do Jequitibá (Foto Brenda Matos).

Novos dirigentes da Associação de Lojistas do Jequitibá (Foto Brenda Matos).

A nova diretoria da Associação de Lojistas do Shopping Jequitibá, de Itabuna, foi apresentada durante evento em homenagem ao Dia do Jornalista, no Empório Bahia. Selma Velanes, da Velanes e Mundo Verde, presidente a associação, que tem como vice-presidente Josevaldo de Jesus, da Fryes.

Aline Silva, da Jinjin e Bonaparte, responderá pela diretoria de Finanças. Mariene Dórea, da Consul, assume o Marketing da associação. O secretário é Paulo Miranda, diretor da JPS-Administração e Comércio.

JORNADA NA UESC REUNIRÁ PRODUTORES E PESQUISADORES DO CACAU E DO CHOCOLATE

Chocolate será tema de discussão na Uesc.

Chocolate será tema de discussão na Uesc.

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), em Ilhéus Bahia, promove, de 17 a 19 deste mês, a  I Jornada de Saberes sobre o Cacau: da Árvore ao Chocolate. O evento multidisciplinar busca promover o debate com atores da cadeia produtiva no Mundo, Brasil e interações junto ao Território Litoral Sul da Bahia.

As palestras serão no auditório do Jorge Amado, na Uesc. A programação contará com a presença de empreendedores e pesquisadores da Holanda, Equador, Rio de Janeiro, São Paulo, Pará, Salvador e do Território Litoral Sul da Bahia.

Os participantes debaterão temas relacionados ao processo de construção e inovação dos mercados de qualidade do cacau e chocolates sob as perspectivas técnicas, econômicas, culturais, socioambientais e mercadológicas. As discussões são estimuladas por departamentos afins da Uesc, tendo o Centro de Inovação do Cacau (CIC) como parceiro.

OLHE O PARÁ CHEGANDO…

Produção de cacau baiana tem paraenses na cola.

Produção de cacau baiana tem paraenses na cola.

O Pará continua na cola da Bahia na produção de cacau. Hoje, o estado responde por 40% das amêndoas colhidas no país. A Bahia, por 54%, mas ultrapassava 70%. A aposta do mercado é que o estado do Norte brasileiro ultrapasse-o em cinco anos, caso mantenha o ritmo de crescimento anual.

A Bahia ainda sofre com a questão crédito. Boa parte dos produtores não tem dinheiro para modernizar a produção. Quem tem, investe em tecnologia e cacau fino, além da produção de chocolate.

ORGANIZAÇÃO DA CAMPUS PARTY ESPERA REUNIR 4 MIL PESSOAS NA FONTE NOVA

Costa durante o lançamento da edição baiana da Campus Party (Foto Manu Dias).

Costa durante o lançamento da edição baiana da Campus Party (Foto Manu Dias).

A capital baiana será palco, de 9 a 13 de agosto, de uma edição da Campus Party, evento tecnológico que completa 10 anos no Brasil, com edições em 20 países e planos de expansão para outras regiões do país. Em Salvador, o evento será na Arena Fonte Nova, tendo como tema principal Inovação Produtiva e a expectativa de reunir 4 mil campuseiros.

Os participantes contarão com internet de 20 gigabytes para aproveitar mais de 250 horas de atividades e conteúdo; expectativa de atrair 30 mil visitantes, além de apresentação de projetos de instituições tecnológicas e de ensino, palestras, workshops, robótica, maratona de negócios, dentre outras atividades, e ainda instalação de 1.500 barracas para os participantes que chegam do interior e de outros estados do país.

O encontro, que reúne principalmente jovens com foco na tecnologia, tem a missão de entender como será o futuro e traz sempre cinco temáticas principais – Inovação, Ciências, Empreendedorismo, Criatividade e Entretenimento. Na Bahia, a edição do evento foi confirmada após a articulação do Governo do Estado, através do titular da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Vivaldo Mendonça, com o presidente da Campus Party, Francesco Farruggia.

Com a vinda do evento para Salvador, as secretarias do estado estão se articulando para o desenvolvimento de projetos que poderão ser apresentados durante a Campus Party. Na avaliação do governador Rui Costa, o acontecimento traz para Salvador a possibilidade de ampliação das perspectivas profissionais de jovens baianos e proporciona o estímulo à troca de ideias na área tecnológica.

– É mais uma oportunidade para que jovens inseridos na tecnologia ampliem seus horizontes e interajam com os demais participantes. Só temos a comemorar a vinda de mais esse evento para a nossa capital”, afirmou o governador, na manhã desta segunda-feira (3), durante coletiva que acontece no Salão de Atos da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, para apresentação do detalhes da realização do evento.

A primeira edição regional acontecerá em junho em Brasília e, em seguida, é a vez de Salvador sediar o evento. “Temos em torno de 500 mil campuseiros cadastrados em nossa plataforma e morando em diversas regiões do país. Vemos um enorme potencial a ser explorado, uma vez que a Campus Party fomenta iniciativas focadas em inovação”, explica Francesco Farruggia.

:: LEIA MAIS »

CONFIRA NOVAS REGRAS DO ROTATIVO DO CARTÃO DE CRÉDITO; MUDANÇA COMEÇA A VALER AMANHÃ

Cartão de crédito terá nova regra a partir desta segunda (2).

Cartão de crédito terá nova regra a partir desta segunda (2).

A partir deste mês, os consumidores que não conseguirem pagar integralmente a tarifa do cartão de crédito só poderão ficar no crédito rotativo por 30 dias. A nova regra, fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em janeiro, entrará em vigor amanhã (3).

A medida consta da reforma microeconômica anunciada pelo governo no fim do ano passado. Os bancos tiveram pouco mais de dois meses para se adaptarem à nova regra, que obrigou as instituições financeiras a transferirem para o crédito parcelado, que cobra taxas menores, os clientes que não conseguirem quitar o rotativo do cartão de crédito nos primeiros 30 dias.

Durante esse período de quase dois meses, os bancos definiram as novas taxas para o crédito parcelado. De acordo com a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a medida tem o potencial de reduzir pela metade os gastos com juros em 12 meses.

IMPACTO

No entanto, o diretor econômico da entidade, Miguel de Oliveira, diz que o impacto das medidas sobre os juros só será conhecido nos próximos meses.

“Em primeiro lugar, muitos bancos fixaram taxas bem elásticas, que podem chegar de 1,99% a 10% ao mês, dependendo da instituição financeira e do histórico [capacidade de pagamento] do consumidor. Então, fica difícil saber qual será o efeito efetivo, porque cada consumidor tem uma taxa personalizada, e a gente precisa ver quem não conseguirá pagar a fatura integral”, acrescentou Oliveira.

Em fevereiro, após o anúncio da nova regra, a taxa média do crédito rotativo subiu de 15,12% para 15,16% ao mês, conforme pesquisa mensal da Anefac. A taxa média do crédito parcelado foi na contramão e caiu de 8,34% para 8,30% ao mês. Segundo Miguel de Oliveira, os juros do cartão só deverão sofrer influência das novas regras a partir de maio.

“Como a nova regra limita em 30 dias o prazo do rotativo, o consumidor que não conseguir pagar a fatura de março vai cair no rotativo em abril e só passará para o crédito parcelado em maio. Só lá, nossos levantamentos começarão a refletir os efeitos da mudança”, esclareceu Oliveira.

DÍVIDA MULTIPLICADA

Com base em dados mais recentes da Anefac, de fevereiro, a taxa média de 15,16% ao mês no crédito rotativo equivale a 444,03% ao ano. Ao fim de três meses, uma dívida de R$ 1 mil na fatura do cartão subiria para R$ 1.527,23. Ao fim de 12 meses, equivaleria a R$ 5.440,26.

Com a nova regra, pela qual a taxa mais alta – de 15,16% ao mês – incidirá nos primeiros 30 dias e a taxa de 8,3% ao mês incide nos meses restantes, a dívida aumenta para R$ 1.350,70 em três meses e para R$ 2.768,31 em 12 meses. A diferença chega a 11,6% em 90 dias e a 49,1% em um ano.

O cálculo, no entanto, leva em conta as taxas médias de juros. A economia efetiva pode variar porque os bancos personalizam as taxas para cada consumidor no rotativo e no crédito parcelado. Os juros finais também variam em função do histórico e da capacidade de pagamento do cliente. Com informações d´Agência Brasil.

BC PROJETA CRESCIMENTO DE 0,5% DA ECONOMIA BRASILEIRA

Sede do Banco Central.

Sede do Banco Central.

Da Agência Brasil

O Banco Central (BC) reduziu a projeção para o crescimento da economia este ano. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, foi ajustada de 0,8%, estimativa de dezembro, para 0,5%, de acordo com o Relatório de Inflação divulgado hoje (30), em Brasília, no site do BC.

A projeção para a produção da agricultura é de aumento de 6,4% ante a estimativa anterior de 4%. No ano passado, houve recuo de 6,6%, o pior resultado já registrado. A estimativa para o desempenho da indústria foi revisada de crescimento 0,6% para recuo de 0,1%. Para o setor de serviços e comércio, a expectativa de crescimento passou de 0,4% para 0,1%.

A projeção para a expansão do consumo das famílias foi revisada de 0,4% para 0,5%, após queda de 4,2% em 2016, pior resultado já anotado. “Esse cenário repercute o ambiente de aumentos da renda real e dos indicadores de confiança, os impactos da liberação dos recursos das contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e as perspectivas de estabilização do mercado de trabalho no segundo semestre”, diz o relatório.

O consumo do governo deve crescer 0,2%, ante projeção de 0,5% em dezembro, “recuo compatível com o ajuste fiscal em curso”.

RETRAÇÃO DE INVESTIMENTOS

Os investimentos (Formação Bruta de Capital Fixo – FBCF) deverão apresentar retração de 0,3%, ante projeção de crescimento de 0,3% em dezembro.

As exportações e as importações de bens e serviços devem variar 2,4% e 3,5% em 2017, diante de projeções respectivas de 2,2% e 4,1% no Relatório de Inflação de dezembro.

“A evolução das exportações reflete o desempenho positivo de culturas agrícolas relevantes na pauta. A redução na projeção das importações está condicionada, em grande parte, a revisões para baixo na indústria e na FBCF”, diz o BC.

LUCRO DA CAIXA ECONÔMICA CAI 43%

Caixa tem lucro superior a R$ 4 bilhões em 2016 (Foto ABr/Arquivo).

Caixa tem lucro superior a R$ 4 bilhões em 2016 (Foto ABr/Arquivo).

A Caixa Econômica Federal teve lucro de R$ 4,1 bilhões em 2016, sendo R$ 691 milhões no quarto trimestre, segundo balanço divulgado hoje (28) pela instituição. O resultado representa uma queda de 43% em relação aos 7,2 bilhões de lucro registrados em 2015.

O índice de inadimplência chegou ao final do ano passado em 2,88%, uma redução de 0,7 ponto percentual em 12 meses.

A carteira de crédito cresceu 4,4%, ao longo de 2016, registrando um saldo de R$ 709,3 bilhões. Com isso, o banco tem 22,4% de participação no mercado. A principal linha, o crédito habitacional, teve expansão de 5,6%, fechando o ano com um saldo de R$ 406,1 bilhões, o que representa 67% do mercado.

As contratações para compra de imóveis chegaram a R$ 81,8 bilhões no ano, sendo que R$ 62,9 bilhões foram viabilizados com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

As operações de crédito comerciais tiveram retração de 4% em 12 meses, totalizando R$ 191 bilhões. A queda foi puxada pela redução das operações com pessoa jurídica, que caíram 7,4%.

Por outro lado, o crédito consignado cresceu 7,2%, alcançando um saldo de R$ 63,9 bilhões em 2016. De maneira geral, o crédito para pessoa física teve redução de 0,8%.

As captações totais tiveram expansão de 4,5% em 12 meses totalizando R$ 984,1 bilhões. A alta foi influenciada principalmente pelo crescimento de 4,1% na poupança (segmento em que a Caixa detém 38% do mercado) e de 27,7% pela emissão de títulos CDB. Informações d´Agência Brasil.

CHILE, CHINA E EGITO RETOMAM IMPORTAÇÃO DE CARNE BRASILEIRA

Países retomam importação de carne brasileira (Foto Ueslei Marcelino/Reuters/Agência Brasil).

Países retomam importação de carne brasileira (Ueslei Marcelino/Reuters/Agência Brasil).

O Chile decidiu retirar a suspensão total à importação da carne brasileira, mas manteve a proibição da entrada de produtos dos 21 frigoríficos investigados pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. A informação foi divulgada hoje (25) pelo Serviço Agrícola e Pecuarista do Chile.

O país havia anunciado a suspensão temporária à importação de carne do Brasil até que fossem prestados esclarecimentos sobre o caso. A China e o Egito também anunciaram a reabertura para a importação de carne do Brasil.

 

Pelo menos 19 países e a União Europeia suspenderam total ou parcialmente as importações de carnes brasileiras após o anúncio da Operação Carne Fraca. Outros quatro países, entre eles os Estados Unidos, reforçaram o controle sanitário para entrada do produto brasileiro.

As investigações da PF apontam a existência de esquema criminoso que envolve empresários do agronegócio e fiscais agropecuários que facilitavam a emissão de certificados sanitários para alimentos inadequados para o consumo. Com informações da Agência Brasil.

EMPREGO: ITABUNA PERDE UNIDADE MODELO DO SINEBAHIA

Unidade modelo do Sinebahia é fechada definitivamente (Foto Pedro Augusto).

Unidade modelo do Sinebahia é fechada definitivamente (Foto Pedro Augusto).

A Prefeitura de Itabuna decidiu fechar, definitivamente, a unidade modelo do Sinebahia, órgão de intermediação de emprego. A decisão foi anunciada pelo secretário de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente, John Nascimento, hoje (22).

Inaugurada em 2015, a unidade fez a intermediação de quase 5 mil empregos. Funcionará até amanhã (23). A partir de sexta (24), o atendimento será centralizado no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), no Shopping Jequitibá, mantido pelo Governo do Estado.

Por meio de nota, John Nascimento alegou desequilíbrio financeiro para romper o convênio com o Governo do Estado. “A prefeitura arcava com a maior parte das despesas, como aluguel e recursos humanos”, disse. Acrescentou, ainda, a crise financeira no município. “Chegou-se a conclusão que a melhor opção seria o fechamento desta unidade”.

FUNDO INVESTE R$ 3 MILHÕES NO CACAU NO PARÁ

cacauEnquanto os produtores baianos ainda não se cansaram de esperar negociações que alterem a ruína de sua atividade, decorridos mais de oito anos do prometido PAC do Cacau e 28 anos da eclosão da praga vassoura-de-bruxa no sul da Bahia, os cacauicultores do Pará avançam em direção à conquista da hegemonia na produção de cacau.

O conselho gestor do Fundo de Apoio à Cacauicultura do Pará (Funcacau), integrado por sete instituições, aprovou a liberação de quase R$ 3 milhões para sete projetos de apoio ao desenvolvimento da produção de cacau no Estado. Serão investidos de cerca de R$ 5 milhões.O financiamento da construção de três miniindústrias de processamento de cacau em áreas produtoras para atender a agricultores familiares é um dos projetos a receber recursos do Fundo.

Cada unidade industrial terá capacidade de processar 50 quilos por hora e poderá transformar a amêndoa em massa de cacau, nibs (fragmentos da amêndoa) e até mesmo chocolate, segundo Fernando Mendes, coordenador substituto da superintendência da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) no Pará. O projeto é de autoria do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

Outros projetos incluem a liberação de recursos para o desenvolvimento genético do cacau, para o controle da broca, através de ferormônios; a construção de uma caldeira para acelerar a produção de óleo essencial usado no controle de pragas do cacaueiro e para treinar técnicos no Peru a respeito da praga da monilíase. A doença é mais séria, desde a vassoura-de-bruxa, mas não afeta o Brasil.

A própria Ceplac deve apresentar pelos próximos meses um projeto de produção de semente híbrida que demandará investimento entre R$ 600 mil e R$ 700 mil, afirmou o coordenador.

O Funcacau, financiado a partir de uma taxa cobrada sobre a comercialização do cacau no Estado, foi criado em 2007 com prazo de vigência de dez anos. Neste semestre, o conselho gestor do Fundo vai apresentar ao governo estadual um pedido para a prorrogação da vigência, que vence em dezembro deste ano, mas ficará na dependência de aprovação da Assembleia Legislativa do Pará. Redação com o Valor.

ITABUNA CRIA NOVOS EMPREGOS E ILHÉUS FECHA FEVEREIRO NO VERMELHO

Ilhéus registrou nova queda no número de empregos (Foto José Nazal).

Ilhéus registrou nova queda no número de empregos (Foto José Nazal).

Ilhéus encerrou fevereiro com saldo negativo de empregos, segundo o Ministério do Trabalho. Ilhéus efetuou 472 contratações em fevereiro e 665 demissões, resultando em corte de 193 postos de trabalho.

Seguiu na contramão dos desempenhos nacional e de Itabuna. O país e o município vizinho fecharam o mês “no azul” no quesito geração de novos empregos. Itabuna criou 41 novos empregos em fevereiro.

O desempenho itabunense foi razoável por causa do saldo positivo no setor de serviços, com abertura de 154 novos empregos, e administração pública (9). Dentre os setores que mais empregam, o comércio fechou 33 vagas, a indústria de transformação ‘limou’ outras  57 e a construção civil mais 24.

Retornando ao cenário ilheense, três dos setores cruciais fecharam no negativo. Maior corte ocorreu no setor de serviços (-58), seguido por comércio (-51), construção civil (-49), agropecuária (-33) e indústria (-14).

PALESTRA DE SALAMACHA ABORDA INOVAÇÃO E ESTRATÉGIA NOS NEGÓCIOS

Salamacha profere palestra gratuita em Itabuna, na quinta (23).

Salamacha profere palestra gratuita em Itabuna, na quinta (23).

Consultor de grandes organizações brasileiras e multinacionais como a Volvo, Luciano Salamacha vai proferir a palestra “Um olhar para o futuro”, na próxima quinta (23), às 19h30min, no Centro de Cultura Adonias Filho, em Itabuna. Promovido pela Adsoft e a Home Shop, o evento é voltado ao público empresarial e estudantes, com inscrição gratuita e certificação.

“Quero mostrar como as decisões tanto de clientes, profissionais, e empresários acontecem e convidá-los a aplicar estes conceitos e a transformá-los em resultados, negócios na sua vida e na sua empresa”, afirma Salamacha. A palestra é marcada pelo equilíbrio entre conteúdo e dinâmica, além da inovação.

Além de doutorado em Administração, o consultor possui MBA em Gestão Empresarial pela FGV, é pós-graduado em Gestão Industrial e mestre em Engenharia de Produção. Salamacha é reconhecido como um dos maiores consultores em recolocação no mercado de trabalho e inovação nos negócios, também tem participação constantes em programas de TV na Record e na Rede Globo.

INSCRIÇÕES GRATUITAS

Gratuitas, as inscrições são feitas pela internet, no endereço www.homeshopba.com.br, ou na própria loja, na Rua Ruy Barbosa 523, Centro de Itabuna. Informações também podem ser obtidas pelos telefones (73) 3165-2300/Adsoft e (73) 3215-3707/HomeShop.

A palestra é promovida pela Adsoft, empresa de software, inovação e suporte à gestão, no mercado há mais de 20 anos. A Adsoft é a maior empresa de aplicativos de Gestão Empresarial do Sul da Bahia. Neste evento, a Home
Shop Informática Itabuna é co-realizadora.

SERVIÇO

Palestra Um Olhar para o Futuro, com Luciano Salamacha
Quando: Dia 23, quinta-feira, às 19h30min
Onde: Centro de Cultura Adonias Filho, Itabuna
Inscrições: www.homeshopba.com.br ou
Rua Rui Barbosa 523, Centro de Itabuna, na Home Shop



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia