vestibular FTC 2015.1
outubro 2014
D S T Q Q S S
« set    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



DEBATE DE BAIXO NÍVEL

Comentário do jornalista Bob Fernandes (TV Gazeta) relativo ao debate com os presidenciáveis, domingo (28), na Rede Record.

ESTRELA DALVA…

Da Coluna Tempo Presente, d´A Tarde

Como previsto, a bancada de oposição tem encontrado dificuldade para conseguir as 21 assinaturas necessárias para instalação da CPI do Instituto Brasil. Elmar Nascimento (DEM) diz que quando saiu de Salvador a caminho do interior, na última quarta, apenas oito assinaturas estavam lá. Zé Neto (PT), líder governista, diz que o clima está ‘morno’ no Legislativo.

Morno para admitir que está congelado.

- A oposição tem que entender que esse negócio de denuncismo às vésperas das eleições é balela, é factoide.

Pode ser. Mas o PT já fez tanto isso…

VOX POPULI: DILMA VAI A 40%, MARINA TEM 24% E AÉCIO ATINGE 18%

Pesquisa Vox Populi, encomendada pela Rede Record, mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) na liderança com 40% das intenções de voto para a Presidência da República. A candidata pelo PSB, Marina Silva, aparece com 24% das intenções e Aécio Neves (PSDB) com 18%. Na última pesquisa Vox Populi, Marina tinha 22% das intenções de voto e Aécio, 17%. Dilma manteve a mesma porcentagem.

Na pesquisa divulgada ontem (29), os candidatos Luciana Genro (PSOL) e Pastor Everaldo (PSC) tiveram 1% das intenções de voto cada um. Eduardo Jorge (PV), Levy Fidelix (PRTB), Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) tiveram menos de 1% das intenções. Brancos e nulos somam 6% e 11% não souberam indicar um candidato ou não quiseram responder.

O Vox Populi fez duas simulações de segundo turno. Em disputa entre as candidatas Marina Silva e Dilma Rousseff, Dilma venceria com 46% das intenções contra 39% de Marina. Brancos e nulos somariam 9%, e 6% seriam os indecisos.

Em uma disputa entre Dilma e Áecio, a candidata do PT venceria com 48% das intenções contra 38% do candidato tucano. Os votos brancos ou nulos seriam 9%, e os indecisos 5%.

Foram feitas 2 mil entrevistas em 147 cidades. O levantamento foi no sábado (27) e domingo (28). A margem de erro é 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. O número de registro na Justiça Eleitoral é BR-00888/2014. Da Agência Brasil.

GREVE DOS BANCÁRIOS NA BAHIA

Greve afetará bancos públicos e privados (Foto Pimenta/Arquivo).

Greve afetará bancos públicos e privados (Foto Pimenta/Arquivo).

Bancários baianos aderiram à greve nacional que atinge outros 20 estados. A paralisação por tempo indeterminado começa nesta terça (30).

A greve na Bahia foi confirmada no início da noite de ontem (29), em Salvador. Após sete rodadas de negociações, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), ofereceu 7% de reajuste, enquanto os bancários pedem 12,5%, correspondendo a 5,4% de aumento real.

As negociações pouco avançaram do último sábado até ontem. Nova assembleia está prevista para as 18h30min desta quarta (1º) em Salvador.

Durante a greve, opções serão a internet ou casas lotéricas. Operações em caixas eletrônicos estão liberadas.

PAULO SOUTO E RUI COSTA EMPATAM EM PESQUISA BABESP

Rui empata com Souto, enquanto Lídice oscila para 6,16%.

Rui empata com Souto, enquanto Lídice oscila para 6,16%.

A nova pesquisa do Instituto Babesp revela empate entre os dois principais candidatos na corrida ao Palácio de Ondina. Paulo Souto (DEM) oscilou de 37% para 35,05%, enquanto Rui Costa (PT) cresceu sete pontos percentuais, saltando de 27%  para 34,15%.

A pesquisa traz ainda Lídice da Mata (PSB) com 6,16% das intenções de voto. Renata Mallet (PSTU) atinge 0,55%, Da Luz (PRTB) vai a 0,5% e Marcos Mendes (PSOL) fica com 0,35%.

De acordo com a pesquisa, o percentual de indecisos atinge 14,52%. O índice de brancos e nulos fica em 8,71%.

RUI À FRENTE COM “PADRINHOS”
A pesquisa mostra Rui Costa com 37,76% das intenções de voto quando apresentado com o apoio do ex-presidente Lula, Dilma Rousseff e Jaques Wagner.

Paulo Souto cai para 32,65% quando associado a Aécio Neves (PSDB) e ACM Neto (DEM).

Lídice ganha pouco quando associada à presidenciável Marina Silva (PSB): 6,76%. Mallet cai a 0,4% quando apresentada com Zé Maria.

Da Luz fica com 0,35% com Levy Fidélix. Marcos Mendes tem 0,25% com o apoio da presidenciável Luciana Genro, também do PSOL.

Neste cenário, o percentual de branco e nulo vai a 9,01% e o de indecisos, 12,77%.

SEGUNDO TURNO
A pesquisa mostra Rui numericamente à frente de Souto na disputa em eventual segundo turno: 40% a 37%.

A pesquisa foi feita no período de 24 a 29 de setembro com 2 mil eleitores em 85 municípios baianos. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) sob o protocolo 00028/2014.

A CULPA É DE MARINA

marco wense1Marco Wense

A culpa pelo desmoronamento nas pesquisas, com a possibilidade de uma vitória de Dilma no primeiro turno, é exclusiva de Marina. O conflito entre as duas Marinas tende a ficar cada vez mais assustador.

Correligionários da candidata Marina Silva (PSB) estão atribuindo a queda da ex-petista nas pesquisas de intenções de voto aos ataques que vem sofrendo no horário eleitoral de TV.

Levantamento da UFRJ, feito pelo Laboratório de Comunicação Política e Opinião Pública, diz que o tucano Aécio Neves foi quem mais atacou os adversários, investindo 32% do seu tempo. Marina usou 18% e Dilma 10%.

Portanto, o mais agressivo é o candidato do PSDB. Mas fica parecendo que é candidata do PT que mais ataca os concorrentes, como insinuam os jornais escancaradamente de oposição.

Marina despencou porque não é mais a verdadeira Marina. É a Marina versus Marina. Uma Marina que diz uma coisa hoje e outra amanhã. Uma Marina confusa e cheia de contradições, que prega a “nova política” e corre atrás da “velha política”.

Uma Marina que pontuava em primeiro lugar em Santa Catarina e caiu para a terceira posição depois que subiu no palanque da tradicional família Bornhausen, cujo patriarca (o ex-senador Jorge Bornhausen) foi governador biônico na ditadura militar e fundador do PFL.

Com o fim da comoção social em torno da morte de Eduardo Campos, os marqueteiros da ambientalista usam o instrumento da vitimização para mexer no emocional do eleitor.

A postura física de Marina e sua história de vida ajudam no esforço de torná-la vítima de tudo, como se a ex-ministra de Lula estivesse recebendo, digamos, o batismo nas artes da política.

A culpa pelo desmoronamento nas pesquisas, com a possibilidade de uma vitória de Dilma no primeiro turno, é exclusiva de Marina. O conflito entre as duas Marinas tende a ficar cada vez mais assustador.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

DEBATE NA TV ARATU

Candidatos ao governo baiano participam de debate na TV Aratu (SBT).

O confronto envolve Lídice da Mata (PSB), Marcos Mendes (PSOL), Paulo Souto (DEM), Rogério Da Luz (PRTB) e Rui Costa (PT).

O debate ainda pode ser acompanhado pela Rádio Metrópole e pelo site d´A Tarde.

ACUSADO DE MATAR PERSONAL TRAINER É PRESO EM SP

Felipe Victor Barros é acusado do crime (Reprodução).

Felipe Victor Barros é acusado do crime (Reprodução PS da Bahia).

Lucas, a vítima (Foto Reprodução).

Lucas Dias, a vítima.

O estudante Felipe Victor Barros, de 27 anos, acusado de matar o personal trainer Lucas Sousa Dias, foi preso hoje no Brás, em São Paulo. Um mandado de prisão preventiva havia sido expedido pela justiça na quinta (25).

Felipe foi preso com o auxílio de policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia paulista, segundo o site Políticos do Sul da Bahia.

Na última segunda (22), Felipe havia se apresentado à Delegacia de Homicídios e, em depoimento ao delegado Marlos Macedo, negou que tivesse matado o personal trainer, crime ocorrido na sexta (19). Um dia depois, familiares e amigos de Lucas foram às ruas pedir justiça (relembre aqui).

Após o depoimento, Felipe foi liberado por ter se livrado do flagrante, mas a polícia começou a monitorá-lo. Com o auxílio da polícia civil paulista, o acusado acabou preso hoje.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Diante da acusação de censura prévia de propaganda eleitoral apontada por representantes do partido Democratas (DEM) em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (29/9), o juiz Cláudio Césare Braga Pereira, membro do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), esclarece:

· Não se pode confundir a liberdade de imprensa com a liberdade assegurada à propaganda eleitoral. Enquanto no primeiro caso não é permitida a censura prévia, no segundo, a própria legislação eleitoral prevê a suspensão da publicidade quando esta incorrer em excessos ou abusos;

· Dos 13 mandados de segurança impetrados no TRE-BA de 23 de setembro até o último domingo (28/9), semana em que atuei como Juiz plantonista, 11 foram de autoria das coligações do PT e duas do DEM, daí a maior parte das decisões tratarem dos candidatos petistas. O mesmo entendimento que levou à supressão de parte da propaganda do DEM justificou também a decisão quando foi requerida a supressão de parte da propaganda do PT;

· Durante o plantão, dos 11 processos requeridos pelo PT, deferi liminar em sete, ao passo que, das duas propostas pelo DEM, deferi ambas;

· As 13 decisões de minha autoria foram proferidas no plantão porque, se assim não o fossem, perderiam a efetividade, já que as propagandas seriam veiculadas no dia seguinte. O plantão é semanal e realizado justamente para isso: julgar demandas urgentes que cheguem à Justiça Eleitoral fora do expediente, nos feriados e fins de semana. Ainda que a madrugada esteja incluída neste período, é válido ressaltar que as liminares mencionadas só foram concedidas antes da meia-noite, diferentemente do que afirmado pela agremiação;

· Embora tenham sido proferidas 11 decisões relacionadas ao PT, todas elas se referem a uma única propaganda. Ocorre que, apesar de ser uma mesma propaganda, ela é repetida várias vezes, ensejando a chegada de diversos processos no TRE-BA, procedimento operacional que não depende do magistrado;

· As decisões não proibiram a referência, na propaganda, à matéria da Veja. Apenas determinou que trechos da propaganda do DEM fossem suprimidos da mesma maneira que determinou que trechos da propaganda do PT fossem retirados.

Ao longo do processo eleitoral, proferi diversas decisões, a favor e contra ambas as candidaturas, não havendo porque se falar em  privilégio de uma em detrimento da outra. Enfatizo que as minhas decisões têm buscado seguir uma linha de coerência. O mesmo entendimento que adotei para retirar trechos da propaganda quando o pedido foi feito pelo candidato Rui Costa, usei quando o pedido partiu do candidato Paulo Souto. Ambos os candidatos tiveram o mesmo tratamento.

CNT/MDA: DILMA AMPLIA VANTAGEM E VENCE MARINA POR 47,7% A 38,7% NO 2º TURNO

Dilma, Marina e Aécio.

Dilma, Marina e Aécio.

Pesquisa MDA divulgada nesta segunda-feira, o mostra que a presidente Dilma Rousseff ampliou a vantagem que tinha em relação a Marina Silva no primeiro turno da corrida ao Palácio do Planalto. Dilma subiu de 36% para 40,4% das intenções de voto. Marina oscilou de 27,4% a 25,2%, no limite da margem de erro na comparação para a sondagem divulgada no dia 23 de setembro. O candidato do PSDB, Aécio Neves, oscilou de 17,6% para 19,8%, também no limite da margem de erro (2,2 pontos porcentuais).

No principal cenário de disputa para segundo turno, Dilma venceria Marina por nove pontos de vantagem. A petista tem 47,7% contra 38,7% da candidata do PSB. No levantamento anterior, Dilma tinha 42% e Marina, 41%, em situação de empate técnico.

Na disputa entre Dilma e Aécio, a presidente também ampliou a diferença e se reelegeria com 49,1% contra 36,8% do tucano. A petista tinha 45,5% contra 36,5% do tucano.

Segundo a CNT, foram entrevistados 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 unidades federativas das cinco regiões do País, nos dias 27 e 28 de setembro. A margem da pesquisa de erro é de 2,2 pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-00992/2014.

Leia mais n´A Tarde

SOUTO ACUSA JUDICIÁRIO DE “CENSURA”; RUI VÊ ESTRATÉGIA COMO INTIMIDAÇÃO

Souto fala em "censura prévia" ao DEM em denúncia contra judiciário.

Souto fala em “censura prévia” ao DEM em denúncia contra judiciário.

Paulo Souto, ACM Neto e Geddel Vieira Lima se reuniram em coletiva hoje para espinafrar a Justiça Eleitoral. O trio acredita que o judiciário está pendendo para o outro lado na disputa eleitoral de 2014. O outro lado, no caso, é a candidatura do petista Rui Costa.

Acusam um juiz eleitoral, Cláudio Cesare Braga Pereira, de fazer censura prévia a material do DEM que vincula candidatos petistas ao Instituto Brasil, de Dalva Sele Paiva. A campanha de Souto utilizou nos comerciais exibidos nos intervalos da programação das emissoras abertas e no horário eleitoral acusações publicadas na Revista Veja. Dalva acusa sem apresentar provas, o que levou o juiz a vetar as inserções.

A campanha de Souto diz que vai ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Vamos formalizar uma reclamação constitucional, alegando descumprimento da lei, ao Tribunal Superior Eleitoral sobre o mecanismo de censura prévia ao qual estamos sendo submetidos nessa fase final da campanha”, disse o candidato ao governo pela quinta vez.

O candidato do DEM desconfia das ligações do juiz Cláudio Cesare com o PT. Isso, porque o magistrado é genro do ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), o itabunense Jorge Hage.

RUI DIZ QUE SOUTO QUER INTIMIDAR JUDICIÁRIO

À estratégia do DEM, o comando da coligação do petista Rui Costa reagiu. Emitiu nota em que classifica a estratégia como tentativa de intimidar o judiciário. “O comportamento dos candidatos do DEM, da oposição e do prefeito de Salvador, quando tecem críticas e lançam suspeição sobre o Poder Judiciário da Bahia, além de ser uma falta de respeito a um poder constituído, revela o incômodo desse grupo de conviver com o processo democrático e nada mais é que uma tentativa de intimidar a Justiça”, cita a nota.

A coligação petista classifica a denúncia de Dalva Sele de “armação eleitoreira” que a Justiça não aceitou. “…E eles reagiram da forma que sabem fazer, agredindo àqueles que deles divergem. A independência dos poderes e o respeito a cada um deles formam um dos sustentáculos da democracia, o que esse grupo não entende porque tem na sua origem a prática contumaz da imposição e da subserviência”.

REAÇÃO AO DESCASO NO PONTALZINHO

Moradores puseram a mão na massa e fizeram trabalho da Emasa e Sedur.

Moradores puseram a mão na massa e fizeram trabalho da Emasa e Sedur.

Moradores da Rua Bartolomeu Mariano, no Pontalzinho, cansaram de recorrer à prefeitura de Itabuna e decidiram pôr a mão na massa e tapar uma boca de lobo que era ameaça a quem transitava pelo local.

Destampada, acabou por provocar vários acidentes com carros, motos e pedestres, segundo moradores da localidade. Como nem a Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) nem a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) apareciam, tomaram eles próprios a providência.

DECEPÇÃO DE SOUTO EM CANAVIEIRAS

Paulo Souto (DEM) fez comício ontem (28) à noite em Canavieiras, no sul da Bahia. Apesar do reforço de Geddel Vieira Lima (PMDB), candidato ao Senado, Souto saiu contrariado da Terra do Caranguejo por causa da praça esvaziada durante o ato político, mesmo tendo atraído eleitores da vizinha Una.

Comenta-se em Canavieiras que o fiasco tem a ver com a ausência de Souto na cidade. O ex-governador, segundo comentários, virou as costas para a cidade que antes ele dizia ser sua terra. Até mesmo a casa da família foi abandonada.

Curiosamente, Lúcio Vieira Lima, deputado federal e candidato à reeleição, fez caminhada e carreata na noite anterior. Estava acompanhado do prefeito Almir Melo (PMDB). Almir, como se sabe, apoia os irmãos Vieira Lima, mas faz campanha para outro candidato a governador, o petista Rui Costa.

Público acompanha Souto em comício em Canavieiras.

Público acompanha Souto em comício em Canavieiras (cartazes atrapalham visão).

Imagem do palanque enquanto discursa o ex-ministro Geddel. No detalhe da seta, vereadora aparece sentada após sofrer acidente.

Atualização às 23h.

APOSENTADO E PENSIONISTA TERÃO MAIS PRAZO PARA QUITAR CONSIGNADO

Da Agência Brasil

O prazo máximo para o pagamento das operações de empréstimo e de cartão de crédito relativas ao crédito consignado dos aposentados e pensionistas, do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS),  foi ampliado de 60 para 72 meses. A mudança passa a valer a partir do dia 1° de outubro. A portaria do INSS que define a mudança está publicada na edição de hoje (29) do Diário Oficial da União.

As taxas de juros das operações ficam mantidas. Atualmente, o Conselho Nacional de Previdência Social fixa em 2,14%, ao mês, o limite da taxa de juros para o empréstimo e em 3,06%, ao mês, para o cartão consignado. A margem consignável, que é o valor máximo da renda a ser comprometida, também permanece em 30% do valor da pensão ou aposentadoria.

Na quinta-feira (25), o conselho aprovou uma resolução recomendando ao INSS a elevação do prazo para o pagamento das operações de crédito consignado. Na ocasião, o secretário de Políticas de Previdência Social do governo federal, Benedito Adalberto Brunca, disse que o objetivo é aquecer a retomada do crédito.

De acordo com levantamento do Ministério da Previdência Social, considerando-se os contratos ativos em agosto de 2014, 91% tinham prazo entre 49 e 60 meses para liquidação. Cerca de 61% estavam no limite máximo de 60 meses.

:: LEIA MAIS »

CRIMINALIZAÇÃO DA HOMOFOBIA ENTROU NA PAUTA DA CAMPANHA

GabrielGabriel Nascimento | gabrielnasciment.eagle@hotmail.com

A polarização entre Dilma e Marina se propõe importante. Nunca uma eleição contrapôs tão claramente candidatos a presidente em prol de minorias tão historicamente marginalizadas pelo silêncio

Essas eleições presidenciais vão entrar para a história como um marco para o movimento LGBTTS. Isso porque, pela primeira vez, a criminalização da homofobia entra na pauta eleitoral. Criando um efeito de polarização entre Dilma e Marina, o tema merece mais destaque do que o detalhe que ele está representando no atual período eleitoral.

O que a comunidade gay está assistindo é o movimento inequívoco de grupos de direitos humanos sendo, pouco a pouco, ouvidos em sentido programático pela sociedade brasileira, embora a ampla maioria dos meios de comunicação em massa sejam eles concentrados por um poder machista, racista e homofóbico, encenado em nosso país pela grande imprensa.

A polarização começou pela escolha conservadora de Marina em mudar o programa de governo por causa do sacerdote de sua igreja, o declarado homofóbico Pastor Silas Malafaia. Em segundo lugar, pela declaração da presidenta Dilma Rousseff, após debate promovido pelo SBT e Folha, dizendo que a homofobia deve ser criminalizada. Ao dizer isso, passou na frente do PT e de boa parte da esquerda que, após longos anos de comportamento estratégico e pragmático, não conseguiu fazer essa pauta avançar. Aquele foi o dia em que Dilma conseguiu estabelecer uma saudável polarização para o debate político. O fato de Marina se posicionar mais à direita nesse aspecto fez com que a declaração de Dilma fosse fundamental.

Porém, mesmo que defenda a criminalização da homofobia, a presidenta Dilma, caso reeleita, não terá um congresso ao seu favor. As pesquisas de intenção de voto têm demonstrado que a próxima composição do congresso nacional pode ser ainda mais conservadora. A tendência da bancada evangélica aumentar é muito grande e os direitos humanos têm sido a grande moeda de troca da bancada governista no Congresso Nacional. Um exemplo foi a permanência de Marco Feliciano na Comissão de Direitos Humanos e Minoria da Câmara após longo ciclo de manifestações.

:: LEIA MAIS »

PRAÇA É HOMENAGEM A CLARA KAUARK

Clara Kauark, de vestido, entre colegas (Foto Charles Henri).

Clara Kauark, de vestido, entre colegas (Foto Charles Henri).

Finalmente, Itabuna prestará uma (justa) homenagem à arquiteta Clara Kauark. Autora de projetos arquitetônicos públicos e privados que mudaram a cara da cidade, a exemplo da Praça Rio Cachoeira (Beira-Rio), Clara faleceu em 3 de abril de 2011. Seu exemplo ficou não apenas nas belas obras planejadas pelos seus traços, reconhecidos também fora daqui. Clara, além de arquiteta, lutava por causas sociais.

Ano passado, a Câmara de Vereadores aprovou projeto que denominou Clara Kauark uma área do próximo à casa onde a arquiteta residiu.

Hoje à tarde, às 15h30min, na Rua Pedro Zildo Guimarães, Zildolândia), o governo estadual, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e a Conder, assina a ordem de serviço para a construção da praça. A obra será tocada em parceria com a prefeitura.

A praça terá área de 1.588 metros quadrados. De acordo com a ordem de serviço, a obra deverá ser concluída em 90 dias. O investimento previsto é R$ 303.477,65.

A praça levará mais que o nome de Clara. O projeto é da própria arquiteta. Foi feito em 1988.

Praça Rio Cachoeira em foto de Rodrigo Leite de Almeida.

Um dos projetos de Clara, a Praça Rio Cachoeira em foto de Rodrigo Leite de Almeida.

CONCURSOS OFERECEM 31,3 MIL VAGAS. SALÁRIO PODE CHEGAR A R$ 24 MIL

concursosA semana começa com 120 concursos públicos com inscrições abertas e 31.315 vagas pelo país. A oportunidade com o maior salário é oferecida pela Procuradoria-Geral do Rio Grande do Norte, com remuneração de R$ 23.997,18.

O levantamento da Folha Dirigida aponta 18.029 vagas para cargos que exigem nível superior, 6.099 para profissionais de nível médio, 2.997 para nível técnico e 4.190 para quem tem nível fundamental.

Na Bahia, prefeituras (Mucuri e Luís Eduardo Magalhães) e Ministério Público Estadual (MP-BA) abriram concurso. Confira vagas e editais no “leia mais”, abaixo.

:: LEIA MAIS »

LÚCIO PROMOVE ATOS EM CANES

Almir e Lúcio cumprimenta eleitores em eventos (Foto Anderson Costa).

Almir e Lúcio (de branco) cumprimentam eleitores em eventos (Foto Anderson Costa).

Candidato à reeleição, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) fez carreata e comício no sábado (27) em Canavieiras, acompanhado pelo prefeito Almir Melo, também do seu partido.

O prefeito peemedebista lembrou do compromisso do peemedebista com Canavieiras e combateu os deputados “copa do mundo”, que só aparecem na cidade de quatro em quatro anos para pedir votos.

Aos irmãos Vieira Lima, Almir credita a obtenção de recursos para a primeira etapa da urbanização da orla de Canavieiras, construção do Parque Esportivo e Ecológico Luiz Eduardo Magalhães, o Caminho da Fé, a reforma total da Unidade de Saúde Dr. Edmundo Lopes de Castro, num valor total de R$ 4,35 milhões.

Além de Lúcio, o prefeito de Canavieiras definiu apoio a deputado estadual (Leur Lomanto Jr.), ao Senado (Geddel Vieira Lima) e ao governo baiano (Rui Costa-PT).