jardim das hortensias


junho 2016
D S T Q Q S S
« maio    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

editorias


:: ‘Blog do Gusmão’

BEBETO COBRA COMANDO-GERAL DA PM SOBRE EXCESSOS CONTRA REPÓRTER EM ILHÉUS

Bebeto cobra comando geral da PM quanto a denúncia de excesso contra repórter.

Bebeto cobra comando geral da PM quanto a denúncia de excesso contra repórter.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB) emitiu comunicado oficial para manifestar solidariedade a todos os membros da imprensa de Ilhéus que se sentiram atingidos com o episódio em que o repórter do Blog do Gusmão, Thiago Dias, foi vítima de excessos por parte de dois oficiais da 70ª Companhia da Polícia Militar de Ilhéus, segundo denunciou o site e outros veículos da cidade.

Bebeto disse entender que o papel da imprensa na prestação de serviço e acesso à informação é fundamental para o exercício da democracia e para a construção de uma sociedade mais justa, onde não pode haver espaço para coação e censura à liberdade de expressão. “E o jornalismo é um dos principais instrumentos que nos garante esse direito constitucional”, declara o parlamentar.

O deputado disse ter encaminhado ofício ao comandante-geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, e para o comandante do Policiamento da Região Sul, coronel Luiz Brandão Teixeira, cobrando um esclarecimento da corporação a respeito dos possíveis excessos cometidos pelos oficiais, o major Rivas Júnior e o subtenente Rômulo Rego.

No ofício, o parlamentar reitera a confiança na instituição Polícia Militar pelos serviços prestados à população baiana e, nesse sentido solicita uma manifestação da PM sobre o episódio e medidas em caso de confirmadas as denúncias de que houve tentativa de intimidação por parte dos oficiais, pois tais medidas relatadas não estão em consonância com o estado democrático de direito.

OFICIAIS DA PM EM ILHÉUS SÃO DENUNCIADOS POR AMEAÇA A SITE E REPÓRTER

censura1Oficiais da Polícia Militar em Ilhéus foram denunciados pelo Blog do Gusmão por intimidação com ameaça de prisão ao repórter Thiago Dias. A ameaça ocorreu pessoalmente e por meio de ofício, segundo 0 site. A denúncia é feita contra o major Rivas Júnior e o subtenente Romulo Rego, ambos da 70ª Companhia.

As ameaças, informa o blog, ocorreram após abertura de sindicância motivada por matéria denunciando favorecimento da PM a guincho contratado pelo Governo Jabes. O relato a seguir é do editor do site, Emílio Gusmão, e dá a dimensão da gravidade da conduta dos policiais militares:

“No dia 12 de novembro, depois de ligar para o repórter Thiago Dias e solicitar seu endereço, o subtenente entregou ofício que solicitava a presença do repórter na sede da companhia no dia 19 de novembro. Seguindo orientação de advogados e do editor Emilio Gusmão, Thiago decidiu não comparecer. Ontem (segunda-feira, 23), Romulo voltou a ligar. Alegou que estava sendo obrigado a repetir o “rito”, ou seja, queria notificar novamente o repórter. Thiago explicou que o militar causaria constrangimento a ele e aos seus familiares caso retornasse à sua residência. O militar de maneira insensível retrucou dizendo que estaria à sua porta “em meia hora”. A atitude lembrou os tempos do regime de exceção.

Trouxe novo ofício. No texto o subtenente se comportou como juiz de direito. De maneira surpreendente, utilizou procedimentos da justiça criminal e afirmou que a recusa em depor poderia gerar no mínimo 15 dias de prisão ao repórter. No lugar da farda colocou uma toga invisível e citou trechos do código penal que reproduzimos aqui: “Adiada, por qualquer motivo, a instrução criminal, o juiz marcará desde logo, na presença das partes e testemunhas, dia e hora para seu prosseguimento […], assim como a sua falta reiterada pode ensejar o crime de desobediência. Desobedecer a ordem legal de funcionário público: pena – detenção, de quinze dias a seis meses, e multa”.

Antes de entregar o segundo ofício, durante o telefonema, Romulo disse que o repórter não poderia se “eximir” de testemunhar. Em seguida, em outra chamada, afirmou ao editor que não havia alegado tal obrigação. Logo depois o subtenente voltou a exigir a presença de Thiago Dias na sede da 70ª CIPM para “contribuir” com a investigação.

O editor do blog já havia falado com o Major Rivas no dia 13 de novembro. Informou ao comandante da 70ª que qualquer publicação do blog era de sua responsabilidade, não cabendo qualquer ônus ao repórter. Mesmo cientes dessa informação, os oficiais insistiram em convocá-lo.

Os oficiais querem arrancar uma informação cujo caráter sigiloso é garantido constitucionalmente. No ofício que enviamos ontem à companhia e para o qual ainda não obtivemos resposta, esclarecemos que não temos mais nada a contribuir com a sindicância. Tudo que sabemos foi publicado na matéria. A mesma justificativa foi dada por Thiago Dias em duas conversas presenciais com o subtenente Romulo.

ENCONTRO DISCUTE BLOGOSFERA NACIONAL

Emílio Gusmão provocou riso ao contar sobre "dedada retal" de secretário.

Carlos Mascarenhascarlos.consultic@gmail.com

Contando com a participação de mais de 300 blogueiras e blogueiros, convidados e palestrantes vindos de 17 estados brasileiros e des países como Venezuela e Cuba, foi realizado durante este último fim de semana (25, 26 e 27), no Hotel Bahia Sol, em Salvador, o 3º Encontro Nacional de Blogueiros.

Entre os conferencistas e debatedores, tivemos nomes como Franklin Martins, Emiliano José, Paulo Henrique Amorim e deputados João Arruda, Jandira Feghali, Alice Portugal e Jean Wyllys.

Blogueiros sul-baianos estiveram lá.

Durante o encontro, foi realizada uma reunião da Comissão de Deputados que analisa o Projeto do Marco Civil da Internet Brasileira. Eles participaram da mesa que discutiu “A batalha pelo marco civil da internet”. A programação completa do encontro pode ser vista aqui.

Vale aqui ressaltar a participação do blogueiro ilheense Emílio Gusmão como debatedor na mesa que discutiu o tema “Em defesa da blogosfera e da liberdade de Expressão” mesa que foi dirigida pelo jornalista Paulo Henrique Amorim.

Acrescente-se que durante este debate e durante todo o evento, foi muito discutido o processo judicial sofrido pelo blogueiro Gusmão em virtude de ter noticiado no seu blog o exame de próstata a que um ex-secretário Municipal de Ilhéus teve que se submeter. Muitas risadas foram dadas todas as vezes em que este fato era citado.

A nossa região participou do encontro, além de Emilio Gusmão, com Carlos Mascarenhas e Ricardo Mascarenhas, representando o Blog do Ricky, os blogueiros Alan Alves dos Santos e Antonio Carlos Farias Nunes (Zebrão), representando o Blog de Ibirataia e Blog do Zebrão, respectivamente. Foi noticiado durante o evento a realização de uma Encontro Internacional de Blogueiros, que será realizado durante o mês de novembro deste ano, em Foz do Iguaçu.

:: LEIA MAIS »

DEPUTADA E JUIZ CENSURAM BLOG ILHEENSE

A deputada estadual Ângela Sousa (PSC) conseguiu, por via judicial e em segunda tentativa, censurar o Blog do Gusmão. O site foi obrigado a retirar postagens que tratavam das suspeitas de gatunagem e desvios de dinheiro da Secretaria de Ação Social, quando era comandada por Augusto Macedo, ex-assessor de gabinete da parlamentar.

Ângela havia ingressado com ação no Juizado Especial Cível no ano passado, mas a juíza Raquel François negou o pedido, alegando atentado à liberdade de imprensa e livre manifestação de pensamento. A deputada estadual decidiu entrar com a mesma ação na 3ª Vara Cível. O juiz Jorge Luiz Dias Ferreira entendeu diferente da colega do Juizado Especial e obrigou o blog a retirar três postagens que relacionavam apontavam suspeitas dos desvios de dinheiro na Secretaria de Ação Social para a campanha da deputada.

Editor do blog, Emílio Gusmão disse que retirou as postagens, mas seus advogados já recorreram ao Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). No primeiro semestre deste ano, o mesmo juiz Jorge Luiz Dias Ferreira já havia imposto censura ao Blog do Gusmão, em processo movido pelo secretário de Serviços Públicos de Ilhéus, Carlos Freitas. A decisão do juiz ilheense foi cassada pelo TJ-BA em decisão da desembargadora Ilza Maria da Anunciação (relembre aqui).

TJ-BA DERRUBA CENSURA AO BLOG DO GUSMÃO

Emílio comemora decisão do TJ.

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) derrubou a censura imposta ao Blog do Gusmão pelo juiz titular da 3ª Vara Cível da Comarca de Ilhéus, Jorge Luiz Dias Ferreira. O magistrado ordenou, em março, a imediata retirada de postagens sobre o secretário de Serviços Públicos, Carlos Freitas.

A decisão contra a censura é da desembargadora Ilza Maria da Anunciação em agravo de instrumento interposto pelos advogados Jorge Almeida e Mariana Almeida, defensores de Emílio Gusmão, editor do Blog do Gusmão.

As notas (posts) censuradas falavam de um exame de próstata a que o secretário foi submetido e os crimes cometidos por Freitas contra a Língua Portuguesa.

Imagem postada no post ABC do Valentão foi censurada pelo juiz ilheense.

O blog foi obrigado pelo juiz ilheense a retirar as postagens “O valentão e a dedada” e ABC do Valentão e até uma outra postada num site de terceiros. O descumprimento da decisão resultaria em multa diária no valor de R$ 500,00.

A desembargadora Ilza Maria da Anunciação destacou, em sua decisão, que vivemos numa “sociedade democrática e livre de censura, em que publicações insertas nos blogs indicados nos autos são imbuídas de juízo crítico trazidos com bom humor, mas com limitações impostas pelo direito à inviolabilidade da honra e da imagem“. Ou seja, o que tanto o secretário Carlos Freitas como o juiz ilheense viram como de mau-gosto e invasão à intimidade, a desembargadora enxergou como postagens “de juízo crítico” e “bom humor”.

A magistrada ainda destacou entendimento do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, para quem não há responsabilidade civil em publicação de matéria jornalística com caráter mordaz ou irônico ou veiculação “de opiniões em tom de crítica severa, dura ou, até, impiedosa, ainda mais se a pessão a quem tais observações forem dirigidas ostentar a condição de figura pública”.

Assim, o Tribunal de Justiça valoriza a liberdade de expressão e derruba um precedente perigoso que se abria no judiciário ilheense. Emílio Gusmão disse ao PIMENTA que as postagens voltam ao ar assim que for notificado da decisão judicial.

“COMISSÃO” ESQUENTA POLÍTICA ILHEENSE

Uma denúncia no Blog do Gusmão contra um vereador e dois secretários municipais esquentou a política ilheense nesta sexta-feira. O site afirma que o vereador Aldemir Almeida teria procurado um empresário que loca veículos à prefeitura e feito a proposta de uma comissãozinha (30%) para repartir com os secretários Alcides Kruschewsky (Governo) e Jorge Bahia (Finanças).

O empresário Luciano Guerreiro tentou desmentir a versão do blog, mas Gusmão colocou no ar a lamúria do dona da locadora de veículos. Frise-se que Guerreiro não aparece falando nomes, mas dizendo que quem quer ser honesto toma no monossílabo da cobra.

Hoje à tarde, o secretário Alcides Kruschewsky emitiu nota em que repudia a citação do seu nome pelo site e diz estar sendo vítima de infâmias. “A denúncia é falsa e carece de fundamentos primários, haja vista que a Secretaria de Governo não realizou ou interferiu em licitação pública para a locação de veículos”.

Daí em diante, abaixo do pescoço era canela. O secretário, literalmente, soltou os cachorros.  O vereador Aldemir e o secretário das Finanças, Jorge Bahia, ainda não se pronunciaram.

DEPUTADA EXONERA ASSESSOR ACUSADO DE AMEAÇAR BLOGUEIRO

A deputada Ângela Sousa afirma que exonerou o assessor parlamentar Celso Silva, acusado de ameaçar de morte o editor do Blog do Gusmão, Emílio Gusmão. A ameaça foi feita na manhã desta quarta-feira, 17, por telefone (confira aqui).

A deputada estadual disse que tomou como surpresa o fato. Em nota, Ângela diz considerar o fato “absolutamente lamentável”. A parlamentar, segundo a nota, teria determinado a apuração imediata do caso. Ao constatar verdadeira a ameaça, determinou o afastamento de Celso Silva.

Confira a íntegra da nota aqui

BLOGUEIRO É AMEAÇADO DE MORTE POR ASSESSOR DE DEPUTADA

Gusmão é ameaçado.

O blogueiro Emílio Gusmão sofreu ameaça de morte de Celso Silva, assessor da deputada estadual Ângela Sousa (PSC). A ameaça foi feita por telefone, às 9h55min desta quarta-feira. Segundo Gusmão, Celso afirmou que faria qualquer coisa pela deputado:

– Você está falando demais! Cuidado! Você pode amanhecer com a boca cheia de formiga. Pela deputada, eu façou tudo, seu filho da puta, até mesmo cuidar da sua morte – disse o assessor.

Emílio, que já foi assessor de comunicação da deputada, afirmou que tomará as providências cabíveis. Neste momento, Gusmão se dirige à delegacia para prestar queixa contra Celso e pedir proteção de vida.

Celso teria se irritado com uma postagem em que Gusmão revelava que Marcus Sousa, filho da deputada estadual, era funcionário fantasma do gabinete do deputado federal Jutahy Júnior (PSDB), recebendo salário mensal de R$ 8 mil.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia