WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘Acácia Pinho’

MORRE O MÉDICO CARLOS MATTEDI

Mattedi com a esposa, Acácia Pinho

O médico endocrinologista Carlos Mattedi faleceu na madrugada desta quarta-feira (16), no Hospital Português, em Salvador, vítima de doença hepática. Mattedi era bastante conhecido em Itabuna e esposo da professora Acácia Pinho, ex-secretária de Administração de Itabuna e ex-candidata a prefeita. O corpo do médico será cremado em Salvador.

Há pouco, a provedoria da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna emitiu nota de pesar pela morte do profissional. “Neste momento de dor, a Santa Casa de Itabuna manifesta suas condolências aos familiares. Em especial a sua esposa, professora Acácia Pinho, e à filha do casal.

Capixaba, Mattedi também era membro da irmandade e integrava o corpo clínico da Santa Casa de Itabuna. Também nesta manhã, o médico Rafael Andrade, criador do Mutirão do Diabetes de Itabuna se pronunciou sobre a perda. “Lamentamos a morte de um grande parceiro, que além de profissional exemplar, nos deixa um grande exemplo de solidariedade e voluntariado”, disse Rafael.

FÉLIX VERSUS FÉLIX

marco wense1Marcos Wense

O imbróglio envolvendo o PDT e o médico Antonio Mangabeira, cada vez mais distante da legenda brizolista, vem criando um desentendimento entre pai e filho.

O pai, Félix Mendonça, que já foi prefeito de Itabuna, quer o comando do pedetismo municipal com o prefeiturável Mangabeira. O filho, Félix Júnior, insiste em manter a professora Acácia Pinho na presidência do partido.

Volto a ratificar que o PDT, se não tiver candidato próprio, vai cair no colo do também pré-candidato Augusto Castro (PSDB), junto com o PMDB de Renato Costa e o DEM de Maria Alice.

O que se espera de Félix Júnior é uma posição clara em relação a 2016. O PDT vai ou não disputar a sucessão de Claudevane Leite?

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

DE OLHO NA VICE

marco wense1Marco Wense

O objetivo do novo agrupamento político, com o vereador Ruy Machado, o radialista Roberto de Souza, o médico Edson Dantas e a professora Acácia Pinho, é indicar o vice de Geraldo Simões na sucessão de 2016.

O óbvio ululante é que todos eles, respectivamente do PTB, PR, PSB e PDT, são pré-candidatos para compor a chapa majoritária encabeçada pelo petista.

A posição do ex-prefeito de Itabuna nas pesquisas de intenção de votos, ocupando a dianteira, em empate técnico com o também ex-alcaide Fernando Gomes, oxigena a “nova” frente.

Machado, Souza, Dantas e Acácia vão disputar o cargo de vice-prefeito. O problema é que o candidatíssimo Geraldo Simões não quer nenhum deles como companheiro de chapa.

É evidente que Simões vai alimentar, até o limite do possível, que pode escolher no quarteto o seu vice. A “nova” frente já é chamada de “Frente dos Vices de Geraldo Simões”, abreviadamente FVGS.

Quando questionado sobre quem será o candidato a prefeito de Itabuna, o doutor Edson Dantas, que já foi edil, diz que “ainda não há esse tipo de discussão”.

Ora, ora, esse “tipo de discussão” nunca vai existir. O candidato é Geraldo Simões e ponto final. A possibilidade de o próprio Edson sair candidato é nula.

Edson Dantas, Acácia Pinho, Roberto de Souza e Ruy Machado sequer serão prefeituráveis, contrariando a máxima de que na política tudo é possível.

Vale lembrar que a atual comissão provisória do PDT, hoje sob o comando de Acácia Pinho, pode ser destituída a qualquer momento. O PDT vai ter candidatura própria.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

PRETENSÕES POLÍTICAS

marcowenseMarco Wense

Já temos um bom número de pré-candidatos a deputado estadual. Todos querendo marcar posição e de olho na sucessão do prefeito Claudevane Leite (PRB).

Aposta bem quem diz que o pretenso candidato é um, digamos, aspirante de prefeiturável. Sonha diariamente com a cobiçada prefeitura de Itabuna.

É evidente que entre os “prefeituráveis” tem os que entram na disputa só para negociar a pré-candidatura. São conhecidos como prostitutas do processo eleitoral.

Não é o caso, por exemplo, citando apenas quatro nomes, da professora Acácia Pinho e dos médicos Renato Costa, Antonio Vieira e Edson Dantas, respectivamente pelo PDT, PMDB, DEM e PSB.

Cabe ao eleitor, além de votar em candidatos da região, principalmente com domicílio eleitoral em Itabuna, separar o joio do trigo, sob pena de enterrar de vez a tão lamentada falta de representatividade política.

A eleição de 2014 passa a ser uma espécie de teste para a sucessão municipal de 2016. Quem tiver uma votação bem abaixo do esperado fica automaticamente descartado.

O governo Vane será também um importante indicador. Um prefeito forte, disputando o segundo mandato, inibe os pretendentes. Os mais vistosos são os ex-alcaides Fernando Gomes e Geraldo Simões.

PS – Para alguns leitores, a discussão sobre a sucessão de Claudevane Leite é prematura e intempestiva. Para outros, não. O processo sucessório já começou.

VANE E O PODER

(Foto Pimenta)

(Foto Pimenta)

Confesso que torço – e muito – para que o prefeito Claudevane Leite faça um bom governo. E o motivo é um só: Itabuna não suporta mais uma administração desastrosa e irresponsável. Seria o caos.

O problema é que fica parecendo que o chefe do Executivo não está gostando do que faz. Fazer gostando, seja na vida pública ou privada, é imprescindível.

A prova maior da falta de apetite político do prefeito é a dúvida em relação a sua presença nos eventos. Se Vane vai comparecer ou vai mandar o vice Wenceslau representá-lo.

Força, Vane. Acreditamos em você. Que Deus te ilumine.

WAGNER, GERALDO E O PT

Marco Wense 

A verdade é filha do tempo. E o tempo, como senhor da razão, vai mostrar que os seguidos erros de Geraldo Simões – alguns até infantis – podem levá-lo para o isolamento político.

O governador Jaques Wagner faz um esforço sobrenatural para entender o político Geraldo Simões. Fica mais abismado quando compara o Geraldo de ontem com o Geraldo de hoje.

O irreverente jornalista Eduardo Anunciação diria que o Geraldo Simões de priscas eras, na época de “minha pedinha”, é o oposto do Geraldo Simões de agora.

Anunciação, comentarista político do Diário Bahia, tem razão quando diz que GS “está precisando com urgentíssima-urgência perceber alguns episódios, alguns erros, alguns fatos, falhas”.

Wagner também não entende como é que Geraldo Simões consegue, concomitantemente, se atritar com as legendas da base aliada, suas respectivas lideranças e com os próprios companheiros.

Das agremiações partidárias de maior expressão, obviamente do cenário baiano, apenas o PSB e o PDT de Acácia Pinho acompanharam a então candidata Juçara Feitosa na última sucessão municipal.

O fato de Juçara ser a suplente da senadora Lídice da Mata, que é a comandante-mor do PSB, contribuiu para que petistas e socialistas ficassem no mesmo palanque.

O PSB, no entanto, assim como o PDT, ficou dividido entre as candidaturas de Juçara e Vane do Renascer. A ala histórica do brizolismo grapiúna decidiu pelo apoio ao candidato do PRB.

Vale ressaltar que Acácia Pinho foi protagonista de uma enxurrada de discursos contra o capitão Azevedo e Geraldo Simões. A neopedetista pregava o fim da “mesmice”, aí incluindo o ex-prefeito Fernando Gomes.

Ao romper com a frente partidária, que terminou optando por Wenceslau Júnior como vice de Vane, Acácia se aproximou do capitão Azevedo com o intuito de integrar a chapa majoritária.

O comando estadual do PDT daria o aval para a estranha aliança, já que todas as pesquisas de intenção de voto apontavam Azevedo em uma posição confortável. Sua reeleição era considerada como favas contadas. :: LEIA MAIS »

JUÇARA DIZ QUE “VERDADEIRA PESQUISA É A DAS RUAS”

Caminhada reuniu militantes na Avenida do Cinquentenário (Foto Divulgação).

Juçara acena para eleitores (Foto Pimenta).

A candidata a prefeita de Itabuna pelo PT, Juçara Feitosa, falou em virada na corrida eleitoral e apontou a multidão que participou da caminhada na Avenida do Cinquentenário, hoje, para novamente contestar as pesquisas. “A verdadeira pesquisa é essa, com milhares de pessoas nas ruas, mostrando que acreditam nas nossas propostas”.

A petista recorreu ao exemplo da gestão da presidente Dilma Rousseff para afirmar que “chegou a hora e a vez da mulher” em Itabuna. “A presidenta Dilma está mudando o Brasil e com o seu apoio e o apoio do povo, vamos mudar Itabuna”, disse ela, que caminhou tendo a companhia da vice, Acácia Pinho, e do deputado Geraldo Simões.

As caminhadas na região central de Itabuna marcam os grandes atos de encerramento das maiores campanhas. Na quinta, 4, houve caminhada de Vane do Renascer. Juçara caminhou pela avenida do Cinquentenário nesta sexta, 5, e neste sábado, pela manhã, será a vez de Capitão Azevedo (DEM), saindo do São Caetano.

ADVERSÁRIOS RESSUSCITAM “CARTA DE ACÁCIA”

Eleição de 2008: Acácia dizia querer esquecer este momento.

A carta polêmica de 2008 (clique para ampliar).

Adversários políticos resgataram carta divulgada por Acácia Pinho (PDT) momentos após Capitão Fábio desistir da disputa pela prefeitura de Itabuna, em 2008, e anunciar apoio à petista Juçara Feitosa. A pedetista estava no PRB e Fábio no PMDB. Embora a carta não traga ataques diretos a Juçara, Acácia diz que não apoiaria a eleição da petista de quem hoje é vice.

Na carta, ela considerava absurda a desistência de Fábio e dizia não ter participado dos entendimentos pela “renúncia” e não apoiar a decisão do então candidato de seguir com Juçara. “Não acompanho de maneira nenhuma a decisão de Capitão Fábio em apoiar a candidata do PT”, escreveu.

O momento mais enigmático de Acácia foi aceitar posar com Fábio ao lado de Juçara quando o candidato do PMDB anunciou apoio à candidatura petista e, no outro dia, aparecer no “arrastão” que Azevedo fez no São Caetano. Acácia hoje é vice de Juçara e, à época, falou em deslealdade “fabiana”. Na carta do dia 3 de outubro de 2008, Acácia conclamava os eleitores a votar em “um representante digno da grandeza de nossa cidade”.

CENA DE CAMPANHA

WAGNER SUMIU

(Clique para ampliar)

O governador Jaques Wagner está sendo abandonado pelos candidatos a prefeito da base aliada em quase todo o estado. Veja o exemplo da petista Juçara Feitosa, de Itabuna. Ela espalhou panfletos pela cidade em que convoca para a inauguração do comitê eleitoral na Avenida do Cinquentenário, hoje à tarde.

No material, aparecem Juçara e a vice, Acácia Pinho, além, claro!, da presidente da República, Dilma Rousseff. O governador Wagner não aparece na peça. Em Itabuna, a avaliação do governo baiano não é das melhores.

E, para colaborar, ainda veio a greve dos professores…

Juçara divulga eixos de Programa de Governo

Acácia e Juçara em evento que homologou candidaturas (Thalline Gonçalves).

A candidata Juçara Feitosa apresentou os três eixos do seu Programa de Governo durante o discurso na convenção do PT e dos partidos da coligação “Itabuna em Primeiro Lugar”. Em caso de vitória, as bases do seu trabalho serão a Saúde, Desenvolvimento e a Segurança à frente da prefeitura de Itabuna. Também anunciou a criação da Secretaria Especial da Juventude.

A candidata do PT também apresentou sua candidata a vice-prefeita, Acácia Pinho (PDT). Acácia disse que seu partido fez aliança com o PT pelos compromissos programáticos. “Abri mão de projeto pessoal em nome de projetos comuns para Itabuna. Aqui há compromissos, disposição e não há traições. Juçara, como eu, é mulher insistente e persistente. Sinto-me honrada em poder me juntar e contribuir nesse projeto” , discursou.

Acácia também elogiou o governador Jaques Wagner e a presidente Dilma Roussef que poderão contribuir ainda mais com o desenvolvimento de Itabuna. “Não quero construir Itabuna para a próxima geração. Sou jovem e também tenho direito de usufruir dos benefícios que essa cidade terá. Afinal, somos duas mulheres que vamos trabalhar juntas na esperança de mudanças que beneficiem a todos”, afirmou.

CONVENÇÃO CONFIRMA CHAPA JUÇARA-ACÁCIA

Juçara e Acácia passam o script ao lado de dirigentes e deputados (Foto Pimenta).

Começou há pouco a convenção de homologação dos nomes da candidata do PT, Juçara Feitosa, a prefeita, e da professora Acácia Pinho (PDT), a vice-prefeita. Militantes e simpatizantes dos partidos vestidos de vermelho e branco lotam o Centro de Cultura Adonias Filho, em Itabuna, que tem capacidade para 500 pessoas.

O senador Walter Pinheiro (PT-BA), o presidente estadual do PT, Jonas Paulo, e o deputado federal e esposo de Juçara, Geraldo Simões (PT-BA), participam do evento. A convenção foi aberta com saudação da presidente do diretório do PT, Miralva Moitinho, que conclamou a militância “a compartilhar a campanha pessoas de todos os credos e ideologias pelo bem de Itabuna, que necessita estar alinhada com o governador Wagner e a presidente Dilma”.

Presidentes e dirigentes dos partidos coligados estão discursando. O dirigente do PHS, Fábio Lima, fez críticas à administração do Capitão Azevedo. “Esse prefeito não manda nada. A Saúde está um caos, faltam médico, profissionais e remédios nos postos e por sua incompetência acusa as outras instâncias de governo”, disse Lima.

ACÁCIA SERÁ VICE DE JUÇARA

Acácia Pinho será a vice de Juçara (Foto Thaline Gonçalves).

Acácia Pinho será a vice de Juçara (Foto Thaline Gonçalves).

A professora Acácia Pinho (PDT) anunciou nesta tarde que será a candidata a vice-prefeita na chapa encabeçada pela petista Juçara Feitosa (PT). Será a primeira vez na história de Itabuna que uma chapa composta só por mulheres disputará a prefeitura local.

As convenções do PT e do PDT serão conjuntas. Ocorrerão amanhã, a partir das 14h, no Centro de Cultura Adonias Filho. Com esta adesão, Juçara consegue por fim à dificuldade em encontrar um nome para a vice.

DECISÃO DO STF VALORIZA PSD

Delson: propostas de 3 prefeituráveis (Foto Pimenta/Arquivo).

O PSD ficou com o “passe” valorizado nesta reta final de convenções partidárias. O Supremo Tribunal Federal (STF) sinaliza que partidos recém-criados poderão participar do rateio do tempo de TV e rádio. A decisão final sai nesta sexta, 20.

Por enquanto, 7 dos 11 ministros votaram a favor do rateio para legendas com representação na Câmara Federal. O PSD tem a quarta bancada, com 55 deputados federais.

Não à toa, a legenda em Itabuna é cortejada pelas campanhas da petista Juçara Feitosa, Vane do Renascer (PRB) e Acácia Pinho (PDT). Ontem, emissários de Acácia conversaram longamente com dirigentes do PSD em Itabuna.

O partido criado pelo paulista Gilberto Kassab terá aproximadamente 9 minutos diários de propaganda eleitoral no rádio e televisão em Itabuna, contando os programas eleitorais e as inserções obrigatórias a partir do dia 21 de agosto.

ACÁCIA SERÁ CANDIDATA A PREFEITA

Acácia: candidata (Foto Pimenta).

A professora Acácia Pinho (PDT) decidiu-se pela candidatura a prefeita, após ruir acordo com a Frente Partidária e manter reuniões em Salvador. O partido vetou a ideia de Acácia aliar-se a Capitão Azevedo (DEM) ou Juçara Feitosa (PT) e deu à pedetista duas opções: permanecer na Frente Partidária ou sair candidata.

Ela preferiu a candidatura, rachando de vez a Frente Partidária, e espera contar com o PV na chapa, mas os verdes assumiram compromisso de permanecer na Frente Partidária, segundo assegurou o dirigente Evans Maxwell em entrevista ao PIMENTA.

Com isso, a disputa pela prefeitura de Itabuna terá seis pré-candidatos: Capitão Azevedo (DEM), Juçara Feitosa (PT), Vane do Renascer (PRB), Acácia Pinho (PDT), Zem Costa (PSOL) e Pedro Heliodoro (PCB).

FRENTE PARTIDÁRIA FAZ CONVENÇÃO NA 4ª

O PRB prepara convenção para homologar a coligação majoritária com PCdoB-PV-PDT-PSC-PP e PPS às 19 horas desta quarta-feira, 27, no plenário da Câmara de Vereadores de Itabuna. O pré-candidato a prefeito é o vereador do PRB Claudevane Leite, o Vane do Renascer.

A convenção será conjunta. Mas, até a hora do evento, os líderes da Frente Partidária vão retomar o diálogo com a professora Acácia Pinho, pré-candidata a prefeita pelo PDT. Antes, para esta terça-feira, 26, está programada pelos líderes do PV uma conversa com a pré-candidata, como assegurou o presidente da sigla Evans Maxwel. “Desejamos dizer o porquê de continuar com o projeto da Frente. A professora sempre manteve postura digna e respeitosa com os partidos”, disse.

Acácia ainda estaria magoada por ter sido preterida pela maioria dos partidos da frente como candidata a vice, cargo para o qual acabou sendo indicado o vereador Wenceslau Junior (PCdoB), terceiro colocado na pesquisa de intenção de votos da Dataqualy. “A gente acredita no diálogo franco e aberto para recompor a Frente, que tem projetos e programas para o bem-estar do povo de Itabuna”, reafirmou Maxwel, na noite desta segunda-feira.

NÃO DEU

A petista Juçara Feitosa conversou ontem com a professora Acácia Pinho (PDT). Tentou puxá-la para a vice de sua chapa, mas a professora tem agora outra ideia fixa. Depois de ser preterida na chapa da Frente Partidária, Acácia pensa em lançar-se candidata a prefeita. Tentará o “ok” da direção estadual do PDT.

Resta saber se o deputado federal Félix Júnior concorda com a tese de que candidatura própria será interessante para o partido ou suicídio eleitoral, tendo em vista que a pedetista sairia na disputa tendo apenas o apoio do PV – e, no máximo, de mais uma legenda de pouca expressão.

PV VAI PARA O OLHO NO OLHO COM ACÁCIA E PDT

Os dirigentes do Partido Verde (PV) de Itabuna esperam assentar a poeira do forró junino e cessar a fumaça das fogueiras para, sem vaidades, conversar com a professora Acácia Pinho, pré-candidata do PDT à Prefeitura de Itabuna. O presidente do PV, Evans Maxwel, aguarda tão-somente o retorno da pré-candidata para sentar à mesa e, olho no olho, expor as razões partidárias para continuar integrando a Frente Partidária de PRB-PCdoB-PV-PDT-PSC-PP e PPS.

Em clima conturbado, a Frente lançou os vereadores Claudevane Leite (PRB), pré-candidato a prefeito, e Wenceslau Junior (PCdoB), pré-candidato a vice-prefeito, na quinta-feira, 21, embora a pesquisa de intenções de voto do instituto Dataqualy, tenha indicado em segunda colocação a pré-candidata do PDT, que se rebelou e pediu tempo para reflexões à beira da fogueira. Maxwel diz que o PV respeitará qualquer decisão de Acácia Pinho pela forma digna como se comportou e por respeitar compromissos.

Também reforça a necessidade de o PDT e sua pré-candidata continuarem integrados à Frente de sete partidos, que dispõe de projetos e iniciativas para o bem do povo de Itabuna. A maior preocupação do PV são as pré-candidaturas a vereador. A conversa deve acontecer na terça-feira um dia antes das convenções marcadas para o dia 27.

ENTRE A CRUZ E A ESPADA

A pré-candidata Acácia Pinho está entre a cruz e a espada. Ao rachar a Frente Partidária, terá dois caminhos: aceitar o decidido entre os partidos e permanecer na coligação ou sair com candidatura própria. A idéia de apoiar outro nome que não seja Vane colocaria a pedetista em situação complicada, tal qual 2008 – quando apoiou e posou para fotos com Juçara em um dia e, no outro dia, já estava com Capitão Azevedo. Aliás, fotos daquela pisada no tomate foram divulgadas neste final de semana pelo jornal A Região. A pressão começou… E a pedetista define até quarta, 27, qual será seu destino em 2012.

ACÁCIA FALA EM CANDIDATURA PRÓPRIA APÓS SER PRETERIDA COMO VICE DA “FRENTE”

Acácia: tempo (Foto Pimenta).

O PDT ameaça deixar a Frente Partidária e lançar a candidatura de Acácia Pinho a prefeita de Itabuna, após o nome da professora ter sido preterido em votação dos sete partidos da aliança, por 4 a 1. Os dirigentes do PDT se reuniram há pouco com o comando local do PV para avaliar a decisão que apontou o vereador Wenceslau Júnior (PCdoB) como vice de Vane do Renascer (PRB).

A avaliação do PDT é de que Acácia teria mais apelo eleitoral que Wenceslau por, segundo pesquisas, atrair mais votos de Azevedo, ser mulher e estar melhor posicionada que o comunista no levantamento feito pela Dataqualy.

Os números não podem ser divulgados porque a pesquisa não foi registrada. Os votos de Wenceslau migrariam em quase sua totalidade para a candidatura petista, caso não seja o vice. Acácia conversou há pouco com o PIMENTA.

PIMENTA – Professora, a senhora continua na Frente?

ACÁCIA PINHO – Vamos analisar o que foi decidido agora. Vou reunir a equipe, nossos deputados. A gente vai refletir sobre como vai ser a nossa participação [na Frente Partidária]. A gente vai avaliar. Concordamos que fosse anunciada a cabeça de chapa. Temos até terça-feira para nos posicionarmos.

Há discordância em relação à escolha do vice?

Existem discordâncias. Eu estava prevendo ser a vice, até pela posição na pesquisa e pelos escândalos [na Câmara de Vereadores, que afetaram Wenceslau Júnior]. Havia sentimento de que eu seria a vice. Foi frustrado.

E agora?

A gente vai amadurecer, refletir, para não ser injusta, não sair da minha linha de pensamento. Nunca mais vou sair sozinha, preciso respeitar essas pessoas que têm consideração.

Vai sair candidata?

Sim, existe essa possibilidade. Mas vamos trabalhar com muito critério. Temos que pensar também na proporcional. Estamos avaliando seriamente a possibilidade de sair com candidatura solo, até terça, quarta-feira [sai a decisão]. Mas esse é um pensamento de quem acabou de sair de uma reunião.

FRENTE DEFINE CANDIDATO ATÉ QUINTA. AZEVEDO OFICIALIZA CHAPA NO MESMO DIA

Magalhães anuncia o dia D, de definição.

A frente integrada por cinco partidos da base aliada do governo Wagner definirá candidato a prefeito de Itabuna na próxima quinta, 21, afirmou o comunista e presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, ao Política Livre.

A frente, segundo o também vice-presidente do PCdoB na Bahia, ganhou o apoio do PP e do PPS. Ao site soteropolitano, Davidson afirmou que o Conselho Político do Governo Wagner não estabeleceu consenso em torno da candidatura da petista Juçara Feitosa, o que faz descartar aliança com a “estrelinha”.

Para o comunista, o PT está desgastado em Itabuna e Juçara não seria nome para ganhar a eleição na disputa contra o DEM. O candidato da frente – e o vice – sairá dentre os seguintes nomes: Acácia Pinho (PDT), Vane do Renascer (PRB) e Wenceslau Júnior (PCdoB). Pesquisas auxiliarão na escolha. Vane e Wenceslau são, até agora, os favoritos.

CONVENÇÃO DO DEM

Azevedo terá Renato Costa na vice.

A data escolhida pela Frente Partidária para anunciar o seu candidato é a mesma da convenção do DEM e de outros seis partidos que vão apoiar a reeleição do prefeito Capitão Azevedo. Ele terá como vice o médico Renato Costa (PMDB), ex-deputado que já foi vice-prefeito de Itabuna entre 1989 e 1992. A convenção será na Usemi, em frente à Vila Olímpica.

Segundo anunciou a presidente do DEM, Maria Alice Pereira, o evento contará com a participação dos deputados federais ACM Neto e Lúcio Vieira Lima e dos deputados estaduais Pedro Tavares (PMDB), Augusto Castro (PSDB) e Deraldo Damasceno (PSL). O ato também deve atrair, de acordo com Maria Alice, o presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia, e o ex-ministro Geddel Vieira Lima.

GRITA CONTRA A TAXA DE ESGOTO

A prefeiturável Acácia Pinho (PDT) criticou hoje a falta de tratamento de esgoto em Itabuna, apesar da taxa cobrada pela Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), equivale a 40% ou 70% do valor da tarifa de água. “É um absurdo”, definiu a pedetista em participação no programa Panorama 640, apresentado por Orlando Cardoso e Silmara Souza na Rádio Difusora.

Acácia diz que a Emasa não consegue oferecer serviço eficiente da coleta de esgoto. Até mesmo a estação de tratamento que existia no Bairro São Pedro foi desativada.

Ela se comprometeu a baixar a taxa até que seja implantado sistema de tratamento na cidade. A redução, no entanto, pode representar queda significativa nos lucros da empresa, hoje deficitária.

ACÁCIA PINHO CRITICA ABANDONO DE FEIRAS LIVRES

Acácia no centro comercial: feiras abandonadas.

A pré-candidata a prefeita de Itabuna pelo PDT, Acácia Pinho, criticou neste sábado, 19, a situação das feiras livres de Itabuna. Pela manhã, a prefeiturável visitou o centro comercial e não gostou do que viu.

Ela conversou com feirantes e consumidores, que se queixaram da situação de abandono e carnes comercializadas fora dos padrões de higiene estabelecidos em portaria do Ministério da Agricultura, além da imundície. Acácia considera “ainda mais gritante” as feiras livres da Califórnia e do São Caetano. “As feiras estão abandonadas”, diz.

Acácia lembra a situação da feira da Califórnia. “A prefeitura começou a reparar a cobertura [da feira], mas não concluiu a obra. O canal por onde corre o esgoto está aberto, bem junto das carnes”. Ela defendeu a modernização das feiras livres.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia