outubro 2014
D S T Q Q S S
« set    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



:: ‘bahia’

NO PARÁ, CRÉDITO COMO ADUBO

2014-08-03-00-49-47-447183903Mário Bitencourt | Carta Capital

A literatura, a música e as novelas ligaram no imaginário popular o cacau e a Bahia. O estado nordestino continua a ser o maior produtor nacional, mas a expansão do plantio se dá em outra região. É no Pará, em meio à floresta, que o fruto tem se expandido com maior velocidade e mais eficiência (a produtividade chega ao dobro das plantações baianas). “O plantio aumentou muito nos últimos anos. O solo menos desgastado contribui para obtermos melhores resultados”, diz o agrônomo Jay Wallace da Silva e Mota, superintendente da Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira do Pará. A disponibilidade de financiamento é uma das principais explicações para os bons resultados. O estado é o único com mecanismo de apoio específico ao setor, o Fundo de Apoio à Cacauicultura. A área plantada deve aumentar em mil hectares neste ano.

O preço internacional do produto subiu 21% em 2013, terceiro ano de déficit de produção em relação ao consumo mundial. A defasagem deverá continuar. A produção africana enfrenta condições climáticas desfavoráveis e a demanda é puxada pelo aumento do consumo de chocolate na Ásia, de 6,9% no ano passado, com previsão de atingir 6,6% neste ano. O aquecimento do mercado e a utilização dos estoques deverão estimular a produção brasileira. O consumo mundial de cacau é de 4,2 milhões de toneladas.

Em 2013, a produção do Pará atingiu 79,8 mil toneladas (30% do total nacional) e a da Bahia, 158,1 mil toneladas. A produtividade paraense cresce 15% ao ano desde 2000 e atingiu 916 quilos de amêndoas por hectare, enquanto a baiana não chega a 500 quilos. O setor tem 17 mil produtores e gera 240 mil empregos diretos e indiretos.

A Bahia industrializa todo o cacau produzido no Brasil. As 15 fábricas de chocolate são remanescentes do período áureo da cultura, dizimada pela praga da vassoura-de-bruxa a partir da década de 1980. Muitos produtores não conseguiram se recuperar do endividamento gerado pela crise e ficaram sem recursos para investir em novas tecnologias e na recuperação do solo esgotado pela exploração intensiva.

Leia mais na Carta Capital

MPF: RUY MELLO É O NOVO PROCURADOR ELEITORAL NA BAHIA

Ruy Mello assume PRE em lugar de José Alfredo Dias (Foto MPF).

Ruy Mello assume PRE em lugar de José Alfredo Dias (Foto MPF).

Ruy Nestor Bastos Mello será o novo chefe da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) na Bahia a partir do próximo dia 1º, tendo Mário Alves Medeiros como substituto. Desde novembro do ano passado, Mello era o PRE substituto e atuava também como procurador eleitoral auxiliar. As designações estão na Portaria PGR/MPF nº 548, publicada no Diário Oficial da União (DOU) de 17 de julho, seção 2, página 59.

Mello assume a vaga de PRE deixada pelo procurador José Alfredo de Paula Silva, que foi promovido por merecimento, em abril deste ano, ao cargo de procurador Regional da República e passará a atuar na Procuradoria Regional da República da 1ª Região (PRR-1), em Brasília.

Mello atuou na área eleitoral no Ministério Público Federal em Sergipe, inclusive como procurador Regional Eleitoral no biênio 2010 a 2012.

Mello e Medeiros ficam no cargo até 30 de setembro de 2015, quando ainda podem ser reconduzidos. Além da dupla, a equipe da PRE conta também com os procuradores auxiliares Samir Cabus Nachef Júnior e André Luiz Batista Neves.

SPENGLER: “CABRUCA NÃO É MATA ATLÂNTICA”

Prefeitos, deputados e secretários estaduais participam de programação (Foto Águido Ferreira).

Prefeitos, deputados e secretários estaduais participam de programação (Foto Águido Ferreira).

Spengler falou sobre conservação produtiva (Foto Pimenta).

Spengler: conservação produtiva.

O decreto que permite compensação financeira para manejo florestal em área de cabruca gerou controvérsias. Ambientalistas chegam a temer possíveis desequilíbrios e estímulo ao desmatamento no sul do Estado. Numa palestra a produtores rurais e agricultores familiares sul-baianos, na sede regional da Ceplac, na Rodovia Ilhéus-Itabuna, o secretário de Meio Ambiente da Bahia, Eugênio Splenger, tratou de ir direto ao ponto:

- O sistema agroflorestal cabruca não é mata atlântica. [O cacauicultor] utiliza a cobertura florestal para melhorar a sua produção – disse ele, ressaltando que o sistema cabruca cumpre função ecológica. Para o secretário, a explicação “acaba com pruridos desnecessários”.

Para ele, o produtor deveria ser premiado, e não punido, pela ação ecológica de plantar cacau de forma consorciada com espécies nativas para sombreamento. Spengler foi ovacionado neste momento pela plateia, formada predominantemente por produtores. Na sequência, ele esclareceu que proibido é o manejo de mata atlântica.

A ideia do estado, segundo ele, é referenciar áreas de cabruca para cadastrar os produtores para que estes tenham outra renda, além da produção do cacau e outras culturas consorciadas. Um grupo gestor deverá ser o responsável pela análise dos pedidos de certificação, momento a partir do qual o produtor poderá comercializar madeira de suas propriedades. A cada árvore retirada de área cabruca, outras 3 ou 5 devem ser plantadas, conforme o decreto. Chips serão colocados nas árvores para garantir eficiência à fiscalização.

Spengler acredita que o processo de análise dos pedidos de certificação para manejo de madeiras em área de cabruca possa começar no próximo mês.Antes, será necessário capacitar agentes para fazer inventário florestal na região cacaueira. “Temos uma região com 30 mil, 35 mil propriedades de vários portes”.

MADEIRA COMO GARANTIA

Um ponto ressaltado tanto pelo secretário Spengler como pelo deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) é que os produtores agora terão não só a terra como garantia bancária, mas a madeira em pé. Na avaliação do superintendente da Ceplac na Bahia, Juvenal Maynart, o decreto, a política compensatória amplia ainda mais as possibilidades de ganhos para os produtores regionais.

PRODUTORES HOMENAGEADOS

Juvenal Maynart, Elieser Correira e Cloildo Guanaes entregam troféu a Elizete (Foto Águido Ferreira).

Juvenal, Elieser Correira e Cloildo Guanaes entregam troféu a Elizete Guerra(Foto Águido Ferreira).

Durante a programação do Dia Internacional do Cacau, a Ceplac prestou homenagem a um produtor de cacau e uma agricultora familiar, ambos considerados exemplos pela perseverança e aposta na diversificação.

Os eleitos foram Rui César de Oliveira Benjoíno, produtor de cacau e de variedades de frutas, além da fábrica de polpas Nutricau, em Ubatã, e Elizete Guerra da Silva, da Fazenda Nova Vida, no distrito de Itamarati, em Ibirapitanga. Elizete foi escolhida a agricultora familiar do ano.

Produtor Rui Benjoíno recebe troféu das mãos de Roberta Oliveira, Jabes Ribeiro e Spengler (Foto Águido Ferreira).

Rui Benjoíno recebe troféu das mãos de Roberta Oliveira, Jabes Ribeiro e Spengler (Foto Águido Ferreira).

BAHIA É REFERÊNCIA EM PROJETO PARA QUILOMBOLAS

quilombola

Comunidades quilombolas recebem apoio de projeto da CAR

Técnicos do Banco Mundial (Bird) classificaram a Bahia como estado referência na execução de metas voltadas à melhoria da qualidade de vida das comunidades quilombolas. A avaliação foi divulgada em reunião do Projeto de Comunidades Remanescentes de Quilombos (Projeto Quilombolas), realizada este mês em Fortaleza-CE.

“Tivemos uma avaliação positiva porque o projeto Quilombolas ultrapassou as metas estabelecidas com a formação e consolidação de associações quilombolas e Conselhos Territoriais, e atendimento a mais de 5 mil famílias e 120 comunidades, número maior do que o planejado, inicialmente”, afirma o coordenador do Projeto Quilombolas da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Antônio Fernando Silva.

Para o coordenador, o fortalecimento das organizações quilombolas e o acesso às políticas públicas estaduais e federais, aliado ao aumento da participação das comunidades, foram fatores imprescindíveis para o êxito das ações desenvolvidas na Bahia. A reunião de avaliação final do Projeto Quilombolas, em Fortaleza, teve a participação do especialista em Desenvolvimento Social Sênior do Bird, Alberto Costa.

PRESO EM ITABUNA, ESTUPRADOR É APRESENTADO EM SALVADOR

Pedro Damião estrangulou vítima e dormiu ao lado do corpo.

Pedro Damião estrangulou vítima e dormiu ao lado do corpo.

O homem que estuprou, matou e arrancou o pênis do menino Janderson dos Santos Mota, de 6 anos, foi apresentado no Departamento de Homicídios em Salvador, ontem à tarde. Pedro Damião Cruz de Sena, 41, havia sido preso na quarta (23) em um ponto de ônibus próximo ao terminal rodoviário de Itabuna, para onde fugiu após o crime cometido no último dia 14, em Pernambués, na capital baiana.

De acordo com a delegada Jamila Cidade, o criminoso era foragido do Hospital de Custódia e Tratamento de São Paulo, por ter estuprado e matado uma criança de 9 anos, em 2004. Contra Pedro Damião, havia mandado em aberto, expedido pela Vara de Execuções do Estado de São Paulo.

De acordo com o depoimento dele à delegada, o estuprador conquistou a confiança da família e de Janderson. No dia do crime, Pedro convidou o menino para um passeio a um shopping da capital baiana, mas a criança foi levada para um casa em Pernambués. Para não gerar desconfianças, disse que ele e o garoto precisariam tomar banho antes do passeio.

DORMIU AO LADO DO CORPO

O ataque ao garoto começou quando Janderson tirou a roupa para o suposto banho. Pedro Damião disse ter inalado solvente antes do crime. Ao ver a criança se despindo para o banho, segurou-a pelo pescoço, violentando-a sexualmente. O garoto foi sufocado até morrer. Pedro disse que dormiu ao lado do corpo, somente descoberto na última sexta (18), por causa do forte odor sentindo pela vizinhança.

RUI E SOUTO TERÃO MAIOR TEMPO DE TV

Da Luz, Rui Costa, Renata Mallet, Marcos Mendes, Lídice da Mata e Paulo Souto.

Da Luz, Rui Costa, Renata Mallet, Marcos Mendes, Lídice da Mata e Paulo Souto.

Do Ilhéus24h

A Justiça Eleitoral já informou ao comando das campanhas dos candidatos ao governo da Bahia e ao senado, a estimativa dos tempos na propaganda gratuita no rádio e na TV.

Segundo a coluna Satélite, do Correio, na divisão do bolo, que ainda tem caráter preliminar e extraoficial, a maior fatia ficou para Rui Costa (PT), com 7min49s.

Logo depois está Paulo Souto (DEM), que terá direito a 6min59s. Em terceiro, vem Lídice da Mata (PSB), com 1min45s.

Completam a tabela Marcos Mendes (PSOL), com 1min11s, Renata Mallet (PSTU) e Rogério Da Luz (PRTB), que ficarão com 1min06s cada um.

Na partilha entre os três principais nomes que disputarão a vaga de senador, Otto Alencar (PSD) ficou com 4min01s, apenas 25 segundos a mais que Geddel Vieira Lima (PMDB), com 3min36s. Já Eliana Calmon (PSB) levou 59 segundos.

De acordo com a legislação, os programas das chapas majoritárias serão exibidos às segundas, quartas e sextas-feiras, de 19 de agosto à 2 de outubro.

TEMENDO RESULTADOS, PAULO SOUTO BARRA PESQUISA VOX POPULI

Do BA 24horas

A coligação do candidato Paulo Souto (foto) acionou a justiça para barrar divulgação de pesquisa realizada pelo Vox Populi na Bahia. Motivo alegado: o questionário associa os postulantes a determinados políticos. A pesquisa foi contratada pela TV Aratu e Jornal A Tarde.

Curioso é que, em fins de maio, o Ibope fez a consulta da mesma forma e, na ocasião, quando sua imagem era associada à de Lula, Rui Costa dobrava as intenções de voto (de 9 para 18%). Outro fato interessante é que o candidato do DEM busca exaustivamente colar sua imagem à do prefeito de Salvador, ACM Neto.

A ação de Souto para barrar a pesquisa do Vox Populi confirma o que já se comenta nos bastidores: há uma preocupação cada vez maior da coligação do ex-governador com o crescimento do petista, na medida em que a população o associe a Lula.

O temor aumenta pelo fato de que, enquanto Paulo Souto é conhecido por mais de 90% dos baianos, o nível de conhecimento de Rui Costa é bem menor, o que amplia suas possibilidades de crescer ao longo da campanha eleitoral. Souto, por outro lado, já teria alcançado seu “teto”.

Leia mais no BA24horas

FESTIVAL REÚNE PRODUTORES E CONSUMIDORES DE CACAU E CHOCOLATE EM ILHÉUS

Cerca de 30 mil pessoas visitaram o festival na edição de 2013.

Cerca de 30 mil pessoas visitaram o festival na edição de 2013.

A ideia de reunir em um só evento as cadeias produtivas do cacau e do chocolate era ousadia demais para 2009. Deu muito certo. Cinco anos depois, o Festival Internacional do Cacau e do Chocolate da Bahia já está consolidado. E ganhou uma edição paraense.

A sexta edição do festival internacional baiano começa na próxima quinta (24), no centro de convenções de Ilhéus, às 19 horas. Serão quatro dias de promoção do chocolate de origem e de fomento aos negócios da cacauicultora.

O evento reunirá a Feira do Chocolate, Ateliê do Chocolate e o II Fórum sobre Produção de Cacau e Chocolate de Origem 100% Brasileira, além de música regional.

FÓRUM

O fórum reunirá especialistas, fabricantes e consumidores interessados nas discussões em torno do chocolate e cacau de qualidade. Mediado pelo jornalista e crítico Josimar melo, terá participação do produtor e pesquisador João Tavares, e do presidente e fundador da Harald, Ernesto Neugebauer.

Participam também o diretor agrícola e comercial da CooperBahia, Eimar Rosa; e a diretora de hospitalidade e gastronomia da Laureate Brasil, Rosa Moraes; e Cíntia Lima, chocolatière e sócia-proprietária da Chocolat Des Arts.

chocodayCHOCODAY E COZINHA SHOW

O festival terá espaço para troca de experiências sobre a produção mundial de cacau e chocolate, o ChocoDay.

Quem busca receitas culinárias envolvendo o chocolate, haverá o Cozinha Show, com a participação de chefs renomados, como Alexandre Bispo (“Chocolate: uma paixão nacional), Giuliana Cupini (pastilhagem de chocolate para doces de luxo) e André Bispo (técnicas de decoração). A Cozinha será sempre das 16h às 21h, nos dias 25, 26 e 27.
Cozinhashow mvu

A programação completa do evento pode ser conferida no site http://www.festivaldochocolate.com/bahia/2014/.

BAHIA EMPATA COM O GALO EM MINAS

Ainda não foi desta vez que o Bahia fez as pazes com a vitória no Brasileirão 2014. Diante do Atlético Mineiro no estádio Independência, o Esquadrão saiu na frente com um gol de Titi, fez um bom primeiro tempo, mas não conseguiu segurar o Galo na noite deste sábado (19).

Os donos da casa empataram na etapa final com um gol de Luan e completaram o empate em 1 a 1, no duelo da 11ª rodada. O resultado não agrada nenhum dos lados e deixa o Bahia ainda sob a ameaça do Z-4.

Com a sequência sem vitórias ampliada, o Tricolor, agora com nove pontos e ainda na 16ª colocação, segue ameaçado pela zona do rebaixamento, podendo terminar a rodada no indesejado grupo. O Galo, que também queria subir na tabela, não saiu da 11ª posição, a mesma que começou a partida, com 15 pontos. Com informações do Correio.

ALDENES REÚNE MILITÂNCIA NESTE SÁBADO

Aldenes Meira, ao lado de João Leão, candidato a vice-governador na chapa de Rui Costa, e de Wenceslau Júnior, vice-prefeito de Itabuna

Aldenes Meira, ao lado de João Leão, candidato a vice-governador na chapa de Rui Costa, e de Wenceslau Júnior, vice-prefeito de Itabuna

Um dia após a inauguração do comitê do ex-presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, candidato a deputado federal pelo PCdoB (ver nota abaixo), outro comunista apresenta seu QG de campanha.

Neste sábado (19), Aldenes Meira, que disputa mandato na Assembleia Legislativa, abre as portas de seu comitê central, na Avenida Fernando Cordier (Beira-Rio), 238, Centro de Itabuna. Lideranças políticas e militantes de vários municípios são esperados para o evento, que começa às 16 horas.

Aldenes, que tem origem no meio rural e dirigiu entidades como a Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado da Bahia (Fetag-BA) e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, defende, entre outras bandeiras, o fortalecimento das políticas públicas nos territórios de identidade, apoio à agricultura familiar e à economia solidária, e a implantação da região metropolitana do Sul da Bahia. O candidato atualmente exerce mandato de vereador em Itabuna, sendo presidente do legislativo municipal.

AOS 73 ANOS, MORRE JOÃO UBALDO RIBEIRO

João Ubaldo

João Ubaldo faleceu no Rio (Foto Biblioteca de SP)

O escritor João Ubaldo Ribeiro morreu na madrugada de hoje (18), aos 73 anos, em casa, na cidade do Rio de Janeiro. Ele era membro da Academia Brasileira de Letras (ABL) e ocupava a Cadeira 34 desde 1994. Jornalista e cientista político, ele foi autor de mais de 20 livros, publicados em 16 países.

Entre suas principais obras estão Sargento Getúlio (1971), Viva o Povo Brasileiro (1984) e O Sorriso do Lagarto (1989). João Ubaldo Ribeiro recebeu, em 2008, o Prêmio Camões, concedido pelos governos de Portugal e do Brasil, para autores que contribuem para o enriquecimento da língua portuguesa.

Ribeiro também venceu, por duas vezes, o Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro. Em 1972, conquistou o Jabuti de Melhor Autor, por Sargento Getúlio. Em 1984, venceu na categoria Melhor Romance, com Viva o Povo Brasileiro. Da Agência Brasil.

MORTE DE CRIANÇA PROVOCA ATAQUES E CAOS EM AMARGOSA

Carros destruídos em ataques (Marcello Dial/Site Voz da Bahia).

Carros destruídos em ataques (Marcello Dial/Site Voz da Bahia).

Do G1

Trinta motos, 18 carros e um ônibus foram incendiados durante a ação de um grupo de moradores na cidade de Amargosa, a 250 quilômetros de Salvador, na noite de quarta-feira (16). O grupo também invadiu a delegacia do município, roubou todas as armas, liberou os presos, destruiu e queimou o local, segundo informações da Polícia Militar na manhã desta quinta-feira (17). Os ataques ocorreram por causa da morte de uma menina de 1 ano, pela polícia, durante uma troca de tiros.

De acordo com o delegado titular da 4ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/ Santo Antônio de Jesus), Paulo Roberto Guimarães, que gerencia a segurança na região, 16 presos foram libertados da carceragem, após a invasão dos moradores. Destes, dois já foram recapturados.

Segundo Guimarães, durante o conflito, a delegada, o juiz e o promotor de Amargosa se refugiaram em um hotel da cidade. O delegado afirmou que as autoridades se hospedaram no local por motivo de segurança, já que a sede da delegacia foi completamente destruída pelo grupo.

Segundo o coronel Aldemário Xavier, que atua no município, 18 pessoas foram ouvidas pela polícia e já liberadas. Xavier ainda informou que o caos estabelecido até a madrugada foi controlado na manhã desta quinta-feira (17).

O conflito começou quando dois policiais iniciaram uma perseguição a um assaltante de motos, que teria ligação com o tráfico de drogas. Durante a perseguição, o suposto criminoso invadiu a casa de uma família e, na tentativa de atingir o suspeito, um dos agentes acertou um tiro em uma criança, que acabou morrendo no local. Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a suspeita é que o tiro tenha partido da arma de um policial civil.

SÃO PAULO VENCE O BAHIA POR 2 A 0

O Bahia perdeu por 2 a 0 para o São Paulo nesta quarta (16), na Fonte Nova, na retomada do Brasileirão de Futebol. Os gols foram marcados pelo goleiro Rogério Ceni e Alan Kardec.

Ceni abriu o placar em cobrança de falta cometida pelo zagueiro Titi. Kardec estreou no time paulista marcando. Os dois gols foram feitos no primeiro tempo. Enquanto o São Paulo colou no Cruzeiro, líder com 19 pontos, o Bahia continuou na 16ª colocação. Confira os gols do jogo.

OPOSIÇÃO E BASE ALIADA NA EXPECTATIVA

Da Coluna Satélite, do Correio

Líderes da oposição e da base aliada no estado estão numa ansiedade daquelas em relação aos dados da nova pesquisa do Datafolha sobre a corrida presidencial, a maior realizada pelo instituto este ano.

Apesar do interesse na radiografia das intenções de voto nos candidatos ao Planalto, o interesse nas duas alas é maior em relação aos índices do eleitorado por estado.

Para ambos os lados, as estatísticas regionalizadas são as únicas capazes de apontar horizontes confiáveis para DEM e PT na disputa pelo governo baiano.

CIDADES MENORES CONCENTRAM 66,2% DO ELEITORADO BAIANO

São 10.185.416 milhões de votos em disputa por seis candidatos ao cargo de governador da Bahia, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Dos 417 municípios do estado, em 407 estão 6.749.352 milhões de eleitores, ou 66,2% do total.

São cidades em que o número de pessoas com título regularizado varia de 97.482 mil, como em Teixeira de Freitas, na região sul, até os 2.771 mil de Catolândia, oeste baiano.

“Em uma eleição proporcional, geral, esses municípios representam um eleitorado mais importante até do que o total de outros estados. A Bahia é tão grande que esses municípios não podem ser desprezados. Todo município é um voto em potencial”, conta Maurício Amaral, coordenador de Eleições do TRE. Sergipe, por exemplo, até 2013 tinha 1.416.809 de eleitores.

Das 407 cidades, 141 têm menos de 10 mil eleitores aptos ao voto no dia 5 de outubro. Do G1/BA.

MADEIRA ILEGAL ERA TRANSPORTADA EM AMBULÂNCIA EM ILHÉUS

Ambulância é apreendida com madeira ilegal em Ilhéus (Fotos Marcos Maurício).

Ambulância é apreendida com madeira ilegal em Ilhéus (Fotos Marcos Maurício).

Pacheco e a ambulância com o "paciente".

Pacheco e a ambulância com o “paciente”.

Marcos Maurício

Uma ambulância registrada em nome de um hospital de Ilhéus foi flagrada por uma guarnição da Polícia Militar carregada com tábuas de jequitibá, madeira nobre, oriunda da mata atlântica.

Segundo informações do motorista da ambulância, a madeira ilegal seria entregue em uma serraria na sede do município e beneficiada para uso em apicultura.

A madeira era originária da Fazenda Tibira, em Castelo Novo, município de Ilhéus.

A abordagem do inusitado ocorreu no Bairro da Conquista pela  Guarnição comandada pelo Sargento Pacheco junto com os soldados Alberto e Luiz Carlos da CPM, Ilhéus.

A expectativa dos policias militares era “encontrar algum moribundo na ambulância”. A apreensão aconteceu em plena luz do dia (13h) desta segunda-feira, 14.

A investigação está a cargo do titular Delegacia  de Proteção Ambiental (DPA), em Ilhéus, Eduardo Barcelos, e da escrivã Jandira Isabel Silva Almeida.

Atualização às 17h37min (16/07)

Ao contrário do informado anteriormente, a madeira apreendida era originária da Fazenda Tibira, em Castelo Novo (Ilhéus.

LÍDICE DEFENDE ENSINO MÉDIO EM TEMPO INTEGRAL

lídice da mataA candidata ao governo baiano pelo PSB, Lídice da Mata, defendeu hoje o financiamento público de campanhas eleitorais no país. Para ela, esta é uma forma de democratizar o acesso ao poder.

- O cidadão comum tem que ter direito de se candidatar para representar o povo. O sistema político de hoje não permite, por exemplo, a participação de mais mulheres e negros na política – disse ela.

A candidata da coligação Um novo caminho para a Bahia concedeu entrevista ao Band Cidade e se apresentou como a “terceira via”, movimento político que levou Tony Blair ao poder na Inglaterra.

Lídice também falou de educação ao defender ensino médio em tempo integral na rede pública estadual, o que colocaria os alunos do ensino público em condições de igualdade com os do ensino privado, no entendimento da candidata.

CAMPANHA AO GOVERNO BAIANO DEVERÁ CUSTAR R$ 133,6 MILHÕES

Da Luz, Rui Costa, Renata Mallet, Marcos Mendes, Lídice da Mata e Paulo Souto.

Da Luz, Rui Costa, Renata Mallet, Marcos Mendes, Lídice da Mata e Paulo Souto.

Seis candidatos disputam o governo baiano nas eleições de 2014. São eles Lídice da Mata (PSB), Marcos Mendes (PSOL), Paulo Souto (DEM), Renata Mallet (PSTU), Rogério Da Luz (PRTB) e Rui Costa (PT).

De acordo com as previsões de gasto informadas pelos comitês dos candidatos, a campanha mais cara será a de Rui Costa. O limite de gastos do petista é R$ 65 milhões.

O democrata Paulo Souto vem em segundo, com limite de gasto de R$ 38 milhões, seguido de Lídice da Mata, com R$ 20 milhões.

A campanha de Rogério Da Luz limitou os gastos de campanha a R$ 10 milhões. Os mais modestos foram Marcos Mendes, com R$ 500 mil, e Renata Mallet, com R$ 150 mil.

LEÃO ARTICULA CAMPANHA EM ITABUNA

joao leaoO  candidato a vice-governador do estado pela chapa “Pra Bahia Mudar Mais”, João Leão, participa de encontro com prefeitos, vereadores e lideranças regionais nesta segunda-feira (14), às 14 horas, no Palace Hotel, em Itabuna.  O objetivo é discutir estratégias da campanha majoritária no sul da Bahia.

Neste fim de semana, o candidato ao governo, Rui Costa (PT), recebe lideranças em Salvador. No encontro, vai tratar sobre propostas de seu Plano de Governo Participativo, especificamente relacionadas à água e ao saneamento.

PRESIDENTE DO BAHIA CRITICA CBF E DEFENDE “DEVOLVA MINHA SELEÇÃO”

ferererer

Fernando Schmidt, presidente do Bahia (Foto Evilásio Jr.)

Do Bahia Notícias

O presidente do Esporte Clube Bahia, Fernando Schmidt, eleito ao cargo após intervenção judicial, defendeu, em entrevista ao programa Acorda Pra Vida, da Rede Tudo FM 102,5, nesta sexta-feira (11), que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deve passar por um processo de fiscalização e aumento de transparência após a derrota do time canarinho por 7 a 1 para a Alemanha. “Para mim, a gestão na CBF é uma caixa-preta”, criticou.

Ele defende que, assim como aconteceu com o tricolor, na campanha “Devolva meu Bahia”, a Seleção precisa voltar para as mãos da população. “A Seleção precisa ser devolvida para o povo brasileiro, porque é público e não privado”, justificou. O dirigente esportivo recorda que o Esquadrão de Aço sofreu duas grandes derrotas em campo, o que aflorou nos torcedores a vontade de mudança: “Houve apoio popular e as pessoas deixaram de ser vítimas. O que a população quer é que a Seleção volte a ser dela e a ser bem dirigida”.

O resultado da última terça-feira (8) no Mineirão, segundo Schmidt, não é culpa do técnico Luiz Felipe Scolari ou dos jogadores, mas sim da situação atual do futebol brasileiro. “Tem que ter instrumentos de controle para que o clube possa seguir suas funções”, explicou. Ele lembra que, há cerca de um ano, foi apresentada na Câmara Federal a Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte, que estabelece uma espécie redemocratização do futebol no país. “Não se podia mais tratar as entidades como capitanias hereditárias. O exemplo maior é o CBF”, acusou.

Questionado se contrataria Felipão ou o jogador Fred para o clube se tivesse condições financeiras, ele foi taxativo: “Não”. Schmidt apostou ainda que, na próxima partida do Brasil contra Holanda, no sábado (12), a Seleção não passará por um novo susto. “Algo me diz que não haverá nova goleada”, arriscou.

Segundo o dirigente, o afastamento do PT e PSB nas eleições estaduais, do qual é filiado, não afetou a gestão do Bahia, a cinco meses do fim do mandato de transição. “Não há racha. Procuramos separar futebol e política. Não estamos apoiando ninguém”, afirmou.

OBRA DA EDITUS RETRATA ECONOMIA REGIONAL

capa_mosaico economico.inddA professora Aline Conceição Souza organizou uma coletânea dos resultados de monografias e projetos de pesquisa do curso de Economia da Universidade Estadual de Santa Cruz. O trabalho está condensado em Mosaico econômico – do global ao regional. O trabalho possibilita uma compreensão da realidade sul-baiana. A obra é o mais novo lançamento da Editus Editora, da Uesc.

De acordo com ela, os trabalhadores reunidos trazem importantes reflexões sobre o desenvolvimento de diferentes atividades econômicas” em níveis mundial, nacional e estadual, “com recorte especial para os municípios do eixo Itabuna- Ilhéus”.

A obra trata de temas como caracterização do turismo internacional na Bahia, indicadores de desenvolvimento da região e comportamento de preços de alimentos e seus impactos na cesta básica. A obra ainda traça as características das mulheres empreendedoras que vivem da informalidade. Mosaico econômico… também propõe análise inovadora do mercado de cosméticos étnicos e sua segmentação estratégica.

- O livro é resultado do esforço conjunto de professores e ex-alunos, no sentido de valorizar e difundir as produções acadêmicas do curso, oferecendo aos leitores um conteúdo de qualidade sobre temas que representam a realidade onde vivem – diz a pesquisadora .

Mosaico econômico pode ser adquirido na Livraria da Editus, no Centro de Artes e Cultura da Uesc, ou por meio de email ( vendas.editus@uesc.br) ou pelo telefone 73 3680-5276/5240. Para quem busca mais, há ainda o site www.uesc.br/editora, onde estão disponíveis todas as obras publicadas pela Editus.

PREFEITURA DE CORRENTINA OFERECE 467 VAGAS EM SELEÇÃO

Do Correio

A Prefeitura de Correntina abrirá no próximo dia 21, as inscrições do seu processo seletivo com 467 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio, técnico e superior. Do total de oportunidades, 217 são imediatas e 250 são para cadastro reserva, sendo que parte delas serão destinadas a pessoas com necessidades especiais.

Os salários variam de R$ 724,00 a R$ 5.995,00, em jornadas de 20, 30 e 40 horas por semana. O processo seletivo será composto por provas objetivas, previstas para serem aplicadas dia 24 de agosto de 2014. Também haverá prova de títulos para todos os cargos de nível superior. Mais informações podem ser obtidas através do edital do certame.