WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘advocacia’

PARA CHEFE DA AGU, RETOMAR DINHEIRO DE CORRUPTO FUNCIONA MAIS QUE PRISÃO

Mendonça durante entrevista a Roseann Kennedy || Divulgação TV Brasil

O advogado-geral da União, André Luiz Mendonça, afirmou que recuperar dinheiro de corrupção ainda é muito difícil no Brasil e no mundo. O chefe da Advocacia-Geral da União (AGU) ressaltou que devolver os valores aos cofres públicos funciona mais do que simplesmente mandar a pessoa para a prisão. “Porque na cadeia, depois de um tempo, ela [a pessoa condenada] pode sair e usufruir daquele patrimônio. Recuperando o dinheiro, você tira todo um estímulo à prática da corrupção.”

Em entrevista à jornalista Roseann Kennedy, para o programa Impressões, da TV Brasil, ele disse que, com a soma do valor a ser devolvido aos cofres públicos nos próximos dois anos e do montante recuperado no ano passado, a expectativa do governo é reaver R$ 25 bilhões, frutos de acordo de leniência. Para o advogado-geral, é muito gratificante trabalhar nessa área “por ajudar o país a ter uma mudança de perspectiva, na cultura de corrupção que, em certo momento, está impregnada no servidor público”.

Apesar de trabalhar num segmento tão árido, André Luiz Mendonça avaliou que não fez inimigos na sua trajetória. “Eu pautei a atividade de combate à corrupção por uma premissa: responsabilidade e respeito às pessoas. Eu vou agir de acordo com a lei. Mas isso não significa que eu preciso criar inimizades ou agir de modo à espetacularizar esse tipo de atuação”, destacou.

Na entrevista, o advogado-geral da União, que também é pastor, falou das ações religiosas que ainda consegue desenvolver. Destacou a importância de agradecer a Deus e de o ser humano saber que saber que é passageiro. “Padre Antônio Vieira tinha uma frase mais ou menos assim: pó que está em pé não se esqueça que serás pó deitado. Então, a gente é passageiro por aqui e vai levar o que foi capaz de construir de bom para as pessoas”, refletiu.

ANDIRLEI NASCIMENTO DISPUTARÁ PRESIDÊNCIA DA OAB ITABUNA

Andirlei disputará a presidência da OAB-Itabuna pela quarta vez

O advogado Andirlei Nascimento disputará, novamente, a presidência da subseção itabunense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Itabuna). A eleição está marcada para 21 de novembro.

O anúncio da pré-candidatura foi feito numa entrevista ao Diário Bahia. “Pelo papel de advogado e cidadão, fiz uma reflexão e aceitei essa incumbência; aceitei ir para o sacrifício. Precisamos restabelecer a valorização, a credibilidade, dar voz e vez ao advogado; ele tem se sentido órfão da instituição”, disse o ex-presidente da entidade por dois mandatos.

Andirlei tentou terceiro mandato à frente da subseção, mas acabou sendo superado por Edmilton Carneiro. A gestão do sucessor é criticada pelo ex-presidente. “Abandonaram as trincheiras do respeito às prerrogativas do advogado e preferiram ir ao Shopping. Esse não é o papel da Ordem”, disse, observando ter sido convidado a entrar na disputa por experientes e jovens advogados.

OAB-BA: DINAILTON COMEMORA VITÓRIA DE VIANA

Do Bahia Notícias

Dinailton apoiou chapa vencedora na OAB-BA (Foto Max Haack).

O ex-presidente da seccional baiana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA), Dinailton Oliveira – que apoiou a chapa Mais OAB, presidida por Luiz Viana Queiroz -, defendeu a sua gestão e comemorou a vitória contra a chapa Ação e Ética, apoiada pelo atual presidente Saul Quadros.

O apoio de Dinailton a Viana foi alvo de críticas dos adversários, porque o ex-presidente teve suas contas rejeitadas da gestão 2004-2006 pelo Conselho Federal da Ordem. “Nessa campanha sofri ataques pessoais baixos, vindos de pessoas que falam em ética mas não aplicam isso a seu caminho. A advocacia soube dar resposta nas urnas”.

Segundo Dinailton, o “agora já ex-presidente” Saul fez uma administração “voltada para interesses pessoais”. “A reprovação das minhas contas, apesar de a controladoria ter feito uma auditoria que teve resultado elogioso, foi uma manobra do ex-presidente que, para tentar se manter no poder, tentou impedir a minha candidatura. Nossa luta é por princípios e em defesa da advocacia e da sociedade”, completou. Para a Controladoria, as contas de Dinailton teriam sido aprovadas com ressalvas.

FTC FESTEJA APROVAÇÃO NO EXAME DA OAB

35 dos 143 alunos e egressos da FTC de Itabuna foram aprovados no VI Exame de Ordem Unificado da OAB Nacional.

A coordenadora do curso de Direito da faculdade, Raildes Pereira, lembra que, no início do ano, 51 alunos do campus itabunense já haviam sido aprovados no V Exame de Ordem.

A faculdade também obteve conceito 4 no processo de reconhecimento do curso por parte do Ministério da Educação (MEC). A nota máxima é cinco.

NOVA CARREIRA

Segundo o jornal Agora, o ex-diretor administrativo do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, Antônio Carlos Carrero, que deixou a instituição por exigência do deputado estadual Gilberto Santana, não foi parar na “rua da amargura”. Longe disso.

Afastado do Hblem, Carrero estaria – diz o jornal – defendendo “interesses de gente graúda da política itabunense, com problemas na Justiça, junto a grandes escritórios de advocacia de Salvador”.

Tem mil e uma utilidades esse Carrero…

OAB: JUSTIÇA CONSIDERA EXAME INCONSTITUCIONAL

Do site Última Instância:

O juiz federal Julier Sebastião da Silva, titular da 1ª Vara da Justiça Federal de Cuiabá (MT), concedeu liminar determinando que a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) inscreva o bacharel em direito Davi Soares de Miranda como advogado sem exigir aprovação no Exame de Ordem.

O estudante ingressou com um mandado de segurança em outubro de 2009 e agora teve o pedido deferido pelo magistrado – que seguiu o mesmo entendimento do desembargador Vladimir Souza Carvalho, do TRF-5 (Tribunal Regional Federal da 5ª Região). Este já havia considerado a aplicação do exame inconstitucional.

BRIGA DE ADVOGADOS ACABA NA DELEGACIA

Acabou na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) a briga entre os advogados Almiro Pinheiro e Linda Ferreira. Os dois trocaram sopapos numa audiência de conciliação no Juizado Especial em Itabuna.

Foi tapa daqui, puxões de cabelo de lá e não restou outra alternativa à advogada Linda que não fosse prestar queixa contra o colega de profissão.

Atualizado às 22h40min

“O IPRAJ SEMPRE FOI CABIDE DE EMPREGOS”, AFIRMA EX-PRESIDENTE DA OAB-BA

Dinailton defende extinção do Ipraj e condena mega-escritórios.

Dinailton defende extinção do Ipraj e condena mega-escritórios.

O ex-presidente da OAB-BA, Dinailton Oliveira, quer voltar. Numa entrevista em que não foge das perguntas e deixa claro seu posicionamento sobre a disputa política estadual em 2010, o ex-presidente da OAB-BA e do do diretório do PDT itabunense aborda deficiências do judiciário baiano.

Dinailton apóia a extinção do Instituto Pedro Ribeiro de Administração Judiciária (Ipraj). “Ao longo dos anos, este órgão sempre serviu como cabide para a cúpula do Tribunal colocar lá seus parentes e afilhados”. Saiba na entrevista exclusiva o que ele diz sobre a acusação de ter deixado um rombo de R$ 600 mil, quando de sua passagem pela presidência da OAB, entre 2005 e 2007.

Ele ainda fala que os mega-escritórios são uma praga para o exercício da advocacia. “Hoje nós temos quase 30 mil advogados inscritos na Bahia e estamos passando por um momento de grande dificuldade, porque não existe uma ação enérgica para modificar esse quadro da justiça”.

Confira tudo na seção ENTREVISTA ou clique aqui.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia