WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘Ângela’

DESFILE DE PRÉ-CANDIDATOS NO LANÇAMENTO DE BEBETO

Bebeto quer oposição unida contra Jabes

Bebeto quer oposição unida contra Jabes

O deputado federal e pré-candidato a prefeito de Ilhéus, Bebeto Galvão (PSB), tem um senhor desafio pela frente, e ontem (15), no lançamento de sua pré-candidatura, mostrou que está disposto a encará-lo. A tarefa do socialista é unir os partidos que fazem oposição ao prefeito Jabes Ribeiro (PP) em uma única chapa, algo que esbarra em pretensões pessoais.

Bebeto reuniu uma dezena de partidos e pré-candidatos, a exemplo da Professora Carmelita (PT) e do médico Mário Alexandre (PSD). Também participaram do evento a deputada estadual Ângela Sousa, o secretário geral do PSB da Bahia, Domingos Leonelli, e o coordenador da Defesa Civil do Estado, Rodrigo Hitta.

O discurso, como não poderia deixar de ser, foi lastreado na proposta de unidade. Segundo consta, Bebeto tem aparecido bem em consultas eleitorais e hoje teria condições de pedir preferência.

“ROBERTOS” TROCAM DE PARTIDOS EM ITABUNA

Roberto de Souza se filia ao PSD

Roberto de Souza se filia ao PSD

Segundo informações do blog Políticos do Sul da Bahia, o radialista e ex-vereador Roberto de Souza é o mais novo integrante do PSD em Itabuna, com grandes chances de vir a assumir a presidência do partido no município.

O radialista entrou para preencher a lacuna deixada pelo homônimo Roberto José, que abandonou a sigla da deputada estadual Ângela Sousa e do senador Otto Alencar, por entender que o PSD tende a não lançar candidatura própria a prefeito.

Como Roberto José é pré-candidato, optou por uma articulação com o deputado federal José Carlos Araújo, e mudou-se de mala e cuia para o PR. A mudança gerou indignação da deputada Ângela, que tem usado palavras nada gentis quando se refere ao ex-aliado.

CLIMA PESADO ENTRE ÂNGELA SOUSA E ROBERTO JOSÉ

Não há mais sorrisos entre Ângela e Roberto José

A deputada estadual Ângela Sousa (PSD) está profundamente ressentida com o ex-presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), Roberto José, pré-candidato a prefeito de Itabuna. O motivo da bronca foi a migração de Roberto do PSD para o PR, onde ele diz ter garantias de que poderá disputar a sucessão municipal.

Enquanto acompanhava a visita do governador Rui Costa (PT) às obras da barragem do Rio Colônia, Ângela se aproximou de um grupo de colaboradores do prefeito Claudevane Leite (PRB) e destilou toda sua mágoa. Por diversas vezes, e a um volume que foi captado por várias pessoas presentes, a deputada chamou o ex-correligionário de “mau caráter”.

Ângela disse que Roberto firmara compromisso de permanecer no PSD e reclamou de que ele teria abandonado o partido sem lhe dar satisfações. Para a deputada, o ex-presidente da Ficc não poderia ter condicionado sua permanência à garantia da candidatura a prefeito.

O PIMENTA entrou em contato com Roberto José, que disse ter deixado o PSD porque “o partido estava vendido”. Indignado com o adjetivo usado pela deputada para desclassificá-lo, ele rebateu, chamando Ângela de “desequilibrada”.

Roberto afirma ter sinalizado ao senador Otto Alencar, presidente do PSD na Bahia, sua intenção de deixar a sigla, caso não pudesse ser candidato. “Com a deputada, não foi possível conversar porque ela não me deu oportunidade”, justifica.

Segundo o pré-candidato, Ângela Sousa está com raiva porque “faz política com o fígado”. Ainda se referindo à deputada, ele disse que “as pessoas costumam medir as outras pelo que elas são”.

EX-SECRETÁRIO CONSEGUE VAGA NA UTI DO SÃO JOSÉ

Macedo sofre de cardiomiopatia de grau 4

Macedo sofre de cardiomiopatia de grau 4

O ex-secretário de Assistência Social de Ilhéus, Augusto Macedo, que sofre de cardiomiopatia de grau 4 e necessita ser submetido a transplante do coração, conseguiu vaga ontem (17) na UTI do Hospital São José. Antes, ele ficou durante dois dias na enfermaria da unidade da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, apesar de apresentar estado de saúde muito delicado.

O caso do ex-secretário foi relatado pelo PIMENTA na quarta-feira (16) – confira. A nota informa que, enquanto aguarda na fila do transplante, Macedo precisa implantar um ressincronizador cardíaco, cirurgia que na Bahia somente é realizada pelo SUS no Hospital Ana Nery, de Salvador.

Logo após a publicação da nota no blog, alguns políticos procuraram a família do ex-secretário. Entre os que se mostraram solidários, estão o deputado federal Bebeto Galvão (PSB) e a deputada estadual Ângela Sousa (PSD), com quem Macedo já trabalhou. Antes, apenas o vereador Fábio Magal lhe prestava auxílio.

Em nota, a deputada Ângela afirma que somente na última quarta-feira teve conhecimento de que seu ex-assessor estava internado. “A partir de então, entrei em contato com o secretário de Saúde, Fábio Vilas Boas, solicitando seu apoio na transferência para Salvador”, diz a nota. A deputada também colaborou, junto à Central de Regulação do SUS, para que Macedo conseguisse uma vaga em UTI.

QUEM PODE, PODE…

Leléu abandonou Santana e agora diz amém para a “Irmã Ângela”

A deputada Ângela Sousa (PSD) desfalcou o time do deputado Gilberto Santana (PTN), deixando-o sem um de seus principais soldados em Itabuna. Esperta toda, a parlamentar viu Wellington Rodrigues, o Leléu, “dando sopa”, e o indicou para a diretoria administrativa do Hospital de Base.

O prefeito Claudevane Leite, que é Deus no céu e Ângela na terra, aceitou a indicação e a posse de Leléu deverá ocorrer nos próximos dias. Para tristeza de Santana, que perde um eficiente e articulado cabo eleitoral.

DEPUTADA MUI AMIGA

angela sousaA deputada estadual Ângela Sousa (PSD) sonhava com o apoio do prefeito de Canavieiras, Almir Melo (PMDB), nas próximas eleições. As relações entre a parlamentar e o gestor municipal eram muito boas e ela, como não abre mão, indicou vários nomes para ocupar cargos na administração de Canes. Até que…

Ângela, que não é de perder viagem, foi descoberta com um pé no governo e outro na oposição. Aí a relação desandou.

Descoberta a “versatilidade” da deputada, Almir Melo determinou o desembarque de seus apadrinhados nas secretarias de Assistência Social e Saúde. Nesta última pasta, ficou a secretária, cujo desempenho é elogiado. O último a ser defenestrado foi ninguém menos que o filho de Ângela, o médico ortopedista Mário Alexandre.

Segundo  o Blog do Gusmão, Marão, como o médico é conhecido, vinha submetendo o fluxo de atendimentos em Canavieiras ao projeto de “mainha” de se aproximar de opositores do prefeito. Melo se irritou com a infidelidade e exonerou o doutor .

Agora, ficou um tanto complicado para a deputada pedir votos na terra do caranguejo. Por lá, o moral de Ângela andou tal qual o crustáceo.

A CANDIDATURA DE OTTO ALENCAR

ricardo artigosRicardo Ribeiro | ricardo_rb10@hotmail.com

 

Evangélica, Ângela tem Jabes na mesma cota do capeta, desde que o pepista descartou seu nome como candidata à sucessão dele na Prefeitura de Ilhéus em 2004. Hoje, nove anos depois, ambos torcem pela candidatura de Otto Alencar, o que abre espaço para uma reaproximação.

 

Quem acredita piamente que o vice-governador Otto Alencar (PSD) não seja potencial candidato à sucessão de Jaques Wagner pode também adotar os mais tenros contos da carochinha como livros de cabeceira.

Raposa velha, urdida no berço do carlismo, mas com habilidade para se relacionar de modo amplo e eficiente com os mais diversos segmentos da política, Otto trabalha com a tranquilidade dos que não precisam de grande esforço para conquistar resultados expressivos. Aliás, o vice conta com a vantagem de ter quem trabalhe por ele.

Ao afirmar sua postura de soldado a serviço do governador e disposto a seguir suas orientações, Otto transmite um desapego que só ajuda a dar mais consistência à sua imagem, deixando no ar um sentimento de que outros postulantes do mesmo grupo tateiam como candidatos de si mesmos (artimanhas de raposa). Paralelamente, aliados da base fortalecem a figura do segundo mandatário como sucessor natural, quase inquestionável. Um contraponto perfeito às opções ainda não consolidadas e de futuro incerto apresentadas pelo PT.

E não são apenas os aliados que trabalham pelo vice-governador. Até adversários do grupo, antes mais ferrenhos, hoje mais dóceis, demonstram preferência por ele. Ex-correligionário, o atual secretário de Transportes de Salvador, José Carlos Aleluia, afirmou em entrevista ao jornal A TARDE que se o candidato for Otto, é capaz até de o DEM embarcar no voo, com o PT não mais como piloto, mas na posição de copiloto.

Não parece algo plausível ou provável de ocorrer, não apenas pelos compromissos entre o DEM e o PMDB de Geddel, mas também pelos óbices da esfera nacional. A impressão é de que a afirmação de Aleluia, que jamais seria gratuita ou impensada, teve o objetivo de constranger os petistas, reforçando um sentimento de que o partido procura impor uma candidatura própria difícil, sacrificando aquele que seria em tese o melhor nome.  E mais: um nome com pedigree democrata e linhagem carlista, o que certamente estimula os confetes do secretário soteropolitano.

Voltando aos aliados, a defesa ao nome de Otto pode produzir até certos “milagres”, como uma possível união entre o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro (PP) –  que recentemente levou reprimenda pública de Wagner –  e a deputada estadual Ângela Sousa (PSD).

Evangélica, Ângela tem Jabes na mesma cota do capeta, desde que o pepista descartou seu nome como candidata à sucessão dele na Prefeitura de Ilhéus em 2004. Hoje, nove anos depois, ambos torcem pela candidatura de Otto Alencar, o que abre espaço para uma reaproximação.

Quem observa de perto a política ilheense já percebe o insinuar de um distensionamento entre a “irmã” e o prefeito. E como política é feito nuvem, não estranhem se daqui a pouco estiverem os dois juntos, de mãos dadas, em corrente de orações pelo vice-governador.

MAGAL: TRAIDOR OU TRAÍDO?

magalO grupo da deputada Ângela Sousa (PSD), mãe do ex-vice-prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, acusa o vereador Fábio Magal (PSC) de traição, pois o mesmo – eleito pela oposição – aliou-se ao governo Jabes Ribeiro e votou no candidato governista à presidência da Câmara.

Em artigo postado em seu blog, o procurador Israel Nunes lembra que, antes de migrar para o governo, Magal sofreu horrores com o grupo da deputada, merecendo registro o apoio aberto de Mário Alexandre a outro candidato a vereador, quando o correto seria ter se mantido neutro.

Para Nunes, o boicote anterior não dá ao grupo da deputada nem ao diretório municipal do PSC o direito de fazer cobranças ao vereador, que por sinal foi o mais votado em outubro. O presidente estadual do partido, inclusive, desautorizou o dirigente municipal, deixando claro que o compromisso com a oposição se encerrou com as eleições.

Clique aqui e leia o artigo na íntegra.

SEGUNDA CHAMADA

Os organizadores da “Caminhada contra a Corrupção” em Ilhéus tiveram o desprazer de não atrair quantidade suficiente de adeptos para o ato, inicialmente marcado para o dia 9 último. Digamos que faltou quórum e, em função disso, a programação foi concelada.

À frente do movimento, o blogueiro “Correia Neles” não jogou a toalha. Promete marcar nova data para encher o centro de Ilhéus num grito contra “malfeitos” do governo Newton Lima. O coordenador até oferece, aos interessados que tenham “carro com som no fundo”, um CD com a trilha sonora do protesto.

A nova data ainda não foi definida, mas deverá ser breve. Correia e outros que estão à frente da caminhada terão, porém, que elaborar uma boa estratégia para quebrar a desconfiança geral com relação ao evento, maculado com a informação de que tem dedo de políticos, inclusive da deputada Ângela Sousa e de seu filho Mário Alexandre (vice-prefeito de Ilhéus), por trás do blogueiro. Sem interpretações indecorosas, por favor!

MARÃO E ÂNGELA VÃO PARA O PSD

Salvo a possibilidade de o PSD não conseguir um número de assinaturas suficiente para disputar as eleições de 2012, a deputada estadual Ângela Sousa (PSC) e seu filho, o vice-prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (PSDB), estão de malas prontas para ingressar no novo partido.

O vice-governador da Bahia, Otto Alencar, cacique estadual do PSD, já confirmou o acerto para as filiações de Ângela e Marão. E o vice-prefeito confirmou a mudança para breve, acrescentando que é na nova legenda que pretende disputar a sucessão de Newton Lima.

Em tempo: numa entrevista à rádio Tudo FM, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) destilou veneno e chamou o PSD de “partido de mortos e fantasmas”. A cutucada provocou reação de Otto Alencar.

DEU XABU NA CARONA

Como se diz por aí, “alegria de pobre dura pouco”. Logo após comemorar o convite para embarcar no mesmo voo do governador rumo a Ilhéus, a deputada Ângela, seu filho Marão e o prefeito Newton Lima foram comunicados que rolou uma espécie de “overbooking”.

Resultado: a vaga no avião de Jaques Wagner foi reservada a outras autoridades e os ilustres representantes ilheenses tiveram que se virar.

Marão e Newton Lima providenciaram suas passagens em voo comercial, enquanto a deputada se juntou a outros parlamentares num voo fretado. Além dela, vêm a Ilhéus os deputados Rosemberg Pinto, Fátima Nunes, entre outros.

NA CARONA…

Reuniram-se nesta terça-feira, 5, em Salvador, com o governador Jaques Wagner, a deputada estadual Ângela Sousa (PSC), o prefeito de Ilhéus, Newton Lima, e o vice Mário Alexandre (Marão), filho da parlamentar. Levaram um pacote de reivindicações, como a conclusão das obras do DPT e a segunda etapa da revitalização do bairro Nossa Senhora da Vitória.

Por enquanto, os pedidos estão em uma vistosa e robusta gaveta na Governadoria, mas Wagner não frustrou totalmente os visitantes. Garantiu-lhes, ao menos, o retorno para casa. Ângela, Marão e Newton voltam para Ilhéus hoje, no mesmo avião do governador, que vem à cidade participar da abertura do III Festival do Chocolate.

DEPUTADOS REIVINDICAM MELHORIAS PARA BR-251

A situação da rodovia BR-251, que liga Ilhéus a Buerarema, despertou atenções na Assembleia Legislativa da Bahia. Nesta quarta-feira, 18, o deputado estadual Augusto Castro (PSDB), encaminhou ofício ao governador Jaques Wagner, solicitando que sejam autorizadas melhorias para a estrada que atende comunidades ilheenses com as de Couto, Santo Antônio e Rio do Engenho.

Além do tucano, a solicitação foi subscrita pelas deputadas Ângela Sousa (PSC) e Maria Del Carmen (PT). Esta última recebeu informação do Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia, dando conta de que a recuperação da BR não começa imediatamente “por falta de cascalho” na região.

Na segunda-feira, 16, moradores bloquearam a rodovia em protesto contra o descaso do governo. Apesar de ser uma BR, a 251 é definida como uma “rodovia federal estadualizada” e é, portanto, administrada pelo Estado.

SE ARREPENDIMENTO MATASSE…

Ângela e o filho Mário Alexandre entre jabistas: ouviram o que não queriam

A desinteligência no exercício da política ainda vai dar muita dor de cabeça ao grupo da deputada ilheense Ângela Sousa, do PSC.

Na última semana, conforme registrou o blog Cia da Notícia, a parlamentar mobilizou-se para barrar a presença do ex-prefeito Jabes Ribeiro no palanque da inauguração de uma fábrica de chocolates finos no distrito de Rio do Engenho. Estava presente o secretário estadual da Agricultura, Eduardo Salles, do mesmo partido de Ribeiro, o PP.

Conforme era vontade da deputada evangélica, o ex-prefeito ficou fora do palanque e junto aos populares que estavam no evento. De baixo, porém, saboreou com raro prazer as referências elogiosas de Eduardo Salles, que praticamente pintou o correligionário como a salvação para Ilhéus.

Ângela, ao lado do secretário, teve que “engolir” as loas. E estas só foram tão entusiasmadas por causa da tolice da deputada de achar que o palanque era pequeno demais para ela e o arquirrival.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia