WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

unesul bahia

uniftc






janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias


:: ‘chacina em Porto Seguro’

POLÍCIA PRENDE SUSPEITO DE LIDERAR CHACINA EM PORTO SEGURO

"Du Reis" é apontado como líder da chacina.

“Du Reis” é apontado como líder da chacina.

A Polícia Civil prendeu, ontem (13), em Buerarema, no sul da Bahia, o homem suspeito de liderar a chacina que resultou em oito mortes em Porto Seguro, no último dia 5. Antônio dos Reis de Jesus, o Du Reis, 30 anos, foi encaminhado para a 1ª Delegacia da Polícia Civil em Porto Seguro.

A operação para prendê-lo envolveu as coordenadorias da Polícia Civil em Itabuna e Eunápolis, comandada pelo delegado Moisés Damasceno. De acordo com a coordenadoria regional da Polícia Civil em Eunápolis, havia dois mandados de prisão em aberto contra Du Reis.

Armas, munições, cerca de R$ 2,6 mil e mais de 600 gramas de cocaína, maconha e crack foram encontrados em um imóvel usado pelos autores da chacina.

PRESO NO BAIANÃO

Também como resultado da operação, a Polícia Civil prendeu Makis de Jesus Santos, de 18 anos, no Baianão, em Porto Seguro. Com ele, a polícia apreendeu quase 12 quilos de drogas, sendo nove quilos e meio de maconha, 439 gramas de cocaína e 832 gramas de crack.

Armas de uso restrito foram apreendidas no imóvel, além de extrato de contas bancárias e R$ 3.215,00 em espécie. A polícia suspeita que uma das armas apreendidas, uma pistola PT 938, foi usada pelos criminosos na chacina.

AS VÍTIMAS

A chacina ocorrida em Porto Seguro teve repercussão nacional. Das oito vítimas, quatro eram filhas de policiais. Os mortos foram identificados como Gabriel Lobo Fernandes, 22 anos, filho do falecido Policial Militar Sidinei dos Santos Fernandes, Igor Lelis dos Santos Santana, 20, filho do PM Josenilton dos Santos Santana, os irmãos Victor Cláudio do Nascimento Bispo, 20 anos, e Caio Felipe Nascimento Bispo, 17, filhos do Policial Civil Cláudio dos Santos Bispo.

Além deles, também foram mortos Vinicius Bispo dos Santos, que era cabo da Aeronáutica, os irmãos Gabriel de Jesus Feitosa, 25, e Leandro de Jesus Feitosa, 21, e Felipe Ricardo Lopes Borges, 27. Uma nona vítima sobreviveu e estava internada em estado grave no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro.

Mortos na chacina ocorrida na noite de domingo em Porto Seguro (Fotomontagem).

Mortos na chacina ocorrida na noite de domingo em Porto Seguro (Fotomontagem).

TRAGÉDIA EM PORTO NÃO FOI MAIOR PORQUE FALTOU MUNIÇÃO, DIZ DELEGADO

Damasceno comanda as investigações de chacina (Foto Oziel Aragão/Arquivo).

Damasceno comanda as investigações de chacina (Foto Oziel Aragão/Arquivo).

O delegado regional de Eunápolis, Moisés Damasceno, disse hoje (8) que a chacina em Porto Seguro, no último domingo (5), não foi maior porque faltou munição aos bandidos. Oito pessoas foram mortas e uma ficou gravemente ferida. Está internada no Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro.

Damasceno cita o depoimento de um homem abordado por um dos bandidos. O atirador disse ao sobrevivente que ele era um homem de sorte, pois a munição do bando havia acabado.

Segundo a polícia, com base em depoimentos, várias pessoas conseguiram deixar a casa onde ocorreram as execuções por este motivo. Ainda de acordo com Damasceno, as vítimas teriam se envolvido em confusão, horas antes, na zona norte da cidade, segundo o site Radar64.

A autoridade policial disse esperar a chegada de equipe de Salvador para auxiliar nas investigações. Metade das vítimas era filha de policiais. Um dos mortos era cabo da Aeronáutica.

Mortos na chacina ocorrida na noite de domingo em Porto Seguro (Fotomontagem).

Mortos na chacina ocorrida na noite de domingo em Porto Seguro (Fotomontagem).

POLÍCIA IDENTIFICA SUSPEITOS DE PROMOVER CHACINA EM PORTO SEGURO

Mortos na chacina ocorrida na noite de domingo em Porto Seguro (Fotomontagem).

Mortos na chacina ocorrida na noite de domingo em Porto Seguro (Fotomontagem).

Do Ibahia.com

A Polícia Civil em Porto Seguro já identificou os suspeitos pela morte de oito homens, incluindo quatro filhos de policiais, no município na noite de domingo (5). Uma nona vítima sobreviveu o ataque e segue internado em estado grave no Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães. Athos Moura foi baleado na cabeça.

Segundo o delegado Moisés Nunes Damasceno, titular da 23ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Eunápolis), tanto a identificação quanto a motivação dos crimes não serão divulgados para não atrapalhar o andamento das investigações.

Equipes coordenadas por Damasceno trabalham agora na localização dos bandidos. “O sobrevivente segue entubado. Mas já ouvimos várias testemunhas e ainda faltam algumas com quem vamos conversar. Não achei nenhum registro criminal contra as vítimas”, disse o coordenador da 23ª Cooprin/Eunápolis.

Nesta segunda-feira (6), o comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Porto Seguro), o major Anacleto Silva França, disse ao CORREIO que apenas duas pessoas eram alvos da chacina e que as demais foram mortas por conta “do descontrole”. O delegado Moisés Damasceno negou a versão.

MORTES
O crime aconteceu no bairro Porto Alegre I,  dentro de uma casa. Morreram na ação Gabriel Lobo Fernandes, 22 anos, filho do falecido Policial Militar Sidinei dos Santos Fernandes, Igor Lelis dos Santos Santana, 20, filho do PM Josenilton dos Santos Santana, os irmãos Victor Cláudio do Nascimento Bispo, 20 anos e Caio Felipe Nascimento Bispo, 17, filhos do Policial Civil Cláudio dos Santos Bispo.

Além deles, também foram mortos Vinicius Bispo dos Santos, que era cabo da Aeronáutica, os irmãos Gabriel de Jesus Feitosa, 25, e Leandro de Jesus Feitosa, 21, e Felipe Ricardo Lopes Borges, 27. Uma nona vítima sobreviveu e está internada em estado grave no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, lá mesmo em Porto Seguro.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia