WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba








junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘Pimenta na Muqueca’

AZEVEDO AGIU DE MÁ-FÉ, DIZ VEREADOR

.Wenceslau fala de má-fé do Governo

Wenceslau fala em má-fé do Governo

O vereador Wenceslau Júnior (PCdoB) não tem dúvidas de que a indicação de Juliana Burgos para a procuradoria-geral do município só na Justiça, caso o Executivo consiga provar a inconstitucionalidade do artigo 85 da Lei Orgânica Municipal de Itabuna (Lomi). Esse artigo submete a aprovação do nome do procurador-geral do município à Câmara Municipal, o que agora é contestado pelo prefeito (veja nota). O vereador falou ao Pimenta sobre o assunto:

Pimenta – Como o senhor vê essa atitude do Executivo, de tentar aprovar o nome da advogada Juliana Burgos à revelia da Câmara?

Wenceslau – Primeiro eu vejo má-fé do prefeito nessa questão. No momento em que ele mandou ofício retirando o nome de Juliana Burgos, deu a entender que apresentaria outro. Agora aparecem as informações de que ele vai tentar o nome dela via justiça.

Pimenta – O senhor acredita que essa ação direta de inconstitucionalidade contra o artigo 85 da Lomi passa na justiça?

Wenceslau – Se passa, é difícil dizer. O que temos certeza é que o nome dela não passa na Câmara. Se for aprovado, só mesmo na justiça. E acredito até que essa insistência seja ruim para ela, como profissional.

Pimenta – O senhor viu desrespeito do Executivo ao Legislativo nesse caso?

Wenceslau – Houve, sim, uma afronta. E houve também má-fé. Precisamos construir uma relação de respeito entre os poderes, pelo bem do cidadão.

SEM BINÓCULO

Chegou a ser festejado por este blogueiro o retorno dos jornalistas Marco Wense e Eduardo Anunciação à internet, em um endereço no Blogger. Hoje, Wense entrou em contato para denunciar que a página apresentada como se fosse produzida pela dupla é uma farsa.

Alguém usou indevidamente os nomes dos dois articulistas políticos e criou o blog, que é atualizado religiosamente com os mesmos textos que Eduardo publica em sua coluna no Diário do Sul.

Talvez seja algum fã…

A POLÊMICA DOS PEIXES

Tem muita gente achando que a Prefeitura de Itabuna terá que reproduzir o milagre da multiplicação dos peixes para atender a todos que desejam manter a tradição da Semana Santa, mas estão com o bolso despreparado. Dezessete mil quilos, calcula-se, não dá nem para o tiragosto.

Segundo fonte do governo, a estratégia para dividir irmanamente o pescado foi elaborada na Secretaria de Desenvolvimento Social, que pediu ajuda aos presidentes de associações de moradores e outras lideranças das comunidades. Coube-lhes indicar os agraciados, dentro do critério de “comunidade vulnerável”.

A mesma fonte afirma que os vereadores da bancada governista podem até querer, mas não vão receber nenhum peixe para fazer a média com suas bases. Aliás, quem desejar fazê-lo terá que coçar o próprio bolso.

O vereador Gerson Nascimento (PV) já tinha afirmado que estava fora da peixada. Ruy Machado (PRP) comentou que dispensaria a corvina da viúva, pois seus eleitores merecem bacalhau norueguês…

Eles que esperem…

CEI EM ITAPÉ

Fechou o tempo em Itapé. A presidente da Câmara de Vereadores denunciou dois colegas por tentativa de chantagem e o caso ameaça terminar em comissão de inquérito para investigar o imbróglio. Como em quase toda confusão na política, esta envolve bufunfa.

Tiara Alves tem apenas 21 anos e preside o legislativo do pequeno município sulbaiano. No final de semana, ela denunciou os primeiros secretários Ericlisson Menezes, o Lico Menezes, e Sônia Monteiro. Eles teriam exigido um ca$calho mensal para assinar cheques e liberar os pagamentos dos credores da Câmara.

Água, luz, telefone, pequenas compras… quem forneceu à Câmara espera desde fevereiro pelo pagamento. Tiara atribui a culpa pelos atrasos aos maus-colegas. Ontem, o caso foi analisado durante sessão na Casa. Tiara diz que a ‘prensa’ começou porque decidiu apoiar o prefeito eleito em 29 de março, o Jackson Rezende, em detrimento da vereadora ‘Luza’ Miranda.

Luza é a prefeita em exercício de Itapé. E foi eleita presidente da Câmara, em 1º de janeiro. A condição a guindou ao cargo de prefeita temporária. As cenas dos próximos capítulos podem ser quentes. Tiara diz estar disposta a levar a denúncia às “últimas consequências”. Do outro lado, Lico e Soninha estão calados. Pelo menos, por enquanto.

SAI RESULTADO DE CONCURSO DA SAÚDE

A secretaria estadual de administração (Saeb) divulgou nesta terça-feira o resultado da primeira etapa do concurso público da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Foram aprovados 32.452 candidatos. Você pode conferir os nomes nos sites da Consultec (www.consultec.com.br) e Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br). O concurso visa o preenchimento de 854 vagas na saúde, sendo 609 para médicos, em 36 especialidades, e mais 245 vagas direcionadas a outras 17 carreiras de nível médio e superior.

ASSALTO AO BB: SEIS PESSOAS ESTÃO DESAPARECIDAS

A Polícia informou agora há pouco que seis pessoas estão desaparecidas em Gandu, no sul do estado, após o assalto à agência do Banco do Brasil, hoje pela manhã. Duas delas parecem estar no carro usado pelos bandidos para a fuga. Outras quatro não fazem nenhum contato com familiares desde ontem à noite, quando a “república” onde moravam os dois funcionários da agência foi invadida pelo bando.

Paralelamente ao trabalho de perseguição que a polícia empreende à quadrilha, o núcleo de inteligência já trabalha no sentido de localizar as outras vítimas. Há uma mulher na lista dos desaparecidos.

Em contato com o Jornal Bahia Online, um funcionário do banco garantiu que os bandidos levaram, pelo menos, dois malotes de dinheiro. O montante, entretanto, é mantido em sigilo. Em casos de assaltos como este, dificilmente o banco divulga o valor roubado.

O clima é tenso no trecho da BR-101 que liga Ubaitaba a Gandu. A polícia trabalha com a hipótese de o bando ter fugido em direção a Ipiaú e fechou o cerco. Homens da Companhia de Ações da Região Cacaueira (Caerc) e da Companhia de Ações Especiais (COE), de Salvador, estão na perseguição aos bandidos.

Leia mais em www.jornalbahiaonline.com.br

(OBS)CENAS DA CÂMARA

No pátio da Câmara Municipal, um jornalista do Pimenta pergunta despretensiosamente ao vereador Didi do INSS se está ocorrendo alguma reunião das comissões técnicas. A resposta é uma tentação para qualquer profissional, principalmente em seu dia – isso mesmo, hoje, 7 de abril, é Dia do Jornalista:

– Sei lá! Só sei que assinei a minha presença e fui embora. Meu advogado  (o ex-vereador Sargento Raimundo) que cuide disso. Aliás, ele é que é o ‘culpado’. Ele me adotou e agora agüente, tem que ficar em meu lugar.

Apurando a ‘informação’, o jornalista descobriu que não houve reunião das comissões técnicas, e que a sessão dessa terça-feira foi apenas pró-forma. Era uma pegadinha do vereador. Ou não?

FORA DA PEIXADA

O vereador Gerson Nascimento (PV/Itabuna) nega que será contemplado com uma tonelada de peixe para distribuir entre famílias da periferia de Itabuna. A Prefeitura adquiriu 17 mil quilos de pescado e parte dele, segundo informações, será entregue a vereadores da base governista para distribuição na comunidade.

Gerson, que é da base mas anda rebelde, diz que não entrou nessa moqueca. E afirma: “se eu receber o peixe do governo, vou distribuir pessoalmente em praça pública, e vestido em traje de gala”.

GS, VELOSO E AS VERBAS INDENIZATÓRIAS

Na Câmara dos Deputados, o assunto da semana são as verbas indenizatórias, aquelas que os deputados pegam de volta quando apresentam uma relação de gastos do próprio bolso durante a atividade parlamentar. E como andam os nossos representantes em Brasília, Geraldo Simões e Raymundo Veloso, em relação a essas verbas?

No mês de março Geraldo Simões gastou R$ 13.413,23. Foram R$ 4,5 mil com combustíveis e lubrificantes, outros R$ 8 mil com a divulgação da atividade parlamentar e mais R$ 913,23 com locomoção, hospedagem e alimentação. A informação é do próprio deputado à Mesa Diretora da Câmara, que divulga os gastos dos parlamentares no portal eletrônico www.camara.gov.br.

Já o deputado Raymundo Veloso foi mais comedido: gastou ‘apenas’ R$ 9.217,74, divididos entre aquisição de material de expediente (R$ 3.025,08), combustíveis e lubrificantes (R$ 2.492,66) e divulgação da atividade parlamentar (R$ 3.700,00). Vale lembrar que o mês nem bem começou e o nobre deputado Veloso já emplacou notas no valor de R$ 630,03 de combustíveis e lubrificantes nesses primeiros dias de abril.

O que chama a atenção nas duas declarações? Veloso tem o cuidado de incluir mais centavos em suas contas, enquanto Simões prefere os números fechados.

LOUCOS POR JATINHOS

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO CAPENGA NA UESC

Alunos e professores do curso de comunicação social da Uesc estão revoltados com a ameaça da suspensão das disciplinas que necessitam de laboratórios. O problema é que faltam técnicos e, com isso, as aulas ficam comprometidas.

Professores do curso deram prazo até o dia 16 deste mês para que a Uesc contrate técnicos de laboratório e hoje à tarde eles vão cobrar providências à reitoria. Uma carta aberta que denuncia a situação foi divulgada pelo alunado.

O título do comunicado, apropriadíssimo, é “Comunicação Fora do Ar”.

MÉDICOS SE REUNEM

Representantes do Cremeb e da ABM se reúnem hoje, a partir das 19 horas,  na sede da Unimed em Itabuna, para discutir a situação dos médicos acusados de assinar o ponto sem trabalhar. Profissionais de medicina que atuam nas unidades de saúde foram convidados a participar da reunião.

O Ministério Público já apura a irregularidade, registrada na unidade básica de saúde Alberto Teixeira Barreto, no bairro Califórnia. No dia 27 de março, o promotor Clodoaldo da Anunciação apreendeu a folha de ponto da UBS, depois de identificar que três médicos e um dentista haviam assinado a presença até o final do mês. No momento da visita do representante do MP, nenhum dos gazeteiros se encontrava em serviço.

AREAIS DEIXAM RASTRO DE DESTRUIÇÃO EM ILHÉUS

Areais como o Jurumeira devastam vegetação especial em Ilhéus.

Areais como o Jurumeira devastam vegetação especial em Ilhéus.

Lavras de areais e barro causam um rastro de destruição ao meio ambiente em Ilhéus. O município possui seis areais, todos embargados pelo Ibama. Quatro funcionam sustentados em liminares judiciais ou se aproveitam de falhas ou deficiências na fiscalização feita por órgãos ambientais.

Um desses exemplos está localizado no quilômetro 10 da rodovia Ilhéus-Una. Do lado direito da pista, dois quilômetros e meio mata adentro, dunas com vegetação herbácea e arbustiva endêmica são destruídas. Especialistas afirmam tratar-se de um bioma pouco conhecido. A sua preservação é ameaçada pela exploração ilegal feita pelo areal Jurumeira.

A área está altamente comprometida pelo elevado nível de erosão do solo, como comprovam as fotos. A informação de ambientalistas é de que a licença para o areal está vencida. As dunas e a vegetação são também destruídas pelo vai-e-vem de caçambas e o lançamento de entulhos e lixo industrial na estrada de acesso.

As licenças para exploração são liberadas pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). Uma equipe do órgão federal ligado ao Ministério das Minas e Energias está no sul da Bahia e a expectativa é de que o DNPM faça vistoria em todos os areais ilheenses.

A exploração de lavras de areais provocam grandes fendas em áreas de dunas.

A exploração de lavras de areais provoca grandes fendas em áreas de dunas.

SANTA CEIA NA RIBEIRA

Enquanto isso, numa praia de Itacaré…

ceia-copia

ASSALTO NO BB DE GANDU

Bandidos assaltaram, agora pela manhã, a agência do Banco do Brasil de Gandu, que funciona no mesmo prédio da Prefeitura. Houve troca de tiros e um sargento da PM foi baleado.

Os assaltantes fugiram há 20 minutos, levando o gerente da agência como refém. Ainda não se sabe o valor do roubo.

AZEVEDO USA PEIXE PARA FISGAR VEREADORES

Enquanto pequenas prefeituras sul-baianas utilizam os cadastros de associações de moradores e de programas sociais para fazer a distribuição de peixe na Semana Santa, Itabuna resolveu “inovar”. Parte das 17,5 toneladas de pescado adquirida pela prefeitura será distribuída à população de baixa renda por vereadores. Cada um deles terá direito a cota de uma tonelada de peixe para distribui-la aos seus eleitores.

O sistema inovador de entrega do peixe foi anunciado pelo prefeito Capitão Azevedo. É um jeito de tentar recompor a sua bancada que se encontra em frangalhos. Semana passada, um deles, o Gérson Nascimento, se negou a seguir ordens do governo e permaneceu em plenário na votação da permanência (ou não) da advogada Juliana Burgos na Procuradoria-Geral do Município.

Gerson é um dos agraciados com uma tonelada de peixe para fazer política. As outras cinco toneladas serão divididas entre os vereadores Milton Cerqueira, Ruy Machado, Rose Castro, Milton Gramacho e Didi do INPS. O prefeito usa o peixe para fisgar vereadores. E você já sabe quem paga a conta, né?

ITABUNA TEM 12ª MORTE SUSPEITA DE DENGUE

Um homem de 50 anos é a 12ª morte suspeita de dengue em Itabuna. Carlos Oliveira Santos morreu nesta madrugada vítima de dengue hemorrágica. Ele residia no Parque Verde e estava internado no Hospital São Lucas, em Itabuna, desde o sábado. Não resistiu e morreu nesta madrugada. Há 19 dias Itabuna não registrava morte suspeita da doença.

A cidade acumula quase cinco mil notificações de dengue desde o início de janeiro. Na semana passada, o índice de infestação predial da doença subiu de 16,5% para 16,8%. Isso significa que praticamente 17 de cada 100 casas do município registram larvas do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

PREFEITOS RESPIRAM

maskO Senado aprovou na semana passada a PEC dos Precatórios, que institui novas regras para o pagamento das dívidas em atraso dos estados e municípios decorrentes de sentenças judiciais. O total das dívidas estaria em R$ 100 bilhões, pelos cálculos da relatora, senadora Kátia Abreu (DEM-TO). O maior obstáculo para o entendimento foi o mecanismo de leilão de deságio, pelo qual recebe primeiro quem aceitar um desconto maior.

A aprovação colocou ponto final em uma queda de braço entre governadores e prefeitos e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que se opunha a PEC. A Ordem afirmava que o projeto institucionaliza o calote, prejudicando os credores. Já os defensores da PEC acreditam que os advogados estão defendendo seu quinhão, uma vez que muitos escritórios detêm boa parte dos maiores precatórios do país.

Algumas historinhas ilustram a posição da OAB nesse caso, como a do município de Serrana, vizinho a Ribeirão Preto, no interior paulista. Uma banda amadora que tocava aos domingos na praça da matriz requereu direitos trabalhistas como se houvesse trabalhado todos os dias durante 20 anos. Em 2003, foi decretado o sequestro de R$ 877,86 mil, correspondente a uma folha de salários do funcionalismo e 45% da arrecadação mensal da prefeitura. Como essa, há muitas pelo país a fora.

UMA A MENOS NO ESTALEIRO

Dá pra chamar o Samu para o Samu?

Dá pra chamar o Samu para o Samu?

Das quatro viaturas do Samu 192 de Itabuna que se encontravam “de molho”, uma foi liberada hoje à tarde para voltar ao serviço. A Assessoria de Comunicação da Prefeitura reconhece a gravidade do problema e o atribui à intensa atividade dos veículos, usados há cinco anos por uma demanda que superaria em muito a oferta.

“O prefeito de Itabuna, José Nilton Azevedo,  vem mantendo contatos com o Governo Federal e parlamentares baianos, com a finalidade de substituir e ampliar a frota existente, para que se possa atender à atual demanda”, informa a Assessoria.

Ainda segundo o governo, as marcas das viaturas – Iveco e Renault – dificultam a manutenção, já que na cidade não existem concessionárias nem oficinas autorizadas das mesmas.

Os três veículos que continuam encostados, por exemplo, necessitam de peças que não estariam sendo encontradas.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia