WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

workshop










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘aeroporto de Ilhéus’

AEROPORTO DE ILHÉUS TERÁ MAIS DE 60 VOOS EXTRAS EM JULHO

Aeroporto de Ilhéus terá aumento de voos em julho || Foto Pimenta/Arquivo

Números divulgados pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) apontam aumento de voos em 42% neste mês no Aeroporto de Ilhéus. Serão 65 voos extras até 3 de agosto com as férias escolares no Sudeste do país e se somam aos 155 regulares do terminal.

A expectativa é de que 48 mil passageiros a mais passem pelo local nesse período. As aeronaves vêm de destinos como Belo Horizonte e São Paulo. O sul da Bahia é um dos destinos mais procurados do estado pelos turistas do sudeste do País no período.

De acordo com a Seinfra, o aeroporto passou por serviços de recuperação da sinalização horizontal da área de movimentação de aeronaves e da pista de pista de pouso e decolagem, junto com melhorias no terminal de passageiros. O Aeroporto de Ilhéus passou a ser administrado por uma empresa privada, a Socicam, desde o ano passado.

SOCICAM E SINART NA BRIGA PELO AEROPORTO DE ILHÉUS; LEILÃO SERÁ NO FINAL DE JULHO

Aeroporto de Ilhéus será administrado pela iniciativa privada || Foto Pimenta

Duas empresas responsáveis pela administração de terminais na Bahia estão entre as interessadas em assumir a gestão do Aeroporto de Ilhéus, no sul do Estado. Hoje administrado pela Infraero, o terminal passará à iniciativa privada.

Sinart e Socicam, que administram os terminais náutico e rodoviário de Salvador, são as primeiras a manifestar interesse em levar a concessão do aeroporto da Terra de Gabriela, informa a Coluna Satélite, do Correio24h. A Sinart já administra o terminal de Porto Seguro.

O leilão do terminal ilheense foi marcado pelo governo estadual para as 14h do próximo dia 31 de julho, na sede da Agerba, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. A empresa que levar a concessão deverá investir cerca de R$ 15 milhões em melhorias no aeroporto ilheense.

AEROPORTO DE ILHÉUS CONTINUA SEM COMBUSTÍVEL, INFORMA A INFRAERO

Aeroporto Jorge Amado, de Ilhéus, continua sem combustível || Foto Clodoaldo Ribeiro

O Aeroporto de Ilhéus, no sul da Bahia, está entre os 8 terminais brasileiros administrados pela Infraero que continuam sem combustível por causa da manifestação nacional dos caminhoneiros e das transportadoras. Para quem tem viagem, é indispensável entrar em contato com a companhia pela qual vai viajar para consultar a situação de voo, pois os aeroportos continuam abertos e em condições de receber voos.

Além de Ilhéus, outros terminais sem querosene de aviação, conforme a Infraero, são os de Aracaju (SE), Campina Grande (PB), João Pessoa (PB), Juazeiro do Norte (CE), São José dos Campos (SP), Teresina (PI) e Uberlândia (MG). Nos terminais afetados, somente estão autorizados pousos e decolagens de aeronaves que tenham combustível suficiente para estas operações.

AEROPORTO DE ILHÉUS FICA SEM COMBUSTÍVEL, DIZ INFRAERO

Aeroporto ilheense fica sem combustível neste sábado, segundo Infraero

O Aeroporto de Ilhéus está na lista dos 11 terminais sem combustível para abastecimento de aviões neste sábado (26), sexto dia da greve de caminhoneiros e transportadoras, segundo a Infraero. No Nordeste, outros aeroportos sem combustível são os de Recife, Maceió, Campina Grande e Juazeiro do Norte.

A greve dos caminhoneiros e das transportadoras não arrefeceu mesmo após sinalizações do governo de baixa do valor do diesel por até 60 dias, dentre outras pautas atendidas. Os caminhoneiros dizem que não se sentiram atendidos pelo governo.

Ontem, o presidente Michel Temer decretou a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) até o próximo dia 4. Com isso, as forças de segurança ganham força para agir em todo o território nacional. Segundo a presidência, a medida tem a finalidade de assegurar a desobstrução das rodovias e garantir o reabastecimento.

AUTORIZADA CONCESSÃO DO AEROPORTO DE ILHÉUS

Aeroporto de Ilhéus será administrado pela iniciativa privada || Foto Pimenta

O governo federal autorizou o governo da Bahia conceder à iniciativa privada o aeroporto de Ilhéus, de acordo com a portaria do Ministério dos Transportes publicada nesta quinta-feira (12) no Diário Oficial da União. A proposta do governo do estado transferir toda a gestão do Aeroporto Jorge Amado para o setor privado, segundo a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra).

Ainda não há previsão da data para o leilão do terminal e o governo do estado aguarda a documentação federal com a anuência do processo. Haverá uma audiência pública e só depois, então, será definida a data.

“A mudança de concessionários é um caminho natural estrategicamente pensado pelo estado e pelo município, que estão em busca de investidores para a modernização do Jorge Amado, como já aconteceu com alguns dos principais terminais do país”, afirma o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (Marão). Dentre os aeroportos que passaram à iniciativa privada, Marão cita os terminais em Guarulhos (SP) e no Rio de Janeiro – o Galeão.

GOL É CONDENADA A PAGAR PERICULOSIDADE A UM AGENTE DO AEROPORTO DE ILHÉUS

Gol é condenada a pagar adicional a um agente do aeroporto de Ilhéus

Gol é condenada a pagar adicional a um agente do aeroporto de Ilhéus

Os desembargadores da 3ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região mantiveram sentença da 2ª Vara do Trabalho de Ilhéus que condenou em R$ 12 mil a Gol Linhas Aéreas ao pagamento de adicional de periculosidade a um agente no aeroporto no município do sul da Bahia. Os magistrados entenderam que, embora não trabalhasse diretamente com o abastecimento de aeronaves, exercia atividades de forma intermitente em área considerada de risco.

De acordo com a relatora, desembargadora Lea Nunes, a regulamentação contida na Norma Regulamentadora 16,  do Ministério do Trabalho, não estabelece perímetro específico da área de risco do aeroporto e o perigo se apresenta para todos que trabalham na área de abastecimento.

A desembargadora baseou o entendimento no laudo pericial e na Súmula 364 do Tribunal Superior do Trabalho (TST), segundo a qual o adicional de periculosidade somente não é devido quando o trabalho na área for eventual ou, sendo habitual, se der por tempo extremamente reduzido.

LAUDO PERICIAL

O laudo pericial demonstrou que as tarefas realizadas pelo autor na loja, área de check-in ou sala de embarque e desembarque de fato não envolviam riscos. No entanto, ficou provado que, em sua rotina, ele também exercia atividades no pátio de estacionamento das aeronaves, entre os pousos e decolagens.

Para desembargadora Lea Nunes, entre os pousos e decolagem, o trabalhador ficava exposto a “líquido inflamável”, pois o abastecimento se dava de forma simultânea com outros serviços como carga e descarga de bagagens, manutenção preventiva, além de embarque e desembarque de passageiros.

Para a desembargadora, embora o agente não tivesse contato direto com o combustível, a proximidade do local de abastecimento das aeronaves com aquele em que o autor realizava suas atividades caracteriza a existência de risco de explosão e de incêndios. “O risco de ocorrer vazamentos existe em qualquer situação na fase do abastecimento da aeronave no pátio”, disse a relatora, que também fundamentou o seu voto com diversas decisões do TST.

EMPRESA PRIVADA ASSUMIRÁ GESTÃO DO AEROPORTO DE ILHÉUS

Costa assina contrato de delegação no Ministério dos Transportes || Foto Edson Leite

Costa assina contrato de delegação no Ministério dos Transportes || Foto Edson Leite

O governo da Bahia assinou, nesta terça (22), contrato pelo qual assume o Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, e ganha poderes para repassar a gestão à iniciativa privada. A assinatura ocorreu no Ministério dos Transportes, em Brasília, em evento com o ministro Maurício Quintella, o vice-governador João Leão e o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti.

– Aquela região sonha com um novo aeroporto. É o Estado assumindo este equipamento e, em nome do povo da Bahia, agradeço por chegarmos a este consenso – afirmou o governador. Em 2016, o aeroporto de Ilhéus recebeu 550 mil passageiros, segundo a Infraero. Nos primeiros quatro meses deste ano, foram 190 mil.

Após a assinatura do documento nesta terça, o estado já anunciou que fará licitação para empresa de aviação civil assumir a gestão do aeroporto sul-baiano. Segundo o secretário Marcus Cavalcanti, quem vencer a licitação, além de ampliar o terminal, deverá executar obras de recuperação da pista e de tráfego aéreo.

– Nós estamos dando o primeiro passo e estamos tendo condição de fazer um investimento pelo setor privado na melhoria de condição daquele aeroporto para atrair mais voos – enfatizou Cavalcanti. Será o 10º aeroporto sob domínio do estado.

Aeroporto ilheense será gerido por empresa privada || Foto Pimenta

Aeroporto ilheense será gerido por empresa privada || Foto Pimenta

AEROPORTO DE ILHÉUS SERÁ ADMINISTRADO PELO ESTADO

Aeroporto de Ilhéus pode ser administrado pelo Estado || Foto José Nazal/Catucadas

Aeroporto de Ilhéus deverá ser administrado pelo Governo do Estado || Foto José Nazal/Catucadas

Marão e Hermano Fahning em audiência com Cavalcanti || Foto Divulgação

Marão e Hermano Fahning em audiência com Cavalcanti || Foto Divulgação

A construção de um novo aeroporto de Ilhéus pode demorar ainda mais para sair do papel. Com mais de 70 anos, o terminal existente enfrenta problemas sob a gestão da Infraero e prefeitura e governo estadual iniciaram gestões para assumir o Jorge Amado.

O Estado assumiria o aeroporto, mas o terminal seria administrado por uma empresa privada. A gestão foi assunto de reunião do prefeito Mário Alexandre (Marão) e do secretário de Infraestrutura, Transporte e Trânsito de Ilhéus, Hermano Fahning, com o secretário de Infraestrutura da Bahia, Marcus Cavalcanti.

De acordo com Marão, o aeroporto seria assumido por uma empresa por meio de parceria público-privada (PPP). “Com a mudança, além de investimentos técnicos, ampliamos nossa capacidade de gerar novos empregos na área de serviços através de parcerias público-privadas”, assegura Marão.

PREJUÍZOS DA INFRAERO

O prefeito ilheense cita prejuízos acumulados pela Infraero e a capacidade da empresa em investir em aeroportos. Nos últimos dois anos, o prejuízo atingiu R$ 3,67 bilhões. Segundo ele, 70% dos terminais sob administração da Infraero são deficitários.

“Diante de parcos recursos para investimento, não há como competirmos por recursos com os grandes aeroportos nacionais que também precisam de dinheiro para aplicar em modernização”, reconhece. O prefeito acredita que as mudanças não afetam outro projeto, o de construção do aeroporto internacional.

VEÍCULO CAPOTA PRÓXIMO AO OPABA

Acidente na zona sul de IlhéusO motorista de um GM Celta perdeu o controle da direção e o carro capotou, na zona sul de Ilhéus. O acidente ocorreu próximo ao Hotel Opaba e de uma das cabeceiras do Aeroporto Jorge Amado, hoje à noite, deixando lento o fluxo de veículos. Uma viatura do Samu 192 foi acionada para atender o motorista. Ainda não se sabe o que teria provocado o acidente.

AZUL AMPLIARÁ NÚMERO DE VOOS PARA ILHÉUS

Azul terá novos voos para Ilhéus (Foto Allan Martins Antunes).

Azul terá novos voos para Ilhéus (Foto Allan Martins Antunes).

A Azul Linhas Aéreas ampliará o número de voos para Ilhéus, segundo a diretora de relações institucionais da companhia, Patrizia Xavier. A empresa opera quatro rotas diárias no município sul-baiano e deverá inaugurar voos ligando Ilhéus a Belo Horizonte, via aeroporto de Confins. A nova rota, a quinta, está prevista para ser inaugurada em maio, conforme a diretora de relações institucionais.

Patrizia reuniu-se nesta quarta (8) com o deputado federal Bebeto Galvão (PSB), em Brasília. Segundo ela, a Azul avaliará a possibilidade de reativar o voo ligando Ilhéus-Vitória (ES). Patrizia assegurou a continuidade dos voos, mesmo diante da informação de que a Azul demitiria 700 funcionários e eliminaria voos para 14 destinos. A informação foi divulgada na semana passada e desmentida por dirigentes da companhia. A empresa, lembrou Patrizia, recebe incentivos do Governo Baiano para operar voos no Estado.

MULHER-OBJETO

Karoline VitalKaroline Vital | karolinevital@gmail.com

Não é preciso nem assinar procuração registrada em cartório e com firma reconhecida. Egoísmo e falta de civilidade são suficientes para transformar qualquer pessoa em objeto.

Assim que o motorista deu partida no motor, formou-se o bolo de gente na porta do ônibus, com cotovelos nervosos, prontos para tirar quem quer que fosse do caminho. Com o coletivo entupido, a viagem começou com o bafafá:

– Ei, eu estava aí!

– Não, minha senhora, o que estava aqui era uma sacola plástica.

– Mas fui eu que botei!

– Só que eu paguei a passagem. A sacola não!

A partir da negativa em ceder o lugar, a mulher despejou uma tonelada de impropérios e predicados não muito honrosos à moça, que continuou sentada e sem se alterar.

– É muita ousadia! Todo mundo marca lugar!

– Isso é errado. O lugar é de quem pagar a passagem e chegar primeiro. E outra, se a senhora não fosse tão grossa, eu poderia até levantar e ceder o lugar. Mas, por causa de sua falta de educação, eu vou ficar onde estou!

De lá do fundo do ônibus lotado, alguém gritou um “é isso mesmo”, ratificando a explicação da moça. A mulher bufou, recitou mais uma dúzia de palavrões.

– Passe logo minha sacola pra cá! Deixa eu ver se sumiu alguma coisa!

– A senhora está me acusando de roubo? Pode me xingar à vontade, mas não me toque! E se achar que eu peguei alguma coisa sua, vamos logo para a delegacia!

Uma passageira, cansada de assistir a confusão, cedeu o lugar à mulher para ver se acalmava a situação. Acomodada, a senhora se acalmou, mas continuou resmungando, cheia de razão.

Muito engraçado ver que, para atender seus interesses, as pessoas não se furtam em personificar artefatos. É a sacola no banco do ônibus, o tijolo na fila da Previdência, a pasta na fila do banco… Ai de você, se tirar alguma coisa do lugar! Ouve-se logo o grito de “êpa, eu estou aí”!

Não é preciso nem assinar procuração registrada em cartório e com firma reconhecida. Egoísmo e falta de civilidade são suficientes para transformar qualquer pessoa em objeto.

Karoline Vital é comunicóloga.

O NOVO AEROPORTO DE ILHÉUS

Da Redação

Com atraso de três meses, finalmente será assinada a delegação que transfere, da União para o governo baiano, a administração do projeto e da obra do novo aeroporto internacional de Ilhéus. A assinatura da transferência de delegação está prevista para a próxima terça-feira (27), às 17h30min, em Brasília.

O terminal aeroportuário ocupará área de 979 hectares, na região entre a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e a Ceplac, na margem direita da Rodovia Ilhéus-Itabuna (BR-415).

De acordo com o projeto, o aeroporto ilheense terá duas pistas de 3 mil metros e previsão de R$ 270 milhões em investimentos. Após conclusão de projetos básicos e executivos, as obras levarão, pelo menos, dois anos. Numa previsão mais otimista, a inauguração deve ocorrer em 2017. O projeto sofreu atraso de mais de dois anos.

ESTADO VAI GERIR NOVO AEROPORTO DE ILHÉUS

Rui diz que aeroporto será delegado ao governo baiano.

Rui diz que aeroporto será delegado ao governo baiano.

O governo baiano assumirá a gestão do novo aeroporto de Ilhéus, segundo o secretário da Casa Civil da Bahia, Rui Costa.  Ele informou hoje que a delegação do novo aeroporto sai até fevereiro, por meio de ato da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República.

O compromisso foi firmado nesta segunda-feira (27), durante reunião entre o secretário-executivo da SAC, Guilherme Ramalho, e o secretário Rui Costa. “A concessão da gestão é essencial para que tenhamos o fortalecimento da aviação na região”, disse, explicando que a delegação foi um pedido do governo baiano.

Rui Costa também enfatizou que o aeroporto, que deverá ser construído em área de 979 hectares, entre a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e a Ceplac, na margem direita da BR-415, faz parte do tripé de desenvolvimento do sul da Bahia, o Complexo Porto Sul, que integra aeroporto, ferrovia e porto.

A previsão é de que o terminal absorva R$ 270 milhões em investimentos. O aeroporto operará como terminal de cargas e passageiros e terá duas pistas de 3 mil metros. “Serão beneficiados empreendedores do Polo Industrial de Ilhéus, turistas e toda a população da região”, disse o secretário da Casa Civil.

ILHÉUS: TÉCNICOS INICIAM ESTUDOS DE ÁREA DO NOVO AEROPORTO

Técnicos do governo baiano e da Infraero iniciaram hoje à tarde as medições na região da Ceplac, no quilômetro 19 da BR-415 (Rodovia Ilhéus-Itabuna), para definir a área de construção do novo aeroporto internacional de Ilhéus.

O terminal terá duas pistas e extensão de aproximadamente 3 mil metros. Na segunda, o governador Jaques Wagner teve audiência com o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, para tratar do tema.

De acordo com informações obtidas em primeira mão pelo Pimenta, o aeroporto ficará ao fundo do Ceplac e tomará uma parte de terreno situado à esquerda (região de Ilhéus) do órgão da lavoura cacaueira.

O decreto de desapropriação será publicado nos próximos 15 dias, conforme fonte do Governo Federal. A definição da área é apenas um pequeno passo para a construção do aeroporto. As previsões mais otimistas apontam para terminal pronto em 2020.

LIXÕES ATRAPALHAM POUSOS E DECOLAGENS NO AEROPORTO DE ILHÉUS

Urubus entram em rotas de aeronaves em Ilhéus.

Urubus entram em rotas de aeronaves em Ilhéus.

A concentração de “lixões” clandestinos no entorno do Aeroporto Jorge Amado fez aumentar o número de choques de aves contra aviões em Ilhéus. Segundo levantamento da Superintendência da Infraero, ocorreram quatro choques em 2013 em apenas três meses contra apenas dois casos em todo o ano de 2012.

Levantamento preliminar da Infraero aponta como focos de urubus áreas no Nelson Costa e um córrego próximo ao aeroporto e onde moradores jogam lixo. Outras duas áreas são um frigorífico no Teotônio Vilela e uma peixaria próximo ao Porto do Malhado, segundo o superintendente da Infraero, Itaipes Paiva, como focos de atração de urubus, que entram na rota das aeronaves e acabam por provocar colisões.

Itaipes teve reunião no Palácio Paranaguá, sede do poder local, com o prefeito Jabes Ribeiro e os secretários Alcides Kruschewsky (Turism) e Paixão Barbosa (Comunicação) para discutir como eliminar pontos de ‘atração’ de urubus. A depender da velocidade da aeronave, o impacto de uma ave contra um avião chega a ser de 8 toneladas. Hoje, 23, técnicos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Infraero vão produzir relatório para ser entregue à Prefeitura de Ilhéus.

AGRICULTORES MANTÊM OCUPAÇÃO NO AEROPORTO DE ILHÉUS

Liderança dos agricultores faz pronunciamento no aeroporto (Foto Cena Bahiana).

O protesto de agricultores dos municípios de Ilhéus, Una e Buerarema, iniciado no dia 10 de agosto, continua até hoje (15) no Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, onde os manifestantes se revezam num plantão que mobiliza 100 pessoas a cada dia.

As lideranças dizem que a ocupação prosseguirá  até que a principal reivindicação do grupo seja atendida, com a reintegração de posse das fazendas invadidas por índios (e supostos índios, como acusam os agricultores) da tribo Tupinambá.

O conflito se acentuou a partir do decreto da Funai, que reconheceu 47 mil hectares  na região como território tradicionalmente ocupado  pelos índios. A definição, questionada judicialmente, atinge uma área dominada por pequenas propriedades rurais, assentamentos de agricultura familiar, além de pousadas, resorts e casas de veraneio. Enquanto a justiça não toma uma posição, dezenas de propriedades vêm sendo atacadas.

Leia mais no Cena Bahiana

AEROPORTO TERÁ R$ 3 MILHÕES PARA REFORMA

Terminal sofrerá reformas (Reprodução TV Santa Cruz).

As reformas anunciadas pela Infraero no aeroporto de Ilhéus custarão R$ 3 milhões, segundo anunciou o superintendente do terminal ilheense, João Bosco Bezerra.

De acordo com Bezerra, a primeira etapa da obra é a renovação da área de check in, novos elevadores e a implantação de escada rolante para acesso ao primeiro andar, onde será instalada praça de alimentação.

O aeroporto Jorge Amado, afirma, deverá fechar 2012 com movimento de 620 mil passageiros, aproximadamente 90% da sua capacidade. “Isso mostra que a Infraero tem que investir adequadamente”, disse Bezerra em entrevista à TV Santa Cruz.

A reforma será executada em três etapas e, até o final do ano, poderá ganhar equipamentos que permitam pousos e decolagens em períodos noturnos e chuvosos, o Indicador de Percurso de Aproximação de Precisão (PAPI na sigla em inglês) e Sistema de Aproximação por Instrumento (ILS).

CLIENTES VOLTAM A RECLAMAR DA AVIANCA

Avianca é campeã em reclamações no aeroporto ilheense

Clientes da Avianca voltaram a reclamar dos serviços prestados pela companhia aérea em Ilhéus. Na sexta, 1º, passageiros do voo 6327 (Salvador-Ilhéus-Brasília) ficaram a ver… urubus no aeroporto Jorge Amado.

Uma profissional liberal afirma que o pouso da aeronave estava previsto para as 16h10min. Às 18h30min, os funcionários não sabiam informar o que havia ocorrido. “Apenas disseram que a aeronave tinha voltado para Salvador”, relembra, indignada. O voo, na verdade, não fez a conexão em Ilhéus. Foi direto para a capital brasileira.

Nesta segunda, 4, mais problema. “O voo que vinha de Brasília, com escala em Ilhéus, não pousou aqui. Passou direto para Salvador”, protesta, lembrando que o tempo em Ilhéus hoje estava bom. “A desculpa para os passageiros que compraram passagem no trecho Ilhéus-Salvador foi que deu problema na aeronave”. O voo foi direto para a capital baiana.

Não são poucas as reclamações contra a companhia (relembre aqui).

PASSAGEIROS DA AVIANCA RECLAMAM DE “DESCASO” EM ILHÉUS

Passageiros que esperavam embarcar no aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, reclamam de descaso por parte da Avianca. As operações com a empresa no terminal ilheense estão suspensas desde ontem.

O consultor de vendas Celso Oliveira critica a falta de plano alternativo da companhia aérea para os dias chuvosos em Ilhéus. “Ontem choveu forte, mas hoje apenas os aviões da Aviana não descem. Gol, Azul descem e a TAM embarca em Comandatuba”.

Celso esperava viajar para Belo Horizonte (MG) ontem à tarde. O voo foi cancelado por causa da chuva forte. Hoje, o tempo melhorou, mas os aviões da companhia não estão pousando ou decolando a partir do terminal.

Celso sugere que passageiros poderiam ser encaminhados para aeroportos próximos, como Salvador e Porto Seguro. Ivana Barreto também tem igual tempo de espera. Ela viajaria ontem para São Paulo, mas terá que dormir em um hotel da zona sul de Ilhéus.

Vários deputados e assessores que estavam no sul da Bahia, nesta tarde, tiveram que adiar viagem. Eles embarcariam em outro voo da Avianca que faz conexão em Brasília. Passageiros da TAM estão embarcando no aeroporto de Comandatuba, em Una, para onde são levados em ônibus contratados pela companhia.

AEROPORTO DE ILHÉUS VOLTA A OPERAR

Passageiros embarcam em voo hoje pela manhã (Foto Leandro Barreto/Pimenta).

O Aeroporto Jorge Amado voltou a operar normalmente nesta manhã de segunda-feira, 21. Ontem, foram cancelados todos os voos entre o meio-dia e a noite no terminal ilheense por causa da chuva.

Há seis anos as operações de pouso e decolagem são feitas apenas no visual devido à proibição de utilização de instrumentos. Ontem, a movimentação de passageiros no aeroporto de Ilhéus foi intensa. Boa parte dos passageiros teve que esperar a segunda para conseguir embarcar.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) proíbe operações por instrumento em Ilhéus e também encurtou a pista local. A promessa de novo aeroporto internacional ainda não saiu do papel.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia