WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
alba





abril 2018
D S T Q Q S S
« mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘abastecimento de água em Itabuna’

BARRAGEM DO COLÔNIA TEM 73,6% DAS OBRAS CONCLUÍDAS

Barragem tem 75% das obras concluidas, segundo governo (Foto Dante Góis).

Barragem tem quase 75% das obras concluídas, segundo governo (Foto Dante Góis).

Novo balanço das obras de construção da Barragem do Rio Colônia apontam que elas já estão 73,62% concluídas. A obra, considerada vital para o abastecimento de água em Itabuna, é executada pela Embasa e Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), por meio do Consórcio Rio Colônia, com recursos do Governo da Bahia e do Governo Federal.

O investimento total é de R$ 108 milhões e, além da construção da barragem – que tem previsão de ser concluída no segundo semestre de 2017, inclui a construção de uma estradas no entorno, entre Itapé e Itaju do Colônia, e novas redes de energia elétrica. A população de Itapé, de cerca de 12 mil habitantes, também será beneficiada com a construção da barragem.

De acordo com o projeto, a barragem terá reservatório de 63 milhões de metros cúbicos, com uma área alagada de 1.322 hectares, altura de 21,4 metros e volume de 35 mil metros cúbicos de concreto, formando um espelho d’água de 25 quilômetros quadrados.

Além de normalizar o abastecimento de água numa região que nos últimos dois anos enfrentou racionamento devido à longa estiagem, a obra vai contribuir para a revitalização do Rio Cachoeira. O rio corta Itabuna e tem sua foz em Ilhéus. A barragem, de acordo com os técnicos, permitirá o controle da vazão em períodos de seca e de chuvas torrenciais. Atualizado às 14h57min.

COELBA DESMENTE PANE ELÉTRICA NA ESTAÇÃO DA EMASA

A direção da Coelba desmentiu, em nota enviada ao PIMENTA, o presidente da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), Geraldo Briglia, sobre a causa da falta de água em Itabuna na semana passada.

Briglia afirmou que a suspensão no abastecimento ocorreu por causa de uma “pane elétrica”. De acordo com o gestor local da Coelba, Carlos Morais, não ocorreu a tal pane. A interrupção, disse, foi programada pela Emasa.

“A interrupção no fornecimento de energia registrada na última quarta-feira (21), das 18h07min às 21h, na unidade Rio do Braço, aconteceu por solicitação da própria Emasa para realização de serviços de manutenção em suas instalações”, explica o gestor local da Coelba.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia