WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia






abril 2019
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

editorias





itao

CARA DE PAU

Um primor de falta de vergonha. O presidente da Câmara de Vereadores de  Salvador, Alan Sanchez (PMDB), tem uma maneira singular de explicar a farra de cargos no legislativo soteropolitano.

Entrevistado hoje no Jornal da Manhã, Sanchez respondeu assim à pergunta do jornalista Genildo Lavinsky sobre a capacidade física da sede da Câmara para abrigar mais de mil funcionários, entre velhos e novos.

– Na verdade, o espaço físico é toda Salvador e não apenas a sede da Câmara.

Vai um óleo de peroba aí…

ZONA AZUL

A partir de hoje (06), os motoristas de Itabuna passam a desembolsar R$ 1,30 para estacionar nas ruas do centro da cidade. Houve aumento de 8% na tarifa, que garante a vaga por uma ou duas horas, a depender da área escolhida para se deixar o possante.

Aproveitando a deixa, bem que a Sinart, empresa que administra a Zona Azul, poderia dar uma aperfeiçoada no serviço. Por exemplo, é ridículo o motorista ter que ficar desesperado à procura de um dos agentes de fiscalização, pois quase nunca se acha um a menos de 50 metros de distância (quando se acha!).

Em outras cidades onde funciona o sistema de estacionamento rotativo (São Paulo, por exemplo), a venda do cartão do estacionamento não fica a cargo dos agentes, ou pelo menos não exclusivamente por conta deles. Centenas de comerciantes são credenciados pela Prefeitura para vender o bilhete aos motoristas e os agentes cuidam da fiscalização.

Muito mais simples e inteligente.

RUMO À JUSTIÇA

DA COLUNA TEMPO PRESENTE (A TARDE):

Em vez de encarar o PAC, produtores de cacau endividados decidiram buscar outro caminho. O advogado Carlos Amado Campos sugeriu, num encontro em Jequié (e eles adoraram), entrar na Justiça com ações coletivas regionais em Jequié, Itabuna, Ilhéus, Camacã, Ipiaú e Gandu, por exemplo, centros financeiros microrregionais, com agências dos bancos do Brasil e do Nordeste. Vão pleitear a anulação das ações movidas pela União por dívidas do Programa de Recuperação da Lavoura Cacaueira da Bahia, Securitização e Pesa.

As ações coletivas têm forte aceno. O custo é rateado, saem bem mais baratas. Para quem já está quebrado…

ESTE É O SAMU 192 DE ITABUNA…

… SÓ DUAS DAS SEIS AMBULÂNCIAS FUNCIONAM

Pátio da Adei está lotado de ambulâncias do Samu 192.

ENCOSTADAS: Garagem da Adei é ocupada por 4 ambulâncias quebradas do Samu 192.

Um homem presencia um acidente na rodovia Ilhéus-Itabuna, a quatro quilômetros da sede do Samu 192 de Itabuna. Imediatamente, decide chamar o serviço de urgência para atender o motociclista. Aciona o telefone várias vezes. Ninguém atende.

Será assim por longos e intermináveis 8 a 9 minutos, até quando uma telefonista atende.

– Olha, estou ligando há 10 minutos, e ninguém atende. Precisamos de um socorro urgente, aqui na rodovia.

– Senhor, estamos atendendo duas urgências neste momento. Acidentes nas estradas.

Pneus 'carecas' põem em risco pacientes e socorristas do Samu em Itabuna.

Pneus carecas e recapeados põem em risco pacientes e socorristas do Samu em Itabuna.

O homem do outro lado da linha ficou menos impaciente ao saber que uma das ambulâncias saira para socorrer o motociclista na rodovia Ilhéus-Itabuna. A segunda se deslocava para o trecho Itabuna-Ibicaraí da mesma rodovia, a BR-415. Outro acidente de moto.

Nos dois casos, os motociclistas morreram (confira aqui). E quem mais precisou de socorro naquele instante, além destes envolvidos no acidente, teve que esperar. Poucos sabem, mas o Samu 192 em Itabuna está há cerca de um mês operando com duas das seis ambulâncias de que dispõe para prestar o serviço médico de urgência. Uma vergonha.

A situação chegou a tal ponto que o Conselho Municipal de Saúde intimou o secretário de saúde, Antônio Vieira, e a coordenação do Samu a se explicar. Representações também serão entregues ao Ministério Público Estadual e ao Ministério Público Federal. A ideia é cobrar e apurar responsabilidades.

Criado em abril de 2004 em Itabuna, o Samu nunca esteve em situação tão ruim como agora. Quatro das seis ambulâncias que deveriam estar em circulação e prestando socorro a pacientes encontram-se encostadas no pátio do ‘oficinão’ da prefeitura, a Adei, ao lado do estádio Luiz Viana Filho (foto acima).

Portas sem travas, pneus carecas ou recapeados, peças improvisadas… Os funcionários do Samu, literalmente, fazem milagres. Do motorista aos socorristas. Não bastasse o estado precário de conservação das ambulâncias, estes funcionários estão com dois ou três meses de salário em atraso.

Travas das portas quebraram e ambulâncias aguardam manutenção.

MAIS ABSURDO Porta de ambulância precisa de manutenção, mas está rodando.

De acordo com conselheiros municipais de Saúde, há acúmulo de função. As viaturas que ainda conseguem rodar colocam em risco a vida de funcionários do Samu devido à má-conservação. Detalhe: por ser de urgência, estes veículos de pneus recapeados ou mais do que gastos, andam sempre no limite, ou acima dele.

Das seis ambulâncias, quatro deveriam estar em circulação e duas integrariam a frota de reserva para serem acionadas em momentos que outras apresentem problemas. O Conselho Municipal de Saúde promete jogar duro contra o município.

“DENGUE EM ITABUNA É CRÔNICA DA MORTE ANUNCIADA”

Temporão: epidemia era esperada (Foto O Globo).

Temporão: epidemia era prevista (O Globo).

O ministro da Saúde José Gomes Temporão declarou neste domingo (5), durante o lançamento do Plano Nacional da Atividade Física, no Rio de Janeiro, que a situação da dengue em Itabuna, no sul baiano, campeã de mortes pela doença na Bahia, já era prevista.

O município declarou estado de emergência por causa da epidemia e, de acordo com o último levantamento realizado na cidade, houve aumento de 16,8% no índice de infestação, oito mortes confirmadas e outras cinco em análise. “O que houve ali foi uma crônica da morte anunciada”, afirmou o ministro.

Segundo Temporão, a administração local recebeu alertas no fim de 2008, durante as eleições, mas as atividades de contenção do avanço do mosquito aedes aegypit foram interrompidas e o sistema de controle desestruturado. “O processo eleitoral lá parou o trabalho de combate ao vetor. Quando a nova administração entrou, era tarde demais”, lamentou.

O titular do governo federal explicou ainda que a sua pasta aumentou o repasse das verbas em R$ 9,5 milhões para a gestão do prefeito Nilton Azevedo (DEM), capacitou profissionais e fez parcerias com médicos das Forças Armadas.

Ao todo, além de Itabuna, outros seis municípios baianos já decretaram situação de emergência, entre eles Ilhéus, que lidera o ranking de registros, e Porto Seguro. A Bahia é a unidade federativa nacional com maior incidência da dengue, com 32.306 casos suspeitos, conforme o Ministério da Saúde. Bahia Notícias, com informações da Agência Brasil e do Portal Terra.

CALOTE NO CONJUNTO PENAL

Os mais de 150 agentes penitenciários e servidores do Conjunto Penal de Itabuna encontram-se há dois meses sem salários. Contratados pela empresa terceirizada Yumatã, eles reclamam que apenas receberam um vale de R$ 200,00 da empresa no início deste mês. Devido ao atraso de salário, só metade dos servidores comparece ao trabalho regularmente. A Yumatã culpa o governo do estado pelos atrasos.

SOLUÇÃO IMPORTADA

Os grandes problemas da rede básica de saúde em Itabuna são tão graves que nem os mais experientes profissionais da área ousaram assumir a diretoria de atenção básica do município.

O prefeito Capitão Azevedo e o secretário Antônio Vieira decidiram por nomear uma profissional trazida de Brasília, e às pressas.

SEM CHANCES DE CLASSIFICAÇÃO, AZULINO GOLEIA

O Itabuna ‘descantou’ quando não tinha mais graça. O time foi a Alagoinhas e meteu 1×4 no Atlético. Os gols foram marcados por Wencley (duas vezes), Nem e Jota. Roberto descontou para o Carcará. O Itabuna soma 28 pontos, mas está a sete do próprio Atlético, que caminha para classificação às semifinais do Baianão 2009, junto com Vitória, Bahia e Flu de Feira.

O Azulino enfrenta o Poções, na próxima quarta, em casa. O último jogo no Baianão será diante do Tricolor-de-aço, no estádio de Pituaçu. A partida contra o Bahia será no próximo domingo (12). O Itabuna tem como última esperança para esta temporada a sua inclusão na Série C do Brasileirão.

Pelo menos, é para isso que está lutando a Federação Baiana de Futebol (FBF), que alega serem os dois times os donos dos maiores públicos do interior do estado. Se colar…

Colo Colo respira

O Colo Colo deu uma respiradinha e afastou-se da zona de rebaixamento do Campeonato Baiano. Hoje, a equipe venceu o Madre de Deus, no estádio Mário Pessoa, por 2×1. Jânio e Almir Sergipano marcaram para o Tigre Ilheense. Elói descontou para o Madre.

O Tigre subiu para o oitavo lugar da competição, agora com 19 pontos. O últiimo colocado é o Poções (15 pontos). A rodada ainda foi marcada por surpresas como a goleada do Ipitanga em cima do Bahia: 4×0. O Fluminense ajudou o Colo Colo ao derrotar o Camaçari, por 0x1. O Feirense meteu 3×0 no lanterninha Poções. O Vitória, parcialmente, está derrotando o Conquista, no Barradão, por 1×0.

SANTA INCOMPETÊNCIA

Conserto de entupimento na rua Miguel Calmon se arrasta há quatro meses

Conserto de entupimento na rua Miguel Calmon se arrasta há quatro meses

Se a Emasa não percebe uma cascata de água tratada a poucos metros de sua estação de tratamento, o que falar de outras coisas “menos evidentes”? Por exemplo, em toda a cidade o que mais se vê é esgoto estourado e queixas da população diante da demora da Empresa Municipal de Água e Saneamento para resolver os problemas.

No Antique, bem em frente a uma escola municipal na avenida Bionor Rebouças, o esgoto reflui para a rua e a calçada há mais de um ano. Quem tem que aguentar são os professores e alunos, além dos moradores daquelas imediações, que já se cansaram de cobrar providências.

Antes que digam que tal fato se dá porque é na periferia, é bom citar outro exemplo de descaso. Na rua Miguel Calmon, em pleno centro, nos fundos do edifício Atlanta Center, o conserto de uma obstrução na rede de esgoto se arrasta em ritmo de cágado há quatro meses.

Complicadíssimo…

IDENTIDADE SECRETA

.

Confira essa outras no Blog do Dragon.

CHE… NO DURO!

Ansioso para assistir ao filme “Che” e sabendo que tão cedo ele não chegará ao único cinema de Itabuna, resolvi apelar para a velha e boa pirataria, sempre solícita quando se trata de lançamentos.

Sabe-se lá porque, talvez o medo do paredón, mas o fato é que o filme ainda não ganhou sua versão pirata.

A procura produziu ao menos um diálogo insólito com um camelô.

Perguntei se ele tinha o filme “Che” e ele respondeu:

-Quem?

-Che Guevara – expliquei.

Aí veio o tiro de metralhadora:

-Ah, é filme pornô! Não chegou ainda…

Digamos que faz lá um certo sentido. Afinal, entre as frases de antologia perpetradas por Guevara, uma começa com a expressão “hay que endurecer…”

Leia mais em www.danielthame.blogspot.com

CESTA BÁSICA ESTÁ MAIS BARATA EM ITABUNA E ILHÉUS

Tomate puxou o preço da cesta para baixo em Itabuna e Ilhéus.

Tomate: mais barato em Itabuna e Ilhéus.

A pesquisa mensal de preços realizada pelo departamento de economia da Uesc constatou quedas mais do que significativas tanto em Itabuna como em Ilhéus, no comparativo entre os meses de fevereiro e março.

A maior queda percentual ocorreu na Terra de Gabriela. A cesta básica por lá está 7,97% mais barata do que no mês anterior, quando saiu de R$ 175,24 para R$ 161,28. Os preços de tomate, feijão, banana, café e pão caíram de 20,61% a 3,55%.

Apesar da queda maior em Ilhéus, Itabuna registra cesta mais barata pelo terceiro mês consecutivo. Enquanto no município vizinho a cesta custa R$ 161,28, em Itabuna caiu de R$ 169,58 para R$ 159,00.

O itabunense que foi à feira descobriu que o tomate está 28,88% mais barato, segundo a pesquisa da Uesc. Feijão, manteiga, banana e leite também apresentaram queda de 16,37% a 3,2%.

Nos últimos 12 meses, a cesta ficou mais barata 4,15% em Itabuna e 1,67% em Ilhéus, onde o feijão ficou 44,7% mais barato e o açúcar, 54,72% mais caro. Já em Itabuna, o feijão apresentou redução de 48,92%. Por aqui, o arroz é que ficou mais caro em 12 meses: 29,48%.

MISSA

paulo

Os familiares e amigos do jornalista Paulo Pinheiro convidam para missa de sétimo dia, neste domingo, 5, às 19h30min, na Igreja Nossa Senhora Aparecida, no Malhado, em Ilhéus.

Pinheiro faleceu na noite de segunda (30),  no Hospital São José. Ele chegou caminhando, mas teve um segundo ataque cardíaco.

IPITANGA SURPREENDE O BAHIA; ITABUNA, O ATLÉTICO

A antepenúltima rodada do Campeonato Baiano de Futebol traz algumas surpresas. As cinco partidas que começaram às 16h estão no intervalo. O Ipitanga descarregou pra cima do Bahia. Vence por 3×0. Surpreende, mesmo que o tricolor-de-aço jogue com reservas – o que é o caso.

O Itabuna foi a Alagoinhas e bate o quarto colocado do Estadual, por 1×3. Os gols do Azulino foram marcados por Wencley (2) e Nem. Roberto diminui para o Atlético. O Colo Colo joga em casa. Vence o Madre de Deus: 1×0, gol de Jânio, aos 26min.

OLHE O CARDÁPIO DA MERENDA EM ILHÉUS

Para entender, clique aqui.

Para entender, clique aqui.

FORRÓ COM CHORORÔ

DA COLUNA TEMPO PRESENTE (A TARDE):

Algo não está batendo bem nas queixas dos prefeitos sobre os efeitos da crise nas finanças municipais, pelo menos segundo os produtores baianos de bandas de forró. Eles dizem que, quando oferecem seus grupos para tocar no São João, os prefeitos respondem que fecharam ou vão fechar com atrações de fora.

Ora, astros do forró como Aviões do Forró, Elba Ramalho, Calypso e Vítor e Leo, só para citar alguns, cobram cachês de, no mínimo, R$ 150 mil. Atrações baianas, como Estaka Zero, Jerimun Assado e Carlos Pita, que nada ficam a dever, custam abaixo de R$ 20 mil.

Pondere-se que a crise afeta todos os 417 municípios baianos, mas, em Potiraguá, ela é uma coisa, em São Francisco do Conde (onde haverá um São João de arromba), é outra. Seja como for, o fato é que até agora ninguém desistiu de fazer a festa.

Os prefeitos vão debater a crise amanhã na UPB.

Prognóstico: entra em cena o forró com chororô.

82% SÃO CONTRA SÃO JOÃO EM ÉPOCA DE EPIDEMIA DE DENGUE

Resultado parcial de enquete do Pimenta na Muqueca revela que 82,07% dos votantes são contra a realização dos festejos juninos em Itabuna nestes tempos de epidemia de dengue.

Outros 8,7% acreditam que dá pra fazer um São João, com ‘arraiás’ nos bairros e sem atrações caras. 8,1% dos votantes dizem que vão procurar festa em outro lugar (Ibicuí). Mais de 1% não estão nem aí pra questão.

Deixe a sua opinião na enquete (à direita no seu computador).

ALÔ, EMASA!

Água vai lavando a rua... ladeira abaixo.

Água vai lavando a rua... ladeira abaixo.

Quem passou pelas proximidades do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), em Itabuna, jura que esta água que desce caudalosa ladeira abaixo é potável. A origem de tanto desperdício (desde a tarde de sexta) seria, veja só!, a Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa).

A sede da empresa fica a alguns metros desta verdadeira cascata.

INSS COBRA DÍVIDA DE R$ 400 MIL DO ITABUNA

O Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) cobra uma dívida de R$ 400 mil do Itabuna Esporte Clube, que foi notificado na última quarta-feira, 1º. O presidente Ricardo Xavier atribui a dívida aos ex-gestores do Azulino, “que não honraram os compromissos do clube”. Dentre os ex-presidentes do Itabuna, está o pai de Ricardo, o desportista João Xavier.

A acusação também recairia sobre ele?

DE OLHO EM 2010

O publicitário João Santana está na edição deste final de semana da Istoé. Ele fala das ações empreendidas para fazer a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, mais conhecida do brasileiro e torná-la competitiva para a sucessão do presidente Lula, em outubro de 2010.

O publicitário baiano diz que a ministra está mais sensível e de “pavio longo”. Tudo por conta, e com os olhos, nas eleições presidenciais. Santana avalia não ser tão confortável a posição de José Serra nas pesquisas. Isso, porque o publicitário olha de um ângulo diferente, de onde visualiza possível queda dos índices de intenções de voto no tucano governador de São Paulo. Estar na frente das pesquisas, avalia, é um forte componente de risco para o governador.

Confira clicando aqui.




-->


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia