WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba



policlinica





outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: ‘Bebeto’

MAGAL DEFINE APOIO À REELEIÇÃO DE BEBETO

Magal, de verde, apoiará reeleição de Bebeto

O ex-vereador de Ilhéus, Fábio Magal, selou o apoio à reeleição do deputado federal Bebeto Galvão (PSB), conforme anúncio feito nesta quinta (17). É apoio significativo para Bebeto no município sul-baiano. Magal foi o vereador mais votado de Ilhéus na eleição de 2012 e, mesmo não tendo conseguido a reeleição em 2016, mantém um forte grupo aliado no município e dá continuidade ao trabalho social que o notabilizou em toda a cidade.

Segundo o ex-vereador, a adesão ao projeto Bebeto se deu como reconhecimento ao trabalho que o deputado faz em prol do município. “Bebeto já destinou mais de R$ 10 milhões em emendas a Ilhéus, demonstrando a seriedade com que trata as demandas de nossa gente. Além disso, todos os integrantes de nosso grupo referendaram essa decisão, o que me deixa muito confortável”, finalizou Magal, que decidiu pelo apoio a Sérgio Gomes (PR) para o parlamento estadual.

BEBETO VISITARÁ LULA NA PRISÃO

Bebeto visitará o ex-presidente Lula em Curitiba

Após senadores, deputados federais farão visita ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para conferir as condições do petista na prisão em Curitiba (PR). Segundo o Estadão, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), permitiu a criação de uma comissão externa para a visita.

A comissão serão composta pelos deputados Bebeto Galvão (PSB-BA), André Figueiredo (PDT-CE), Ivan Valente (Psol-SP), Jandira Feghali (PCdoB-RJ), José Guimarães (PT-CE), Orlando Silva (PCdoB-SP), Paulo Pimenta (PT-RS) e Paulo Teixeira (PT-SP).

BEBETO, NILO E O PSB

Bebeto: boas-vindas a Marcelo Nilo

Diante dos rumores de insatisfação do deputado federal Bebeto Galvão com a entrada do deputado estadual Marcelo Nilo no PSB, o parlamentar ilheense resolveu distensionar.

Bebeto deu boas-vindas a Nilo, que pretende disputar eleição a deputado federal. “Partido que não se abre a novos líderes está fadado a morrer”, disse ele.

Nilo estava no PSL e negociou com a senadora Lídice da Mata e o ex-governador Jaques Wagner a sua entrada no novo partido. O ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia reuniu-se com Wagner e declarou apoio ao nome do petista para uma das vagas ao Senado na chapa de Rui Costa.

CAIXA SINALIZA TRANSFORMAR AGÊNCIA EM POSTO DE ATENDIMENTO EM CANAVIEIRAS

Bebeto teve audiência, em Brasília, com o presidente da Caixa, Gilberto Occhi

O fechamento da única agência da Caixa Econômica Federal em Canavieiras, anunciado para dezembro, foi discutido em audiência do deputado federal Bebeto Galvão (PSB/BA) com o presidente do banco, Gilberto Occhi, ontem (22), em Brasília. Segundo Bebeto, Occhi sinalizou a possibilidade de manter um posto da instituição na cidade.

Segundo o deputado, o fechamento significa perdas para o comércio e a população em geral, principalmente aquela que usa os serviços do banco para receber repasses de programas sociais ou da previdência, por exemplo. “Não custa lembrar que a agência da Caixa mais próxima está em Ilhéus, a mais de 100 quilômetros de distância”, afirmou Bebeto.

Desde que anunciado o fechamento da agência em Canavieiras, já foram realizados protestos pela população, sindicato dos bancários e CDL local. “Negociar a permanência da agência na cidade foi uma demanda que chegou até o nosso mandato e que, pela importância que tem o município em nossa região, não poderia deixar de comprar essa pauta aqui em Brasília”, finalizou o deputado.

PARA BEBETO, MEDIDAS DE TEMER FAVORECEM TRABALHO ESCRAVO

Bebeto reage às novas regras de caracterização do trabalho escravo

Bebeto reage às novas regras de caracterização do trabalho escravo

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB/Bahia) reagiu com indignação às recentes mudanças promovidas pelo governo do presidente Michel Temer nas regras de caracterização e fiscalização do trabalho escravo. “A cada dia que passa, Temer nos surpreende com medidas que trazem retrocessos para o Brasil e para os trabalhadores”, disse o parlamentar baiano da tribuna da Câmara.

A nova portaria traz regras que alteram o modelo de fiscalização e abrem brechas que dificultam a comprovação e punição do trabalho escravo. Uma das mudanças condiciona a divulgação da lista a uma decisão do ministro do Trabalho e exige a presença policial nas fiscalizações, já que o processo contra quem escraviza só terá validade se for acompanhado por um boletim de ocorrência policial.

A medida provisória assinada pelo presidente após pressão da bancada ruralista exclui da definição de trabalho escravo jornada exaustiva e trabalho forçado. Na prática, o empregador enquadrado nessa lei fica, entre outras coisas, proibido de tomar empréstimos em bancos públicos, como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“Isso é uma vergonha. Não vamos aceitar mais esta medida ilegal. Vamos aumentar a pressão para que esse retrocesso seja barrado”, afirmou Bebeto ao lembrar que as mudanças vêm sendo contestadas por inúmeros órgãos de proteção ao trabalhador, como o Ministério Público do Trabalho (MPT) e organismos internacionais, como a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

BEBETO EM ASCENSÃO NA LISTA DO DIAP

Bebeto figura em lista do Diap como dos mais influentes

Bebeto figura em lista do Diap como dos mais influentes

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB-BA) figurou, pela terceira vez consecutiva, na lista dos parlamentares em ascensão em estudo feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) e que integra mais uma edição do levantamento Cabeças do Congresso. O levantamento aponta anualmente os congressistas mais influentes do Brasil.

De acordo com o Diap, pode-se afirmar que os parlamentares em ascensão estão entre os 150 mais influentes do Congresso Nacional. Deputado em seu primeiro mandato, Bebeto ocupa a lista dos parlamentares em ascensão desde 2015, seu primeiro ano no Congresso.

O parlamentar credita a escolha do Diap à sua atuação contínua em defesa dos trabalhadores e por pautar seu mandato, ano a ano, na defesa de um desenvolvimento pro País que alie ganhos econômicos e a manutenção e ampliação dos direitos trabalhistas.

Bahia
Bebeto também aparece como o oitavo parlamentar baiano mais influente na internet. A pesquisa, realizada pelo Instituto FS-B Pesquisas e Métricas em parceria com o Núcleo de Estratégia Digital e Inteligência da FSB Comunicação, considerou aspectos como o número de seguidores, alcance das publicações, interação e engajamento no Facebook. Foi publicada n´A Tarde. “Agradeço a todos vocês que nos seguem, compartilham e interagem com o nosso mandato através das mídias sociais”, declarou Bebeto.

RECUPERAÇÃO DO FORTE SÃO LOURENÇO E CAPACITAÇÃO PARA PESCADORES SUL-BAIANOS

Bebeto, ao centro, discutiu transformação de Forte e cursos no sul da Bahia

Bebeto, ao centro, discutiu transformação de Forte e cursos no sul da Bahia

Uma audiência no 2º Distro Naval discutiu avanços no projeto que transformará o Forte São Lourenço, em Itaparica, em centro de memória. O encontro do deputado federal Bebeto Galvão (PSB-BA) e o vice-almirante Almir Garnier discutiu, ainda, ações de capacitação para pescadores do sul da Bahia.

Para Bebeto, a transformação do Forte em Centro de Memória tem o objetivo de apresentar a independência da Bahia, a partir da contribuição dos heróis, a exemplo de João das Botas e Maria Filipa.

O projeto de transformação do Forte São Lourenço contará com emenda do deputado Bebeto, resultado de diálogo do parlamentar com a Marinha do Brasil, que coordenará o Centro, e a Prefeitura de Itaparica, além do apoio do IPAC e do Centro de Memória da Fundação Pedro Calmon. O Forte São Lourenço é considerada a única estação de desmagnetização da Marinha em todo o Brasil e na América Latina.

CAPACITAÇÃO NO SUL DA BAHIA

Durante audiência também foram abordadas demandas para os pescadores do sul da Bahia. Com a Capitania dos Portos da Bahia, a ideia é oferecer cursos de formação profissional de técnicas de navegação e segurança de tráfego aquaviário em Ilhéus, Itacaré, Una e Canavieiras, cidades de sua abrangência, chefiadas pela Delegacia da Marinha de Ilhéus.

Bebeto disse que conduzirá, juntamente com o Garnier, ações para fortalecer a Marinha do Brasil na Bahia, por meio de suas delegacias de Ilhéus, Valença, Juazeiro, o Hospital da Marinha localizado em Salvador, o Centro de Fuzileiros Navais e o próprio segundo Distrito Naval da Bahia.

BEBETO MANIFESTA PESAR PELA MORTE DE TEORI ZAVASCKI

Bebeto manifesta pesar pela morte de Zavascki.

Bebeto manifesta pesar pela morte de Zavascki.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB) manifestou seu pesar pela morte do ministro do STF Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo, que perdeu a vida na queda de uma aeronave que voava de São Paulo para Paraty (RJ), nesta quinta-feira (19).

“Quero de público manifestar o meu profundo pesar pelo falecimento do ministro do STF, Teori Zavascki. O ocorrido representa uma grande perda para o Judiciário brasileiro, afinal foram 46 anos de vida dedicada ao Direito, sempre com um comportamento técnico e discreto. Quero manifestar minhas condolências à família do ministro e também a todos os membros da vida judicial. Uma grande perda”, lamentou Bebeto.

MÍNIMO DE 35% DE CACAU NO CHOCOLATE DÁ BASTA NO “FAZ DE CONTA”, DIZ BEBETO

Bebeto defende chocolate com mínimo de 35% de cacau puro.

Bebeto: chocolate com mínimo de 35% de cacau.

Um projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados obriga as indústrias de chocolate a adicionar, no mínimo, 35% de cacau puro ao chocolate produzido no Brasil. Autor da proposta, o deputado Bebeto Galvão (PSB-BA) voltou a defender, ontem (24), na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços a mudança, que fortaleceria ainda mais a cadeia produtiva do cacau.

A medida, segundo Bebeto, busca a valorização do produtor e proteger o consumidor. “Quando se aumenta a massa de cacau na industrialização do chocolate, aumenta o nível de produção e provoca uma melhora comercial para quem produz”, acredita. Na outra ponta, está o consumidor. “Com esse projeto, daremos um basta a um verdadeiro faz de conta, afinal hoje em dia nós comemos massa hidrogenada dizendo que é cacau, comemos açúcar achando que é chocolate”, argumenta Bebeto.

O parlamentar baiano apelou por um consenso entre os setores envolvidos para garantir o avanço do projeto na Câmara. “Mesmo com toda boa vontade desta Casa e a dedicação da agricultura e dos deputados, não chegamos ainda a um texto de consenso com os representantes das indústrias que aportam sempre a este debate critérios de natureza técnica e impedimentos para chegar conclusivamente ao resultado”.

DEMANDA

Uma das discussões é se há oferta de cacau no mercado suficiente para atender a demanda gerada pela possível aprovação da lei. “A indústria do chocolate está disposta a indicar sugestão de aprimoramento no texto? Se é para convergir, é preciso fazer o esforço para a convergência”, provoca. Bebeto diz ver disposição do setores envolvidos para chegar a essa disposição. De acordo com ele, o projeto já deveria ter sido votado no início do ano. “Já chegamos a um limite que não dá para postergar mais esse debate”, completa”.

CONCLUSÃO DO PLANO INTEGRADO EVITARIA DEMOLIÇÃO DE BARRACAS DE PRAIA EM ILHÉUS

Acordo pode evitar demolições na zona sul (Foto Divulgação).

Acordo pode evitar demolições na zona sul (Foto Divulgação).

A conclusão do Plano de Gestão Integrado (PGI) por meio de Acordo de Cooperação Técnica é defendida pelo deputado federal Bebeto Galvão (PSB) para evitar a derrubada de barracas de praia na zona sul de Ilhéus. “Tudo deve começar por onde ficou emperrado o Plano de Gestão Integrado (PGI), que é a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica para que seja acelerada a tramitação do plano em tempo hábil”.

Ontem (7), Bebeto e o deputado estadual Pedro Tavares (PMDB) participaram de audiência na Secretaria do Patrimônio da União (SPU). Segundo os parlamentares, “é possível construir um entendimento entre todas as partes envolvidas”, prefeitura, cabaneiros, Ministério Público Federal, SPU e Judiciário.

 

Durante a audiência, o superintendente regional da SPU, Alexsandro Freitas, detalhou o processo. Para Bebeto, houve omissão da prefeitura. A superintendência, de acordo com o parlamentar, esgotou todos os recursos administrativos para regularização das cabanas, porém o município não cumpriu suas obrigações.

A prefeitura não implementou o Plano de Gestão Integrado (PGI) de requalificação da orla. A SPU executou o Registro Imobiliário Patrimonial (RPI), mas o município não concluiu o PGI, que teria sofrido descontinuidade no período de 2010 a 2013, gestões do ex-prefeito Newton Lima e do prefeito Jabes Ribeiro. Dentre as recomendações, a conclusão do Acordo de Cooperação Técnica entre todos os segmentos, incluindo cabaneiros, município, SPU e Judiciário.

AÇÃO NA JUSTIÇA FEDERAL

Enquanto as negociações não acontecem, os cabaneiros tentarão uma liminar para suspender a ordem de demolição das barracas na zona sul. São mais de 20 cabanas que geram, aproximadamente, mil empregos diretos e indiretos. A derrubada às vésperas da alta estação geraria crise no turismo e na economia ilheense.

CRÉDITO PARA O FIES

Bebeto: crédito para o FIES.

Bebeto: crédito para o FIES.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB) defendeu, nesta quinta (6) a liberação de crédito suplementar de R$ 1 bilhão, dos quais R$ 702 milhões para o FIES. Sem a suplementação, avalia o deputado, pode haver um “travamento da liberação de crédito para os estudantes”.

– Os estudantes já não suportam mais a pressão que têm sofrido, estudantes que podem perder seus anos letivos. Eu próprio estive presente num debate com jovens estudantes na Faculdade de Ilhéus, que clamaram para que esta Casa tivesse uma decisão a favor do Brasil – disse ele.

BEBETO FAZ TABELA COM ROMÁRIO

Tabelinha: Bebeto emite parecer favorável a projeto de Romário

Tabelinha: Bebeto emite parecer favorável a projeto de Romário

O deputado federal Bebeto Galvão, do PSB da Bahia,  emitiu parecer favorável a um projeto de lei de autoria do senador Romário, do mesmo partido, que trata sobre a concessão de horário especial de trabalho para servidores que cuidem de filhos, pais ou cônjuges com necessidades especiais.  A proposta, que teve o baiano como relator, foi aprovada ontem, na Comissão do Trabalho, Serviço Público e Administração.

O projeto elimina a necessidade de compensação para o servidor que precise se ausentar a fim de cuidar do parente com deficiência. Segundo Bebeto, a proposição de Romário corrige uma injustiça.

A matéria segue para análise da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

BEBETO DEFENDE CASSAÇÃO DE CUNHA

Bebeto diz não haver dúvida quanto ao envolvimento de Cunha em atos ilícitos

Bebeto diz não haver dúvida quanto ao envolvimento de Cunha em atos ilícitos

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB/BA) afirma não ter dúvida de que o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), é beneficiário de contas bancárias irregulares no exterior. A titularidade dessas contas fundamenta o pedido de cassação de Cunha, que teve parecer favorável do relator, deputado Marcos Rogério (DEM/RO). Bebeto é um dos membros titulares do Conselho de Ética, que julga o pedido de cassação do presidente da Câmara.

Ontem, o destaque da sessão do Conselho foi o sumiço da deputada Tia Eron (PRB/BA). O voto dela é considerado decisivo para a aprovação ou rejeição do parecer do relator.

Bebeto defende o parecer. “Nós do PSB vamos acompanhar o voto do relator, pela cassação do deputado Eduardo Cunha. Essa Casa não pode se apequenar, não pode temer, e terá sua autonomia resgatada pela posição deste conselho dando voto pela cassação do mandato”, afirma.

PARA BEBETO, REFORMA DA PREVIDÊNCIA NÃO PODE ATINGIR DIREITOS

Deputado integra grupo que apresentará modelo alternativo de reforma (foto Sérgio Frances)

Deputado integra grupo que apresentará modelo alternativo de reforma (foto Sérgio Frances)

O deputado Bebeto Galvão (PPS), ligado à corrente Força Sindical, defende um modelo de reforma da Previdência Social que preserve direitos trabalhistas. Contrário ao estabelecimento de uma idade mínima para aposentadoria, como quer o governo, o parlamentar diz ser necessário buscar outros caminhos, como o combate à sonegação e a revisão da política de renúncia fiscal que beneficia instituições filantrópicas.

“Há muitos caminhos para reverter o déficit, sem colocar em risco o direito do trabalhador”, afirma o deputado, que integra um grupo de trabalho responsável por discutir e propor sugestões sobre a reforma da Previdência ao governo.  O grupo, que apresentará suas propostas ao presidente Michel Temer no próximo dia 30, é formado principalmente por dirigentes de centrais sindicais.

A comissão se reuniu  com representantes do governo no início desta semana, no Palácio do Planalto, e reiterou a defesa da preservação dos direitos trabalhistas. Entre outros, participaram da reunião os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Fazenda, Henrique Meirelles.

DESFILE DE PRÉ-CANDIDATOS NO LANÇAMENTO DE BEBETO

Bebeto quer oposição unida contra Jabes

Bebeto quer oposição unida contra Jabes

O deputado federal e pré-candidato a prefeito de Ilhéus, Bebeto Galvão (PSB), tem um senhor desafio pela frente, e ontem (15), no lançamento de sua pré-candidatura, mostrou que está disposto a encará-lo. A tarefa do socialista é unir os partidos que fazem oposição ao prefeito Jabes Ribeiro (PP) em uma única chapa, algo que esbarra em pretensões pessoais.

Bebeto reuniu uma dezena de partidos e pré-candidatos, a exemplo da Professora Carmelita (PT) e do médico Mário Alexandre (PSD). Também participaram do evento a deputada estadual Ângela Sousa, o secretário geral do PSB da Bahia, Domingos Leonelli, e o coordenador da Defesa Civil do Estado, Rodrigo Hitta.

O discurso, como não poderia deixar de ser, foi lastreado na proposta de unidade. Segundo consta, Bebeto tem aparecido bem em consultas eleitorais e hoje teria condições de pedir preferência.

BEBETO CONFIRMA PRÉ-CANDIDATURA NO DOMINGO

Bebeto Galvão disputará sucessão do prefeito Jabes Ribeiro

Bebeto disputará sucessão do prefeito Jabes Ribeiro

A definição do tabuleiro sucessório em Ilhéus terá um momento importante neste domingo (15), quando o deputado federal Bebeto Galvão confirmará sua pré-candidatura a prefeito pelo PSB. O ato político acontece às 9 horas, no plenário da Câmara de Vereadores.

Segundo o pré-candidato, será um evento simples, apenas com a finalidade de deixar clara sua decisão disputar o governo municipal. Outro lançamento, mais “festivo”, será agendado.

Pesquisas de consumo interno colocam Bebeto Galvão com boa vantagem na corrida eleitoral ilheense.

PSB REÚNE PRÉ-CANDIDATOS EM BRASÍLIA

Evento promovido pela Fundação João Mangabeira termina neste sábado

Evento promovido pela Fundação João Mangabeira termina neste sábado

O PSB reúne 850 pré-candidatos às eleições municipais em um seminário preparatório na capital federal. A atividade, promovida pela Fundação João Mangabeira, tem como tema “Cidades Inclusivas”.

Da Bahia, 50 pré-candidatos participam do seminário. No apoio ao grupo baiano, estão o deputado federal Bebeto Galvão – ele próprio pré-candidato a prefeito de Ilhéus -, a senadora Lídice da Mata e a deputada estadual Fabíola Mansur.

O evento começou ontem (5) e será encerrado neste sábado. Segundo os organizadores, o objetivo é preparar os pré-candidatos, apontando alternativas para enfrentar os desafios da disputa eleitoral.

 

PARA BEBETO, EMPRESAS NÃO PODEM PAGAR POR ERROS DE ACIONISTAS

Deputado Bebeto Galvão, do PSB

Deputado Bebeto Galvão, do PSB

Membro da comissão mista do Congresso responsável por analisar a Medida Provisória 703/2015, que altera as regras dos acordos de leniência, o deputado federal Bebeto Galvão (PSB) tem insistido na tese de que as empresas não podem ser inviabilizadas em consequência de atos ilícitos cometidos por seus acionistas.

O acordo de leniência funciona como uma espécie de delação premiada para empresas investigadas. Ou seja, permite que elas obtenham benefícios ao colaborar com a justiça. Para Bebeto, a punição deve recair sobre os sócios que praticarem irregularidades, sem comprometer empregos.

“Se alguém cometeu um erro, que pague. Quem for podre que se arrebente. Aquele CPF que cometeu erro que pague, mas que o CNPJ possa ter seu caminho. A empresa não é feita apenas por seus acionistas, a empresa é muito maior do que isso. A empresa é um conjunto de seus trabalhadores que a compõem, o acervo técnico que ela incorpora, a geração de empregos, de rendas, de bens e serviços”, defende o parlamentar do PSB da Bahia.

DEPUTADO FEZ PESQUISA ANTES DE DECIDIR SOBRE IMPEACHMENT

Bebeto pediu para ser substituído na comissão do impeachment

Bebeto pediu para ser substituído na comissão do impeachment

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB/BA) integrou a comissão especial do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), mas optou por não votar no parecer do relator Jovair Arantes (PTB). Bebeto era contra o seguimento do processo e alega ter preferido pedir substituição para não confrontar seu partido, que determinou voto favorável ao relatório.

Antes de decidir a postura que adotaria na questão do impeachment, Bebeto afirma que encomendou uma pesquisa junto aos trabalhadores da indústria pesada na Bahia, setor que constitui sua principal base. No período de 4 a 7 de abril, 900 operários foram ouvidos sobre o processo contra a presidente Dilma Rousseff em diversos canteiros de obras do Estado.

Segundo Bebeto, a consulta registrou um surpreendente empate, com vantagem insignificante contra o impeachment: 42,8% a 42,5%. Com a base rigorosamente dividida, o deputado diz que aprofundou o debate em um seminário que reuniu prefeitos que o apoiam, além da deputada estadual Fabíola Mansur. O evento aconteceu no último fim de semana, no Hotel Porto Belo, em Salvador.

No seminário, os políticos ligados a Bebeto se manifestaram contra o impeachment. Uma das razões seria o fato de que o grupo não vê sentido em tirar o poder do PT para entregá-lo nas mãos do PMDB.

O deputado diz que optaria por seguir nesse sentido, não fosse o posicionamento do PSB. Ele nega ter recebido favorecimentos de qualquer espécie para se posicionar contra o impeachment. Resta saber qual será a atitude do parlamentar quando o processo for votado em plenário.

PARA BEBETO, MINISTRA DA AGRICULTURA COMETEU “ATROCIDADE”

Em pronunciamento feito nesta terça-feira (5), na tribuna da Câmara, o deputado federal Bebeto Galvão (PSB) classificou o rebaixamento da Ceplac como uma “atrocidade política” cometida pela ministra Kátia Abreu, da Agricultura.

O parlamentar afirmou que a ministra havia se comprometido a não fazer qualquer mudança na estrutura da Ceplac, sem antes estabelecer um amplo diálogo sobre a matéria. Por isso, Bebeto diz que a bancada baiana no Congresso foi surpreendida com o rebaixamento da instituição.

O deputado disse que a cacauicultura “vive um filme de terror e a vilã é a ministra Kátia Abreu”.

Confira o pronunciamento:






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia