WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba



policlinica





outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: ‘Assaí Atacadista’

ASSAÍ DE ILHÉUS SERÁ INAUGURADO EM JUNHO; INVESTIMENTO ATINGE R$ 40 MILHÕES

Empresários e o prefeito Marão visitaram canteiro de obras do Assaí || Foto Clodoaldo Ribeiro

A filial ilheense do Assaí Atacadista deverá ser inaugurada em junho deste ano, conforme previsão do Grupo Pão de Açúcar (GPA) em encontro com o prefeito Mário Alexandre (Marão), nesta sexta (15). O grupo está investindo R$ 40 milhões na construção do Assaí, na Praia do Sul, na Rodovia Ilhéus-Una (BA-001), em Ilhéus.

Ontem, Marão, acompanhado de empresários, secretários e vereadores, visitou a obra. A loja vai gerar em torno de 300 empregos diretos e 150 indiretos, conforme previsão do GPA. O Assaí registrou crescimento médio de 25% em 2018.

CONTRATAÇÃO

Há dez dias, o Assaí Atacadista iniciou a contratação de funcionários para a unidade em Ilhéus. A seleção está sendo feita com intermediação do SineBahia. Neste primeiro momento, estão sendo selecionados profissionais para 150 vagas em várias áreas.

CONFIRA MAIS DE 135 VAGAS DE EMPREGO EM ITABUNA, ILHÉUS E JEQUIÉ NESTA QUINTA (7)

Quem procura emprego no sul da Bahia terá uma quinta-feira (7) com dezenas de oportunidades em Ilhéus. Do Grupo Pão de Açúcar, o Assaí Atacadista abriu contratações na Terra de Gabriela para vários cargos. São mais de 80 vagas com recepção de currículos feita por meio do SineBahia, que funciona no SAC, na Rua Eustáquio Bastos, Centro, próximo à Praça Cairu. Há ainda vagas de emprego na área de hotelaria e de veículos.

Além de Ilhéus, existem oportunidades nos municípios de Itabuna, com 26 vagas, e Jequié, 10. Os interessados devem procurar as unidades do SineBahia nestas localidades, munidos de carteiras de Trabalho e de Identidade, CPF e comprovantes de residência e de escolaridade. Pessoas com deficiência (PCD) devem apresentar laudo médico. Clique no “leia mais”, a seguir, e confira todas as oportunidades para esta quinta. :: LEIA MAIS »

ILHÉUS: PREFEITO ENTREGA ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO DO ASSAÍ ATACADISTA

Assaí será construído na zona sul de Ilhéus || Foto Divulgação

Nesta quinta (13), o prefeito Mário Alexandre (Marão) entrega o alvará que libera a construção de filial do Assaí Atacadista em Ilhéus. A solenidade será no estande do Cidadelle Praia, na Rodovia Ilhéus-Olivença (BA-001), às 14h.

Marca do Grupo Pão de Açúcar, o Assaí deverá investir cerca de R$ 40 milhões para abrir a primeira filial no sul da Bahia, conforme anúncio feito há um ano. A expectativa é de que as obras de construção comecem até o final deste mês. O empreendimento deve gerar cerca de 300 empregos diretos e 100 indiretos.

ASSAÍ OBTÉM LICENÇA PARA CONSTRUIR FILIAL EM ILHÉUS; LOJA DEVE GERAR 300 EMPREGOS

Assaí terá primeira filial no sul da Bahia em Ilhéus || Foto Divulgação

O Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) liberará, ainda nesta semana, autorização para que o Assaí Atacadista inicie as obras de construção da filial em Ilhéus. A diretora-geral do Inema, Márcia Cristina Lima, confirmou ao deputado estadual Rosemberg Pinto, nesta terça (29), que a Autorização de Supressão de Vegetação (ASV) será publicada ainda nesta semana, no Diário Oficial do Estado.

A informação foi repassada pela diretora-geral durante reunião com o parlamentar, na sede do Inema. O Assaí Atacadista poderá gerar cerca de 300 empregos e anunciou investimentos de R$ 40 milhões na filial ilheense. O Assaí pertence ao Grupo Pão de Açúcar e será construído na Rodovia Ilhéus-Olivença, zona sul do município.

Rosemberg Pinto recebeu a confirmação da licença em reunião com a diretora-geral do Inema

Rosemberg Pinto disse que se empenhou pela liberação do empreendimento. “Dialogamos com as partes responsáveis visando liberar as licenças necessárias para iniciar o mais rápido possível esta obra. Assim, vamos gerar empregos durante a construção do atacadista até a sua operação, além de atrair outras empresas para a região”, afirmou o parlamentar.

O Assaí Atacadista foi confirmada em Ilhéus em junho do ano passado (reveja aqui), durante as comemorações do aniversário da cidade. Desde o segundo semestre do ano passado, o empreendimento, que opera em sistema de vendas no atacado e no varejo (atacarejo), aguardava a autorização. Já a licença ambiental, foi liberada pelo município, após ajustamentos dos quais participou o Ministério Público Estadual. Atualizado às 11h50min.

Área onde será construída a filial do Assaí em Ilhéus, na zona sul

MARÃO COBRA DO INEMA CELERIDADE NAS LICENÇAS PARA O CIDADELLE E O ASSAÍ

Obras do Assaí têm quase um ano de atraso por causa do Estado || Foto Divulgação

Marão durante audiência no CAB, em Salvador

Quase um ano depois, o Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema) ainda não liberou as licenças ambientais para construção de dois empreendimentos privados na zona sul de Ilhéus, o Cidadelle Praia e o Assaí Atacadista. Hoje (8), o prefeito Mário Alexandre (Marão) cobrou celeridade na análise das licenças ao secretário estadual de Meio Ambiente, Geraldo Reis, e à diretora do Inema, Márcia Telles.

Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi assinado com o Ministério Público Estadual (MP-BA), segundo o prefeito, permitindo a continuidade do projeto do Cidadelle. “São mais de 500 condôminos que precisam efetivar seus investimentos. Isso é muito importante para proporcionar mais emprego e renda para nossa cidade”, disse Marão durante audiência da qual participou, também, a deputada estadual Ângela Sousa.

Já o Assaí, afirma o prefeito, “está aguardando apenas a liberação do Inema para a execução da obra”. Somente com o atacadão, a estimativa é de investimentos em torno de R$ 40 milhões e geração de até 300 empregos. O Assaí Atacadista foi anunciado pelo Grupo Pão de Açúcar em junho do ano passado. O Inema é criticado por atrasar as duas obras.

O projeto de instalação de uma filial do Assaí em Ilhéus está sendo acompanhado pelo secretário de Planejamento e vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal, segundo Marão. Assim que liberada a licença por parte do Inema, estima-se que as obra sejam concluídas em prazo de 80 a 90 dias.

ASSAÍ DEFINE INÍCIO DAS CONTRATAÇÕES EM ILHÉUS; LOJA SERÁ CONSTRUÍDA EM 80 DIAS

Obras do Assaí devem ser concluídas em até 80 dias após início | Foto Divulgação

Obras do Assaí devem ser concluídas em até 80 dias após início | Foto Divulgação

A primeira unidade do Assaí Atacadista (Grupo Pão de Açúcar) no sul da Bahia deverá ser inaugurada até dezembro deste ano, no quilômetro 6 da Rodovia Ilhéus-Olivença (BA-001). De acordo com o vice-prefeito e secretário de Planejamento de Ilhéus, José Nazal, o município está avaliando detalhes urbanísticos do projeto. O pedido de instalação da unidade foi oficializado pelo Pão de Açúcar em 28 de junho.

Para erguer a unidade no litoral sul de Ilhéus, o grupo atacadista investirá R$ 40 milhões. A obra depende de parecer da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) para a construção de faixa de desaceleração nas proximidades do empreendimento.

“Assim que a faixa de supressão for liberada pelo Estado, a Prefeitura vai autorizar o início da obra”, assegura Nazal. O Assaí Atacadista ocupará área de 60 mil metros quadrados, ao lado do Cidadelle Praia, em Cururupe.

CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS

Assim que obtiver as licenças necessárias para iniciar as obras, o Assaí também começará a cadastrar, selecionar e treinar colaboradores. A estimativa é de que a unidade vá gerar até 300 empregos diretos.

De acordo com o prefeito Mário Alexandre (Marão), a empresa se comprometeu a recrutar funcionários no mercado ilheense. “Vamos priorizar a mão-de-obra local”, disse o gestor. Marão assegurou o investimento do Assaí durante visita à sede da empresa, em Tatuapé (SP), no primeiro semestre deste ano.

Olam acena com mais 75 empregos em Ilhéus || Foto Sindicacau

Olam acena com mais 75 novos empregos em Ilhéus || Foto Luiz Fernades/Sindicacau

JOANES

O prefeito também comemorou, nesta sexta, anúncio da Olam (Joanes) de investimentos de mais de R$ 150 milhões em sua planta na Bahia. Conforme a empresa, o aporte de recursos na unidade ilheense de moagem de cacau deverá gerar 75 empregos.

Protocolo de intenções para ampliação da unidade ilheense foi assinado, na terça (15), pelo vice-presidente da Olam, Srinivasan Kimdambi, e o secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Jaques Wagner. Com os dois empreendimentos, Ilhéus pode gerar até 300 empregos e captar R$ 190 milhões em investimentos privados.

PÃO DE AÇÚCAR CONFIRMA ASSAÍ ATACADISTA EM ILHÉUS

Assaí Atacadista terá loja na Zona Sul de Ilhéus | Foto Divulgação

Assaí Atacadista terá loja na Zona Sul de Ilhéus | Foto Divulgação

– PREVISÃO É DE QUE GRUPO GERE ATÉ 300 EMPREGOS

O Grupo Pão de Açúcar confirmou uma loja do Assaí Atacadista em Ilhéus. O empreendimento será construído na zona sul do município e não mais na região limite dos municípios de Ilhéus e Itabuna, onde já estão instalados Atacadão, Makro e Maxxi. O anúncio oficial ocorrerá em solenidade marcada para a próxima quarta (28), às 17h, no Teatro Municipal de Ilhéus.

A loja funcionará numa área do Condomínio Cidadelle Praia, na Rodovia Ilhéus-Olivença (BA-001), conforme detalhes fornecidos pelo prefeito Mário Alexandre (Marão), após encontro com o presidente do grupo, Belmiro de Figueiredo Gomes e os diretores Armando Tadeu Boudoux (Expansão) e Karen Casalano (Projetos), na sede em Tatuapé, interior de São Paulo. O investimento anunciado é de R$ 40 milhões.

Segundo Mário Alexandre o investimento prevê a geração de 280 a 300 empregos diretos já na primeira etapa, dos quais apenas duas vagas serão ocupadas por colaboradores de fora da cidade. “Vamos priorizar a mão-de-obra local”, assegura Mário Alexandre.

A Rede Assaí possui 107 lojas espalhadas pelo Brasil, está presente em 16 estados e anualmente atende a 120 milhões de clientes, de acordo com o Grupo Pão de Açúcar. O Assaí possui 20 mil colaboradores.

Marão, ao centro, com diretores da Rede Assaí, do Grupo Pão de Açúcar | Foto Divulgação

Marão, ao centro, com diretores da Rede Assaí, do Grupo Pão de Açúcar | Foto Divulgação

ASSAÍ ATACADISTA EM ITABUNA

Assaí AtacadistaA propósito da polêmica em torno da área onde será construída a loja do Assaí Atacadista, do Grupo Pão de Açúcar, o fotógrafo e pesquisador José Nazal elimina a dúvida.

De acordo com a lei que definiu os novos limites territoriais de municípios baianos, a área adquirida pelo Pão de Açúcar para construir o novo atacadão, a antiga Fazenda Santo Antônio, fica em solo itabunense.

Em tempo: Nazal lança nesta quinta-feira (9), às 18h30min, no Espaço Cultural Bataclan, a terceira edição do histórico Minha Ilhéus, pela Via Litterarum. O livro é um passeio pela história recente da bela Ilhéus, recheado de fotos históricas (confira mais aqui), e também trata dos limites da antiga capitania.

PÃO DE AÇÚCAR REACENDERÁ DISPUTA ILHÉUS VERSUS ITABUNA

Assaí Atacadista

Exclusivo

Um novo atacadão reacenderá a polêmica entre os governos de Ilhéus e Itabuna quanto aos limites entre os dois municípios, embora a Assembleia Legislativa tenha definido a área territorial de cada um deles.

O Grupo Pão de Açúcar comprou uma fazenda que fica localizada bem na área limite que separa os dois municípios, no quilômetro 24 da Rodovia Ilhéus-Itabuna, após as lojas do Makro e Atacadão, sentido Itabuna. No local, o GPA vai construir uma loja do Assaí Atacadista.

Parte do terreno fica em território itabunense; a outra, em área ilheense. O PIMENTA apurou que a aquisição foi concretizada em dezembro. O Assaí possui 75 lojas em todo o país, duas delas na Bahia (Juazeiro e Feira de Santana). Os cálculos são de que a loja possa gerar em torno de R$ 3,6 milhões em arrecadação com impostos onde for instalada.

Há pouco mais de dois anos, os dois maiores municípios do sul da Bahia travaram guerra política sobre a área onde estão instaladas as lojas do Makro e Atacadão. Depois de mediação – e definição – de limites na Assembleia Legislativa, Ilhéus manteve sob seus domínios as faixas de terra dos primeiros grandes atacadões instalados às margens da rodovia. Para isso, contou com o empenho do memorialista José Nazal.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia