WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘Banco da Vitória’

ILHÉUS: POLÍCIA PRENDE TERCEIRO ENVOLVIDO NA MORTE DE MOTOBOY NO MORADA DO PORTO

Índio, Lucas e Banguelo são acusados da morte de Edgar

Agentes da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Ilhéus (DRFR) prenderam, nesta terça (3), o terceiro envolvido na morte do mototaxista Edgar João dos Santos Filho, no Condomínio Morada do Porto, no Banco da Vitória, em Ilhéus. O crime ocorreu na noite de 22 de julho deste ano. Os policiais civis prenderam Lucas Lima Silva hoje à tarde.

Lucas Lima foi preso no Banco da Vitória, bairro onde ocorreu o latrocínio. Edgar foi morto após atender a um pedido de corrida de mototáxi para o Morada do Porto. Segundo as investigações, Lucas quem organizou e idealizou o roubo da motocicleta. Há quase um mês, no dia 12 de agosto, dois comparsas de Lucas Lima foram presos em Ilhéus.

Segundo as investigações, Jonas Santos Pereira, o Índio, matou Edgar, que teria reagido ao anúncio de assalto. Ele atirou no motoboy, que morreu ainda no local. Na sequência, ele procurou Wanderson de Oliveira, o Banguelo, para esconder a arma do crime (confira aqui).

ILHÉUS: OBRAS DA VILA GASTRONÔMICA DE BANCO DA VITÓRIA COMEÇAM EM JULHO

Obras da Vila Gastronômica devem começar em julho || Imagem IlhéusGov

Nesta sexta-feira (28), o governador Rui Costa assina ordem de serviço para obras de implantação da Vila Gastronômica Banco da Vitória, em Ilhéus. O ato fará parte das comemorações do Dia da Cidade. A solenidade está prevista para as 10h30min, de acordo com o cerimonial do governo baiano.

O projeto de requalificação total do trecho foi apresentado na tarde de ontem (25), ao prefeito Mário Alexandre, durante encontro em seu gabinete. A publicação do resultado da licitação no Diário Oficial do Estado da Bahia saiu em abril último e, finalmente, o equipamento sairá do papel.

A tomada de preço, no valor de R$733 mil, foi vencida pela empresa FCE Engenharia Eireli, que iniciará a execução dos serviços logo após a assinatura da ordem de serviço pelo Governo do Estado e Prefeitura. Na avaliação do prefeito, a implantação da Vila Gastronômica impulsionará o comércio local, gerando empregos e renda para a comunidade. “Um projeto esquecido pelos governos passados, mas que agora, se tornará realidade”.

IMPLANTAÇÃO

O projeto da Vila Gastronômica Banco da Vitória prevê a urbanização da área adjacente à rodovia Ilhéus-Itabuna, com calçamento dos acostamentos, estacionamentos, arborização, paisagismo, iluminação especial com pórticos, sinalização e comunicação visual. A obra deverá ser executada em um prazo de oito meses, de acordo com o município.

O projeto tem como base uma emenda parlamentar da deputada federal Lídice da Mata do período em que ela foi senadora. Por se tratar de uma área de rodovia, a obra será executada pela Superintendência de Infraestrutura e Transportes (SIT), vinculada à Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra).

ITABUNENSES FAZEM FILA DE 4 HORAS PARA CONSEGUIR ÁGUA EM ILHÉUS

Bica no Banco da Vitória tem sido alternativa para água salgada (Foto Blog do Thame).

Bica no Banco da Vitória tem sido alternativa para água salgada (Foto Blog do Thame).

Do Blog do Thame

Com a água da Emasa chegando salgada (quando chega) às residências e com os comerciantes de água mineral achacando os consumidores (o galão de 20 litros chega a custar 9 reais em média, 10 reais em alguns bairros), as bicas localizada nas proximidades do Banco da Vitória, em Ilhéus, tem sido o recurso utilizado por centenas de itabunenses para conseguir água potável.

O movimento é intenso no local e em alguns casos a espera para encher os galões pode chegar a 4 horas, já que o volume de água das três bicas disponíveis também foi reduzido por causa da estiagem.

Hoje pela manhã, um comerciante que foi tratar de negócios em Ilhéus aproveitou para pegar 150 litros de água. “É para minha família, minha mãe e minha irmã, e apenas para beber e cozinhar, porque a água da Emasa está muito salgada”, afirmou. Ele chegou as 10 horas e saiu às 15h30min.

Ontem a tarde, houve um principio de tumulto, porque um aposentado itabunense tentou encher dois galões com 100 litros de água cada um, o que provocou revolta de quem estava na fila. Para não ter que esperar tanto, algumas pessoas desafiam o perigo e se dirigem ao local durante a madrugada.

WAGNER E MINISTRO LANÇAM LICITAÇÃO DE OBRAS DA ILHÉUS-ITABUNA

 

Pista atual da rodovia terá ações de preservação ambiental e recuperação (Foto Pimenta/Arquivo).

Rodovia Ilhéus-Itabuna terá licitação lançada nesta segunda (Foto PIMENTA).

EM PRIMEIRA MÃO

Wagner: licitação via RDC (Foto Pimenta).

Wagner: licitação via RDC (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner e o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, lançam amanhã, às 17h, o edital de licitação para a obra de duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna. A licitação será pelo Regime Diferenciado de Contratações (RDC). Por este regime, a empresa vencedora poderá ser conhecida em até 45 dias e a obra começar em até dois meses.

Conforme apurou o PIMENTA, a autorização será assinada durante a entrevista que Wagner concederá a veículos de comunicação do sul da Bahia, nesta segunda (8), no Príncipe Hotel, em Itabuna. A estimativa é de que a duplicação custe R$ 180 milhões.

As licenças para a obra já foram concedidas pelo Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), órgão ambiental do governo baiano. Parte dos recursos para a obra já está assegurada no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

A nova pista será construída à margem direita do Rio Cachoeira. Três pontes serão construídas nas proximidades da Ceplac, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e do Banco da Vitória para interligar a nova pista coma atual. A extensão do novo trecho da Ilhéus-Itabuna será pouco menor que vinte quilômetros, atingindo o Banco da Vitória.

Após o governo federal delegar a obra ao Estado, a duplicação será executada com a supervisão do Departamento de Infraestrutura de Transporte da Bahia (Derba), hoje comandado pelo itabunense Saulo Pontes.

Plotagem aponta o traçado da nova pista (Projeção Projeção traz o traçado da nova pista (confira seta) da Rodovia Ilhéus-Itabuna (Projeção Pablo Joaquim e Wallace Silva).

Plotagem aponta o traçado da nova pista (Projeção Pablo Joaquim e Wallace Silva / PIMENTA).

AULA INAUGURAL DA UFSB

A assinatura ocorrerá momentos antes da aula inaugural da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). A aula será proferida pelo ministro da Educação, José Henrique Paim, no campus Jorge Amado, em Ferradas (trecho Itabuna-Ibicaraí da BR-415), às 18 horas.

A UFSB funcionará, inicialmente, com 1.050 alunos, sendo 720 nos campi de Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas e 330 em unidades que integrarão a rede de Colégios Universitários (CUNIs). A reitoria foi instalada em Itabuna em setembro do ano passado.

A estimativa é de que a universidade ofereça 36 cursos de graduação e tenha cerca de 11,1 mil alunos até 2020.

Aulas na UFSB começam nesta segunda-feira (Foto Gabriel Oliveira).

Aulas na UFSB começam nesta segunda-feira (Foto Gabriel Oliveira).

DISPUTA PELO TRÁFICO PROVOCA CHACINA EM ILHÉUS

Quatro homens foram assassinados a tiros, ontem à noite, em Ilhéus. A chacina ocorreu na localidade conhecida como Alto do Iraque, no Banco da Vitória, quando cerca de dez homens fortemente armados executaram Moisés Souza Santos, Orlei Sampaio Góes, Zaqueu Ricardo e uma quarta vítima identificada apenas como Jaziel.

Das vítimas, Jaziel e Moisés eram traficantes e as Orlei e Zaqueu seriam usuários, conforme apurou o Blog do Gusmão. Os homens chegaram em veículos de Itabuna e do bairro do Salobrinho, a menos de dez quilômetros do Banco da Vitória. Os executores também incendiaram a casa onde estavam as quatro vítimas (confira vídeo abaixo feito pela associação de policiais militares e bombeiros,a  Aspra).

POSTO DE SAÚDE FECHADO

Moradores do bairro Banco da Vitória, em Ilhéus, estão indignados com a Prefeitura e especialmente com a Secretaria Municipal de Saúde. O motivo é a situação da unidade de saúde existente na comunidade, que há algum tempo já funcionava precariamente e nesta sexta-feira, 13, simplesmente fechou as portas sem que os usuários tivessem recebido qualquer tipo de informação ou satisfação.

Os moradores exigem não só a reabertura, mas que a unidade de saúde passe a funcionar em condições decentes, com instalações adequadas (algumas salas têm problema de infiltração e servem de morada para morcegos) e profissionais em número suficiente para atender à demanda.

PREFEITURA NÃO PODE COBRAR TAXA DE PROTOCOLO DE ASSOCIAÇÕES

Titi, do Banco da Vitória, comemora decisão (foto Pimenta)

A Prefeitura de Ilhéus está proibida de cobrar taxa de protocolo das associações comunitárias. A gratuidade foi determinada pela justiça, que concedeu tutela antecipada requerida pelo Ministério Público.

O artigo 5º da Constituição Federal assegura a todos, independentemente do pagamento de taxas, o “direito de petição aos Poderes Públicos em defesa de direitos ou contra ilegalidade ou abuso de poder”. No caso das representações comunitárias, a cobrança de taxas de protocolo acaba se tornando uma barreira ao exercício do direito.

Além da gratuidade, a promotora Karina Gomes Cherubini pede na ação que sejam devolvidos os valores cobrados pela Prefeitura das associações, nos últimos cinco anos. Para serem ressarcidas, as entidades deverão apresentar comprovante dos pagamentos das taxas.

Autor da representação que provocou o MP, o líder comunitário Arnaldo Alves de Abreu, conhecido como Titi, comemora a decisão da justiça. Ele preside a Associação de Moradores do Banco da Vitória e afirma que “as associações já enfrentam muitos obstáculos para defender os interesses de suas comunidades, portanto não cabe ao poder público criar mais dificuldade”.

DESCASO NA UNIDADE DE SAÚDE DO BANCO DA VITÓRIA

Os moradores do Banco da Vitória, em Ilhéus, estão pessimamente atendidos quando o assunto é saúde pública. Na unidade de saúde local, a boa vontade da equipe não é suficiente para garantir a prestação de um serviço decente, já que isto também depende da infraestrutura mantida pelo poder público municipal. E esta é absolutamente precária.

Alguns exemplos do descaso que reina naquela unidade: a área em que são realizadas as consultas médicas é terrivelmente úmida e fede a mofo, a sala de enfermagem a mesma coisa e resíduos (cocô de morcego, por exemplo) caem do teto, e o espaço onde são feitos os curativos foi interditado por não haver a menor condição de funcionar.

Em tempo: praticamente todas as unidades básicas de saúde de Ilhéus fecharam as portas esta semana, pois os salários atrasaram. A do Banco da Vitória atendeu pacientes até ontem, mas hoje aderiu à paralisação.

ÁGUA ‘BATIZADA’

Água 'batizada' mata a sede de moradores do Banco da Vitória e de quem trafega pela Ilhéus-Itabuna.

Água 'batizada' mata a sede de moradores do Banco da Vitória e de quem trafega pela Ilhéus-Itabuna.

O estudo é daqueles ‘top secrets’ e o resultado desaponta, frustra a comunidade do Banco da Vitória, bairro ilheense localizado às margens da BR-415 (Rodovia Ilhéus-Itabuna).

E é às margens da rodovia e nos limites do bairro que está localizada uma fonte de água mineral que socorre a muitos, inclusive ciclistas que costumam trafegar na Ilhéus-Itabuna. Também atrai as atenções de turistas.

Daí que a Embasa fez uma análise da água e descobriu a presença de coliforme fecal. Um técnico da empresa explicou que a origem do problema está no avanço de construções no entorno da fonte. Sem uma rede de esgotamento ‘honesta’, os moradores são induzidos a construir pequenas fossas.

O ‘conteúdo’, então, contamina o lençol freático e ‘batiza’ a água, que a análise concluiu ser – de fato – mineral. O resultado da análise era guardado a sete chaves. Era…






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia