WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘animais’

HOMEM É PRESO COM MIL FILHOTES DE PÁSSARO

Passarinhos viajavam aglomerados em pequenas gaiolas (foto Divulgação PRF)

Passarinhos viajavam aglomerados em pequenas gaiolas (foto Divulgação PRF)

A Polícia Rodoviária Federal flagrou um homem de 60 anos que transportava cerca de mil filhotes de canário-terra para a cidade pernambucana de Caruaru. O traficante de animais silvestres tinha saído de Itabuna com as aves e sua prisão aconteceu na região de Paulo Afonso, no Vale do São Francisco.

Os passarinhos viajavam aglomerados em pequenas gaiolas. Eles serão levados hoje (31) para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em Salvador.

O homem foi enquadrado no artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção, além de multa. Segundo a polícia, o traficante já foi flagrado mais de dez vezes cometendo o mesmo  crime em diversos Estados.

ITABUNA ESPERA VACINAR 30 MIL ANIMAIS

Gatos e cães com mais de 3 meses devem receber a vacina contra a raiva (foto Pedro Augusto)

Gatos e cães com mais de 3 meses devem receber a vacina contra a raiva (foto Pedro Augusto)

Começa amanhã (30) a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica, que em Itabuna projeta imunizar 30 mil animais, entre cães e gatos. Para quem mora na zona urbana, a vacina estará disponível no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), no bairro Antique, e na Unidade de Saúde José Maria de Magalhães Neto (antigo Sesp), no Centro. O atendimento ocorre das 8 às 17 horas, de segunda a sexta-feira.

A cobertura na zona rural será feita por equipes volantes, que visitarão casas e fazendas. Segundo o veterinário Samir Hage, podem receber a vacina os cães e gatos a partir dos três meses de idade. No “Dia D de Combate à Raiva Animal” (16 de abril), a antirrábica estará disponível em todas as unidades de saúde do município, informa o secretário municipal da Saúde, Paulo Bicalho.

Em abril e maio, Itabuna também fará parte da campanha de vacinação contra a gripe influenza tipo A (H1N1), que começa a assustar a população de alguns estados. A cidade já enfrenta um surto de arboviroses relacionadas ao mosquito Aedes aegypti.

MARCELL MORAES ABRAÇA A CAUSA DO JEGUE

marcel e o jegue2O deputado estadual Marcell Moraes tem como principal bandeira a defesa dos animais, o que sem dúvida é uma causa válida. O problema é quando descamba para um exagero que torna o parlamentar, no mínimo, patético.

A última de Moraes é espernear contra as negociações entre a Bahia e empresários chineses, interessados em importar jegues. Para o deputado, trata-se de um absurdo, pois (argumento dele) o animal é “um patrimônio nosso, que não pode ser exportado”.

Ainda segundo o deputado, “os chineses querem fazer o animal sofrer”. Ele diz que vai buscar apoio do Ministério Público na tentativa de impedir que as negociações prossigam.

UM VELHO PROBLEMA NO TRÂNSITO DE ITABUNA

cavalo cinquentenárioApesar de ser uma das maiores cidades da Bahia, Itabuna continua a exibir cenas típicas de uma vila atrasada, a exemplo da frequente presença de animais em suas ruas e avenidas. Eles atrapalham o trânsito e já provocaram diversos acidentes, inclusive com morte, mas a Prefeitura segue sem adotar uma medida efetiva para resolver o problema.

A Secretaria de Trânsito e o Centro de Controle de Zoonoses precisam tomar providências, recolhendo a bicharada e multando quem deixa os animais zanzando à toa, conforme prevê a legislação.

A cena acima foi registrada por volta das 7h30 da manhã desta sexta-feira (4), na Avenida Cinquentenário, pelo leitor Eliés Haun Neto.

NÓS E OS ANIMAIS

professor júlio c gomesJulio Cezar de Oliveira Gomes | advjuliogomes@ig.com.br

A forma como tratamos aos animais, segundo afirmam alguns, diz muito de nós, do que somos realmente. E ao que me parece, isto ocorre tanto do ponto de vista pessoal quanto em uma perspectiva histórica e coletiva.

Nós humanos, durante milênios, tivemos uma convivência muito estreita com os animais, que faziam parte desde nosso dia a dia, pois muitos viviam tão próximos a nós que era impossível conceber a vida sem eles. Somente nos últimos dois ou três séculos, em virtude da urbanização e do progresso tecnológico, os animais deixaram de fazer parte de nosso cotidiano.

Imprescindíveis à nossa vida em tempos passados, fornecendo carne, leite, transporte, tração, vestimenta (couro), instrumentos (ossos e chifres) e mais uma infinidade de utilidades, os animais eram tanto nossos amigos como nossos vilões, pois as feras ainda povoavam as florestas, enchendo de perigo real e de terror as mentes humanas.

Quanto a nós, historicamente, sempre oscilamos, no tratamento para com eles, entre os gestos de amor e a mais impiedosa crueldade.

Se por muito tempo os animais e a natureza foram, em regra, o inimigo a ser vencido, na atualidade esta concepção revela-se não só descabida, mas desastrosa.

:: LEIA MAIS »

BRASIL EMITIRÁ PASSAPORTE PARA CÃES E GATOS

Passaporte-para-cães-e-gatosDa Agência Brasil

Na tentativa de deixar menos burocráticas as viagens para o exterior levando animais de estimação, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento começou a emitir na última semana o passaporte para cães e gatos. O documento é uma alternativa ao Certificado Veterinário Internacional (CVI), que era o único existente anteriormente. Enquanto o CVI deve ser solicitado novamente a cada viagem, o passaporte vale por toda a vida do animal.

Por enquanto, ele só é aceito nos países do Mercosul – a Argentina, o Paraguai, Uruguai e a Venezuela -, que têm acordo de equivalência com o Brasil. Pode ainda ser usado em viagens domésticas, substituindo o atestado de saúde animal.

“A gente já pediu consulta a outros países [fora do Mercosul] para que aceitem. O passaporte é válido enquanto o animal estiver vivo, mas o proprietário tem que manter sempre em dia as vacinas”, explica Mirela Eidt, chefe da área animal do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional do Ministério da Agricultura. Mirela esclarece também que o governo não cobra taxas para a emissão, cujo prazo é 30 dias úteis após a solicitação. No entanto, é obrigatório implantar um microchip no animal detentor do documento.

“[A implantação do chip] pode ser feita em clínica particular à escolha do proprietário. É um jeito de ligar o animal ao passaporte, como a foto, no nosso caso. A foto não é obrigatória para eles e o microchip tem código de barras”, diz. O passaporte é emitido pelas superintendências federais agropecuárias nos estados, mas nem todas já têm o sistema adequado operando. É preciso entrar em contato para saber as que estão aceitando requisições para o documento. “Para emitir, é necessário ter uma leitora de microchip. A orientação é consultar sobre as unidades habilitadas”, ressalta Mirela Eidt.

:: LEIA MAIS »

“BANHEIRO” INTERDITADO

cachorro

Cansada de ver esta praça no bairro Jardim Primavera, em Itabuna, ser transformada em sanitário da cachorrada, uma moradora utilizou placas com mensagens bem diretas, na tentativa de alertar os donos de cães.

É bem provável que essa moda pegue na cidade, pois são muitos os locais onde alguns costumam levar seus animais para passear e não se importam com o que eles deixam pelo caminho.

POLÍCIA FECHA RINHA EM ITAPÉ

Galos foram encontrados com sinais de maus tratos (foto Oziel Aragão / Plantão Itabuna)

Policiais militares e civis fecharam um local onde se realizavam brigas de galo na cidade de Itapé, a 22 quilômetros de Itabuna. Na rinha, foram apreendidas cinco aves, todas com sinais de maus tratos, e preso um homem identificado como José Márcio Almir Matos Mendes, de 26 anos.

Um inquérito sobre o caso foi instaurado pela delegada Ana Paula Gomes, que solicitou o apoio da PM para prender José Márcio. Ele foi flagrado exatamente no momento em que acontecia uma briga de galos. O rapaz confessou que ganhava cerca de 150 reais quando uma de suas aves vencia o confronto.

Enquanto a delegada colhia o depoimento de José Márcio, foi recebida denúncia anônima indicando a existência de outra rinha na região, esta na fazenda de um homem de prenome Dagmar. A polícia foi até o local e apreendeu outros 24 galos de briga. Informações do Plantão Itabuna.

 

 

CASTRAMÓVEL JÁ ESTÁ PRONTO PARA ENTRAR EM OPERAÇÃO NA CAPITAL

20131204_164958

Estima-se que haja aproximadamente 200 mil cães e gatos abandonados nas ruas de Salvador. Reduzir essa superpopulação é a meta do chamado “Castramóvel”, fruto de projeto de indicação da vereadora Ana Rita Tavares (Pros). O veículo, equipado para realizar cirurgias de esterilização de cães e gatos de rua, já está pronto e resta somente a definição de itinerário.

O ônibus é adaptado com cinco mesas de cirurgia, climatização e lavatório. Conta com uma equipe formada por 12 pessoas, coordenada pelo médico veterinário Augusto Angelim. O Castramóvel percorrerá toda a cidade, ficando de 30 a 60 dias em cada bairro, e a expectativa é de atender cerca de 30 animais por dia.

Ana Rita Tavares explica a necessidade da castração dos animais. “A reprodução indiscriminada de cães e gatos pode resultar em casos de abandono, maus tratos e zoonoses, sendo importante para a cidade e o bem estar dos animais medidas como essa”.

BANDIDO MATA CADELA EM LAURO DE FREITAS

Um crime bárbaro causou comoção neste fim de semana na cidade de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, e mostrou que nem mesmo os animais estão livres da violência. A vítima nesse caso foi uma cadela “vira lata” (sem raça definida), atingida por um golpe de facão desferido por um homem identificado como Marcelo.

Segundo testemunhas, o agressor resolveu matar o animal simplesmente porque não gostava dele. A lâmina do facão causou um ferimento de 20 centímetros de comprimento por 15 centímetros de profundidade na cadela e atingiu órgãos internos, levando a uma forte hemorragia.

A vítima chegou a ser levada a uma clínica veterinária, mas não foi possível salvá-la. O autor da barbaridade, descrito como um “monstro”, poderá responder pelo delito de maus tratos contra animais, previsto na Lei de Crimes Ambientais. A advogada e vereadora Ana Rita Tavares (PV), de Salvador, que tem como principal bandeira a defesa dos animais, apresentou notícia crime sobre o caso no Juizado Especial Criminal de Lauro de Freitas.

A3 PROMOVE FEIRA DE ADOÇÃO DE ANIMAIS

cães e gatos 1A organização-não governamental Associação Amigos dos Animais (A3) promove, no próximo sábado, 16, feira de adoção de cães e gatos. O evento ocorre na Praça Camacã, a partir das 10h.

Para adotar animal, são exigidos carteira de identidade e comprovante de residência. A feira vai até as 16h.

GOVERNO NOVO, PROBLEMA VELHO

Motorista tem que desviar para não atingir animal

Motorista tem que desviar para não atingir animal (foto Pimenta)

Muita gente que passou nesta manhã pelo bairro da Conceição, em Itabuna, teve uma incômoda sensação de que o desastrado governo Azevedo havia retornado ao comando da cidade.

Nos passeios, grande quantidade lixo que não foi recolhida pela empresa Marquise. Completando o cenário, animais criados por irresponsáveis andavam pelas ruas e se alimentavam dos detritos, espalhando a sujeira (como nesta foto, ao lado do muro do Itabuna Esporte Clube, na via que dá acesso ao bairro São Judas e à Ponte Calixto Midlej). Além da bagunça, o risco para os motoristas era grande. Alguns tinham que desviar dos animais para evitar um acidente.

A coleta de lixo, ainda sob a responsabilidade da Marquise, continua deficiente em quase toda a cidade. Com relação à presença de cavalos, bois, porcos e até bodes nas ruas, revirando o lixo, é também um problema comum em diversos bairros de Itabuna, o que exige atenção da Secretaria de Transportes e Trânsito e providências inadiáveis do Centro de Controle de Zoonoses.

NOVO DIRETOR DO CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES

O veterinário Waldemar Oliveira é o novo diretor do Centro de Controle de Zoonoses de Itabuna. Ele assumiu com a missão de reorganizar a unidade, que tem a função de prevenir as doenças transmitidas por animais. Oliveira tem perfil técnico, característica que  é elogiada pelo vice-presidente da ONG Associação Ambiental e de Proteção Animal (AAPA), Sílvio Maia.

Segundo o representante da ONG, Oliveira tem experiência na área e é capaz de fazer o CCZ funcionar adequadamente. “Nos últimos anos, o Centro de Zoonoses havia se transformado em tudo, desde cemitério de animais até cabide de emprego, menos em um órgão de proteção dos animais e controle de doenças”, disse.

FAZENDA ITABUNA, PASTO JOSÉ BASTOS

Animal faz seu desjejum na praça, entre o Fórum Ruy Barbosa e a FTC (foto Ricardo Kruschewsky)

A praça que leva o nome do poeta José Bastos, no centro de Itabuna, não está livre de um problema que se registra em praticamente toda a cidade: a invasão de burros, jegues, cavalos, bois e até cabras. Na verdade, Itabuna inteira se parece com um grande pasto e, na teoria, existem um tal Centro de Controle de Zoonoses e uma Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito, que deveriam retirar esses animais de circulação e levá-los para onde é o seu lugar, ou seja, a zona rural do município.

Vez ou outra a Settran faz alarde com uma operação para recolher os bichos, mas logo no dia seguinte os mesmos ou outros aparecem vagando pelas ruas e se fartando com a grama das praças.

De vez em quando, algum quadrúpede desavisado também atravessa qualquer avenida movimentada e causa um grave acidente, às vezes tirando a vida de quem não tem nada a ver com a irresponsabilidade de criadores e o descaso do governo.

 

ANTES TARDE DO QUE NUNCA

Animais soltos e vagando pelas ruas compõem um cenário bem comum em Itabuna, que chega por vezes a deixar a cidade com aspecto de uma vila de interior. Mas o problema maior são os acidentes provocados pelos bichos, até com morte como há alguns anos ocorreu com um policial militar na Avenida Manoel Chaves.

Na semana passada, uma colisão entre um carro e uma moto se deu após um dos veículos desviar de um animal na pista. E só depois disso é que a Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (Settran) iniciou uma operação para recolher burros, jegues, cavalos e outros quadrúpedes que porventura sejam encontrados ao léu.  Os bichos apreendidos vão para uma fazenda nos arredores da cidade, de onde só saem mediante o pagamento de multa.

Em uma semana de operação, a Settran recolheu 18 animais e avisa que continuará com esse trabalho. De outras vezes, fez a mesma promessa, mas logo parou.

Tomara que agora seja de verdade…

DESCASO CRIMINOSO EM ITABUNA

 

Animal pasta no canteiro central da Avenida Manoel Chaves

Há quase dois anos, familiares, colegas e amigos choravam a morte do policial militar Abimael Dias Moreira. Em outubro de 2009, ele morreu quando dirigia pela Avenida Manoel Chaves, bairro São Caetano, em Itabuna, e foi surpreendido por um animal na pista.

A irresponsabilidade de proprietários de animais e a conivência da Prefeitura, que permite essa situação, continua pondo em risco a vida das pessoas na cidade, onde até em vias centrais é comum ver cavalos, burros e vacas passeando livremente.

A foto desta nota foi feita aproximadamente às 15 horas deste domingo, dia 15, na mesma avenida onde o policial Abimael perdeu sua vida. Pelo jeito, ninguém aprendeu a lição.

AS CÂMARAS E OS ANIMAIS

A presença de animais em locais impróprios é uma constante em Itabuna. Por aqui, o PIMENTA já fotografou e denunciou o descaso da Prefeitura, que permite o livre trânsito de equinos e outras espécies pelas praças, avenidas e até na Câmara de Vereadores. Naturalmente, além da sujeira que os bichos provocam, há ainda o sério risco de acidentes de trânsito.

Mas a indevida perambulação de quadrúpedes em centros urbanos não é uma exclusividade de Itabuna. O site Brumado Notícias registra que naquela cidade do sudoeste baiano é também bastante comum encontrar burros, cavalos e outros bichos nos locais mais insuspeitos. E, pasmem: coincidentemente, a Câmara de Vereadores é um deles.

Chega a dar a impressão de que determinados seres de quatro patas têm uma estranha predileção pelos legislativos municipais…

Quadrúpedes têm sombra e grama farta na Câmara de Itabuna (foto Pimenta)...

... e também atuam com desenvoltura no legislativo de Brumado (foto Kauê Souza / Brumado Notícias)








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia