WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba



policlinica





outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: ‘Arquitetura e Urbanismo’

PESQUISA REVELA ESTADO DAS PRAÇAS DE ITABUNA; EMPRESAS ADOTAM ESPAÇOS

Alunos da Unime durante ação na  praça do Vila Zara.

Alunos da Unime durante ação na praça do Vila Zara.

Um levantamento em 38 praças públicas de Itabuna concluiu que 90% dos itens de mobiliário são ruins, não têm conservação ou necessitam de reforma. O trabalho foi feito por estudantes e professores de Arquitetura e Urbanismo e de Psicologia da Unime.

No diagnóstico, foram avaliados desde bancos, sistema de iluminação, lixeiras, sanitários, equipamentos para exercícios e pontos de ônibus e de táxis nestes espaços. Ao avaliar por sistema de notas, as praças obtiveram conceito entre 0,5 e 1,5.

O projeto de avaliação pós-ocupação das praças já analisou e catalogou 20 praças. Com a divulgação dos primeiros resultados do projeto, prefeitura e empresas privadas iniciaram a reforma dos espaços. A ação é feito por meio de adoção de praça por parte de empresas.

A primeira do projeto a ser adotada foi a Pastor Hélio Lourenço, antiga Praça da Cotef, na Beira-Rio, que será requalificada e reurbanizada. O espaço é utilizado para a prática de esportes como vôlei de areia e futevôlei. Foi adotado pelo Shopping Jequitibá.

– As pesquisas e análises obtidas em nosso projeto, contribuíram para a adoção das praças e para a realização do projeto Adote uma Praça, da Prefeitura Municipal de Itabuna, em parceria com empresas locais, que através dos dados coletados, identifica as deficiências do local e propõe uma reforma com o intuito de atender as necessidades e solicitações da população –  diz a professora Simone Gualberto, da Unime.

ALUNOS DE ARQUITETURA E URBANISMO ANUNCIAM PROTESTO NA UNIME

Campus II da Unime em Itabuna.

Campus II da Unime em Itabuna.

Alunos do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Unime Itabuna prometem parar a instituição amanhã (16). Reclamam de salas superlotadas e da falta de coordenador e de professores para o curso.

Há duas semanas, dizem, tentam marcar audiência com o diretor da faculdade, Luiz Brogiatto, mas o professor não os recebe. O protesto, previsto para o final da tarde de amanhã (16), será suspenso apenas se o diretor “abrir as portas do seu gabinete”.

Um dos alunos disse ao PIMENTA que o cargo de coordenação está vago devido às dificuldades enfrentadas pelo curso e à falta de diálogo com a direção da faculdade.

– As nossas salas estão superlotadas com 80 ou até 120 alunos. Não temos mais coordenadora e tudo isso foi o estopim para que ela deixasse [a direção do curso]. Nem ela estava tendo voz, não estava sendo ouvida – disse um dos alunos da faculdade que pede anonimato para evitar retaliações.

OUTRO LADO

O diretor da Unime Itabuna, Luiz Brogiatto, defendeu-se. Disse ao PIMENTA que seu gabinete está sempre aberto. “Só não atendo se estiver em reunião”, observou. Ele anunciou encontro com os líderes de turmas do curso de Arquitetura e Urbanismo para as 16h de hoje (15) e afirmou que o contato foi feito na tarde da última sexta.

Reforçando ser “muito aberto aos alunos”, Brogiatto reconhece existência de “problemas pontuais” no curso, mas, segundo ele, as salas superlotadas foram divididas, após autorização da Kroton-Anhanguera. A faculdade, assegurou Brogiatto, contratou mais professores.

O diretor disse que a coordenadora do curso é a professora Débora Santa Fé, que se encontra em licença-maternidade. Adriana Batata, segundo ele, pediu para deixar a coordenação interina, mas o cargo não está vago. Ele negou que não haja diálogo com alunos e professores.

PROUNI OFERECE 657 BOLSAS EM ITABUNA E ILHÉUS. INSCRIÇÃO JÁ COMEÇOU

Prouni 2014

______________________________________________

Arquitetura e Urbanismo, Enfermagem, Farmácia
Logística e Odontologia estão entre opções de curso

As inscrições no Programa Universidade para Todos (Prouni), do Ministério da Educação, começaram nesta madrugada de segunda (13) com a oferta de 657 bolsas  integrais e parciais em faculdades privadas em Ilhéus e Itabuna. O prazo de inscrição encerra-se na sexta (17). O resultado da primeira chamada está previsto para dia 20.

O programa federal oferece 590 bolsas integrais e 67 parciais em faculdades das duas maiores cidades do sul da Bahia. As bolsas parciais são oferecidas apenas por instituições de ensino superior em Ilhéus.

A maioria das vagas está em Itabuna, onde são disponibilizadas 439 bolsas, todas elas integrais e divididas por 21 cursos nas faculdades Unime, Unopar, Uniasselvi e Unisa, de acordo com levantamento feito pelo PIMENTA com base nos dados do MEC. As instituições privadas ilheenses oferecem total de 218 bolsas, boa parte na modalidade ensino a distância, em 20 cursos.

CLIQUE AQUI PARA INSCRIÇÃO NO PROUNI

Para a inscrição, o MEC solicita o número de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano passado, além da senha.

Além de ter participado do Enem 2013, o candidato precisa ter obtido nota média igual ou superior a 450 para poder se inscrever no Prouni. Outra condição é ter cursado o ensino médio em escola pública ou ter sido bolsista em escola particular e ainda não ter curso superior completo.

BOLSA INTEGRAL OU PARCIAL?

O candidato pode disputar bolsa integral no Prouni caso a renda bruta familiar mensal por pessoa seja igual ou inferior a um salário mínimo e meio (R$ 1.086,00). Já para concorrer à bolsa parcial, a renda bruta familiar deve ser de, no máximo, três salários mínimos (R$ 2.172,00) por pessoa. No leia mais, confira a oferta de cursos e de vagas em Ilhéus e Itabuna. :: LEIA MAIS »

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO É NOVA APOSTA DA UNIME ITABUNA

Campus da Unime em Itabuna.

De olho no avanço da construção civil e os investimentos bilionários anunciados para o sul da Bahia, a Unime Itabuna vai oferecer já em março o primeiro curso de nível superior em Arquitetura e Urbanismo.

A aposta da instituição que há quase um ano foi adquirida pela Kroton-Pitágoras é também na demanda gerada pelas políticas habitacionais implementadas pelo governo federal, a exemplo do Minha Casa, Minha Vida, além da instalação do Complexo Intermodal Porto Sul.

De acordo com ele, os estudos de viabilidade do curso de Arquitetura e Urbanismo começaram em 2009, quando também foi apresentado o projeto ao Ministério da Educação (MEC). “Agora, com todo esse desenvolvimento do eixo Itabuna-Ilhéus, a tendência é crescer bastante a demanda nas áreas de arquitetura e engenharia em geral”, disse ao PIMENTA.

A instituição investirá aproximadamente R$ 600 mil no novo curso. Os professores já foram contratados e a parte de estrutura conta com dois laboratórios de prancheta, um laboratório de maqueteria e dois outros para disciplinas do segundo ano do curso, salas de aula e biblioteca específica, segundo o diretor da Unime Itabuna, Alfredo Omena.

O curso superior terá 70% da sua grade curricular preenchida com disciplinas práticas e tem duração de cinco anos, segundo a coordenadora Débora Santa Fé. Serão oferecidas 120 vagas por ano.

Os alunos, diz a coordenadora, aprenderão técnicas de edificações, monumentos, arquitetura paisagística e de interiores, conjuntos arquitetônicos e planejamento físico e de urbanismo. O primeiro vestibular para o curso será realizado neste sábado (19). Mais informações, clique aqui.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia