WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


conlar

banner-site-150x300px

jamile_yamaha

sintesi

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias


:: ‘Aneel’

CONTA DE LUZ TERÁ BANDEIRA VERDE EM JUNHO

contaenergiaA bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz no mês de junho será a verde, o que significa que não haverá custo extra para o consumidor.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o retorno da bandeira verde foi possível pelo aumento das chuvas nos reservatórios das hidrelétricas em maio e pela perspectiva de redução do consumo de energia elétrica no país.

DOIS MESES NO VERMELHO

Desde abril, a bandeira estava vermelha, o que representa um acréscimo de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

A previsão da Aneel era de que a bandeira tarifária vermelha patamar 1 continuasse em vigor até o fim do período seco, que vai até novembro. (Agência Brasil)

CONTA DE LUZ TERÁ BANDEIRA VERDE EM JANEIRO

coelbacontaA Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou, ontem, que a bandeira tarifária para o mês de janeiro será a verde, sem cobrança extra dos consumidores. A decisão é baseada em relatório do Operador Nacional do Sistema (ONS), que aponta que a condição hidrológica está mais favorável.

De janeiro de 2015, quando o sistema de bandeiras tarifárias foi implementado – até fevereiro deste ano, a bandeira se manteve vermelha, primeiramente com cobrança de R$ 4,50 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos e, depois, com a bandeira vermelha patamar 1, que significa acréscimo de R$ 3,00 a cada 100 kWh.

Em março, passou para amarela, com custo extra de R$ 1,50 a cada 100 kWh; de abril a outubro ficou verde, sem cobrança extra. No mês passado, a bandeira passou para a cor amarela novamente e em dezembro está verde.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a energia de hidrelétricas.

A cor da bandeira em vigor no mês da cobrança é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia elétrica, em função das condições de geração de eletricidade. Por exemplo, quando chove menos, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia.

ANEEL FAZ LEILÃO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO DE ENERGIA EM 20 ESTADOS

energia_marcelo_casalA Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) promove hoje (13), na BM&F Bovespa, na capital paulista, leilão para contratação de serviço de transmissão de energia elétrica em 20 estados do país.

Serão licitados 24 lotes de empreendimentos, com 6,5 mil quilômetros de linhas de transmissão, localizados nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

A expectativa de investimentos é de R$ 12,2 bilhões. As instalações devem entrar em operação comercial no prazo de 36 a 60 meses a partir da data de assinatura dos contratos. A soma das Receitas Anuais Permitidas (RAP) máximas dos lotes é de R$ 2,5 bilhões. O concessionário vencedor terá direito ao recebimento, por 30 anos, da RAP pela prestação do serviço. A estimativa é que sejam gerados 27.640 empregos diretos. Da Agência Brasil

CONTA DE ENERGIA FICA MAIS BARATA EM MARÇO

conta de energia coelbaO brasileiro terá um pequeno alívio na conta de energia elétrica a partir deste mês. A bandeira tarifária passou da vermelha para amarela.

A taxa extra mensal cai de R$ 3,00 para R$ 1,50 a cada 100 quilowatts-hora (kw/h) consumido.

A bandeira tarifária aponta, de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o custo de geração da energia elétrica.

O governo informou que vai desativar 21 usinas de energia termelétrica, mais caras que a hidrelétrica. Com informações da Agência Brasil.

ANEEL PROPÕE REDUÇÃO DE 2% NA CONTA DE LUZ

Proposta da Aneel reduz em até 2% conta de energia elétrica.

Proposta da Aneel reduz em até 2% conta de energia elétrica.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) apresentou hoje (13) proposta para uma redução de 18% no valor adicional pago pela energia elétrica, indicado pela bandeira vermelha – mecanismo adotado nas contas de luz para informar ao consumidor se ele está pagando mais caro. A redução já havia sido sinalizada pela presidenta Dilma Rousseff no dia 11, durante o lançamento do Programa de Investimento em Energia Elétrica (Piee).

Apresentada na audiência pública da agência, a proposta reduz o valor pago na cobrança extra, dos atuais R$ 5,50 por cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos, para R$ 4,50. Essa redução representa para o consumidor uma redução média de 2% no valor final a ser pago.

A diminuição desses valores será possível devido ao desligamento de 21 usinas termelétricas que produziam cerca de 2 mil megawatts médios de energia a um Custo Unitário Variável maior que R$ 600 por megawatt-hora. Os desligamentos foram decididos no dia 5 de agosto pelo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico, que solicitou então à Aneel um estudo que simulasse o impacto dos desligamentos dessas térmicas nas receitas das bandeiras tarifárias.

O estudo foi apresentado na audiência de hoje. Amanhã (14), começa o prazo para o recebimento de sugestões e questionamentos ao estudo apresentado. Está prevista nova audiência no dia 28, quando será tomada a decisão final. Os novos valores da bandeira vermelha deverão ser cobrados a partir de 1º de setembro.

:: LEIA MAIS »

CONTA DE LUZ TERÁ REAJUSTE DE 4,6% NA BAHIA

conta de energia coelbaAs contas de energia elétrica terão índice médio de reajuste de 5,4% na Bahia a partir da próxima segunda-feira (2), quando começa a vigorar a revisão extraordinária aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta sexta-feira (27). Ao todo, a Aneel autorizou o reajuste das tarifas de 58 das 63 distribuidoras de energia do país. No Brasil inteiro, o reajuste é de, em média, 23,4%.

De acordo com a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), para os clientes de baixa tensão (residenciais), que representam 99% dos consumidores baianos, o percentual médio de aumento a ser aplicado é de 4,6%. Já os consumidores industriais e comerciais de médio e grande porte terão um reajuste médio nas contas de 6,9%. Do G1.

 

300 MIL CLIENTES DA COELBA PERDERÃO DIREITO À TARIFA SOCIAL

Cerca de 300 mil clientes da Coelba na Bahia perderão o direito à tarifa social, que lhes assegura descontos de até 65% na conta de energia elétrica. A perda do benefício vai atingir os consumidores que não atenderam o chamado para se recadastrar junto à empresa, o que deveria ter sido feito até agosto último.

Somente em Itabuna e Ilheus, 9,8 mil famílias ficarão com as contas mais caras já a partir deste mês. De acordo com o gestor da unidade de atendimento da Coelba em Itabuna, Carlos Humberto Morais, a convocação para o recadastramento começou em novembro do ano passado.

A retirada do benefício alcança este mês as famílias que têm consumo mensal acima de 65 Kwh. Aquelas que têm consumo inferior, mas acima de 40 Kwh, deverão se recadastrar até o final de setembro, caso contrário receberão a conta mais salgada já a partir do mês seguinte.

O gestor explica que o recadastramento foi determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

AUMENTO DA CONTA DE ENERGIA PESARÁ EM MAIO

O consumidor começará a sentir em maio o peso do aumento da conta de energia elétrica. As contas para o consumidor residencial terão reajuste de 9,79%. Já os industriais e comerciais de médio e grande porte vão pagar 10,16% a mais a partir do próximo mês. O reajuste foi autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A tarifa para residenciais que consomem em média 140 kw/h saltará de R$ 70,88 para R$ 77,68. Aqueles que pagam tarifa social desembolsarão R$ 46,73. A Coelba se defende dos altos valores e afirma que o governo abocanha 34% em cobrança de impostos.

ENERGIA ELÉTRICA MAIS CARA NA BA

Depois dos sucessivos aumentos de tarifas de ônibus no estado, o baiano terá mais um “presente” neste mês. A Coelba pleiteou na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) reajuste de 11,96% da tarifa de energia, a partir de 22 de abril.

A tarifa será analisada ainda pela Aneel. Além da Coelba, outras nove empresas regionais pleitearam reajuste. No caso da Coelba, o reajuste tem impacto direto sobre consumidores dos 374 municípios atendidos pela companhia de eletricidade.

INTERNET NA REDE ELÉTRICA

Do Bahia Notícias:

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (25) o uso da rede elétrica para transmissão de sinais da internet, vídeo e voz, a chamada Power Line Communications (PLC). A medida pretende facilitar o acesso da população aos serviços, uma vez que a energia está presente na maioria das residências brasileiras. “Assim, um ponto de energia pode ser uma tomada para ligar o eletrodoméstico e, simultaneamente, um ponto de rede de dados para a provedora de internet ou TV por assinatura”, explicou o colegiado da Aneel, em nota.

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia