WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba



policlinica





outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: ‘acidentes’

PRF REGISTRA 10 MORTES EM 48 ACIDENTES NAS RODOVIAS FEDERAIS NA BAHIA

Colisão no trecho federal da 415, em Itabuna, provocou duas mortes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou, nesta segunda-feira (2), o balanço da Operação Semana Santa, realizada de quinta (29/03) a domingo (1º). Foram 10 mortes contra nove do mesmo período do ano. Apesar do registro de um óbito a mais que no ano passado, o número de acidentes nas estradas federais que cortam a Bahia caiu de 69 para 48, uma redução de 30%.

Um dos acidentes com mortes foi registrado na BR-101, na sexta-feira (30), em Conceição do Jacuípe, na região de Feira de Santana. Uma mulher e uma criança morreram depois do carro em que viajavam colidir com um caminhão. As vítimas fatais foram identificadas como Rosemeire Maria Fonseca, 41 anos, e a neta dela, Kiuane, 4 anos.

De acordo com a PRF, a quantidade de acidentes com pessoas feridas também apresentou queda em relação ao feriado de 2017, quando 58 vítimas foram socorridas com algum tipo de lesão. Neste ano foram 47 ocorrências nas estradas federais que cortam a Bahia.

Em quatro dias foram fiscalizados 6.446 veículos e 6.038 pessoas. Os dados da PRF indicam que 2.077 condutores foram submetidos ao teste do etilômetro. As fiscalizações de alcoolemia flagraram 43 pessoas sob efeito da substância na direção de veículos. Já o não uso do cinto de segurança foi observado e notificado 151 vezes no período. Ocupantes de motocicletas sem capacete e crianças sem cadeirinha foram infrações autuadas 31 vezes cada.

A PRF destacou que, mesmo com aumento das ações de orientação, o índice de imprudência ao volante segue alto. O excesso de velocidade, a infração mais comum, teve 4.064 registros, enquanto as ultrapassagens indevidas foram flagradas 666 vezes.

PRF APONTA QUEDA EM NÚMERO DE MORTES E ACIDENTES EM RODOVIAS NA BAHIA

PRF aponta menos acidentes e mortes em estradas federais baianas (Foto Divulgação).

PRF aponta menos acidentes e mortes em estradas federais baianas (Foto Divulgação).

O número de mortes em estradas federais na Bahia caiu 19,65% em 2015 no comparativo com o ano anterior, segundo balanço divulgado há pouco pela Polícia Rodoviária Federal. Foram 638 óbitos em acidentes ocorridos em 2015 em BRs que cortam o estado ante 794 em 2014.

Ainda de acordo com o balanço, também houve queda de 29,63% no número de acidentes (de 10.068 para 7.084), de 16,81% de acidentes graves (1.565 para 1.302) e de 14,72% em registros de acidentes com feridos (6.423 para 5.478).

Conforme o balanço apresentado pela chefe do núcleo de comunicação social da PRF na Bahia, Mércia Oliveira, 78,35% das mortes ocorreram em trechos rurais das rodovias federais no estado, embora tenha ocorrido na área urbana a maioria dos acidentes. Ela aponta como colaboradores o abuso na velocidade e em ultrapassagens.

Das ocorrências que resultaram em mortes, as principais causas que puderam ser detectadas pelos policiais foram a falta de atenção, a velocidade incompatível, uso de bebidas alcoólicas e ultrapassagens indevidas, assinala o relatório.

339 PRISÕES POR EMBRIAGUEZ

A redução de acidentes está relacionada a ações preventivas adotadas pela PRF, que fiscalizou 633.994 pessoas, 551.502 veículos e realizou 61.873 testes de alcoolemia no ano passado. De acordo com a polícia rodoviária, 2.008 condutores foram multados por dirigir sob influência de álcool e 339 foram presos pelo crime de embriaguez ao volante.

BALANÇO DA PRF MOSTRA REDUÇÃO DE ACIDENTES EM 48%

prfDurante a Operação Carnaval 2016, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou, entre os dias 5 e 9 de fevereiro, 1.429 acidentes, 150 acidentes graves, 1.415 feridos e 94 mortos. A operação foi finalizada à 0h desta quarta-feira, 10. De acordo com a PRF, os números da Operação Carnaval deste ano ainda não foram finalizados e podem ser ampliados até o fim do dia.

Os dados preliminares apontam redução de 48% do número de acidentes nas rodovias federais durante a operação. Em 2015, (de 13 a 17 de fevereiro) foram 2.306 acidentes, 344 acidentes graves, 2.306 feridos e 97 mortos.

No período carnavalesco, policiais rodoviários trabalharam em pontos estratégicos, patrulhando vias e retirando infratores de circulação. Apesar do esforço de fiscalização e dos trabalhos de sensibilização em relação à bebida ao volante, 1.249 condutores foram flagrados dirigindo embriagados; 153 foram presos.

Somente nesses cinco dias, 69.448 veículos foram flagrados com excesso de velocidade. A ultrapassagem proibida também foi alvo de fiscalização. Mais de 6 mil condutores foram multados. (Da Agência Brasil)

FERIADO TRANQUILO NAS RODOVIAS ESTADUAIS

Polícia deu ênfase ao trabalho preventivo, intensificando as abordagens a veículos (foto Assessoria CIPRv/Itabuna)

Polícia deu ênfase ao trabalho preventivo, intensificando as abordagens a veículos (foto Assessoria CIPRv/Itabuna)

A paz prevaleceu neste feriado nas rodovias estaduais que cortam a região. De acordo com balanço da Operação Carnaval, divulgado pela Companhia Independente da Polícia Rodoviária de Itabuna, houve redução em 50% do número de acidentes com vítima fatal e de 63% em ocorrências sem vítimas.

Em números absolutos, foram três acidentes nos quais as vítimas sofreram ferimentos leves e seis em que os ocupantes dos veículos envolvidos saíram ilesos. O único caso com vítima fatal aconteceu no sábado, dia 6, na BA 262, que liga Ilhéus a Uruçuca. Segundo a polícia, a mulher que perdeu a vida não portava documentos e foi identificada como Hélia, por meio de testemunhas. Outras quarto pessoas estavam no mesmo veículo, mas sofreram apenas ferimentos com pouca gravidade.

A estratégia da polícia foi intensificar as abordagens a veículos, coibindo infrações como a não utilização do cinto de segurança. Ao longo da operação, iniciada no dia 4 e encerrada na manhã desta quarta-feira, foram emitidos 153 autos de infração, a maioria de motoristas que estavam sem o cinto. Houve ainda a retenção de 12 veículos e a apreensão de documentos em situação irregular.

A Companhia é responsável pelo policiamento das estradas do Sul, Extremo-Sul e parte do Sudoeste do estado. Para o Major PM Manoilzo Bonfim, que comanda a unidade, o trabalho preventivo surtiu o efeito esperado. “Este é sem dúvida um saldo positivo para nós, pois houve redução do número de acidentes em relação ao ano passado”, destaca.

ACIDENTES E MORTE NA ILHÉUS-ITABUNA

Acidente envolveu um Fiesta, caminhão-baú e van (Foto Luiz Fernandes).

Acidente envolveu um Fiesta, caminhão-baú e van (Fotos Luiz Fernandes).

Impacto da colisão arrancou motor do Fiesta.

Impacto da colisão arrancou motor do Fiesta.

Dois acidentes graves ocorreram na Rodovia Ilhéus-Itabuna neste domingo (24). O primeiro foi registrado no início da tarde. Numa curva a menos de dois quilômetros do Salobrinho, houve colisão entre um caminhão-baú, uma van e um Ford Fiesta.

O impacto da foi tão grande que arrancou o motor do Fiesta. A pista ficou interditada por cerca de uma hora. A Polícia Rodoviária Federal não divulgou nomes de feridos na dupla colisão.

O acidente com morte confirmada ocorreu por volta das 19h20min, no quilômetro cinco da rodovia, próximo à estação de tratamento da Embasa. Moto e VW Crossfox colidiram frontalmente. O corpo do motociclista foi lançado na pista. A vítima morreu na hora. Luiz Alberto Santos tinha 59 anos. Atualizado às 8h45min.

ALUNOS DO IFBA PARA DIRETOR DO DNIT: “A GASOLINA TÁ VALENDO MAIS QUE SUA PALAVRA”

Estudantes mandam recado para diretor do Dnit: "A gasolina tá valendo mais que sua palavra".

Alunos do IFBA mandam recado para diretor do Dnit: “A gasolina tá valendo mais que sua palavra”.

Alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), campus Jacobina, iniciaram, na manhã de hoje (7), um protesto para reivindicar a reposição dos redutores de velocidade no trecho da BR-324 localizado próximo à instituição. Eles fecharam a via por cerca de duas horas. Após o início dos protestos, representantes dos estudantes se reuniram com o titular do Serviço Municipal de Tráfego e Transporte (SMTT) de Jacobina, Wagne Melkart.

Ele prometeu manter um agente de trânsito nos horários de entrada e saída dos estudantes, além de cones para estimular a redução de velocidade dos motoristas. O gestor marcou para esta tarde uma reunião entre os estudantes e o prefeito de Jacobina, Rui Macedo, para discutir a possibilidade da prefeitura assumir a construção dos quebra-molas.

Desde outubro de 2014, a direção do campus vem buscando essa reposição junto ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). O diretor geral, Epaminondas Macedo, informa que, além do envio de dois ofícios (1º de outubro de 2014 e 5 de fevereiro de 2015), foi pessoalmente ao órgão federal reforçar a importância dos equipamentos para a segurança dos estudantes, servidores e da população em geral.

Durante a visita ao Dnit, foi prometido que, até o final de março de 2015, os redutores seriam reimplantados. Até o momento, reclama Epaminondas, o trecho continua sem os equipamentos. Os estudantes lembraram do superintendente do Dnit na Bahia, Amauri Lima, e mandaram recado por meio de faixa: “a gasolina tá valendo mais que sua palavra”.

CORPO DE ESPOSA DE LUCAS LEITE É ENTERRADO EM EUNÁPOLIS

Corpo de Alexsandra será enterrado no Cemitério da Consolação, em Eunápolis (Foto Reprodução).

Corpo de Alexsandra será enterrado no Cemitério da Consolação, em Eunápolis (Foto Reprodução).

O corpo de Alexsandra Moschen Leite será sepultado nesta tarde de quinta (26), em Eunápolis. A esposa do vereador Lucas Leite (PT) faleceu em um acidente por volta das 6h30min de ontem, no quilômetro 556 da BR-101, próximo ao trevo de acesso a Arataca, no sul da Bahia.

De acordo com amigos do casal, o enterro está programado para esta tarde, no Cemitério da Consolação, em Eunápolis.

O casal viajava de Eunápolis para Salvador, quando ocorreu o acidente. O corpo de Alexsandra ficou preso às ferragens do Hyunday HB20. O esposo sofreu ferimentos e foi encaminhado para o Hospital de Base de Itabuna. Lucas recebeu alta ainda ontem (25).

O vereador dirigia o HB20 e perdeu o controle do carro, que rodou na pista e capotou. O veículo ficou por cima de parte do corpo da esposa do político de Eunápolis.

 

NOVA “CURVA DA MORTE” NA BR-101 E A RESPONSABILIDADE DO DNIT

Colisão de ontem à tarde provocou duas mortes em curva próximo ao posto da PRF (Foto Baianão).

Colisão de ontem à tarde provocou duas mortes em curva próximo ao posto da PRF (Foto Baianão).

Há três anos, o PIMENTA, A Tarde e o produtor e engenheiro agrônomo José Roberto Benjamin iniciaram uma campanha que, pouco tempo depois, deu resultado – e poupou, talvez, dezenas de vida. A Curva da Santa Maria, no quilômetro 595 da BR-101, sofreu correções e deixou de ser a “Curva da Morte”.

Nos últimos três anos, não há registro de óbitos no local. Nem de acidentes, conforme relata Benjamin. O problema na pavimentação foi corrigido pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), após o então diretor na Bahia Saulo Ponte sensibilizar-se com a série de notas nos dois veículos e o apelo emocionado de Benjamin (relembre aqui).

Agora, bem perto dali, surge outra “Curva da Morte”, a primeira depois do posto da Polícia Rodoviária Federal de Camacan para quem vai no sentido Itabuna-Eunápolis.

Ontem à tarde, duas pessoas morreram nesta curva próximo ao posto da PRF. Narra o produtor Roberto Benjamin:

– Os acidentes são diários e as morte, constantes. É raro o dia em que não cai um carro ali [na Curva da Morte] – disse o engenheiro agrônomo ao PIMENTA. Nas contas de Benjamin, nos últimos três meses, foram três mortes. Duas ocorreram ontem na colisão de um Golf com um táxi.

Benjamin lembra de outra morte, a de um advogado de Eunápolis, que morreu carbonizado:

– Ele agonizou, pedindo socorro. O [Hyundai] Azera explodiu ao bater em um gol que vinha em sentido contrário. A PRF bota cones na curva. Hoje à tarde, outra colisão, com 2 óbitos e 8 feridos, alguns com gravidade.

Ao Dnit, resta o pedido de que seja feita a correção da pavimentação. O problema tem as mesmas características que provocaram várias mortes na Curva Santa Maria.

Dá para poupar vidas. E logo!

FERIADÃO TEVE 47 ACIDENTES E CINCO MORTES EM ESTRADAS SUL-BAIANAS

O balanço parcial das polícias rodoviárias Estadual (PRE) e Federal (PRF) revelou 47 acidentes e cinco mortes em estradas que cortam o sul da Bahia, além de trechos de rodovias no extremo-sul e sudoeste baianos.

Duas das mortes ocorreram no trecho em obras da Rodovia Ilhéus-Itabuna, próximo à sede regional da Ceplac, no sábado à noite. O casal Mário César Silva e Valéria Macedo morreu na colisão da moto em que estavam e um Fiat Uno (relembre aqui). No mesmo local, um dia depois, um motociclista de 36 anos colidiu contra um GM Corsa e fraturou as duas pernas.

No balanço divulgado no programa Tribuna Livre, apresentado por Costa Filho, na Rádio Jornal, a subcomandante da PRE no sul da Bahia, Tereza Rachel, informou outras duas mortes em rodovias estaduais.

A Polícia Rodoviária Federal fez balanço parcial. Até a meia noite passada, ocorreram 16 acidentes nos trechos sul-baianos das rodovias BR-101, BR-030 e BR-330, sendo 13 sem vítimas, 2 com passageiros feridos e um deles com morte.

MORTES NAS ESTRADAS: NÚMERO AINDA É ALTO, MAS DIMINUIU

Polícia realizou mais de 42 mil testes de embriaguez

Da Agência Brasil

O número de mortes nas estradas caiu 25,4% neste carnaval, segundo o balanço parcial divulgado hoje (11) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Nos três primeiros dias do feriado prolongado, de sexta-feira (8) a domingo (10), foram registradas 97 mortes. No mesmo período do ano passado, a PRF já havia contabilizado 130 mortes.

O número de feridos também teve redução de 15,7% – foram 1.303 ocorrências em 2012 e 1.098 neste ano. A PRF informa ainda que, no mesmo período, houve queda de 2,6% no número de acidentes – ano passado foram 2.051 registros e, neste carnaval, já aconteceram 1.997 acidentes.

“Conforme havíamos previsto, ultrapassamos o número de testes de embriaguez feitos no carnaval passado, batendo o novo recorde histórico, com 42.661 testes aplicados”, disse à Agência Brasil o inspetor Fabiano Moreno, da PRF.

Em 2012 foram feitos 30,4 mil testes. Apesar de mais testes terem sido aplicados, a PRF registrou queda no número de autuações que resultaram em prisão. De 1.410 autuações feitas no ano passado, 494 pessoas foram presas; de 1.055 autuações feitas neste carnaval, 338 foram detidas.

Leia mais

TOLERÂNCIA ZERO NAS ESTRADAS

A “Lei Seca” tornou-se mais rigorosa e agora pune com multa superior a R$ 1.900,00 o motorista flagrado com qualquer quantidade de álcool no sangue, além de sancionar o infrator com a suspensão do direito de dirigir e, em alguns casos, com a prisão. É com esse instrumento que a Polícia Rodoviária pretende ver reduzido o número de acidentes nas estradas.

No sul da Bahia, a Polícia Rodoviária Federal trabalha neste feriadão com 45 homens, segundo informou o inspetor Marcos Vinícius Rodrigues, chefe da Delegacia da PRF na região, em entrevista ao jornal Itabuna Notícias. Ele lembra que em 2012, durante a Operação Carnaval, ocorreram 16 acidentes, com quatro vítimas fatais.

Leia mais

PRE REGISTRA 5 MORTES NAS ESTRADAS BAIANAS

Colisão entre Astra e Caminhão provocou três mortes em Itapetinga, no sudoeste (Foto Itapetinga Repórter).

Colisão entre Astra e Caminhão provocou 3 mortes em Itapetinga, no sudoeste (Foto Itapetinga Repórter).

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) registrou 43 acidentes, que deixaram 30 vítimas leves, 16 em estado grave e cinco mortos durante o feriado do Natal nas estradas baianas. Segundo a PRE, houve uma redução de 45% no número de acidentes e 33% no número de feridos.

A operação especial do feriado contabilizou os acidentes entre 8h de sábado (22) até às 8h desta quarta-feira (26). Ainda de acordo com a PRE, foram realizadas 2.163 abordagens, que resultou em 36 apreensões de veículos. Três pessoas foram autuadas por dirigir após o uso de bebida alcoólica.

Entre as 261 infrações registradas nesse período, as mais frequentes foram a falta do uso do cinto de segurança e a condução sem carteira de habilitação. Segundo a PRE, os radares utilizados pela operação foi responsável por diminuir o número de acidentes. Informações do Correio.

CAMPANHA QUER REDUZIR ACIDENTES NO TRÂNSITO

Da Agência Brasil

O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, participou hoje (15) de uma blitz no Trevo das Margaridas, no início da Via Dutra, marcando o início da ação integrada que visa a reduzir o número de acidentes de trânsito nas rodovias federais, entre os dias 15 de dezembro de 2012 e 13 de fevereiro do próximio ano. No período, que abrange as festas de final de ano e o carnaval, o número de vítimas de acidentes nas estradas costuma aumentar de forma considerável.

A Operação Integrada Parada-Rodovida terá ações de conscientização e fiscalização desenvolvidas pelos ministérios das Cidades, Saúde, Justiça e Transportes. A ação faz parte do Parada – Um Pacto pela Vida, lançado pelo governo brasileiro em resposta à decisão da Organização das Nações Unidas (ONU) de reduzir em 50% o número de mortes no trânsito no mundo, durante a década de 2011 a 2020.

Leia mais

 

ACIDENTES DE TRÂNSITO DEIXAM CADA VEZ MAIS INVÁLIDOS

Motos respondem pela grande maioria dos casos

Da Folha.com

Casos de invalidez permanente entre trabalhadores vítimas de acidentes de trânsito se multiplicaram por quase cinco entre 2005 e 2010, passando de 31 mil para 152 mil por ano, informa reportagem de Érica Fraga e Paulo Muzzolon publicada na Folha desta terça-feira.

A íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL (empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

Nos primeiros nove meses de 2011, houve novo aumento de 52%, para 166 mil, segundo números do DPVAT, seguro obrigatório pago por proprietários de automóveis.

Os dados revelam que a maioria dos acidentados –mais de 70% dos casos em 2011– usava moto e está em plena idade economicamente ativa (entre 18 e 44 anos).

O quadro preocupa a Previdência Social, que teme ter de arcar com os custos de uma geração de jovens aposentados por incapacidade.

“O que mais tem crescido é a concessão de aposentadoria por invalidez devido a acidentes com motos”, diz Leonardo Rolim, secretário de Políticas de Previdência.

Projeções apontam que o INSS gastou R$ 8,6 bilhões com benefícios gerados por acidentes de trânsito. A cifra representa 3,1% de todas as despesas previdenciárias.

RODOVIAS FEDERAIS NA BAHIA REGISTRAM REDUÇÃO DE MORTES E AUMENTO DE ACIDENTES EM 2011

O relatório anual da Polícia Rodoviária Federal (PRF) aponta queda no número de acidentes nas estradas baianas em 2011, mas redução de mortes no comparativo com 2010. Segundo a instituição, foram 10.395 acidentes no ano passado ante 9.438 no ano anterior. O número de mortes em rodovias federais que cortam a Bahia caiu de 813 para 779.

Além das 779 mortes, outras 1.650 pessoas tiveram lesões graves. A polícia computa apenas as mortes ocorridas no local do acidente. A imprudênca ainda é a principal causa de acidentes nas estradas, segundo apontam os dados da PRF.

As maiores imprudências apontadas pela chefe do núcleo baiano de comunicação da PRF, Mércia Oliveira, são excesso de velocidade, ultrapassagens em locais proibidos, falta de atenção e uso de bebidas alcoólicas.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia