WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





agosto 2018
D S T Q Q S S
« jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias






:: ‘Camacan’

RIPÃO SUSTENTA A FACHADA DA DELEGACIA DE POLÍCIA DE CAMACAN; SINDICATO PEDE INTERDIÇÃO

Parede de delegacia é sustentada por um ripão e equipe suspende atendimento || Foto Sindpoc

Os policiais civis em Camacan, no sul da Bahia, suspenderam, parcialmente, as atividades por tempo indeterminado na Delegacia de Polícia local devido ao risco de desabamento do imóvel. A fachada da delegacia é sustentada por um ripão. Um laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itabuna atesta que a parede e a sala da delegacia podem desabar a qualquer momento, o que levou o sindicato da categoria a se manifestar.

Segundo o vice-presidente do Sindpoc, Eustácio Lopes, os policiais aguardam providências da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA). “Esse descaso reflete a baixa elucidação dos crimes e os altos índices de homicídios”, afirma. Devido ao risco de desabamento, o acesso ao imóvel se dá pela lateral.

Os policiais enviaram ofício à promotoria de Justiça local solicitando providências pela interdição total do imóvel onde funciona a delegacia. O documento ao Ministério Público Estadual (MP-BA) foi enviado à promotora Iveline Porto, nesta terça (15).

CAMACAN: POLÍCIA MILITAR FRUSTRA ASSALTO À AGÊNCIA DOS CORREIOS

Agência dos Correios de Camacan || Foto Agnaldo Santos/Arquivo

A ação rápida de policiais militares frustrou uma tentativa de assalto à agência dos Correios em Camacan, no sul da Bahia, nesta terça-feira (17). Os bandidos usaram um carro GM Cobalt, cor branca, com placa falsa de Guarapari (ES). A agência havia sido alvo de outra tentativa de assalto em novembro do ano passado.

Os dois criminosos chegaram à agência por volta das 14h30min. A rapidez da polícia militar fez com que os bandidos deixassem a agência pelos fundos do imóvel, pulando o muro e deixando para trás um colete à prova de balas e um telefone celular.

Guarnições da 62ª Companhia Independente da PM fizeram rondas nas proximidades da agência, mas não localizaram os dois criminosos. Após checagem de placa do Cobalt GM, descobriu-se que o veículo foi licenciado não em Guarapari, mas em Cariacica (ES), na Grande Vitória, além da placa verdadeira.

LICITAÇÃO DA POLICLÍNICA DO SUL DA BAHIA SERÁ PUBLICADA DIA 30

Itabuna contará com policlínica regional|| Foto ilustrativa

O aviso de licitação para construção da Policlínica Regional em Itabuna será publicada no Diário Oficial do Estado, na edição do dia 30 deste mês, segundo informou o governador Rui Costa. Ele afirmou que a ordem de serviço para o início da obra será assinada no prazo de 40 dias.  A unidade deverá ser concluída até o final do ano e terá capacidade para atender a mais de 30 municípios do sul da Bahia.

Para a construção e aquisição de equipamentos para o funcionamento da Policlínica da Região Sul, o Governo Estado  investirá cerca de 24 milhões.A manutenção será compartilhada com municípios consorciados, sendo que 40% dos custos ficarão com Estado, que está analisando dois terrenos para a construção da unidade de saúde em Itabuna.

De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), nas policlínicas regionais são ofertados  serviços em até 18 especialidades médicas, entre as quais cardiologia, angiologia e endocrinologia, além de serviços de imagem como tomografia, ecocardiograma, ultrassonografia e endoscopia.

Além de Itabuna, a unidade disponibilizará serviços médicos para a população de municípios como Buerarema, Ilhéus, Camacan, Itajuípe, Coaraci, Itapé, Itaju  do Colônia, Itajuípe, Ibicaraí, Barro Preto, Jussari, Ubaitaba, Una e Uruçuca. Atualmente, estão em funcionamento as policlínicas regionais em municípios como de Teixeira de Freitas, Irecê, Jequié e Guanambi. Outras estão em construção em localidades como Vitória da Conquista, Paulo Afonso, Juazeiro, Senhor do Bonfim e Jacobina.

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O ENCONTRO DE COMPOSITORES DO SUL DA BAHIA

Encontro de Compositores vai promover mostras no Teatro Municipal de Ilhéus||Foto Maurício Maron

Começou a contagem regressiva para o Encontro de Compositores do Litoral Sul da Bahia.  As inscrições são gratuitas e devem ser feitas até 19 de fevereiro, pela internet, no  www.encontrolitoralsul.com.br, por compositores de 26 municípios regionais. Com o objetivo de dar visibilidade às obras autorais de qualquer gênero musical, inclusive instrumental, o evento vai promover mostras no palco do Teatro Municipal de Ilhéus.

A curadoria, formada por músicos de reconhecida atuação na região, selecionará oito atrações da categoria individual e oito atrações da categoria banda autoral. Serão consideradas como critérios de seleção letra, harmonia, melodia, arranjo, originalidade e conjunto da obra nas músicas inscritas. Os selecionados serão conhecidos no dia 26 de fevereiro, e se apresentarão ao longo de quatro mostras musicais que acontecerão entre março e junho.

Podem se inscrever compositores dos municípios de Almadina, Arataca, Aurelino Leal, Barro Preto, Buerarema, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Floresta Azul, Ibicaraí, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Jussari, Maraú, Mascote, Pau Brasil, Santa Luzia, São José da Vitória, Ubaitaba, Una, Uruçuca.

:: LEIA MAIS »

CAMACAN E CANAVIEIRAS PODEM TER REPASSES PARA A SAÚDE BLOQUEADOS

Canavieiras poderá ter verbas bloqueadas

O Ministério da Saúde divulgou mais uma relação de municípios brasileiros com irregularidades na alimentação do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) e que podem ter bloqueadas as verbas do Piso Fixo de Vigilância Sanitária em Saúde (PFVS) e do Piso Variável de Vigilância em Saúde (PVVS). Na lista de ameaçados estão Canavieiras e Camacan. Os dois municípios deixaram de repassar as informações relativas ao bimestre setembro/outubro do ano passado.

As secretarias de saúde de Camacan e Canavieiras têm até 31 de março para sanar as irregularidades apontadas pelo Ministério da Saúde. Caso contrário, a partir de maio o repasse de parte dos recursos para ações na área de vigilância sanitária será suspenso. Além de regularizar a situação, os dois municípios não poderão acumular novas falhas.

Na Bahia, além de Canavieiras e Camacan, podem ter os repasses de recursos suspensos os municípios de Barra, Correntina, Luís Eduardo Magalhães, Macaúbas, Paratinga, Ribeira do Pombal, Santo Estêvão e Sento Sé. Paratinga e Pombal deixaram de repassar informações referentes ao bimestre outubro/novembro de 2016.

O município Macaúbas deixou de atualizar o banco de dados no período de agosto a outubro do ano passado. Já Secretaria de Saúde de Santo Estêvão não abasteceu o sistema de fevereiro a março. As demais localidades precisam fazer a atualização referentes ao bimestre setembro/outubro de 2017.

ITACARÉ CONTARÁ COM UM CENTRO JUDICIÁRIO DE SOLUÇÃO CONSENSUAL DE CONFLITOS

Comarca de Itacaré ganhará unidade do Cejusc

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) vai instalar, no dia 30 deste mês, mais uma unidade do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos (Cejusc) no sul da Bahia. O município contemplado desta vez será Itacaré, que conta com cerca de 28 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Itacaré será o terceiro município do sul da Bahia beneficiado com uma unidade do Cejusc. Coaraci foi o primeiro contemplado, seguido de Camacan. No estado, as unidades já funcionam  nos municípios de Gandu, Camamu, Barreiras, Olindina, Paripiranga, Ribeira do Pombal, Euclides da Cunha e Teixeira de Freitas.

O Tribunal de Justiça já implantou unidades também em Salvador (sete), Itambé, Buritirama, Cachoeira, Brumado, Livramento de Nossa Senhora, Simões Filho, São Francisco do Conde, Mata de São João, Santa Cruz Cabrália, Itapebi, Vitória da Conquista (duas), Poções e Itapetinga.

AUTOCOMPOSIÇÃO

De acordo com o TJ-BA, praticamente todas as questões que tramitam em uma vara cível ou de relação de consumo podem ser solucionadas pelo modo autocompositivo. O Tribunal de Justiça destaca, porém, que em respeito ao princípio do devido processo legal, a remessa de autos de processo para o Cejusc não deve ferir o curso dos procedimentos regidos por normas específicas.

A instalação das unidades do Cejusc é uma determinação da Lei 13.140/2015 (conhecida como Lei de Mediação) e  prevista no Código de Processo Civil. Nas unidades são realizadas sessões, audiências de conciliação e mediação. Além disso, elas são responsáveis pelo desenvolvimento de programas destinados a auxiliar, orientar e estimular a autocomposição.

JUSTIÇA SOLTA ACUSADA DE PARTICIPAR DA MORTE DE TAXISTA DE CAMACAN

Acusada de envolvimento de morte de taxista é solta

A justiça concedeu liberdade para a mulher acusada de participar do sequestro e morte do taxista Alex Ferreira da Cruz, 38 anos, no dia 14 deste mês, informa a rádio Jaraguar FM. Iná Rocha de Souza, 21 anos, estava detida em Teixeira de Freitas desde o dia 16, quando policiais da Companhia de Ações Especiais da Mata Atlântica (Caema) localizaram ela e Alisson de Souza Vinhas, o “Biri”, 24 anos, em Mucuri.

De acordo com a rádio Jaraguar, a justiça acatou os argumentos dos advogados de defesa de que não existem provas de participação de Iná Rocha no assassinato de Alex Ferreira.  O carro do taxista, um Prisma de Placa PJI – 7649, foi encontrado em Arraial D’ajuda.

“Biri” acabou atingido em troca de tiros com policiais da Caema e não resistiu aos ferimentos. Já Iná Rocha não resistiu à prisão. O casal aparece em imagens de câmara de segurança de uma loja minutos antes de contratar o taxista Alex Ferreira para transportá-lo de Camacan para Canavieiras.  A corrida para morte foi feita no dia 15 deste mês.

O taxista foi encontrado morto no distrito de Ourucana, em Canavieiras.  O crime revoltou amigos e colegas de profissão de Alex, que era muito conhecido no sul e extremo sul da Bahia. Eles acreditam que  Iná Rocha teve participação no crime. Ela está grávida de sete meses.

MENINA DIZ QUE PULOU DE MOTO EM MOVIMENTO PARA FUGIR DE ESTUPRADOR; ACUSADO NEGA

Acusado nega estupro e diz que estava ensinando menor pilotar|| Foto O Tempo

O vendedor ambulante Gilvan Dantas dos Santos, 41 anos, está preso na delegacia de Camacan acusado de estuprar uma estudante de 12 anos. O crime teria ocorrido na tarde de segunda-feira (20), perto da estrada de acesso a Pau Brasil. A menina contou para a polícia que pegou uma carona com homem para ir até a escola em Camacan.

Mas, segundo ela, ao invés de ir para a escola, Gilvan Dantas conduziu a motocicleta em direção a um ramal deserto e a estuprou.  A menina disse que, depois do crime, o homem a forçou montar novamente na moto e partiram para outro lugar. Ela relatou que,  como estava sendo ameaçada e com medo do que poderia acontecer, decidiu pular do veículo em movimento.

A menina informou que, ao pular, o veículo derrapou e dois caíram. Feridos, Gilvan Dantas e a criança foram atendidos na  Fundação Hospitalar de Camacan. Em seguida, o acusado foi preso em flagrante. Em entrevista ao  site O Tempo, o homem negou que seja estuprador, e alegou que levou a menina ao local para ensinar a pilotar a moto.

O vendedor ambulante negou também que tenha ameaçado a menina de morte e que os dois caíram porque a menor estava aprendendo a pilotar o veículo e perdeu o controle. Gilvan Dantas disse ainda que vai provar sua inocência sobre a acusação de estupro se fazerem exames na menina.  Ele afirmou que não tocou na estudante e, que o seu único erro foi entregar a moto para a menor pilotar.

JUSTIÇA SOLTA CARCEREIRO ACUSADO DE ESTUPRAR MENOR EM SANTA LUZIA

Acusado terá que comparecer às audiências em Camacan|| Foto arquivo

Depois de audiência de custódia no Fórum Desembargador Antônio Carlos Souto, em Camacan, na terça-feira (7), a Justiça concedeu liberdade ao carcereiro Eduardo Sales Silva.  Ele não poderá assumir nenhuma função ou cargo público nos próximos meses e terá que comparecer a todas às audiências marcadas pela justiça.

O carcereiro Eduardo Sales é acusado de estuprar uma adolescente de 16 anos, na segunda-feira (6), no banheiro da delegacia da Polícia Civil em Santa Luzia. A menina foi à delegacia levar um coberto para um irmão, também menor, que está apreendido por suspeita cometer ato infracional. A acusação contra o carcereiro é feita pela família da adolescente.

A Polícia Civil também instaurou inquérito, que deverá ser concluído no prazo de 30 dias.  O carcereiro nega ter estuprado a menor, alega que a relação sexual foi consensual e que não sabia que a menina era menor de idade. Ele trabalhava na delegacia de Santa Luzia há pouco mais de um ano.

BANDIDOS LEVAM R$ 100 MIL DE FAZENDEIRO EM CAMACAN

Bandidos levam R$ 100 mil de fazendeiro

Bandidos levam R$ 100 mil de fazendeiro|| Foto O Tempo

O agricultor Ademar Capixaba, dono de uma propriedade rural na BA-027, teve sua sua fazenda invadida por bandidos armados, que levaram R$ 100 mil. O montante estava sendo guardando dentro de casa, em sua propriedade rural.

Segundo ainda as autoridades, o agricultor mantinha o dinheiro em casa porque planejava comprar uma nova propriedade rural no sul da Bahia. O crime ocorreu na rodovia que liga Camacan a Pau Brasil, numa região conhecida como Cachorro Assado. O agricultor prestou queixa no plantão da Delegacia Territorial de Camacan.

A equipe do Delegado Francesco Denis da Silva Santana já iniciou as investigações com objetivo de identificar e prender os criminosos. Há informações de que os bandidos são os mesmos que têm agido em vários assaltos a empresas da cidade, roubos  de motocicletas e homicídios na região de Camacan. Informações de O Tempo.

CAMACAN DEVERÁ GANHAR CAMPUS DO IFBA

Consórcio defende instalação de campus do IFBA em Camacan

Consórcio defende instalação de campus do IFBA em Camacan

Municípios membros do Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica (Cima) vão se reunir, na próxima segunda-feira (16), em Salvador com a reitoria do Instituto Federal da Bahia (IFBA), para implantação do Campus Cima em Camacan, no sul da Bahia. “Queremos trazer este equipamento de ensino, para fortalecer a educação nos municípios consorciados”, pontuou o presidente do CIMA e prefeito de Santa Luzia, Antônio Guilherme dos Santos.

Para garantir a instalação do IFBA, um terreno foi doado pelo advogado Frederico Manoel Borges de Barros. O campus será instalado em Camacan, e, além do município-sede, atenderá Santa Luzia, Una, Canavieiras, Pau Brasil, Jussari, Arataca, Mascote, Itaju do Colônia e São José da Vitória. A previsão é de que em 2018 tenham início as aulas de cursos de educação a distância (EAD).

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

Outro projeto atualizado, e discutido pelos prefeitos do Consórcio na quarta (11), foi o de regularização fundiária. Existem atualmente 600 requerimentos de regularização. Desse total, 90 áreas já foram medidas no município de Mascote. Os processos de regularização fundiária serão encaminhados para a Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), órgão da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Governo do Estado da Bahia.

Participaram da reunião os prefeitos de Santa Luzia e presidente do Consórcio, Antônio Guilherme dos Santos; de Camacan, Oziel Rodrigues Bastos (Oziel da Ambulância); Pau Brasil, Barbara Suzete de Souza Prado; Jussari, Antonio Valete; e Mascote, Arnaldo Lopes da Costa; além dos técnicos Alda Sobral e Maria Aparecida Oliva Souza e o secretário executivo do CIMA , Maciel Azevedo Santos.

CORREIOS SUSPENDEM DECISÃO DE ENCERRAR SERVIÇOS EM ILHÉUS E ITABUNA

Banco Postal dos Correios sob ameaça

Banco Postal dos Correios sob ameaça

Mais de 2 milhões de pessoas de municípios do sul, extremo sul e sudoeste da Bahia poderão ser prejudicadas com a decisão da direção dos Correios de encerrar os serviços prestados pelo Banco Postal.  As atividades nas agências podem ser encerradas a partir de janeiro em localidades como Itabuna, Ilhéus, Almadina, Buerarema, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Itajuípe, Porto Seguro e Eunápolis.

O atendimento no Banco Postal em 12 estados, incluindo a Bahia, seria encerrado na próxima quarta-feira (11), mas foi adiado nesta quinta-feira(5) e iniciadas negociações com o Banco do Brasil, conforme nota dos Correios enviada ao PIMENTA. O Banco Postal é uma parceria da empresa estatal com o Banco do Brasil.

Se confirmada a descontinuidade dos serviços, os mais prejudicados serão moradores de municípios como Almadina, Arataca, Barro Preto, Mascote, Jussari, Santa Luzia e São José da Vitória. Moradores dessas localidades dependem do Banco Postal para saques de aposentadoria e pensões do INSS e recebimento de outros benefícios, como o Bolsa Família. Em Almadina, por exemplo, essas pessoas terão que se deslocar para Coaraci, que fica a cerca de 20 km.

A direção dos Correios alega que os altos custos de manutenção e segurança tornam “inviáveis” os serviços do Banco Postal. Se não houver acordo com o Banco do Brasil, somente no sul da Bahia serão fechadas agências em 40 municípios (veja lista no final do texto), que, juntos, têm cerca de 1 milhão de habitantes.

EXTREMO SUL

Além do sul da Bahia, integram a gerência da Regional Sul  parte dos municípios do sudoeste, extremo sul e baixo sul. No extremo sul poderão ser fechadas agências em localidades como Alcobaça, Belmonte, Caravelas, Guaratinga, Itamaraju, Itabela, Prado, Eunápolis e Porto Seguro. Nesses municípios moram 690 mil pessoas, segundo estimativa do IBGE para este ano.

As atividades do Banco Postal seriam encerradas neste mês em 1.827 agências na Bahia (440), Ceará (205), Goiás (259),  Mato Grosso (26), Pernambuco (23), Piauí (178), Paraná (412), Rio Grande do Norte (183), Roraima (15), Rio Grande do Sul (1) e São Paulo (14 agências no interior).

A Assessoria de Comunicação dos Correios informou nesta quinta-feira (5) que a empresa e o Banco do Brasil chegaram a entendimento para a continuidade dos serviços do Banco Postal. “O acordo a ser formalizado entre as duas instituições permitirá encontrar solução para manter, até 31 de janeiro, o funcionamento de todos os pontos de atendimento do Banco Postal que seriam encerrados no dia 11/10. Nos próximos quatro meses, as duas instituições irão negociar alternativas para viabilizar a permanência da parceria”, diz a nota ao PIMENTA.

Lista completa de municípios da Regional Sul que poderão ter o Banco Postal fechado:

:: LEIA MAIS »

EMPRESÁRIO É CONDENADO A 28 ANOS DE PRISÃO PELO ASSASSINATO DA ESPOSA

Kátia Cristina foi morta a tiros a mando do marido, segundo investigações.

Kátia Cristina foi morta a tiros a mando do marido, segundo investigações.


Edivan, de camisa clara, ouve sentença.

Edivan, de camisa clara, ouve sentença.

O empresário Edivan Ribeiro foi condenado a 28 anos de prisão, em regime fechado, pela morte da esposa, Kátia Cristina Lima, em 27 de dezembro de 2010. Edivan foi levado a júri nesta quinta (20), no Fórum de Camacan, no sul da Bahia.

Edivan foi condenado por homicídio triplamente qualificado. O juiz Felipe Renomato determinou o cumprimento imediato da pena. O empresário Edivan Ribeiro poderá recorrer, mas na prisão. O empresário será encaminhado para o Conjunto Penal de Itabuna.

A sentença foi ouvida atentamente pelos familiares e amigos de Kátia Cristina Lima. A cidade se mobilizou para acompanhar o julgamento. O crime comoveu a pequena cidade do sul da Bahia.

Ao proclamar a sentença, o juiz Felipe Remonato o julgou culpado por agir com “extrema covardia, insensibilidade e frieza”. E completou: “além de “premeditar o crime, demonstrou ser pessoa violenta e dissimulada”.

De acordo com as investigações, Edivan contratou pistoleiros para matar a mulher, porque não queria dividir a herança. Kátia planejava se separar dele ao descobrir que estava sendo traída.

O CRIME

Kátia foi morta na noite de 27 de dezembro de 2010. Ela acabara de participar do culto da igreja da qual era membro. Saiu do templo com dois dos três filhos e a própria mãe. Ao aproximar-se do veículo e tentar abrir a porta, acabou executada a tiros na frente dos filhos e da mãe dela.

Conforme as investigações, Reginaldo Amaral, o Regi, atirou contra a vítima, sendo condenado a 28 anos de prisão no julgamento em 2014. Ovídio Santos Sampaio acabou condenado a 30 anos por ser o contato de Edivan para a contratação do pistoleiro.

CAMACAN: JUSTIÇA MANTÉM JÚRI DE EMPRESÁRIO ACUSADO DA MORTE DE ESPOSA

Edivan é levado a júri pela morte de esposa || Fotomontagem Pimenta

Edivan é levado a júri pela morte de esposa || Fotomontagem Pimenta

A defesa de Edivan Ribeiro tentou adiar o julgamento do empresário, marcado para as 8h30min desta quinta (20), no fórum de Camacan, no sul da Bahia. O juiz Felipe Remonato negou o pedido. Edivan vai a júri sob a acusação de ser o mandante da execução da esposa, Kátia Cristina Lima, em dezembro de 2010.

Para pedir o adiamento do júri, a defesa alegou que o filho de um dos advogados do empresário seria submetido a cirurgia no dia do júri. O argumento não foi aceito pelo magistrado.

A esposa do empresário acabou morta, de acordo com a polícia, ao descobrir que estava sendo traída. A morte teria sido planejada para evitar a divisão de herança.

MORTA NA PORTA DA IGREJA

Kátia Cristina foi morta ao sair da igreja onde orava com dois dos três filhos e a mãe dela, em Camacan. Os pistoleiros Ovídio Santos Sampaio e Reginaldo Amaral, o Regi, foram condenados pela morte da empresária.

Conforme as investigações, Edvan pediu a Ovídio para contratar um homem para executar o crime. Regi foi o autor dos disparos. Os pistoleiros foram julgados em 2014. Ovídio pegou 30 anos de prisão e Regi 28 anos.

Familiares disseram ao PIMENTA que a cidade continua mobilizada para o julgamento, mesmo após ter sido adiado de junho para julho.

ADIADO JULGAMENTO DE EMPRESÁRIO ACUSADO DE TRAMAR A MORTE DA ESPOSA

 

Edvan é acusado de mandar contratar pistoleiros para a execução de Kátia

Edvan é acusado de mandar contratar pistoleiros para executar Kátia

O julgamento do empresário Edvan Ribeiro foi transferido de hoje (6) para o próximo dia 20. A decisão foi tomada pelo juiz da Comarca de Camacan, Felipe Remonato, que alegou questões administrativas. Edivan seria julgado hoje pelo assassinato da esposa, Kátia Cristina Lima.

O crime ocorreu em 27 de dezembro de 2010, quando a empresária deixava uma igreja com dois filhos e a mãe (relembre aqui), em Camacan, no sul da Bahia. A execução da empresária comoveu a cidade.

Edvan Ribeiro é acusado de ser o autor intelectual do crime. Será levado a júri popular. Ele teria contratado pistoleiros para executar a própria esposa, que, conforme relatos, planejava a separação ao descobrir que estava sendo traída.

Os dois pistoleiros que participaram da execução da vítima foram julgados e condenados em 2014. Ovídio Santos Sampaio, apontado como responsável por contratar o pistoleiro Reginaldo Amaral, o Regi, foi condenado a 30 anos de prisão em regime fechado. “Regi” pegou 28 anos de prisão, também em regime fechado.

CIDADE MOBILIZADA

O adiamento foi lamentado pelos parentes da vítima. “A cidade está mobilizada para acompanhar o julgamento e cobrar justiça no caso”, disse um dos parentes de Kátia Cristina ao PIMENTA.

CAMACAN: EMPRESÁRIO É LEVADO A JÚRI PELO ASSASSINATO DA ESPOSA

Edvan será julgado pela execução de Kátia Cristina.

Edvan será julgado pela execução de Kátia Cristina.

O empresário Edvan Ribeiro será julgado no próximo dia 6 de julho, no Fórum de Camacan, no sul da Bahia, pela morte da esposa e empresária Kátia Cristina Lima. O júri popular está marcado para começar às 8h30min. Kátia Cristina foi assassinada em 27 de dezembro de 2010, quando saía de uma igreja com os filhos e a mãe, Arlete Almeida.

De acordo com as investigações, Edvan teria mandado matar a esposa, porque ela descobriu suposta traição. O casamento durou 15 anos. À época do crime, os filhos tinham cinco, dez e 13 anos. O empresário ordenou o crime para não dividir patrimônio, segundo a investigação.

Ainda de acordo com as investigações, o pistoleiro Ovídio Santos Sampaio contratou o também pistoleiro Reginaldo Amaral, o Regi, para que ele executasse o crime. A vítima sofreu três tiros. O assassinato foi cometido na presença das crianças e da  mãe de Kátia.

Ovídio foi julgado e condenado a 30 anos de prisão em julho de 2014. No mesmo júri, “Regi” pegou 28 anos de cadeia em regime fechado. À época, a defesa entrou com pedido de julgamento de Edvan fora de Camacan. Ele será levado a júri como autor intelectual do crime.

Familiares de Kátia Cristina esperam que justiça seja feita. “Esperamos que esse senhor seja condenado como merece. Ele cometeu um crime hediondo por motivo torpe e que pague. Ainda acredito no trabalho do MP e do Judiciário”, disse um dos familiares ao PIMENTA.

camara itabuna






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia