WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘Barradão’

CAMPEÃO INVICTO

O Vitória faturou o bicampeonato baiano, neste domingo (7), de forma invicta, ao empatar em 0 a 0 com o Bahia, no Barradão, em Salvador. No jogo de ida, na Fonte Nova, na última quarta, as equipes empataram em 1 a 1.

O Vitória faturou Campeonato Baiano, neste domingo (7), de forma invicta, ao empatar em 0 a 0 com o Bahia, no Barradão, em Salvador. No jogo de ida, na Fonte Nova, na última quarta, as equipes empataram em 1 a 1. O Vitória derrotou o Bahia em finais pela 12ª vez, enquanto o Tricolor venceu 11. Neste Estadual, o Rubro-Negro venceu 11 e empatou 3 partidas.

VITÓRIA TRAVA DUELO COM O SÃO CAETANO

Vitória e São Caetano farão um jogo importantíssimo nesta sexta-feira, 26, a partir das 19h30, no Barradão. Para o rubro-negro, o triunfo significará passaporte carimbado para a primeira divisão, mas o time paulista não dará moleza, pois depende do resultado para entrar no grupo dos quatro que ascenderão à elite do futebol.

O técnico Ricardo Silva, que assumiu o comando do Vitória após a demissão de Paulo César Carpegiani, espera um time mais criativo e com melhor movimentação no meio-campo. Na última rodada, a equipe bateu fora de casa o CRB de Alagoas, por 1 x 0, mas o rendimento ficou aquém do esperado.

O São Caetano joga sob o comando do técnico interino Airton Silva, já que Emerson Leão foi demitido. Ele deixou o time com um aproveitamento de 66,6% no returno, em quinto lugar e a apenas um ponto do G4. Com informações do UOL Esportes

VITÓRIA E BOTAFOGO EMPATAM NO BARRADÃO

O Vitória acabou empatando em 1 a 1 com o Botafogo no primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil. O rubro-negro não fez valer o mando de campo e terá que vencer o time carioca ou, no mínimo, empatar em 2 a 2 para avançar à próxima fase.

O placar no Barradão (Salvador) foi aberto pelo ex-Vitória Élkeson. O rubro-negro chegou ao empate em lance que Tartá. Ele avançou até a linha de fundo, pela direita, e cruzou na cabeça do “matador” Neto Baiano. 1 a 1. Dois gols assinalados no primeiro tempo. O próximo jogo será na quarta, 9, às 19h30min, no Engenhão.

PEDE MÚSICA, MARQUINHOS!

O Vitória bateu o lanterninha Duque de Caxias por 5 a 1 no Barradão e conseguiu segurar a sétima posição na Série B. Encerrado há pouco, o jogo teve três gols de Marquinhos – que, se fosse num domingo, poderia pedir música naquele programa global…

O primeiro gol do jogo surgiu de uma dividida entre Neto Baiano e o goleiro do time fluminense. Marquinhos empurrou para a rede, aos 2min. Marquinhos também marcou o segundo, aos 10min, após aproveitar passe de Fernandinho. 2 a 0 para o rubro-negro.

O terceiro gol do Vitória não foi de Marquinhos, mas ele deu o passe para o gol marcado por Neto Baiano.  E sabe quem fez o quarto gol do Vitória? Ele mesmo. Marquinhos chutou forte em jogada ensaiada com Fernandinho, aos 16min do segundo tempo.

Arthur Maia (não, não é o deputado) ainda teve tempo para fazer mais um golzinho para o Vitória, aproveitando passe de Geovanni, aos 46 minutos da etapa final. Antes, aos 42min, o Duque de Caxias fez o de honra, com Gilcimar.

Com o triunfo, o Vitória chegou a 35 pontos e ficou a cinco do G-4. O Vitória volta a campo no próximo sábado, contra o ABC, às 16h20min, no Frasqueirão. O Duque de Caxias pegará o Sport, na sexta, às 20h30min, em São Januário.

COLO COLO VENCE… E TÉCNICO PEDE DEMISSÃO!

Duas coisas surpreendentes aconteceram na tarde deste domingo, na primeira rodada do Campeonato Baiano de Futebol. A primeira foi o triunfo do Colo Colo de Ilhéus diante do Vitória, em pleno estádio Manoel Barradas Carneiro, o Barradão.

Sempre muito forte em sua toca, o Leão miou diante do Tigre ilheense. Aos 24 minutos do segundo tempo, Alex balançou a rede do anfitrião, com um golaço que calou a torcida rubro-negra.

Mas essa não foi a única surpresa da rodada. Logo após a partida, o técnico do Colo Colo, Quintino Barbosa – o Barbosinha – anunciou que está deixando o clube. “Pra mim, já deu…”, resumiu o treinador, que vinha enfrentando desentendimentos com o presidente José Maria de Santana.

Barbosinha disse mais: “Estou saindo. Neste clube não estou feliz”, desabafou o técnico. Ele reclamou que, por mais que se esforçasse, não conseguia agradar à diretoria do Tigre.

É até normal um treinador abandonar um time após uma sucessão de infortúnios. O inusitado é a decisão tomada no início da campanha, ainda mais quando a equipe estreia vencendo um favorito… E na casa do adversário!

Além de Barbosinha, o preparador físico do clube também deve pedir o boné. Oito jogadores do elenco podem seguir o mesmo rumo.

Com informações do site Jornal Bahia Online.

A BROCA RUBRO-NEGRA

O Vitória bateu o Vasco, por 4 a 2, e conseguiu sair da zona de rebaixamento da Série A do Brasileiro. Abaixo, confira todos os gols da partida no Barradão, neste sábado (30).

DEPOIS DO QUEBRA-PAU, GOIÁS TENTOU ACORDO

Roque, momentos após a agressão (Foto Reprodução).

Segundo revelou o repórter Roque Santos, da Rádio Metrópole, de Salvador, dirigentes do Goiás tentaram um acordo na 10ª Delegacia de Pau da Lima, após a polícia tomar depoimento dos envolvidos nas cenas de agressões no tumulto ao final do jogo contra o Vitória, no Barradão (relembre o caso aqui).

Roque, agredido pelo técnico Emerson Leão e os jogadores Romerito, Rafael Moura e Marcão, não aceitou discutir e, afirmou, mantém a queixa por lesões corporais. “Não existe qualquer tipo de acordo”.

O repórter relatou, ao vivo, que se dirigiu ao técnico do Goiás ao perceber que Leão estava chateado com a arbitragem. “Eu coloquei o microfone e perguntei: “foi o que, professor?”. Ele disse que “você não está perguntando, você está me forçando a responder”.

Enquanto Leão “rugia”, o jogador Rafael Moura se aproximou e desferiu um soco na boca do repórter da Rádio Metrópole. Em seguida, Romerito e Marcão, também do Goiás, aplicaram socos e pontapés em Roque Santos, conforme a vítima.

Após o tumulto no Barradão, estádio do Vitória, os agressores foram levados em um camburão para a delegacia de Pau da Lima. Romerito, Marcão, Rafael Moura e o técnico do time goiano podem ser indiciados por lesões corporais.

O PAU QUEBROU NA TOCA DO LEÃO

O treinador do Goiás, Emerson “Fúria” Leão, imaginou que a toca em Salvador fosse dele e afiou as garras para agredir um radialista de Salvador, nesta noite. Queria tirar satisfações. O técnico-problema e o seu leão-de-chácara, o jogador Rafael Moura, partiram “pra dentro” e arrebentaram Roque Santos, de uma emissora de rádio de Salvador.

O homem de imprensa deixou o campo com as marcas da violência e seguiu com destino ao Pau da Lima, para prestar queixa contra os valentões do Goiás. Rafael Moura e Leão foram levados para a delegacia pela polícia.

O clima já estava quente no jogo e ficou ainda mais pesado quando o Vitória conseguiu arrancar empate, após estar perdendo por 0x2 para os goianos. O radialista teria feito comentário considerado incômodo para o time de Leão. O jogo terminou e (olho na rima!) o tempo fechou na casa do rubro-negro baiano.

NO FIM, VITÓRIA BATE O ATLÉTICO-MG

O Vitória conseguiu vencer pela primeira vez neste Brasileirão. Jogando em casa, o rubro-negro meteu 4×3 no Atlético Mineiro em um jogo emocionante e noite especial para um jogador. O placar foi aberto aos 13 minutos do primeiro tempo. Schwenck, do Vitória, deixou o primeiro dele. Muriqui empatou para o Atlético-MG, aos 34min. Schwenck desempatou, aos 41min.

O Atlético voltou do vestiário disposto a arrancar uns pontinhos do Vitória. E voltou a empatar aos 22min do segundo tempo em cobrança de falta de Ricardinho. A equipe mineira aproveitava bem a situação: Nino, do Vitória, foi expulso logo no início da etapa final. Mas, aos 28, o artilheiro da noite, Schwenck, voltou a atacar. Aproveitou-se de falha na zaga mineira e… pimba!

O placar marcava 3×2 para o rubro-negro, mas… Eis que surge o atacante Diego Tardelli. Ele aproveitou cobrança de falta de Ricardinho e estufou a rede do Vitória, aos 36min. Friozinho, mas o Leão falou mais forte que o Galo. Aos 43 minutos, caminhando para o finalzinho do ‘baba’ no Barradão, Evandro (ex-Atletico) deu números finais ao jogo: 4×3! O time fez quatro pontos em quatro jogos na Série A. Momentaneamente, ocupa a 14ª posição.

CHUVA ADIA JOGO DO VITÓRIA

Em consequência do temporal que desabou em Salvador nesta quarta-feira, ficou inviabilizada a realização do jogo entre Vitória e Goiás no Barradão, pela terceira fase da Copa do Brasil.

A partida foi remarcada para esta quinta-feira, às 21 horas.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia