WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘Claudiana Figueiredo’

ILHÉUS É SELECIONADA PELO SEBRAE NO PROGRAMA CIDADE EMPREENDEDORA

Comunicado foi feito por Claudiana em reunião com o prefeito no Centro Administrativo

Ilhéus foi selecionada pelo Sebrae para participar do Cidade Empreendedora, um programa de transformação econômica de municípios e voltado para a gestão pública e lideranças locais. A comunicação foi feita pela coordenadora regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo, ao prefeito Mário Alexandre (Marão).

“Saímos daqui com uma relação ainda mais estreita. O intuito é proporcionar um ambiente mais favorável para os pequenos negócios, onde o poder público, Sebrae e a iniciativa privada se unem para criar uma pujança de desenvolvimento que a gente tanto espera para a região”, destaca a coordenadora Regional Sebrae, Claudiana Figueiredo.

Segundo o o prefeito Mário Alexandre, a gestão tem procurado implantar iniciativas de desenvolvimento da cidade. Ele apontou setores como a indústria e o comércio. “Estamos entre os mais importantes municípios baianos classificados para participar do programa inovador do Sebrae. Empreender da maneira correta será nosso grande desafio, por isso, precisamos de parcerias como essa”, afirmou o prefeito Mário Alexandre.

O projeto concentra-se em oito eixos: liderança empreendedora; mapeamento de oportunidades; desburocratização; desenvolvimento de um local destinado ao empreendedorismo; sustentabilidade das compras públicas e fomento da cultura empreendedora e da inovação. O secretário Paulo Sérgio celebrou a adesão ao programa. “Queremos dar condições ao cidadão para gerar renda. Vamos trabalhar firme durante esses meses para transformar Ilhéus numa cidade que faz acontecer”, disse o titular da Sedic.

O município de Ilhéus foi selecionado por ter cumprido os critérios de formalização com entidades empresariais para a implantação do Programa Cidade Empreendedora; por ser um município integrante de Região Metropolitana reconhecida e aprovada por legislação estadual; ter uma Sala do Empreendedor, além de possuir aporte em fundo de aval ou sociedades garantidoras de crédito.

CACAU SUL-BAIANO CONQUISTA SELO DE INDICAÇÃO GEOGRÁFICA

Cacau sul-baiano conquista selo de Indicação Geográfica || Foto Maurício Maron

Viviane Cabral | Agência Sebrae

A Associação Cacau do Sul Bahia conquistou a Indicação Geográfica (IG) na espécie de Indicação de Procedência (IP) da amêndoa de cacau – Theobroma cacao L., publicada nesta terça-feira (30), pelo Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI). O reconhecimento é fruto de trabalho desenvolvido em conjunto com entidades que integram a Rede de Governança do Cacau e Chocolate na região, em parceria com o Sebrae.

A notícia foi comemorada pelos produtores de cacau da região, entre eles, um dos idealizadores do projeto de reconhecimento do produto, o produtor José Maltez, dono dos chocolates Maltez. “A Indicação Geográfica representa uma grande conquista para a região, que vai ter o cacau reconhecido nacionalmente”, afirma o produtor.

A Indicação Geográfica tem a finalidade de garantir proteção aos produtos oriundos de uma determinada cidade ou região. Para o diretor executivo da Associação Cacau Sul Bahia, Cristiano Santana, além de ser um registro, é um movimento que funciona como impulsionador. “O IG é um processo que vem sendo discutido há mais dez anos e se tornou uma ferramenta de agregação de valor, não só para a amêndoa, mas para a região como um todo”.

Dentre alguns passos que contribuíram para alcançar esse reconhecimento, Cristiano destaca o apoio das diversas instituições locais e regionais, a exemplo do Sebrae, que promoveram capacitações e orientações específicas com os produtores. “Nos próximos dias, já está prevista uma reunião com os produtores, no Centro de Inovação do Cacau, na Uesc, para que eles possam entender o processo de acesso ao selo, captação de recursos para investimentos e divulgação”.

A busca pelo IG do cacau do Sul da Bahia está entre as estratégias trabalhadas no projeto Cacau e Chocolate da Unidade Regional do Sebrae de Ilhéus. De acordo com a gerente regional do Sebrae, Claudiane Figueiredo, a conquista é um marco que exprime a mudança de narrativa da região Sul da Bahia. “Representa um passo importante de um sonho a ser realizado: sermos referência mundial em cacau de altíssima qualidade”.

LOCALIZAÇÃO

As amêndoas de cacau da região estão em uma área de aproximadamente 61.460 quilômetros quadrados. Os seguintes municípios fazem parte da Indicação de Procedência de cacau no Sul da Bahia: Aiquara, Alcobaça, Almadina, Apuarema, Arataca. Aurelino Leal, Barra do Rocha, Barro Preto, Belmonte, Boa Nova, Buerarema, Caatiba, Camacan, Camamu, Canavieiras, Coaraci, Cravolândia, Dário Meira, Eunápolis, Firmino Alves, Floresta Azul, Gandu, Gongogi, Guaratinga, Ibicaraí, Ibicuí, Ibirapitanga, Ibirataia, Igrapiúna, Iguaí, Ilhéus, Ipiaú, Itabela, Itabuna, Itacaré, Itagi, Itagibá, Itagimirim, Itaju do Colónia, Itajuípe, Itamaraju, ltamari, Itambé, Itanhém, Itapé, Itapebi, Itapitanga, Itororó, Ituberá, Jaguaquara, Jequié, Jiquiriçá, Jitaúna, Jucuruçu, Jussari, Laje, Maraú, Mascote, Mucuri, Mutuípe, Nilo Peçanha, Nova Canaã, Nova Ibiá, Nova Viçosa, Pau Brasil, Piraí do Norte, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Tancredo Neves, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Luzia, São José da Vitória, Taperoá, Teolândia, Ubaíra, Ubaitaba, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença e Wenceslau Guimarães.

DEBATE SOBRE ECONOMIA CRIATIVA REÚNE AUTORIDADES EM ILHÉUS

Claudiana, Alexandre Simões, Marão, Bebeto e Vivaldo participam de debate.

Claudiana, Alexandre Simões, Marão, Bebeto e Vivaldo participam de debate.

No mês em que o Teatro Popular de Ilhéus (TPI) comemora quatro anos de atividades na Tenda, localizada na Avenida Soares Lopes, a economia criativa é o foco das discussões no projeto Improviso, Oxente!, no próximo sábado (8), às 19h. O TPI apresentará em seu palco um diálogo sobre o tema: “A economia criativa como propulsora do desenvolvimento social e econômico”.

O Improviso, Oxente! é gratuito e aberto ao público. Especialmente nesse sábado, durante o evento, atores do Teatro Popular de Ilhéus realizarão intervenções com músicas que integram a trilha sonora de seus espetáculos teatrais.

Para participar do bate-papo, foram convidados Claudiana Figueiredo, coordenadora regional do Sebrae; Mário Alexandre, prefeito de Ilhéus; José Vivaldo Mendonça, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia); Bebeto Galvão, deputado federal; e Alexandre Simões, superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Durante esta edição do Improviso, Oxente! também serão apresentados números dos quatro anos de funcionamento da Tenda e detalhes do projeto Parque Cultural Aldeia das Artes, espaço multilinguagem com foco no desenvolvimento das novas tecnologias e economia criativa, idealizado pelo Teatro Popular de Ilhéus, com auxílio do arquiteto e urbanista alemão, Carl Van Hauenschild. :: LEIA MAIS »

DESENVOLVIMENTO LOCAL SERÁ DEBATIDO EM SEMINÁRIO PARA PREFEITOS

Claudiana Figueiredo é coordenadora regional do Sebrae, que apoio o evento (Foto Bahia Online).

Claudiana é coordenadora regional do Sebrae, que apoia o evento (Foto Bahia Online).

Mais de 40 prefeitos eleitos já confirmaram presença no Seminário Novos Gestores Públicos, previsto para os dias 22 e 23, no Hotel Aldeia da Praia, em Ilhéus. Promovido pela Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste Baiano (Amurc), o evento abordará desafios para os novos prefeitos que tomarão posse no próximo ano.

De acordo com a organização, o objetivo é orientar e capacitar os futuros prefeitos para que “desenvolvam gestão pública de qualidade e eficiente, ao longo do mandato”. A Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, Sala do Empreendedor, Agente de Desenvolvimento, Redesim e Compras Públicas serão algumas das propostas e informações voltadas para as políticas públicas a serem apresentadas no Seminário.

Segundo a coordenadora regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo, o desenvolvimento dos municípios está diretamente ligado à capacidade de criação de um ambiente favorável para os pequenos negócios.

“A criação desta ambiência está vinculada a capacidade de apoio a projetos através de atores capacitados, desburocratização e simplificação de legalização e acesso a crédito, espaços de atendimentos e priorização aos pequenos negócios nas compras públicas”, explicou Claudiana.

TEMAS

Na programação, ainda serão discutidas temáticas como Associativismo, Consórcio Público, Assistência Social, Empreendedorismo, Educação, Saúde, Economia Municipal, Gestão Tributária, Sustentabilidade da Gestão Municipal e os convênios com os Governos do Estado e da União.

Já estão confirmadas as presenças de prefeitos eleitos e reeleitos da região, a presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria, além de representantes dos governos Estadual e Federal. Informações pelo telefone (73) 3613-5114.

EMPRESÁRIOS SUL-BAIANOS PARTICIPAM DA MAIOR FEIRA DE ALIMENTOS DO MUNDO

Empresários e Claudiana, do Sebrae, participam de feira em Paris (Foto Divulgação).

Empresários e Claudiana, do Sebrae, participam de feira em Paris (Foto Divulgação).

Renata Smith | Sebrae

No município de Una, sul da Bahia, Karlla Costa é dona da empresa Koisas da Roça, que comercializa produtos diversos da agricultura familiar, como chocolates, doces, frutas secas, biscoitos de Araruta e hortaliças orgânicas. Já no município de Ibirataia, Pedro Magalhães, dono da empresa Lajedo do Ouro, produz a amêndoa do chamado Cacau Gourmet, orgânico, e está iniciando uma produção de chocolate fino com boa aceitação no mercado regional.

Neste momento, o que une Karlla e Pedro é o desejo de ampliar os negócios através da participação na SIAL Paris 2014, a maior Feira de Alimentos do Mundo. A missão empresarial reúne 111 empresários brasileiros no evento que vai até amanhã (23), reunindo 6,3 mil expositores de 105 países e com expectativa de receber mais de 150 mil pessoas nesse período. Entre os países de destaque, o Brasil ocupa a 10ª colocação, com mais de 100 empresas expositoras, maioria fruto da parceria com a Agência de Promoção a Exportação (Apex).

Para a empresária, “a grande contribuição ao participar do evento em Paris é poder levar para os pequenos agricultores, novas ideias sobre embalagens e melhor aproveitamento dos produtos industrializados”. Atualmente, seu empreendimento apoia um grupo de 10 pequenos agricultores, assentados em localidades rurais de Una. A proposta, ainda para esse ano, é variar, lançando, juntos, uma coleção de camisetas com linguagem rural e tecnológica.

INTERNACIONALIZAÇÃO

De acordo com a gerente do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, que integra a comitiva, os empreendedores sul-baianos estão participando de visitas técnicas, conhecendo novos produtos no mercado internacional e equipamentos com tecnologia de ponta no mundo. “O objetivo é a internacionalização dos negócios, ou seja, assegurar a competitividade em comparação aos concorrentes internacionais”, destaca, ressaltando, ainda, que, as informações que serão trazidas para a Bahia vão ser importantes para a competitividade dos negócios do setor de alimentos.

:: LEIA MAIS »

CRESCE A BUSCA PELO REGISTRO DE MARCAS NO SUL DA BAHIA

Rony, da Trip: registro da marca (Foto Divulgação).

Rony, da Trip: registro da marca (Foto Divulgação).

Da Agência Sebrae

O surgimento de uma nova visão sobre o valor da marca de empresas e produtos faz aumentar cada vez mais a procura pelo registro junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). A marca passou a ser encarada como patrimônio e, em alguns casos, ela é realmente o maior ativo da empresa, o que ocorre principalmente nos setores de alimentos e vestuário.

Empresários de pequenos negócios podem contar com o Programa Sebraetec, que oferece um subsídio à consultoria para abertura e acompanhamento de todo o processo junto ao INPI. Entre empresas do sul da Bahia, essa ajuda fez com que a procura pelo registro aumentasse desde 2013.

Um dos empresários que aproveitou o apoio do Sebrae na hora de registrar sua marca foi Rony Cabral, 36 anos, dono da Trip, empresa que produz e revende moda praia e esporte em Itabuna. A empresa foi criada há oito anos, mas somente agora Rony atentou para a necessidade de registrar a marca. “Abri o processo junto ao INPI no início de junho de 2014 e o apoio do Sebrae foi fundamental”, afirma o empreendedor.

“No ano passado, auxiliamos 37 empresas interessadas em registrar suas marcas e, em 2014, já foram mais de 20”, contabiliza a gerente do Sebrae Ilhéus, Claudiana Figueiredo. Ela observa que a proteção da marca é de fato um investimento necessário, que agrega valor à empresa e blinda contra a concorrência desleal.

:: LEIA MAIS »








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia