WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba








outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: ‘bahia’

BAIANO FATURA MEDALHA EM OLIMPÍADAS ESCOLARES

O estudante baiano João Vítor Mendes, de 16 anos, faturou a primeira medalha para a Bahia nas Olimpíadas Escolares, que acontecem em Goiânia. Ele ficou com a medalha de prata no taekwondo.

A Bahia está representada na competição por 132 estudantes, que disputam em 12 modalidades: ciclismo, ginástica rítmica, taekwondo, atletismo, basquete, futsal, handebol, judô, natação, tênis de mesa, vôlei e xadrez.

A equipe tem apoio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb).

VESTIBULAR DA UNEB TEM 15,5% DE ABSTENÇÃO

Teve início neste domingo, 05, o vestibular 2010 da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), com a aplicação das provas de redação, língua portuguesa, língua estrangeira e ciências humanas (história, atualidades e geografia). O vestibular acontece em Salvador e mais 24 cidades no interior do Estado.

Neste domingo, a Uneb registrou um índice de abstenção de 15,5%, o que corresonde a 6.280 candidatos ausentes. O número, de acordo com a instituição, está dentro da média de seus últimos concursos.

O vestibular prossegue nesta segunda-feira, 06, com as provas de matemática e ciências da natureza (física, química e biologia).

FUNCIONÁRIOS DA COELBA PARAM NA SEGUNDA

Os funcionários da Coelba vão parar por 24 horas na próxima segunda-feira (6). De acordo com o Sindicato dos Eletricitários da Bahia (Sinergia), a empresa se nega a negociar alguns pontos da pauta da campanha salarial 2010.

De acordo com Cristina Brito, do Sinergia, a paralisação deverá afetar serviços como ligação, reparo e manutenção de rede, além do atendimento ao público. A parada é de advertência, mas os eletricitários ameaçam greve por tempo indeterminado.

Dentre os itens que a direção da Coelba-Neoenergia resiste a discutir estão a fixação Plano de Cargos e Salário (PCCS), ampliação da estabilidade da pré-aposentadoria para 36 meses e mais recursos para a Fundação de Previdência e para o plano de saúde, terceirizado há um ano. 

O sindicato observa que a Coelba apresentou lucro líquido de R$ 678,7 milhões nos nove primeiros meses deste ano, representando crescimento de 22,20% ao mesmo período do ano passado, período em que a companhia de eletricidade havia lucrado R$ 555,4 milhões. Estes números são usados pelo Sinergia para forçar a empresa a negociar em melhores termos.

A REVOLUÇÃO DEMOCRÁTICA

Essa opção estratégica mudou a presença do Estado na economia. Fez com que o bolo crescesse mais porque está sendo repartido com os que mais precisam.

Robinson Almeida

Ao programa em curso no Brasil de ampliação dos direitos sociais, inclusão de milhões de brasileiros no mercado de consumo, consolidação das instituições da sociedade civil e elevação da participação popular nas decisões públicas, tem se chamado comumente no PT e em setores da esquerda de Revolução Democrática. Aqui na Bahia, a experiência do primeiro mandato do governador Jaques Wagner remete também a um acerto da mesma estratégia política e de modelo programático.

A Revolução Democrática na Bahia se afirmou pela inversão das prioridades, num estado marcado por profundas desigualdades sociais, entre as maiores da nação. Desenvolvimento, inclusão e democracia passaram a ser um todo, inseparável, partes de um mesmo projeto. A novidade, com os governos Lula e Wagner, é que agora incluir é desenvolver. Essa opção estratégica mudou a presença do Estado na economia. Fez com que o bolo crescesse mais porque está sendo repartido com os que mais precisam.

Uma análise das carências de água e saneamento, moradia, saúde e alfabetização, revela o quadro de injustiça social acumulado há décadas. É por isso, que as principais ações do governo focaram os pobres, que necessitam mais do Estado presente em suas vidas.

A Bahia se tornou referência em programas sociais, como o Água para Todos, Todos Pela Alfabetização (TOPA), Casa da Gente e na ampliação da saúde pública. Ao tempo que combateu a exclusão, o governo enfrentou os gargalos do desenvolvimento. Na infraestrutura, a restauração das estradas, as conquistas da Via Expressa, Ferrovia Oeste-Leste, Porto Sul e obras para a Copa 2014. Mais energia com o Gasene.

Nesse primeiro mandato, o PIB baiano cresceu acima da média nacional, alcançando a chinesa taxa de 10% no primeiro semestre de 2010. Foram batidos todos os recordes na geração de empregos. Em menos de quatro anos, mais postos de trabalho com carteira assinada gerados que a soma dos 12 anos anteriores. Não se pode deixar de creditar parcelas desse sucesso a estratégia da Revolução Democrática. É comum em toda a Bahia, inclusive em segmentos empresariais, a constatação da mudança do ambiente político e de negócios. Mais livres, as forças econômicas e sociais produziram mais em nosso estado.

A liberdade também chegou aos entes institucionais e federativos. O governador, ao firmar uma relação de autonomia e independência com os demais poderes, restabeleceu de fato a república na Bahia. Da mesma forma, pois fim à perseguição estatal aos adversários políticos, promovendo uma relação republicana com partidos e agentes públicos. A sociedade foi convocada a participação no governo. A elaboração das políticas públicas foi realizada por milhares de mãos mobilizadas para a cidadania.

Começou com a peça maior do planejamento de governo, o Plano Plurianual, feito de forma participativa em todos os Territórios de Identidade. Conferências setoriais em todas as áreas. Os movimentos sociais reconhecidos. Os empresariais tratados com profissionalismo. Os servidores públicos trocaram o protocolo sem resposta pela mesa de negociação. Negros, mulheres e jovens valorizados institucionalmente. Religiões respeitadas. Desobstruídos os canais da interlocução entre governo e sociedade, respira-se mais democracia na Bahia!

Nas eleições de outubro, uma vitória maiúscula. Praticamente dois em cada três eleitores votaram na chapa Wagner-Otto, a eleição da ampla maioria parlamentar, dos dois Senadores e da presidente Dilma. Está consolidada a transição e demarcado o novo período histórico na Bahia. A esperança de 2006 se renovou para o futuro. A governança sai amadurecida com a aprovação do programa da Revolução Democrática e pela consagração da liderança de tipo novo, democrática e eficiente, do governador Wagner.

Do próximo governo é de se esperar os ajustes necessários e que aprofunde o projeto de mudanças iniciado em 2007. Que faça muito mais do mesmo. Promova direitos sociais, fortaleça a democracia e coloque a Bahia entre os estados mais desenvolvidos do país. Revolução Democrática é o nome da nova hegemonia. A Bahia vai seguir em frente.

Robinson Almeida é assessor-geral de Comunicação do Governo da Bahia.

MÁRCIO ARAÚJO DÁ TCHAU AO BAHIA

Araújo prioriza família e deixa o Bahia (Foto GE).

Márcio Araújo, treinador responsável pela campanha vitoriosa do Bahia na Série B e retorno à elite do futebol nacional, disse não à proposta de continuar no comando do principal clube do Nordeste brasileiro. A resposta foi dada nesta manhã de quinta-feira, 2.

O treinador alegou motivos pessoais para rejeitar a proposta do time. Pesou, segundo ele, o fato de ficar longe da família se continuasse no comando do tricolor de aço, já que ele reside no sudeste.

Araújo assumiu o Bahia a partir da 14ª rodada da Série B, em substituição a Renato Gaúcho, em 11 de agosto. De lá até o último sábado, cumpriu uma jornada de 12 vitórias, 6 empates e 7 derrotas, duas ocorridas quando o clube já havia garantido o retorno à Série A.

ALELUIA CRITICA GOVERNO BAIANO

A não-implantação do Plano Estadual de Educação pelo governo baiano virou munição para os opositores. Nesta quinta-feira, 2, a assessoria do deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) divulgou nota em que o parlamentar critica o governador Jaques Wagner por não ter cumprido a lei federal que determina a adoção do PEE. O plano deve estabelecer o conjunto de diretrizes para as políticas públicas educacionais.

Na nota, Aleluia alfineta o governo e repete que a Bahia está perdendo terreno para outros estados nordestinos, como Pernambuco. “É lamentável que, mais uma vez, a Bahia perca espaço no contexto nacional, especialmente no Nordeste, por desprezar a educação. Enquanto Pernambuco, nosso vizinho, já adotou o Plano Estadual de Educação, a Bahia marca passo”, dispara o deputado do DEM.

LULA EM ILHÉUS NO DIA 8

EM PRIMEIRA MÃO

Agora é oficial: o presidente Lula vem ao sul da Bahia na próxima quarta-feira, 8, para solenidade de início das obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), trecho Ilhéus-Caetité. De acordo com a assessoria do governo federal, o horário de chegada do presidente será definido até o final da tarde desta quinta.

Acompanhado de comitiva integrada pelo governador reeleito Jaques Wagner, o presidente dá a partida a uma das maiores obras de infraestrutura da história baiana. São previstos investimentos de R$ 4 bilhões, tocados pela estatal Valec Engenharia e executados por empresas vencedoras dos primeiros lotes da licitação da Fiol.

A licença ambiental para o primeiro trecho da obra foi concedida na última terça (30). A ferrovia terá extensão total de 1,5 mil quilômetros e integrará as regiões norte e centro-oeste brasileiras com o sul da Bahia, exportando desde grãos a minérios, como o ferro que será extraído pela Bamin no município de Caetité, no sudoeste baiano.

Também na próxima quarta deverá ser inaugurada a primeira fábrica de chocolate sul-baiana nos moldes do PAC do Cacau. A unidade está localizada no município de Ibicaraí, a 70 quilômetros de Ilhéus. A fábrica tem investimentos da prefeitura local e do governo baiano. A inauguração não contará com a presença de Lula, mas do governador Jaques Wagner e do prefeito de Ibicaraí, Lenildo Santana.

CHEFE DA POLÍCIA CIVIL DIZ QUE PROBLEMA EM BUERAREMA FOI “FALTA DE COMUNICAÇÃO”

O delegado-chefe da Polícia Civil da Bahia, Joselito Bispo, afirma que faltou uma melhor comunicação entre os poderes Executivo e Judiciário para resolver a situação da cadeia pública de Buerarema. Mais cedo, o juiz Antônio Hygino apontou omissão do Estado na situação.

Por falta de estrutura física adequada, o Ministério Público requereu a interdição da cadeia, no que foi atendido pelo magistrado. Este determinou a liberação dos 19 presos que ocupavam a carceragem.

À reportagem do jornal A Tarde, Bispo frisou que “nas comarcas onde a comunicação flui sem ruídos, com integração entre as instituições, não temos encontrado dificuldade para buscar soluções”. Segundo o delegado, a Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanose a Superintendência de Assuntos Penais da Polícia Civil já estavam elaborando um cronograma para a remoção dos presos para Salvador.

TRE ANALISA CONTAS DE CAMPANHA DE GERALDO

O deputado federal Geraldo Simões pode se considerar aliviado por ter sido submetido ao crivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ter o registro de candidatura aprovado pela corte em Brasília, mas…

Agora, o deputado corre para que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) reconsidere a decisão que rejeitou a prestação de contas da campanha. Os técnicos do tribunal baiano teriam encontrado divergências na prestação de contas feita pelo parlamentar reeleito, o que levou à sua rejeição.

Às 18h15min – O TRE ainda não julgou as contas de campanha do parlamentar, como observa o advogado Sidney Neves. O tribunal até aqui, entretanto, identificou diversas irregularidades na prestação de contas do deputado reeleito.

As irregularidades anotadas pelo relator Eserval Rocha foram recibos sem assinaturas, ausência e notas explicativas com descrição, quantida das doaçõs me dinheiro, falta de extratos bancários e “incongruência” entre as doações declaradas e a prestação de contas da campanha. O parecer conclusivo ainda não foi emitido.

OPERAÇÃO DA PF COMBATE CAÇA-NÍQUEIS NA BA

Três pessoas foram presas em uma operação da Polícia Federal de combate à exploração de caça-níqueis, chamada de “Reset”, na manhã desta quarta-feira, 1º, em Salvador. Os policiais detiveram os homens identificados por Simões, Requião e Leonardo, que são apontados como empresários do ramo de jogos de azar, em edifícios de luxo na Graça, Vitória e Alphaville I.

Os agentes também fazem buscas em depósitos de máquinas caça-níqueis. De acordo com as primeiras informações, são cumpridos 18 mandados de prisão e 34 de busca e apreensão em Salvador e na Ilha de Itaparica, mas este dado ainda não está confirmado. Informações d´A Tarde.

FALTA DE INFRAESTRUTURA É BARREIRA PARA O DESENVOLVIMENTO

Transporte rodoviário encarece as exportações

A carência de infraestrutura continua sendo um obstáculo ao crescimento do Brasil, por reduzir a competitividade da economia nacional. Matéria produzida pelo site NetMarinha traz números que explicam bem essa deficiência.

A matéria cita como exemplos a produção de grãos no oeste baiano e a de celulose no extremo-sul da Bahia. A Suzano, que explora este produto, tem que exportá-lo pelo Espírito Santo, uma vez que o Porto de Aratu, em Salvador, fica muito longe e o Porto de Ilhéus está saturado. Já os grãos são transportados de caminhão até o Porto de Santos, com uma grande elevação dos custos da exportação.

Segundo Walter Horita, presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), a substituição do transporte rodoviário pelo ferroviário reduziria o preço do frete do algodão de US$ 0,08 para US$ 0,025 de libra-peso por tonelada. A libra-peso é a unidade padrão utilizada pelo mercado.

O texto menciona o projeto da Ferrovia da Integração Oeste-Leste (Fiol), que aguarda o licenciamento ambiental do Ibama, e critica a demora para a autorização da obra. Para o presidente da Aiba, “a licença ambiental é o fantasma dos empresários porque a medida sai do racional e entra no campo ideológico”.

Leia o texto completo.

BONS EXEMPLOS

Duas estudantes baianas sagraram-se vencedoras da 2ª Olimpíada Portuguesa Escrevendo o Futuro. Daniele Oliveira Cunha, 12 anos, do colégio estadual Reunidas Castro Alves, em Jiquiriçá, levou prêmio na categoria Memórias Literárias. Já Caroline de Farias, do Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia (Ifba), em Valença, venceu na categoria Crônica.

A Olimpíada é realizada pelo Ministério da Educação e Fundação Itaú Social.

POLICIAIS SUSPEITOS DE HOMICÍDIO SERÃO OUVIDOS HOJE EM SALVADOR

Joel sonhava em ser mestre de capoeira

Os nove policiais militares suspeitos de envolvimento na morte do garoto Joel Castro, de 10 anos, serão ouvidos hoje (29) e nesta terça-feira (30) pela 58ª Companhia Independente da Polícia Militar, em Salvador.

O menino Joel foi baleado no dia 21 de novembro, quando se encontrava dentro de sua própria casa, no bairro de Amaralina, em Salvador. No momento, a criança se preparava para dormir. Segundo testemunhas, os tiros foram disparados pelos PMs, que ainda se negaram a prestar socorro à vítima.

O inquérito aberto pela 58ª CIPM apura especificamente a suspeita de omissão de socorro. Outra investigação, conduzida pela Polícia Civil, procura elucidar as circunstâncias em que se deu a morte de Joel.

GOVERNO QUER PESCADORES NO MERCADO FORMAL

Segundo dados do Governo da Bahia, o estado tem 100 mil pescadores atuando na informalidade. Iniciar um movimento para reverter esse quadro é um dos objetivos do I Seminário sobre Comercialização do Pescado, que a Secretaria Extraordinária da Indústria Naval e Portuária promove a partir desta terça-feira, 23.

O evento tem parceria com o Ibama e será realizado no Senai/Cimatec, em Salvador, a partir das 9 horas, prosseguindo na parte da tarde e na quarta-feira, 24. Também estarão sob análise a qualidade e as condições sanitárias do pescado, legislação ambiental, programa de fomento ao empreendedorismo, entre outros temas.

A Bahia é o terceiro maior produtor de pescado do Brasil e é o estado que mais cresceu neste setor nos últimos três anos, com um incremento de 57%. Mas a necessidade de organização é vista como prioritária pelo governo.

GOVERNO NEOZELANDÊS RECOMENDA INVESTIMENTO NA BAHIA

Missão baiana na Nova Zelândia

O governador da Bahia, Jaques Wagner, comemorou os resultados da missão que visitou na última semana a Nova Zelândia, com o objetivo de atrair investimentos em benefício da economia baiana. Também participaram da visita o secretário da Agricultura, Eduardo Salles, e prefeitos da região oeste do Estado, que governam municípios já “descobertos” por investidores neozelandeses.

No oeste, os empresários da Nova Zelândia têm voltado suas atenções para a pecuária leiteira e a indústria de lácteos. Existe a intenção de aumentar a presença, abrangendo também empreendimentos agrícolas e a indústria de tecnologia. “O governo neozelandês destacou que a Bahia oferece boas oportunidades e recomendou expressamente os investimentos em nosso Estado”, enfatizou o governador.

Eduardo Salles também festejou “as indicações expressas para que as empresas neozelandesas e os fundos de investimento prestem atenção na Bahia”.

SESAB AFIRMA QUE AJUDA O HBLEM

A matéria distribuída pela Prefeitura de Itabuna, com críticas à Sesab, causou reação em Salvador. Por meio de nota, o secretário estadual da Saúde, Jorge Solla, afirma que o governo baiano tem ajudado o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães e – como já explicitou em outras ocasiões – informa que o Hblem é, “de longe”, o hospital municipal que mais recebe recursos do Estado.

“Já dobramos os recursos repassados, em apenas dois anos”, declara Solla, acrescentando que, exceto a hipótese de estadualização, qualquer ajuda extra esbarra na legislação. “Sob a gestão da Sesab, poderemos recuperar o Hblem, como fizemos com o Hospital Luiz Viana Filho, em Ilhéus, e com o Hospital Prado Valadares, em Jequié, entre outros”.

ITABUNA BATE ILHÉUS NA GERAÇÃO DE EMPREGOS

Quatro dos principais setores da economia itabunense puxaram os resultados positivos do emprego em outubro, conforme aponta levantamento feito pelo PIMENTA no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Indústria, construção civil, agropecuária e comércio foram os setores que mais geraram novas oportunidades em um mês no qual Itabuna abriu 244 novos postos de trabalho com carteira assinada.

A construção civil abriu 88 novos postos, seguido da indústria (76 novos empregos), agropecuária (52) e comércio (43).

De oito setores pesquisados, apenas o de serviços registrou número de desligamentos superior ao de contratações – 280 a 315, resultado em 35 vagas extintas. No acumulado de 2010, foram gerados 921 empregos com carteira assinada em Itabuna.

ILHÉUS

Ilhéus criou 71 novos empregos formais no mês passado, segundo o ministério. Os dados são apurados mensalmente pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Governo Federal.

Os números de Ilhéus foram mais modestos porque houve queda no ritmo de contratações na construção civil local. Houve corte de 41 vagas neste setor, resutlado direto das 28 contratações e 69 desligamentos.

Serviços (46), comércio (37) e indústria (22) foram os três setores que mais abriram novas vagas formais. Ilhéus gerou mais empregos que Itabuna em 2010: 1.174 ante 921 vagas.

A diferença é ainda maior quando computados os dados dos últimos 12 meses. Ilhéus abriu 1.603 novas vagas. Itabuna, só 903.

BAHIA

O Caged ainda revela que a Bahia gerou 7.059 empregos em outubro. Quando somados os dez meses de 2010, o estado atinge a marca de 98.024 novas vagas com carteira assinada.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia