WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘Carmelita’

CARMELITA LANÇA PLANO DE GOVERNO PARTICIPATIVO

Carmelita é pré-candidata a prefeita de Ilhéus pelo PT

Carmelita é pré-candidata a prefeita de Ilhéus pelo PT

Pré-candidata à Prefeitura de Ilhéus, a professora Carmelita Ângela, do PT, lança no próximo domingo (29), seu Programa de  Governo Participativo (PGP). Esse modelo de debate sobre a gestão municipal tem sido priorizado pelo partido.

O lançamento do PGP em Ilhéus acontece às 9 horas, no plenário da Câmara de Vereadores. Os militantes anunciam a presença de “lideranças políticas nacionais, estaduais e municipais, partidos políticos, movimentos sociais e os mais diversos segmentos da sociedade ilheense”.

Carmelita afirma que a discussão do plano de governo com a população é prioritária em sua estratégia política e será a base da campanha petista. “Um bom programa de governo é fundamental para uma campanha de alto nível, com debate político, que demonstre as conquistas da sociedade brasileira e que proponha a melhora efetiva da vida da população”, defende.

DESFILE DE PRÉ-CANDIDATOS NO LANÇAMENTO DE BEBETO

Bebeto quer oposição unida contra Jabes

Bebeto quer oposição unida contra Jabes

O deputado federal e pré-candidato a prefeito de Ilhéus, Bebeto Galvão (PSB), tem um senhor desafio pela frente, e ontem (15), no lançamento de sua pré-candidatura, mostrou que está disposto a encará-lo. A tarefa do socialista é unir os partidos que fazem oposição ao prefeito Jabes Ribeiro (PP) em uma única chapa, algo que esbarra em pretensões pessoais.

Bebeto reuniu uma dezena de partidos e pré-candidatos, a exemplo da Professora Carmelita (PT) e do médico Mário Alexandre (PSD). Também participaram do evento a deputada estadual Ângela Sousa, o secretário geral do PSB da Bahia, Domingos Leonelli, e o coordenador da Defesa Civil do Estado, Rodrigo Hitta.

O discurso, como não poderia deixar de ser, foi lastreado na proposta de unidade. Segundo consta, Bebeto tem aparecido bem em consultas eleitorais e hoje teria condições de pedir preferência.

CARMELITA É CANDIDATA ÚNICA A PRESIDIR PT EM ILHÉUS

Ilheense apoia Rui Falcão na disputa nacional e Everaldo Anunciação para o PT da Bahia

Ilheense apoia Rui Falcão na disputa nacional e Everaldo Anunciação para o PT da Bahia

As correntes internas do PT de Ilhéus decidiram lançar chapa única para o PED (Processo de Eleição Direta). A candidata à presidenta é a professora Carmelita Ângela, que apoia Everaldo Anunciação para a presidência estadual e Rui Falcão na eleição do diretório nacional do partido.

Everaldo, que é ilheense, comemorou a decisão do PT local.“O município é um dos mais importantes do estado e uma das suas prioridades é a unidade partidária e a manutenção da base aliada para continuarmos mudando o Brasil, reelegendo Dilma presidenta, e elegendo o sucessor de Wagner”, afirma o petista.

Com 1.200 filiados, o PT é a legenda com o maior número de membros em Ilhéus. Um total de 925 está apto a votar, de acordo com o coordenador da campanha para o diretório, Ednei Mendonça. A eleição está marcada para o dia 10 de novembro.

 

CARMELITA QUER REGULAMENTAÇÃO DE MOTOBOYS

Vereadora discutiu projeto com motoboys nesta quinta-feira

A vereadora Professora Carmelita (PT), de Ilhéus, é autora de projeto de lei que propõe a regulamentação do serviço de motoboy e mototaxista na cidade. A proposta ainda será apresentada ao legislativo, mas nesta quinta-feira, 22, a vereadora discutiu a matéria com os trabalhadores da área.

Segundo a vereadora, o projeto tem como objetivo organizar o serviço, garantindo mais segurança e também assegurando o acesso dos trabalhadores a direitos sociais e linhas de crédito.

O projeto prevê a utilização de uma cor padronizada para as motos, bem como a identificação dos capacetes com o número da praça à qual o motoboy ou mototaxista pertence. Em contrapartida, Carmelita argumenta que os trabalhadores terão direito a inscrição no Programa de Microempreendedor Individual e recolhimento do INSS.

CARMELITA FOGE E JORGE LUIZ TRAVA DEBATE COM JABES

Jorge trava duelo com Jabes no debate da Rádio Santa Cruz

Segunda colocada na disputa pela prefeitura de Ilhéus, Professora Carmelita (PT) faltou ao debate da Rádio Santa Cruz AM, hoje. A estratégia pôs o ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP) na mira do “língua afiada” Jorge Luiz (PSOL).

Jorge foi irônico ao dizer que deixará para o adversário o papel de trazer a Zona de Processamento de Exportação (ZPE) e fazer articulação com o Governo do Estado, pois Jabes “consegue tanto coisa quando está fora do poder”. E emendou: “Você vai ser muito bom para ajudar nessas coisas. Quando você está fora do poder, diz que traz tudo para Ilhéus”, arrematou.

Era a crítica de Jorge ao estilo “pavão” de Jabes de afirmar que articula em Brasília ou em Salvador para trazer obras ou ações para Ilhéus. Meio que mordido, o ex-prefeito respondeu na terceira pessoa. “Foi Jabes que trouxe o Centro de Convenções, o Caic, indústrias para o polo de informática… Evidente que as coisas desapareceram a partir do governo Valderico [Reis] e do governo [apoiado pela] vereadora Carmelita”.

Jorge Luiz, nas considerações finais, disse que Carmelita ficou silenciada por oito anos na Câmara e a sua fuga ao debate na Santa Cruz era renúncia à disputa eleitoral. “A polarização (sic) é eu e você. E você será derrotado. Será JR contra JL 50”. Provocou risos.

ILHÉUS: JOSIAS CRÊ EM VITÓRIA DE CARMELITA

De posse de informações privilegiadas, o deputado federal Josias Gomes disse que é cada vez mais real a possibilidade de a Professora Carmelita vencer a disputa eleitoral em Ilhéus. “Vamos ganhar em Ilhéus”, exultava em conversa com este blog neste final de semana. Rememorava aposta eleitoral feita no início da peleja, quando o nome de Carmelita ainda ganhava espaço dentro do partido, o PT, como prefeiturável.

O deputado apresenta uma leitura em que a dita polarização entre Jabes Ribeiro e a prefeiturável petista acabou por beneficiar Carmelita. Indo mais além, pode-se dizer que o cenário traz algumas surpresas, como a visibilidade ganha pelo terceiro nome na disputa em Ilhéus: Jorge Luiz, do PSOL.

Josias, ao contrário dos prognósticos da maioria, crê que, no final, o PT ganhará – pela primeira vez, a corrida ao Palácio Paranaguá. E com uma mulher à frente. Seja como for, do outro lado há Jabes. O pepista aposta todas as fichas para voltar a sentir o gostinho da vitória nas urnas, o que não ocorre desde 2000 – e ganhar a prefeitura pela quarta vez.

“SAI DA FRENTE”

A prefeiturável Juçara Feitosa (PT) criou clima ruim, ontem, durante sessão de fotos e filmagem da amiga Professora Carmelita (PT) com o ex-presidente Lula, em São Paulo.

Enquanto Carmelita entregava suvenir à figura máxima do PT, fotógrafos e cinegrafistas buscavam o melhor enquadramento do beija-mão de Lula e Carmé.

No vídeo que está bombando nas redes sociais, porém, o que se destaca é Juçara, “gentilmente”, mandando um dos fotógrafos se reposicionar.

– Sai da frente – ordena a petista em modo nada civilizado.

O profissional até dá uma chance para correção ao responder educadamente: – querida, não dá para sair da frente. A gente tá trabalhando.

Ela não conta conversa nem se corrige: -Eu sei, mas você tá na frente.

Eis o vídeo:

Em tempo: Carmelita escorregou no tomate ao anunciar audiência com Lula. O encontro durou pouco mais que um minuto.

MELCK, O DETETIVE

Num texto a quatro mãos, o nobre Melck Rabelo cravou aqui no PIMENTA, em outubro de 2011, que não passava de jogo de cena a briga entre o prefeito Newton Lima e o seu vice, Mário Alexandre, o Marão. A grande farsa era o título do artigo dele.

Hoje, Melck está a relembrar do escrito diante da união do grupo de Mário Alexandre com o do PT de Professora Carmelita e Newton Lima. À época, o articulista político da Al Jazeera já fazia troça. “Viram alguns cargos vazios e pularam em cima. Ávidos”. E tascou que os meninos ilheenses eram de um amadorismo de dar dó.

Agora, Carmelita faz campanha tentando se descolar do governo de Newton. Razões não faltam – e começa pela alta reprovação popular à gestão. Melck está rindo à toa.

CARMELITA FAZ CORPO A CORPO NA ZONA RURAL

Pré-candidata abraça a agricultora Maria Luciana Santos (foto divulgação)

Ainda não existe candidatura oficial, mas em Ilhéus todos os pré-candidatos estão investindo pesado no corpo a corpo. Neste domingo, 22, quem estava a pleno vapor foi a vereadora Carmelita Ângela (PT), que visitou o distrito de Maria Jape.

A pré-candidata petista reuniu-se com um grupo formado eminentemente por trabalhadores rurais e ouviu queixas diversas, principalmente relacionadas à má-conservação das estradas. De modo geral, os moradores da zona rural de Ilhéus também manifestam descrença nos políticos e suas promessas. Por isso, a petista preferiu ouvir.

“Quem vai dizer o que vocês querem não sou eu, que moro na cidade. Quem tem que dizer isso pra nós são vocês”, foi logo avisando Carmelita. Ao eximir-se de fazer promessas, a vereadora pelo menos evitou que alguém da comunidade gritasse algo como: “eu já ouvi essa conversa antes, minha senhora!”.

O PP DE JABES E O PT DE ALISSON. AINDA ROLA?

Jabes já declarou não querer aliança com o PT

Político da alta cúpula do jabismo participava de uma roda de bate-papo na “Praça do Teatro”, em Ilhéus, e não escondia o contentamento com as recentes pequisas de intenção de voto. Segundo ele, para o ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP) perder as eleições, só se as campanhas adversárias tiverem extrema competência para fazer tudo certo e se o grupo jabista, em contrapartida, demonstrar a suprema incompetência para fazer tudo errado.

“É uma combinação difícil e nós estamos assistindo a tudo de camarote, só vamos entrar no jogo na hora certa”, declarou o político do PP, querendo dizer que a possibilidade de erro neste momento seria nula.

Por falar na política ilheense, há um grupo dentro do PT que anda pensando na hipótese de aliança com Jabes Ribeiro. Meses atrás, o ex-prefeito declarou que não queria se juntar com os petistas, já que estes faziam parte da atual administração municipal. A situação se complicou depois que o próprio prefeito se filiou ao partido e entregou ao PT a maior parte das secretarias.

Mas o grupo petista que ainda tenta o enlace com o PP é o do vereador Alisson Mendonça, que rompeu com o governo. A possibilidade de união, no caso, teria que ser por imposição da cúpula estadual do Partido dos Trabalhadores, já que 28 dos 31 membros do diretório municipal querem a candidatura da vereadora Carmelita Ângela a prefeita.

CARMELITA PREOCUPADA COM O PORTO

A vereadora Carmelita Ângela, pré-candidata a prefeita de Ilhéus pelo PT, ficou preocupada com a possibilidade de que o projeto Porto Sul não seja concluído até 2014 e defendeu uma ampla  mobilização dos ilheenses a favor do empreendimento do governo baiano.

Na segunda-feira, 9, em Jequié, o presidente da empresa Bahia Mineração (Bamin), José Viveiros, acompanhou o governador Jaques Wagner e os ministros dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, e do Planejamento, Miriam Belchior, numa visita ao canteiro de obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). A Bamin será a principal cliente da ferrovia, que até o momento teve apenas 5% de suas obras executados. Na primeira fase, a Fiol ligará a cidade de Caetité, onde a Bamin pretende explorar uma jazida de minério de ferro, a Ilhéus, onde a empresa aguarda licença para construir um Terminal de Uso Privativo, integrado ao Porto Sul.

Em Jequié, o presidente da empresa afirmou que, se as obras não forem concluídas até junho de 2014, a Bamin poderá rever seus planos de se instalar na região.

“Não podemos tirar dos nossos jovens a oportunidade de um novo mercado de trabalho, a chance de um destino diferente. Nem a cidade deve se permitir a se calar diante de uma nova – e forte – vocação econômica”, declarou a vereadora.

A CANDIDATURA DE CARMELITA

Preferida pelo PT para a corrida sucessória, Carmelita quer atrair partidos da base de Jaques Wagner

O PT de Ilhéus já decidiu que não fará prévias para escolher seu candidato à sucessão do prefeito Newton Lima. A militância também definiu que o nome do partido na eleição será o da vereadora Carmelita Ângela, que será confirmada oficialmente num encontro municipal marcado para o dia 29 de abril.

Outro petista que pleiteava a candidatura era o empresário Nilton Cruz, mas ele acabou sendo atropelado pelo grupo ligado ao deputado federal Josias Gomes, que apoia a vereadora. Dos 31 membros do diretório, 28 já se manifestaram favoráveis a Carmelita.

Neste sábado (24), a partir das 9 horas, os petistas ilheenses reúnem na Câmara Municipal os pré-candidatos a vereador pelo partido. A intenção é iniciar discussões para a formação de uma boa chapa proporcional.

Outro objetivo é tentar atrair partidos da base do governador Jaques Wagner para apoiar a chapa do PT, o que esbarra em uma dificuldade: no momento, quase todas as legendas da base têm seus próprios pré-candidatos. E Carmelita, apoiada por um governo com quase 80% de rejeição – segundo pesquisas de consumo interno -, ainda não é uma candidata muito atraente.

EDNEI TOMA POSSE NA SEXTA-FEIRA

O professor Ednei Mendonça deverá tomar posse nesta sexta-feira, 3, no cargo de secretário de Governo de Ilhéus. Ele irá substituir o vereador Alisson Mendonça, seu correligonário no PT, que entrega a Secretaria para retornar ao legislativo.

Alisson anunciou ontem que não somente deixa o executivo, como também está rompendo com o prefeito Newton Lima. Ele fez críticas ao governo, afirmando que o prefeito do município, de fato, é o secretário de Finanças Jorge Bahia. “Nós fizemos um acordo com Newton, mas quem governa é o secretário”, disparou.

Além de ir para a Secretaria de Governo, Mendonça, que faz parte do grupo do deputado federal Josias Gomes, vê sua esposa, a vereadora Carmelita Ângela, ser indicada pela executiva municipal do PT como candidata à sucessão de Newton Lima.  Oficialmente, a escolha ainda depende do prefeito, mas a preferência do partido pelo nome de Carmelita fortalece a vereadora.

Segundo fontes petistas, foi essa indicação do diretório e a suposta intenção do prefeito de aceitá-la que teria levado Alisson Mendonça a romper com a administração municipal. O vereador anunciou seu retorno à Câmara para a próxima semana.

ALISSON VAI ROMPER COM NEWTON LIMA

Vereador diz que fez acordo com Newton, mas quem governa é Bahia

O secretário de Governo de Ilhéus, Alisson Mendonça, disse há pouco ao PIMENTA que entregará nesta quarta-feira, 29, seu pedido de exoneração ao prefeito Newton Lima. Afirmou também que está rompendo politicamente com o governo, alegando que entrou na administração por acordo com Newton, mas quem governa de fato o município é o secretário de Finanças, Jorge Bahia.

No domingo, 26, Alisson estava no mesmo palanque de Newton no distrito de Inema, onde o prefeito inaugurou a pavimentação de uma rua. No evento, o gestor declarou que o secretário estaria entre os três possíveis pré-candidatos a prefeito de Ilhéus pelo PT. Os outros seriam a vereadora Carmelita Ângela e o deputado federal Josias Gomes, que também estavam no distrito.

O anúncio de Newton é visto como parte de um plano que pretende levar a vereadora Carmelita a ser a vice numa chapa encabeçada por Jabes Ribeiro (PP). Essa pelo menos é a tese do grupo de Alisson, ligado ao deputado federal Geraldo Simões.

Um detalhe nessa briga é que hoje à tarde o suplente de Alisson Mendonça na Câmara, Rafael Benevides, tomou posse no mandato. Ele vinha protestando porque o presidente do legislativo, Dinho Gás, não supria a vaga deixada pelo titular. O presidente finalmente o fez, mas a alegria de Benevides vai durar pouco.

PT (É CLARO) SE DIVIDE NA SUCESSÃO DE NEWTON LIMA

Pouco importa que o prefeito de Ilhéus, Newton Lima (PT), tenha proclamado que o seu candidato à sucessão será pinçado da “lista tríplice” formada pelo deputado federal Josias Gomes, o secretário de Governo Alisson Mendonça e a vereadora Carmelita Ângela (confira). O fato é que nada está certo e o ninho petista em Ilhéus se encontra no mais completo alvoroço.

Em disputa, as correntes ligadas a Josias Gomes, de um lado, e ao também deputado Geraldo Simões, do outro. Até aí, nenhuma novidade. Porém, novo mesmo é que o grupo de Geraldo vislumbra artimanhas do arco da velha na proclamação de Inema.

A interpretação do grupo geraldista é de que a lista tríplice é cortina de fumaça e faz parte de uma estratégia pela qual o nome petista para a sucessão será o da vereadora Carmelita. Mas não para a cabeça de chapa e sim para (aí vem bomba!) ser a vice de Jabes Ribeiro (PP).

“Mas como?”, perguntarão petistas espantados, principalmente porque Ribeiro tem dito cobras e lagartos da companheirada e afirmado que os vê quase como leprosos com os quais não arriscaria sequer um cumprimento, quanto mais uma chapa. Além de tudo, o artífice da manobra, Josias Gomes, enfrentaria resistências em seu próprio grupo para emplacar o apoio.

Como em política até o impossível é relativo, os petistas ortodoxos (se é que ainda existem) que se cuidem. Geraldo Simões, que é pós-graduado nessas tretas, já tomou as providências dele. Diz que seu grupo mantém o nome de Alisson Mendonça e ainda apresenta novamente o empresário Nilton Cruz, que caminhava para fora do páreo.

A briga vai ser feia!

OS UNGIDOS DE NEWTON LIMA

O prefeito de Ilhéus, Newton Lima (PT), inaugurou obra neste domingo, 26, no distrito de Inema, e não perdeu a oportunidade de fazer política. No palanque, Lima afirmou que dentre as pessoas que estavam ao seu lado naquele evento sairia seu indicado para a sucessão.

Quem estava ao lado do prefeito?

O secretário de Governo, Alisson Mendonça; o deputado federal Josias Gomes e a vereadora Carmelita Ângela…

O MOTIVO DO PANFLETO

Setores do PT ilheense afirmam ter identificado os motivos que levaram à produção de um agressivo panfleto contra a vereadora petista Carmelita Ângela. Inicialmente, foram apontados como autores da maldade membros do grupo Carlos Marighella, um dos muitos que existem dentro do PT.

Mais tarde, a turma pró-Carmelita divulgou que uma pesquisa interna, encomendada pelo Palácio de Ondina, apontaria a vereadora como o nome mais forte do partido para uma possível disputa pela sucessão municipal em 2012. Essa seria a razão para o petardo em forma de papel.

A vereadora se sentiu ofendida com o conteúdo do panfleto e registrou ocorrência na Delegacia da Mulher.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia