WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia





abril 2019
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

editorias






:: ‘celular’

PAPA FRANCISCO PEDE A ESTUDANTES QUE SE LIBERTEM DA DEPENDÊNCIA DO CELULAR

Francisco pede menos celular e compara aparelho a droga || Foto Tony Gentile/AP

Durante discurso para estudantes do instituto público Ennio Quirino Visconti, escola secundária clássica de Roma, o papa Francisco pediu aos jovens, neste final de semana, no Vaticano, que se “libertem da dependência” do telefone celular, que é “como uma droga.”

“Libertai-vos da dependência do celular! Por favor!”, clamou Francisco. Ele explicou “que os telefones celulares são um grande progresso de grande ajuda, e é preciso usá-los, mas quem se transforma em escravo do telefone perde a sua liberdade”.

O papa lembrou que “o telefone celular é uma droga” que “pode reduzir a comunicação a simples contatos”.

“A vida é comunicar e não somente simples contatos”, disse Francisco, que também pediu aos estudantes que lutem contra o assédio escolar, que é como “uma guerra”, e confessou que lhe dói saber que, em muitos colégios, existe este fenômeno.

Por ocasião da visita da escola ao Vaticano, o pontífice aludiu a um ensinamento de Santo Agostinho, doutor da Igreja Católica, em latim: “in interiore homine habitat veritas” – “A verdade vive no interior do homem”. Com Agência Brasil.

LIGAÇÕES DE FIXO PARA MÓVEL FICAM MAIS BARATAS A PARTIR DE HOJE

Ligações de fixo para móvel ficam mais baratas

A partir de hoje (25), as ligações locais e interurbanas de telefones fixos para móveis ficarão mais baratas. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a redução das chamadas locais vai variar entre 10,58% e 12,75% e a das tarifas interurbanas, entre 3,98% e 7,41%.]

A queda vai ocorrer devido à redução das tarifas de interconexão, que é o valor cobrado de uma empresa pelo uso da rede de outra operadora para a realização de serviços. O cálculo das tarifas é feito pela Anatel. De acordo com a agência, as tarifas de interconexão foram usadas inicialmente para subsidiar a instalação de redes das operadoras móveis.

A redução das tarifas vale para as ligações originadas nas redes das concessionárias de telefonia fixa – Oi, Telefônica, CTBC, Embratel e Sercomtel – destinadas às operadoras móveis. O preço médio das ligações locais de telefone fixo para móvel vai passar de R$ 0,18 para R$ 0,12, sem imposto.

Para as ligações interurbanas feitas de fixo para móvel com DDD iniciando com o mesmo dígito, por exemplo, DDDs 61 (Brasília) para 62 (Goiânia), o preço médio cairá de R$ 0,55 para R$ 0,39. Enquanto o preço médio das demais ligações interurbanas de fixo para celular, vai ser reduzido de R$ 0,62 para R$ 0,45. :: LEIA MAIS »

HOMEM É PRESO DEPOIS DE COMPRAR CELULAR NA OLX COM NOTAS FALSAS DE R$ 100

Homem comprou celular com notas falsas

Policiais militares prenderam em flagrante, no final da noite de sexta-feira (16), Thiago Limeira dos Santos, com 10 notas falsas de cem reais. Ele comprou um celular anunciado, no site de vendas OLX, por R$ 500, utilizando o dinheiro irregular.

O encontro foi marcado pela dona do smartphone, no Shopping Piedade, em Salvador. Quando a venda foi concretizada ela percebeu que as cinco notas estavam com o mesmo número de série (AA014446121), quando cada uma deveria conter sua numeração exclusiva. A jovem saiu do estabelecimento e pediu apoio a uma viatura do 18° BPM que patrulhava na região.

Os militares então se dirigiram até Thiago e, após busca pessoal, além de recuperarem o celular, encontraram mais cinco notas falsas. O criminoso foi apresentado na Polícia Federal. “Importante ressaltar o comportamento da anunciante. Marcou a venda em um lugar movimentado e quando percebeu a fraude nos acionou”, destacou o comandante do Policiamento na Região Integrada de Segurança Pública (Risp) Baía de Todos os Santos, coronel Válter Menezes.

NÚMERO DE CELULAR GANHA NONO DÍGITO NA BAHIA, MINAS E SERGIPE

A partir de hoje, é necessário acrescentar o nove antes de ligar para celulares da Bahia.

A partir de hoje, é necessário acrescentar o nove antes de ligar para celulares da Bahia.

A partir de hoje (11) os telefones celulares dos estados de Minas Gerais, da Bahia e de Sergipe passam a ter mais um dígito. Quem fizer ligações de qualquer lugar do país, seja de telefone fixo ou móvel, para celulares desses estados terá de acrescentar o 9 antes do número do telefone. A mudança vale também para o envio de mensagens de texto.

Para que a rede e os usuários se adaptem à mudança, as chamadas feitas com os antigos oito dígitos serão completadas normalmente até o dia 20 deste mês. Do dia 21 até 18 de janeiro de 2016, se o número 9 não for incluído, a ligação feita para o celular não será completada e o usuário escutará uma mensagem de aviso sobre a mudança.

Depois do dia 18 de janeiro, as ligações feitas com oito números não serão completadas. Para as mensagens de texto, o envio sem o nono algarismo será permitido até o dia 19 de novembro.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o objetivo da mudança é atender à crescente demanda por celulares no país. A alteração já foi feita no Amazonas, em Roraima, no Pará, Amapá, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, na Paraíba, em Pernambuco, Alagoas, no Espírito Santo, Rio de Janeiro e em São Paulo.

Até 31 de dezembro do ano que vem, todo o país terá o nono dígito implantado para telefones celulares.
Quem tem telefone celular pré-pago não precisa se preocupar. De acordo com a Anatel, o saldo e a validade dos créditos não sofrerão alteração. A agência informa também que cabe ao usuário fazer a atualização da agenda de contatos. Informações da Agência Brasil.

PESQUISA: 81,5 MILHÕES DE BRASILEIROS ACESSAM INTERNET PELO CELULAR

Cresce número de usuários de internet via celular.

Cresce número de usuários de internet via celular.

Acessam à internet pelo celular 81,5 milhões de brasileiros com mais de 10 anos de idade, segundo pesquisa divulgada hoje (15) pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). O número representa 47% dessa parcela da população, de acordo com as entrevistas feitas em 19,2 mil domicílios entre outubro de 2014 e março de 2015. Na edição anterior da pesquisa TIC Domicílios, com referência a 2013, o percentual de usuários da rede por telefone móvel era de 31% e em 2011, de 15%.

O celular é o segundo aparelho mais presente nos lares brasileiros, estando em 92% deles. Perde apenas para os televisores, que estão em 98% dos domicílios. No total, o telefone móvel é usado por 86% dos adultos e adolescentes, um total de 148,2 milhões de pessoas. O aparelho é o único meio de acesso a rede para 19% dos usuários. O computador é o canal exclusivo de conexão para 23% dos internautas. 56% utilizam os dois meios.

Entre os usuários de internet, o equipamento mais utilizado ainda é o computador, sendo meio de acesso de 80% deles – 54% computadores de mesa e 48% notebook. Em seguida, vem o celular, com 76%. O tablet é usado por 22%.

DESIGUALDADE REGIONAL NO ACESSO À INTERNET

Em 50% dos domicílios, há pontos de acesso à rede. Porém, são apontadas desigualdades regionais. Enquanto o índice de lares com internet fica entre 55,1% e 60% no Sudeste, o percentual nas regiões Norte e Nordeste está entre 35% e 40%. “A série histórica da TIC Domicílios tem mostrado a permanência da desigualdade no acesso, fato que precisa ser observado em sua complexidade pelos gestores públicos para a reversão deste quadro” ressalta o gerente do Cetic.br, Alexandre Barbosa.

Por classe social, também é verificada disparidade no acesso. Entre as residências da classe A, 98% têm conexão, 82% nas da classe B, 48% na classe C e 14% nas D e E. O custo elevado do serviço é um dos motivos apontado por 49% dos que não têm internet em casa. O segundo fator mais citado é a falta de computador (47%). Enquanto 45% disseram simplesmente não ter interesse, informa a Agência Brasil.

:: LEIA MAIS »

ANATEL APROVA NORMA PARA REDUZIR VALOR DE LIGAÇÃO ENTRE OPERADORAS DE CELULAR

smartphoneA Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou hoje (18) uma proposta para reduzir os valores das ligações de celulares entre operadoras diferentes. Até 2019, o Valor de Remuneração de Uso de Rede da telefonia móvel (VU-M) deverá ser reduzido em mais de 90%, passando dos atuais R$ 0,23 para R$ 0,02 . O VU-M é o valor que as operadoras de celular pagam para usar a rede de outras empresas.

“Esta redução de preços de interconexão deverá se refletir nos preços dos serviços de telefonia ofertados pelas empresas ao consumidor, pois haverá aumento da competição no setor”, diz a agência. De acordo com a norma aprovada hoje, os valores dessas tarifas estarão referenciados aos custos e serão reduzidos gradativamente até o nível de custo eficiente de longo prazo.

Com a medida, a Anatel espera que os preços das ligações entre operadoras diferentes fiquem mais próximos dos preços cobrados para chamadas entre usuários da mesma empresa. Assim, o consumidor não precisará de vários aparelhos celulares ou vários chips em um mesmo celular para realizar chamadas para outras operadoras.

:: LEIA MAIS »

OPERADORAS COMEÇAM A BLOQUEAR SINAL DE TABLETS E CELULARES PIRATAS

Se o telefone for pirata, sinal poderá ser bloqueado.

Se o telefone for pirata, sinal poderá ser bloqueado.

Do Correio da Bahia

As operadoras de telefonia móvel começam a testar, a partir da segunda, um novo sistema que irá bloquear chamadas feitas por celulares piratas. O bloqueio, no entanto, só será efetivo a partir de setembro. Até lá, nessa fase “pré-operacional”, os aparelhos devem continuar funcionando normalmente. Quando identificar um aparelho falsificado ou original, mas sem homologação no Brasil, o sistema deverá efetuar o bloqueio, que também vale para tablets.

O objetivo do bloqueio é não só garantir a segurança dos clientes – expostos a riscos de radiação excessiva e de explosão das baterias dos aparelhos -, mas também melhorar os índices de qualidade das teles. Todo aparelho móvel sai da fábrica com um número de registro chamado IMEI. É o RG do equipamento. O chip, que é habilitado pela operadora, também tem um código, batizado de IMSI. Assim, sempre que um aparelho é ligado, ele transmite às operadoras os dois números que permitem identificar quem está falando e em que aparelho.

Hoje, essas informações possibilitam, por exemplo, identificar um cliente em roaming internacional. Agora, haverá um cadastro nacional de IMEIs que será cruzado com o dos chips (IMSI). Assim, toda vez que um cliente estiver fazendo uma chamada, a operadora saberá se o aparelho é ou não legítimo. Isso será possível porque também existe um catálogo mundial com todos os IMEIs válidos produzidos pelos diversos fabricantes.

CELULAR NA SALA DE AULA?

Felipe de PaulaFelipe de Paula | [email protected]

“Mais importante do que aquilo que você sabe é aquilo que você é capaz de fazer com o que você sabe. Uma escola livresca, de ensino uniformizador, não tem mais a capacidade de oferecer atrativos para as novas gerações”.

O mundo contemporâneo oferece uma multiplicidade de alternativas tecnológicas. Vivemos na sociedade da informação. Podemos buscar qualquer informação que desejemos, basta que nos apropriemos dos mecanismos e técnicas adequadas. Na educação formal não é diferente. Trabalhamos na lógica do conhecimento compartilhado, da produção coletiva, do exercício da criação, na lógica das redes. O aluno de hoje não precisa – e não deve – aceitar passivamente o que lhe é oferecido em sala de aula. Ele busca outras fontes, ele se capacita além da sala de aula.

Recentemente, em salas de aula de uma universidade federal, encontrei cartazes colados nos quadros com as seguintes palavras: PARA UM MELHOR APROVEITAMENTO DA AULA, POR FAVOR, MANTENHA O CELULAR DESLIGADO. TODOS/AS AGRADECEM!

Aquilo me incomodou. A atitude institucional vai contra o que se espera de uma universidade adequada aos tempos hodiernos. A imagem de um docente centralizador, “dono” do conhecimento diante de mentes menos capacitadas, tem perdido poder. O estudante atual tem ao seu dispor uma série de fontes de informação. A universidade é só mais uma destas. Tentar controlar o uso de tecnologias em sala sugere que o docente é o único meio que o aluno pode encontrar para obter conhecimento naquele espaço.

A Universidade Federal do Sul da Bahia, que receberá seus primeiros alunos no segundo semestre de 2014, vem sendo planejada levando em plena consideração a presença das tecnologias em sala de aula. Desmistifica-se o professor “estrela” e se constrói um sistema de ensino e de aprendizagem coletiva, colaborativa. E, por consequência, mais eficiente diante das demandas formativas atuais.

O referencial dessa reflexão tomado pelas matrizes teóricas da UFSB está em Pierre Lévy. Para ele, nessa realidade, surgem espaços abertos e não lineares, onde cada indivíduo preenche um papel específico, único. E, segundo Lévy, torna-se urgente uma profunda reforma no sistema educacional no que diz respeito a reconhecer as experiências adquiridas por cada personagem do jogo educativo. Para ele, escolas e universidades deixam de ter exclusividade na criação e transmissão do conhecimento. A ideia agora é orientar os caminhos individuais, reconhecendo os saberes de cada pessoa, os diferentes olhares.

:: LEIA MAIS »

ALÉM DA QUEDA…

Clientes do serviço de telefonia móvel da Oi, na modalidade pré-pago, estão se queixando por outro motivo, além das mais de nove horas de “caladão”, das 15h50 de ontem até a 1h10 de hoje.

Outra razão para bronca é que, nesta manhã de quarta-feira, 4, usuários estão recebendo mensagens de texto informando sobre débito de ligações que não foram realizadas.

Aos lesados, o remédio é Anatel.

FORA DO ENEM

Cerca de 40 estudantes foram desclassificados do Enem já no primeiro dia de prova, em todo o País, por ter utilizado os celulares e ainda deixado um enorme rastro. Com os aparelhos, os candidatos fizeram imagens de locais onde ocorre o exame e as publicaram em redes sociais. A equipe de monitoramento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) identificou a traquinagem  e excluiu os autores.

Apenas para reforçar: é proibido entrar com o celular ligado nas salas de prova. Quem estiver com o aparelho deve desligar, lacrar em um saco plástico (disponível nas salas) e guardá-lo embaixo da cadeira.

CELULARES DA BAHIA TERÃO NONO DÍGITO EM 2015

Assim como já foi implementado na Região Metropolitana de São Paulo, os telefones celulares de todo o País adotarão o nono dígito para permitir a ampliação da quantidade de linhas. Na Bahia, a previsão é de que o número 9, antecedendo os prefixos atuais, será utilizado a partir do final de 2015.

Os estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo vão incorporar o nono dígito a partir de 31 de janeiro de 2014 e, até o final deste mesmo ano, a mudança ocorre no Amazonas, Amapá, Maranhão, Pará e Roraima.

Além da Bahia, os estados que adotarão o nono dígito a partir do final de 2015 são Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Os últimos a mudar os números dos celulares, até 31 de dezembro de 2016, serão Acre, Distrito Federal, os estados das regiões Centro-Oeste e Sul, além de Rondônia e Tocantins.

BRASIL TEM 255 MILHÕES DE CELULARES

O Brasil fechou maio de 2012 com 254,95 milhões de linhas ativas na telefonia móvel e teledensidade de 129,93 acessos por 100 habitantes, de acordo com dados divulgados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

Foram registradas 1,97 milhão novas habilitações, o que representa um crescimento de 0,78% em relação a abril de 2012. Os terminais 3G (banda larga móvel) totalizaram 56,39 milhões de acessos. Informações Adnews.

CONFIRA 2.500 OFERTAS NO CLASSIPIMENTA

PESQUISA REVELA QUE 14% DOS BRASILEIROS TÊM SMARTPHONE

Do Terra

A Google divulgou nesta terça-feira novos dados sobre o panorama da implantação e do uso de smartphones em 40 países, entre eles o Brasil, onde esses aparelhos ganham cada vez mais terreno.

A empresa publicou as estatísticas atualizadas através de seu portal Our Mobile Planet, um site lançado em outubro de 2011 e que permite combinar diferentes variáveis e criar gráficos a fim de entender melhor como esses dispositivos são empregados.

Segundo a pesquisa realizada pela empresa Ipsos MediaCT, 14% da população brasileira já tem um smartphone. Na América Latina, essa percentagem só é superada na Argentina (24%) e no México (20%).

A pesquisa mostra ainda que não é só a implantação desses dispositivos que está aumentando, mas também o uso dessa ferramenta para navegar na internet.

No Brasil, 79% dos proprietários de um smartphone o usam para esse fim, e a maioria dos aparelhos tem sistema operacional Android, da Google. Líder nos EUA, o iPhone ainda não tem grande presença no Brasil, segundo a pesquisa.

APOSTA EM CARROS COM CONECTIVIDADE

Do Valor

A cada dia surgem mais novidades para conectar ao mundo exterior quem passa horas dentro de um carro. Faz tempo, também, que o celular deixou de servir apenas para conversas telefônicas. No Brasil, no entanto, essa evolução tecnológica esbarra nos maus hábitos de motoristas e na falta de atualização de uma legislação que se baseia nos costumes de 1998, quando o país ainda não conhecia o uso do “bluetooth” em veículos.

Entre tudo o que motoristas fazem de arriscado ao volante – desde vasculhar um saco de salgadinhos até passar rímel nos cílios -, não há nada mais perigoso, segundo especialistas, do que digitar torpedos ou e-mails no smartphone, um vício cada vez mais comum.

EMAIL PROFISSIONAL EM CASA É HORA EXTRA

Da Folha Online

Em tempos de popularização dos smartphones, uma lei que acaba com a distinção entre trabalho dentro da empresa e à distância, sancionada pela presidente Dilma Rousseff no final de 2011, já gera polêmica entre empregados e empregadores.

A legislação, que alterou a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), diz que o uso de celular ou e-mail para contato entre empresas e funcionários equivalem, para fins jurídicos, às ordens dadas diretamente aos empregados, informa reportagem de Maeli Prado e Priscilla Oliveira publicada na Folha desta quinta-feira.

De acordo com advogados especializados, a mudança abre espaço para que funcionários que usam o celular para trabalhar após o horário de expediente, por exemplo, recebam horas extras por isso.

É uma interpretação oposta a de entidades empresariais, como a Confederação Nacional da Indústria (CNI), que rebatem que o objetivo do projeto de lei do deputado Eduardo Valente, de 2004, que deu origem à mudança da CLT, era somente regular o trabalho à distância.

AÍ É GOLPE

O blogueiro Maik Oliveira suspeita de que ele e outros clientes da operadora de telefonia TIM vêm sendo vítimas de um possível golpe.

Cadastrado em um plano pré-pago, cujo custo da ligação seria, em tese, de R$ 0,25, fora impostos, independentemente do tempo da conversa, Oliveira nota que frequentemente seus telefonemas são interrompidos dois minutos após iniciados.

Para ele, a operadora utiliza o artifício com o objetivo de obrigar o usuário a refazer a ligação, de modo que seria enganosa a propaganda dos R$ 0,25 até para conversas infinitas…






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia