WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





julho 2018
D S T Q Q S S
« jun    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias






:: ‘Cultura’

FESTIVAL DO CHOCOLATE E CACAU MOSTRA RIQUEZA E DIVERSIDADE CULTURAL DO SUL DA BAHIA

Daniel Thame

Celebrado mundialmente através da obra imortal de Jorge Amado como a terra do cacau, e agora também do chocolate, o sul da Bahia possui uma cultura rica, em suas diversas manifestações, como a literatura, música, teatro, dança e artes plásticas. Um pouco desta cultura pode ser conferida durante o 10º Festival Internacional do Chocolate e do Cacau, até este domingo (22), no Centro de Convenções de Ilhéus.

No Palco do Cacau, estão se apresentando, diariamente, os cantores Diego Schaun, Jacque Barreto, Gabriela Maia, Zezo Maltez e Leonardo Leo, os grupos Batuka Gêge, Mulheres de Domínio Público, Samba de Treita, Pier 05, Abaga, as quadrilhas Explosão Caipira, Forró do Dinossauro, Forró 4 Estações e o Circo da Lua.

Palco do Festival mostra talentos do sul da Bahia || Foto

Na área do festival, o ator José Delmo executa performances como um típico coronel do cacau e atrizes da Turma do Maktub interpretam personagens do Bataclan, um dos cenários da obra ‘Gabriela Cravo e Canela’, que está completando 60 anos de lançamento. O Palco do Cacau foi instalado através de financiamento do Fundo de Cultura de Bahia, que também apoia o espaço destinado a artesanato, artes plásticas, dança e literatura de cordel.

O secretário de Cultura de Ilhéus, Paulo Cidade, destaca que cacau, chocolate e cultura estão interligados na história do Sul da Bahia. “O evento valoriza os artistas regionais e cria uma vitrine para a produção local que é vista por pessoas de todo o Brasil”.

Zé Delmo, um dos maiores nomes da arte regional

A produção de chocolates de origem está atrelada às características culturais da região. “O festival é uma oportunidade de negócios e de lazer, que dá visibilidade tanto ao cacau e ao chocolate, como também ao talento dos artistas sul baianos”, ressalta o superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura do Estado, Alexandre Simões.

EDITORA DA UESC

A Editora de Livros da Universidade Estadual de Santa Cruz (Editus), está presente no Chocolat Bahia com uma feira de livros e espaço de leitura, onde é possível encontrar títulos da própria Editus e de outras editoras filiadas à Associação Brasileira das Editoras Universitárias, todos a preço promocional. Também é realizada uma programação infantil, com bate-papos literários com os autores Maria Luiza Silva Santos e Leônidas Azevedo Filho.

JORGE AMADO DE CHOCOLATE

Outra atração do festival é a confecção de um busto do escritor Jorge Amado, feito com chocolate. O trabalho, feito pelo chef chocolatier Abner Ivan, foi iniciado na abertura do evento e estará concluído no domingo, pode ser acompanhado pelos visitantes. Além do busto de Jorge, também está sendo confeccionado um cacaueiro feito de chocolate, unindo dois dos principais símbolos do sul da Bahia.

“MANOEL LINS – O CANTO DA ETERNA ESPERANÇA”, O TESTEMUNHO DE UM HOMEM E SUA ÉPOCA

Obra organizada por Antônio Lopes foi lançada no final de semana

Walmir Rosário | Cia da Notícia

Amigos, parentes, colegas e admiradores participaram, sexta-feira (13), na Pousada Eden One, em Ilhéus, da tarde/noite de autógrafos do livro Manoel Lins – O canto da eterna esperança. Organizado pelo jornalista e escritor Antônio Lopes, o livro apresenta textos escritos pelo jornalista e advogado Manoel Lins no livro Menino Aluado, nos semanários SB – Informações e Negócios e Desfile, além de aspectos sobre a sua vida, descritas por amigos, familiares e colegas.

A solenidade de lançamento do livro se transformou num sarau literário, “Ternura e resistência em ásperos tempos”, com a leitura de textos pelo jornalista e amigo Ramiro Aquino, entremeados de casos contados por Antônio Lopes. O evento foi enriquecido fatos sobre a vida de Manoel Lins, narrados por parentes e amigos, atestando sua riqueza intelectual e posições políticas assumidas, com a maestria de quem sabe percorrer trajetos ásperos caminhando com ternura.

Evento reuniu amigos de Lins e do jornalista Antônio Lopes

Para o organizador Antônio Lopes, o livro foi um projeto ousado abraçado pela Editus, para contar a vida de um alagoano bueraremense, que militou na política estudantil e atravessou os tempos da ditadura militar se insurgindo contra ela em textos metafóricos.

No entender do colega e amigo Carlos Eduardo Sodré, só uma figura como Lopes seria capaz de reunir tantos amigos que sobreviveram a Manoel Lins, em torno de um trabalho sobre ele. E Carlos Sodré não economiza elogios a Manoel Lins, uma figura generosa, ser humano que marcou época pelo estilo jornalístico de fazer uma denúncia política, marcando posição com brilhantismo.

“Esse livro, Lopes, presta um grande serviço no resgate de Lins, que poderia estar ainda entre nós, mas que se foi cedo e deixou um legado muito grande, porém desconhecido das gerações mais novas, que a partir de agora passarão a conhecê-lo”, arrematou.

Presente ao lançamento do livro, o seu irmão Lismar Lins disse que 43 anos depois se emocionou com a mensagem viva e permanente deixada pelo Manoel Lins, cujo sonho era ser juiz substituto, para ter mais tempo de escrever, mesmo nos tempos sombrios.

“Infelizmente, esse sonho dele não pode ser concretizado por ordens emanadas dos quartéis, conforme me foi relatada por um capitão, que sugeriu que ele desistisse do concurso, pois não teria ‘chance’ em ser aprovado”, relatou.

Amigo de Infância, Raimundo Antônio Tedesco disse que teve a honra de conviver com Manoel Lins, a quem desde os tempos de estudante consultava sobre assuntos dos mais variados e o considerava um ídolo. O advogado Carlos Válder do Nascimento, seu aluno de Direito Constitucional, teve um livro, Canto de Presença, prefaciado por Manoel Lins, a quem considera um humanista, voltado que era para os estudos do direito pela ótica filosófica.

Manoel Sampaio Lins nasceu em 4 de fevereiro de 1937, em União dos Palmares (Alagoas) e faleceu em 9 de abril de 1975, em Santo Amaro da Purificação, ao colidir seu Fusca com o último vagão de um trem. Neste dia teve fim a vida de um homem divertido, participativo, amigueiro, festeiro, galante, capaz de arriscar os dois olhos quando se trata
de mulher bonita. “Sou feio, mas sou ousado”, dizia para justificar as cantadas nem sempre bem-sucedidas.

FESTIVAL DE INVERNO BAHIA CONFIRMA LUAN SANTANA, ANAVITÓRIA E LULU SANTOS; CONFIRA A GRADE DE SHOWS

Anavitória, Luan Santana e Lulu Santos são confirmados no Festival

Com a confirmação de três novas atrações, o Festival de Inverno Bahia (FIB) divulgou a grade de shows da edição de 2018. Luan Santana, Anavitória e Lulu Santos se juntam a nomes como Capital Inicial, Alok, Roupa Nove e Biquini Cavadão no FIB, que vai de 24 a 26 de agosto, no Parque de Exposições Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano.

O palco principal terá Fábio Jr., Biquini Cavadão e Luan Santana na primeira noite, 24 de agosto. No sábado, será a vez do pop rural de Ana Caetano e Vitória Falcão, que forma a dupla Anavitória, além de Paulo Miklos, Lulu Santos e Pitty. Roupa Nova, Capital Inicial e Alok fecham o Festival de Inverno, no domingo 26 de agosto.

HÉLIO PÓLVORA RECEBE HOMENAGEM NA ACADEMIA DE LETRAS DA BAHIA

A partir da esquerda, Antônio Lopes, Aramis Ribeiro Costa, Evelina Hoisel e Gerana Damulakis

O escritor itabunense Hélio Pólvora, falecido em 26 de março de 2015, recebeu importante homenagem no urso Castro Alves de Literatura da Academia de Letras da Bahia (ALB), na quarta-feira (4), em Salvador.

A solenidade foi realizada num dos auditórios do Solar Góes Calmon, sede da ALB, em Nazaré, perante um público formado por familiares de Hélio (entre os quais a viúva Maria Pólvora e Hélio Jr.), estudantes, intelectuais e amigos do escritor.

A obra literária do autor de Os galos da aurora foi na alisada por três convidados. Pela ordem de apresentação: Antônio Lopes falou sobre a crônica (“Entre o vivido e o imaginado”), Aramis Ribeiro Costa, sobre o conto (“O singular contista”) e Gerana Damulakis discorreu sobre o romance (tendo por tema “o romance como consequência”).

A sessão foi presidida pela presidente da ALB, a escritora Evelina Hoisel, ficando a organização geral do encontro a cargo do acadêmico Aleilton Fonseca e da professora de literatura Rosana Patrício.

FESTIVAL DE INVERNO ANUNCIA AS PRIMEIRAS ATRAÇÕES; DJ ALOK E CAPITAL INICIAL SÃO CONFIRMADOS

Fabio Jr., Biquíni Cavadão, Miklos, Pitty, Roupa Nova, Capital Inicial e Alok confirmados

O Festival de Inverno Bahia anunciou as primeiras sete atrações da edição de 2018. Estão confirmados Fabio Jr, Biquíni Cavadão, Paulo Miklos, Pitty, Roupa Nova, Capital Inicial e o DJ Alok. A grade de atrações deve ser fechada ainda no início de julho. Já a programação é aguardada para o final do próximo mês.

O festival rolará de 24 a 26 de agosto, no Parque de Exposições Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista, no sudoeste do Estado. O ingresso varia de R$ 52,00 (meia entrada para arena ) a R$ 635,00 (passaporte para camarote Open Prime) antes da virada de preços.

FLÁVIO JOSÉ ABRIRÁ O VIVA ILHÉUS 2018; FESTA REÚNE DE ADELMÁRIO COELHO A ESTAKAZERO

Flávio José abre o Viva Ilhéus, na próxima quarta (27), na Soares Lopes

Um dos maiores nomes do forró, Flávio José abrirá o Viva Ilhéus 2018, na próxima quarta (27), na Avenida Soares Lopes. A atração foi confirmada, há pouco, pela Secretaria de Turismo de Ilhéus. A festa começa na quarta e terá nomes como Adelmário Coelho, Estakazero, Papazoni, Filomena Bagaceira e Trio da Huanna.

Serão quatro noites de forró em comemoração ao aniversário de Ilhéus e festejos de São Pedro. A grade de atrações foi fechada com Adelmário Coelho, Flávio José, Danniel Vieira, Mel de Forró e Realce no dia 27. Já na segunda noite de festa, 28 de junho, aniversário de Ilhéus, as atrações serão Felipe Araújo, Estakazero, Papazoni, Top Gan e Leonardo Leo.

A festa terá Filomena Bagaceira, Forrozão, Trio da Huanna e Stampa do Forró na penúltima noite. O último dia do Viva Ilhéus, sábado (30), será ao som de Forró dos Plays, Kart Love, Via de Acesso e Pagofunk. O Viva Ilhéus é promovido pela Secretaria de Turismo de Ilhéus e pelo Governo da Bahia, via Bahiatursa.

ARRAIÁ DAS CANOAS, EM UBAITABA, COMEÇA NESTA SEXTA

Catedral de São João é portal de acesso à área do arrasta-pé || Foto Divulgação

O arrasta-pé em Ubaitaba, no sul da Bahia, começará nesta sexta (22), com atrações como Silvânia e Paulinha, Norberto Curvelo (ex-Cangaia de Jegue), Vingadora e Marcos e Pablo.

O “Arraiá das Canoas”, local da festa, ganha forma e cores com a decoração tendo como temas família e natureza. De acordo com a artista plástica Rosely Goulart, o projeto valoriza aspectos da cultura do interior, “onde ainda é forte o sentimento de fé, a religiosidade e a unidade familiar e o meio ambiente pode ser preservado”.

Balões gigantes coloridos e iluminados vão dar beleza e realçar a margem do Rio de Contas, enquanto bonecos gigantes serão colocados com cestos para o recolhimento diário de lixo. “As pessoas vão ver bons shows enquanto poderão andar na Beira-rio”, disse Rosely Goulart.

“Como o Rio de Contas é belíssimo, na Avenida Beira-Rio, a gente relocou os toldos destinados à comercialização de bebidas e comidas típicas para que as pessoas observem o rio e valorizem ainda mais a natureza”, disse Rosely.

Área do arraiá vai ganhando as cores e o clima de São João

Carpinteiros, pintores, marceneiros, eletricistas e outros profissionais estão envolvidos, desde o final da semana passada, na montagem das estruturas, o que inclui uma igrejinha, muitos toldos, iluminação, bandeirolas, balões, bonecos e cestos. O colorido toma conta de todo o sítio da festa.

“O São João mexe com a cultura da nossa gente. E nosso projeto deseja resgatar os valores da família, da fé o do meio ambiente e natureza. Isso nos enriquecerá mais e à cultura do interior baiano como um todo e nos dará mais emoção”, disse a artista plástica e decoradora de ambientes Rosely Goulart.

PROGRAMAÇÃO

SEXTA – 22 | Ivanildo Conceição, Zefa di Zeca, Marcos e Pablo e Cupim de Ferro

SÁBADO – 23 | Tia Zefa, Binho Alves, Silvânia e Paulinha, Norberto Curvelo e Boteco das Amigas.

DOMINGO – 24 | Chama na Catraca, Marly Brasil, A Vingadora e Larissa Gomes.

“SÃO JOÃO NOS BAIRROS” AGITARÁ O SANTO ANTÔNIO NESTE DOMINGO

São João nos Bairros atrai milhares de pessoas e é vitrine para bandas regionais

Quadrilhas juninas também se apresentam nos bairros durante evento da TV Santa Cruz

Após atrair milhares de pessoas à Avenida Manoel Chaves (Kennedy), no São Caetano, o próximo destino do São João nos Bairros, da TV Santa Cruz, será o Santo Antônio. O arrasta-pé na Praça José Monstans começará às 16 horas deste domingo (10), com apresentações de quadrilhas juninas, teatro, grupos de dança, além das bandas Caxangá e Para Tudo.

O São João nos Bairros começou em grande estilo, no Fátima, e será encerrado no dia 16, um sábado, com muito forró e rala-bucho, na histórica Ferradas. O projeto conta, ainda, com um espaço para os patrocinadores, com as tradicionais brincadeiras juninas e sorteio de brindes para o público.

Promovido pela TV Santa Cruz, o São João nos Bairros conta com patrocínio do Shopping Jequitibá, Meira, Axé da Sorte e Plansul, além dos parceiros Prefeitura de Itabuna e Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC).

ENCONTRO DE COMPOSITORES AGITA O TEATRO MUNICIPAL DE ILHÉUS

Drink de Mandrake é uma das atrações do Encontro do próximo dia 14

A quarta e última mostra do Encontro de Compositores do Litoral Sul da Bahia apresenta pocket shows com performances inéditas de compositores individuais e bandas autorais. As apresentações acontecem dia 14 de junho, às 20h, no Teatro Municipal de Ilhéus. O ingresso custa 1 quilo de alimento não perecível, que será doado para a Fundação Fé e Alegria – Ilhéus.

Nesta edição, se apresentam as bandas Jacau e Drink de Mandrak, ambas de Itabuna, e os compositores Andressohn, de Ilhéus, e Moses, de Buerarema. Com direção musical de Cabeça Isidoro, a noite promete fazer o público passear pela MPB, passando pelo swing do samba-rock, pelas batidas folk e por diversas vertentes do rock n’roll.

Único evento sul baiano voltado somente para a promoção de compositores, o Encontro de Compositores já reuniu um público de mais de 700 pessoas que assistiram apresentações de artistas de seis municípios do Litoral Sul da Bahia, nas mostras que acontecerem em março, abril e maio.

“Fãs, profissionais e amantes da música têm presenciado performances cheias de estilo e diversidade musical, representando o cenário musical atual da região. Essas apresentações consolidam o Encontro de Compositores como o espaço do novo”, comenta a produtora, Eloah Monteiro.

OFICINAS DE COMPOSIÇÃO MUSICAL

A última turma da Oficina de Composição Musical oferece, gratuitamente, 20 vagas para interessados em aprimorar a arte de criar músicas. As aulas acontecerão na Academia de Letras de Ilhéus, de 12 a 14 de junho, sempre das 14h às 17h, com facilitação dos oficineiros Danilo Nascimento e Lula Soares Lopes. :: LEIA MAIS »

ADELMÁRIO COELHO, ESTAKAZERO E TRIO DA HUANNA CONFIRMADOS NO “VIVA ILHÉUS”

Viva Ilhéus terá quatro dias de festa na Avenida 2 de Julho

Ilhéus não terá São João na praça, mas uma espécie de “Pedrão”, segundo anúncio feito, nesta segunda-feira (4), pelo secretário de Turismo do Município, Hélio Ricardo. O “Viva Ilhéus Fest” começará no próximo dia 27, na Avenida 2 de Julho, com a bela vista da Baía do Pontal.

Serão quatro dias de festa. Vai de 27 a 30 junho, reunindo vários estilos, mas com destaque para o forró, com Adelmário Coelho, Danniel Vieira e Estakazero, e outros estilos com nomes como Trio da Huanna, Kart Love, Papazoni e Via de Acesso.

PROGRAMAÇÃO

A grade do “Viva Ilhéus Fest” já está definida. Começa com Adelmário Coelho, Danniel Vieira, Mel de Forró e Realce, no dia 27. Felipe Araújo, Estakazero, Papazoni, Top Gan e Leonardo Leo agitam o público no dia em que Ilhéus completa 484 anos.

O Viva Ilhéus terá, ainda, Filomena Bagaceira, Forrozão, Trio da Huanna e Stampa do Forró no dia 29. Forró dos Plays, Kart Love, Via de Acesso e Pagofunk fecham a grade, com apresentação no dia 30. “A organização será impecável e a segurança garantirá a presença de toda a família ilheense que queira se divertir”, afirmou o secretário de Turismo de Ilhéus, Hélio Ricardo.

UBAITABA DIVULGA AS PRIMEIRAS ATRAÇÕES DO “ARRAIÁ DAS CANOAS”

Silvania e Paulinha estão entre as atrações do São João de Ubaitaba|| Foto Divulgação

Ubaitaba, que promove uma das mais tradicionais festas de São João do interior da Bahia, divulgou na sexta-feira (1º), as primeiras atrações para o “Arraiá das Canoas”. As atrações confirmadas são Silvania e Paulinha,  Zefa de Zeca, Boteco das Amigas e Vingadora. Outras serão divulgadas na próxima semana.

A festa junina vai rolar no período de 22 a 24 de junho. No dia 22 será realizado o Forró dos Funcionários da Prefeitura de Ubaitaba.

A expectativa é de mais uma grande festa em Ubaitaba

Depois desse anúncio, e com o início da decoração juninas das principais ruas e avenidas do centro, a população já se anima em Ubaitaba, situada a 340 quilômetros ao sul de Salvador. A cidade de pouco mais de 20 mil habitantes se prepara para receber turistas e visitantes.

Apesar da crise financeira e dos efeitos da paralisação dos caminhoneiros, enquanto algumas cidades cancelaram o São João, a prefeita Suka Carneiro garantiu o festejo junino. “Pretendemos manter a qualidade do evento e contamos com o apoio do Governo do Estado, por meio da Bahiatursa, e parceiros, afinal é um investimento que movimenta a economia e aquece o comércio”, disse.

FORRÓ COLA NA MANU TRAZ LORDÃO, TERNO & CHINELA E DiROLEX, HOJE

Lordão, Terno e Chinela e DiRolex são as atrações do Cola na Manu 2018

Lordão, Terno & Chinela e Banda DiRolex são algumas das atrações do Forró Cola na Manu. A arrasta-pé começa às 21h desta sexta-feira (25), no Espaço Melão e Melancia, no Bairro São Judas, em Itabuna, em um cenário com grandes novidades e uma espécie de quermesse, com brincadeiras e muita música.

Quem abrirá a noite com um forró mais coladinho, intimista, serão a Banda Terno & Chinela. É o esquente, porque na sequência a Banda Lordão promete vir com repertório com forró dos bons. “A essência do Arraiá Cola Na Manu é tradicionalmente o forró, e os dois nomes do gênero farão a festa. Lordão, a maior banda da cidade, e a banda Terno & Chinela, a grande revelação deste 2018”, conta Manu Berbert.

A festa terá ainda espaço para a sofrência com a Banda DiRolex, com participações especiais de Emílio Damasceno, da Tropa dos Paredões, e Fabrício Pancadinha. Os ingressos para a edição deste ano podem ser adquiridos no Cadê Ingressos, na Praça Camacan, e no Seu Bar, no Góes Calmon, além do setor de Comunicação da Santa Casa de Itabuna, Prospect Propaganda (3215-4737) e, para advogados, na sede da OAB.

BRANCA DE NEVE NO JEQUITIBÁ

A Cia Infantil de Teatro e Fantasia apresentará, no próximo domingo (27), no Shopping Jequitibá, a peça Branca de Neve. A apresentação será na Praça de Alimentação do Jequitibá, às 16h.

Com música, magia e humor, o espetáculo é aberto ao público.

TASSO CASTRO LANÇA “OXENTE, SOMOS FLU!”


Tasso Castro lançará, nesta quarta (23), às 18h30min, no Shopping Jequitibá, o livro Oxente, somos Flu! O lançamento será no mall Conceição Lopes do shopping.

No livro, Tasso presta homenagem aos baianos que se destacaram jogando pelo Fluminense e
apresenta torcedores do tricolor carioca na Costa do Cacau.

RODRIGO MUNIZ E JULIANA SOLEDADE LANÇAM “DIÁRIO DAS MIL FACES”, NO JEQUITIBÁ

Rodrigo Muniz e Juliana Soledade lançam “Diário…”

Obra será lançada dia 30, no Jequitibá

Mix de crônica, romance e documentário biográfico, Diário das Mil Faces será lançado pelos escritores Juliana Soledade e Rodrigo Muniz no próximo dia 30, no Shopping Jequitibá, em Itabuna, a partir das 19h, no espaço em frente à Morana.

O projeto do livro teve início em 2017, quando os autores idealizaram uma obra diferente. “A ideia foi fazer algo novo, algo muito além de relatos tendenciosos sobre a cultura do cacau. Esmiuçamos as relações familiares, sociais e culturais do nosso povo ao longo do século XX de forma transparente e sem pudores”, destaca o escritor e professor Rodrigo Muniz.

Diário das Mil Faces é baseado quase na sua totalidade em fatos reais. “É uma história fantástica contada por pessoas comuns e incomuns que viveram na nossa região. Gente simples como cada um de nós, que teve o destino marcado por altos e baixos, amor, ódio, sofrimento, felicidade. Enfim, um livro para marcar a nova safra de escritores na nossa região”, comenta o professor.

ATEMPORAL

Os autores prometem uma leitura rápida, dinâmica e repleta de surpresas. Para Juliana Soledade, a proposta narrativa do livro e das suas tramas são os pontos fortes. “A cada momento os nossos leitores vão querer saber o que irá acontecer. Certamente é um livro marcante por possuir uma linha narrativa incrível e muitos elementos que o povo se identifica”.

O livro conta com personagens distintos no cenário sul-baiano em seu tempo áureo do cacau, com requinte de mistério. “É um livro atemporal, vibrante, solar, cheio de cores, sensações e vida. Deixando para trás o abandono familiar, as submissões, a infelicidade e as promessas rompidas. Tenho certeza que este livro encantará a crítica e os leitores”, finaliza Juliana.

SINHO FERRARY É CONFIRMADO NO FORRÓ DOS COMERCIÁRIOS

Sinho Ferrary é uma das atrações do Forró dos Comerciários em 2018

O cantor Sinho Ferrary acaba de ser confirmado na 23ª edição do Forró dos Comerciários de Itabuna. A festa será no próximo domingo, 20 de maio, no Recanto dos Comerciários, no Conceição, a partir das 15 horas.

Além do som do cantor Sinho Ferrary, o forró que comemora os 72 anos do Sindicato dos Comerciários de Itabuna também terá o chamego da Banda Lordão, comandado por Kocó, e o Forró Caxangá. Sinho era a atração surpresa preparada pela organização para o 23º ano do Forró dos Comerciários.

O primeiro lote dos ingressos está sendo vendido a R$ 20,00. Os locais de venda são o Cadê Ingressos, na Praça Camacã; Balcão de Ingressos, na Praça Adami; e na sede do Sindicato dos Comerciários.

ASSOCIADO NÃO PAGA

O comerciário que é associado do sindicato não paga ingresso, que deve ser retirado na sede do Sindicato dos Comerciários, na Avenida do Cinquentenário, em cima da Casa do Estudante.

Banda Lordão também está confirmada na 23ª edição da forró

BAIANASYSTEM DEFINE NOVA DATA DE SHOW EM ILHÉUS

Banda fez anúncio em rede social

Uma das maiores revelações do cenário musical brasileiro dos últimos anos, a Banda BaianaSystem divulgou a nova data do show em Ilhéus. O anúncio foi feito por meio de redes sociais. Após ter adiado o show previsto para 21 de abril, a apresentação agora é anunciada para 2 de junho, na Concha Acústica, na Avenida Soares Lopes.

Houve reação ao anúncio. “Só acredito quando estiver no palco”, disse uma fã, que lembrou dois cancelamentos de shows no sul da Bahia, um em Itabuna e outro em Ilhéus. Outra, também no Instagram, comentou: “só acredito vendo”. Na sequência, houve quem mostrasse desencanto… “Cansei de ilusões”.

Para a BaianaSystem, agora é tocar ou tocar na Terra de Gabriela e de milhares de fãs. Por enquanto, bora de clip. Na tela, Alfazema, parceria com Nação Zumbi.

“ILHÉUS MANTÉM EXÓTICA AURA ATRAENTE”, DIZ RAMAYANA AO TOMAR POSSE NA ALI

Ramayana, de gravata, ao lado de acadêmicos como Antonio Lopes e presidente André Rosa.

O professor e jornalista Ramayana Vargens agora é membro da Academia de Letras de Ilhéus (ALI), ocupa a cadeira nº 11, na posição 3. A solenidade de posse aconteceu no dia 18 de abril, às 19h30min, na sede da entidade, localizada na Rua Antonio Lavigne de Lemos, no centro histórico da cidade. O presidente da Academia, André Rosa Ribeiro, destacou que antes ocuparam a cadeira o jurista Carlos Ribeiro, patrono, e o filósofo, advogado e professor Dorival de Freitas, que antes de falecer havia indicado Vargens para compor a entidade.

Fundada em 1959, a Academia de Letras de Ilhéus foi saudada pelo novo membro imortal. Ele disse: “É um privilégio ser parte de uma Casa devotada às Letras, especialmente numa terra de longevos escritos dos tempos dos primeiros desbravadores portugueses. Nas páginas dos cronistas do descobrimento, aparecem as primeiras palavras sobre Ilhéus. As cartas dos jesuítas, que aqui fundaram um colégio, mostram que Ilhéus, desde os primeiros anos de sua
existência, é um polo pioneiro de educação.”

Ramayana Vargens também evocou a poesia de padre José de Anchieta, “Sobre os feitos de Mem de Sá” (que narra a Batalha dos Nadadores, no Cururupe), de Bento Ribeiro, nas referências a Ilhéus, terra que adotou para morar, há 30 anos. “Com quase 500 anos de vida, Ilhéus ainda mantém uma exótica aura atraente. Fascínio enriquecido com a literatura reveladora dos sensuais segredos da civilização do cacau, que tinha Ilhéus como capital”, enfatizou.

O professor ainda ressaltou: “Como nos romances de Jorge Amado, Ilhéus consegue avançar, progredir e acompanhar os tempos de transformação sem perder a baianice brejeira e a convivência familiar de sossegada província. A Ilhéus de ontem permanece na Ilhéus de hoje, mesmo que estejamos na inevitável rota do amanhã. Nesse vértice do tempo, que aproveita o passado, desfruta o presente e projeta os sonhos do futuro, é que situo a Academia de Letras de Ilhéus”, acrescentou Vargens.

A cerimônia contou com a presença de membros da ALI, dos secretários municipais de Relações Institucionais, Sérgio Souza – que representou o prefeito Mário Alexandre, e de Cultura, Pawlo Cidade, do professor emérito e ex-reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Joaquim Bastos, a também ex-reitora Renée Albagli, a presidente do Conselho Municipal de Cultura, Janete Lainha, a viúva do acadêmico Dorival, Marita de Freitas, a diretora do Instituto Piedade, Irmã Georgina Carvalho, entre outras personalidades. :: LEIA MAIS »

NETFLIX ANUNCIA 3ª PARTE DE “LA CASA DE PAPEL”

‘La casa de papel” ganha nova temporada, agora produzida pela Netflix || Divulgação

A Netflix confirmou a continuidade de um dos maiores sucessos do serviço de filmes e séries por streaming, La casa de papel. Na manhã desta quarta (18), a internet foi “invadida” por personagens para anunciar que haverá a terceira parte do “maior roubo a banco da história”. “Sabemos que vocês estão esperando o mesmo que a gente”, diz a personagem Nairóbi.

A plataforma de filmes e séries somente deverá lançar a 3ª parte da produção espanhola no Brasil somente em 2019. A nova temporada será produzida pela Netflix.

Oito assaltantes, sob o comando do “Professor”, roubam mais de um bilhão de euros da Casa da Moeda da Espanha. Confira o vídeo que anuncia a nota temporada de La casa de papel.

RAMAYANA VARGENS TOMA POSSE NA ACADEMIA DE LETRAS DE ILHÉUS

Ramayana tomará posse na Academia de Letras de Ilhéus

Zé Carlinhos

Na próxima quarta-feira, 18 de abril, às 19 horas, o professor Ramayana Vargens toma posse na cadeira nº 11 da Academia de Letras de Ilhéus, sucedendo ao professor Dorival de Freitas. Filho de tradicional família da região cacaueira – seu avô, João Vargens, foi intendente de Canavieiras e, mais tarde, fundador de Camacan – o novo acadêmico, trabalha há 30 anos como professor e produtor cultural em Ilhéus e outros municípios do sul da Bahia. Ramayana teve ativa participação na imprensa carioca, principalmente no Jornal do Brasil, durante as décadas de 60 e 70. Também no Rio de Janeiro, atuou como produtor e diretor teatral.

Em Ilhéus, desde 1990, lecionou Literatura e Língua Portuguesa no Instituto Nossa Senhora da Piedade, onde foi coordenador de projetos e responsável pela realização de grandes eventos na escola. Escreveu e dirigiu o espetáculo Cidadão Jesus, apresentado durante a Semana Santa, e organizou as comemorações dos 80 anos de Jorge Amado no INSP – considerada pelo escritor a maior e mais emocionante homenagem que ele recebeu do povo de Ilhéus.

O professor Ramayana dirigiu o grupo de teatro da UESC (onde foi um dos fundadores do Núcleo de Artes da Universidade (NAU) e assinou a remontagem do Auto do Descobrimento, peça de Jorge de Souza Araújo. A remontagem fez parte das comemorações oficiais dos 500 anos do Descobrimento do Brasil, percorrendo diversos municípios baianos e com apresentação especial no Teatro Nacional de Brasília.

A cadeira número 11 tem Washington Landulfo como patrono e Carlos Ribeiro como seu fundador. O saudoso professor Dorival Freitas foi seu segundo ocupante, que, anteriormente, já havia indicado o nome de Ramayana para a Academia.

Músico e compositor, o novo membro da ALI, é autor, em parceria com Luciano Sanjuan Portela, da música Ilhéus, gravada por Marcelo Ganem e usada como símbolo da cidade.

Antes de sua atuação em Ilhéus, Ramayana foi coordenador de Cultura do Acre e um dos líderes do grupo de gestores de ação cultural que pressionou e apresentou ao MEC, em 1982, a proposta de criação do Ministério da Cultura. Nessa época, foi um dos mentores do Pacto Cultural da Amazônia, sendo eleito seu primeiro coordenador.

Poeta e contista, com textos editados em antologias e diversos suplementos literários do país, tem dois livros prontos – Então Eu Grito (poesias) e Sustos Sem Suspiros (contos) – a serem publicados.

Como produtor de cacau, foi um combativo representante da classe que cobrou medidas eficazes da Ceplac e demais órgãos dos governos estadual e federal, após a manifestação do foco da vassoura de bruxa, em 1989, em Camacã, nas fazendas de sua família.

BAIANASYSTEM FAZ SHOW INÉDITO, EM ILHÉUS, COM OQUADRO E BAD MARIA

BaianaSystem fará show pela primeira vez em Ilhéus || Foto Divulgação

Uma das maiores revelações da música brasileira nos últimos tempos, a Banda BaianaSystem se apresentará na Concha Acústica de Ilhéus, no dia 21 de abril, às 21 horas, reunindo convidados especialíssimos, as bandas OQuadro e Bad Maria. Será a primeira vez da BaianaSystem em Ilhéus.

O nome da banda é uma junção de “guitarra baiana” e “sound system”. De acordo com os membros da BS, a ideia inicial era a utilização de bases novas e conhecidas em que a guitarra pudesse assumir o papel de “canto” nesse sistema, dividindo e dialogando com a voz.

BaianaSystem foi grande sucesso não apenas no carnaval de Salvador. Em São Paulo, reuniu cerca de 100 mil pessoas no carnaval prolongado. Arrastou a multidão com as suas tradicionais rodinhas e um som novo e letras que marcam, como Alfazema, essa uma parceria com Nação Zumbi. O som tem levado multidões a shows em várias capitais brasileiras, como Porto Alegre (RS) e Belém (PA).

O som de BaianaSystem é mistura de África, Brasil e Caribe, com ritmos extraídos do Ijexá, Afoxé, Dancehall, Pagodão, Sambareggae, Cumbia, Chula, Dub, Cabula, Kuduro, Samba Duro, Cantiga de Roda e Eletrônica.

O show em Ilhéus reunirá três bandas com som que traz ferramentas digitais, na avaliação da organização. “O conceito moderno de música em movimento, envolve novas possibilidades sonoras para a guitarra baiana, instrumento criado em Salvador, nos idos de 1940 e que foi responsável pela criação do trio elétrico”, explica a organização do show.

camara itabuna






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia