cidadelle



abril 2014
D S T Q Q S S
« mar    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  


itao

:: ‘blitz’

BLITZ RELÂMPAGO…

A Secretaria de Transporte e Trânsito de Itabuna (Settrans) iniciou blitz na semana passada e, imediatamente, os agentes receberam ordem para suspendê-la. Não entenderam a súbita decisão superior.

De acordo com a coluna Malha Fina, d´A Região, a suspensão da blitz tinha a ver com dois graudinhos flagrados na blitz com o IPVA atrasado. Eram pastores evangélicos, auxiliados pela força superior (com s minúsculo mesmo).

PREFEITO FURA BLITZ E TENTA CARTEIRADA

Adriano correu de blitz, foi multado e teve carro apreendido.

O prefeito de Barro Preto, Adriano Clementino (PMDB), foi multado após furar uma blitz da Operação Talismã, ontem à noite, na rótula Tancredo Neves (ponte do São Caetano), em Itabuna. Ele foi perseguido por policiais militares e somente parou a mais de um quilômetro do bloqueio, já próximo ao 15º Batalhão da Polícia Militar, no Jaçanã.

Clementino estava acompanhado de duas mulheres numa picape Mitsubishi Triton e inicialmente reagiu com nervosismo, tentando uma carteirada nos policiais. Quando a “canetada” dos PMs começou, o prefeito amenizou e disse que era “parceiro da polícia”. Não adiantou. Os policiais multaram o prefeito e apreenderam o veículo.

Os PMs que participaram da perseguição dizem que Adriano Clementino desobedeceu a ordem para parar e dirigia em alta velocidade mesmo sendo perseguido e as motos da polícia tendo usado sirenes, conforme apurou o repórter Costa Filho.

A Associação de Praças da Polícia Militar (APPM), regional Itabuna, acompanha o caso de perto e destacou assessoria jurídica para assistir aos policiais que participaram da operação. O temor é natural quando a ação envolve autoridades, principalmente as que se dizem parceiras da corporação e para a qual colaboraram com “reforma de viatura”.

PROFESSOR É PRESO AO FURAR BLITZ NA ILHÉUS-ITABUNA

Um professor de Educação Física foi detido por policiais rodoviários estaduais após tentar furar uma blitz e dirigir sem carteira de habilitação na BR-415, trecho Ilhéus-Itabuna. Renato Barbosa Gomes dirigia um GM Celta e, na tentativa de furar a blitz, quase atropela um dos policiais rodoviários.

O professor foi perseguido e alcançado três quilômetros depois do posto rodoviário onde acontecia a abordagem, no Banco da Vitória. Informa o repórter Costa Filho que tanto Renato como os caronas Thiago Cordeiro e Karine Rosa foram conduzidos para a Delegacia do Turista (Deltur)  de Ilhéus, ontem à tarde.

Segundo policiais, Renato disse que estava bebendo em Ilhéus, mas faltou dinheiro na hora de pagar a conta. Ele decidiu voltar à sua residência, no bairro São Caetano, em Itabuna, e quando retornava ao estabelecimento comercial tentou escapar da abordagem da PRE. A tentativa se deu porque não possuía carteira de habilitação e temia ficar preso.

PRESO O ACUSADO DE MATAR IDOSO DE 88 ANOS

Bandido foi preso com arma e drogas

Luan de Jesus, 19 anos, é acusado pelo homicídio e ocultação do cadáver do senhor José Silva das Virgens, um idoso de 88 anos. O crime foi cometido no mês passado, no Santa Inês, em Itabuna.

Ontem, o bandido teve a “sorte” de topar com uma blitz da Polícia Militar em Itabuna. Estava com um revólver calibre 38, carregado, e pequena quantidade de drogas. Ele recebeu voz de prisão e foi entrevistado pelo blog Xilindró, negando ter sido o autor do assassinato na cidade vizinha.