WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
alba





abril 2018
D S T Q Q S S
« mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘Coelba’

ABASTECIMENTO DE ÁGUA SÓ DEVE SER NORMALIZADO EM 72H EM ITABUNA; EMASA CULPA A COELBA

Emasa retoma atividades da ETA no São Lourenço || Foto Arquivo

O abastecimento de água em Itabuna somente deverá ser regularizado em 72 horas, após as estações de captação na região de Mutuns e de Rio do Braço, em Ilhéus, ficarem quase 40 horas paralisadas por falta de energia elétrica.

De acordo com a Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), o sistema foi reativado no início da tarde desta terça (17), “reiniciando o bombeamento para a Estação principal no São Lourenço, onde é feito o tratamento e fornecimento aos consumidores”.

O prazo de regularização do abastecimento em todos os bairros vale apenas “se não houver mais imprevisto” no período, conforme a empresa de água e saneamento. Há dias, a direção da Emasa vem criticando a qualidade do serviço prestado pela Coelba.

Vários bairros de Itabuna ficaram sem água por causa das constantes quedas e falta de energia elétrica na região de Rio do Braço e Mutuns. Quase 80% dos lares itabunenses são abastecidos pelos mananciais ilheenses. O blog não conseguiu contato com a Coelba.

EMASA CRITICA COELBA POR INTERRUPÇÃO CONSTANTE NO FORNECIMENTO DE ENERGIA

Sede da Emasa, na Rua São Vicente de Paulo, centro da cidade

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) voltou a criticar a Coelba pelas quedas constantes de energia elétrica na região de Rio do Braço e Mutuns. A última delas, de acordo com a Emasa, ocorreu na madrugada desta segunda-feira (16).

A estação intermediária de captação de água em Mutuns, segundo a empresa, parou completamente. “As interrupções no fornecimento de energia elétrica estão comprometendo a captação de água, a exemplo do que aconteceu na meia-noite desta segunda-feira”, informa a Emasa em comunicado.

A falta de energia elétrica compromete o abastecimento. Pelo menos seis localidades populosas estão sem água – bairros de Fátima, João Soares, Califórnia, Santa Inês e Parque Boa Vista e Loteamento Paraíso. As localidades, informa, só voltarão a ter o abastecimento normalizado quando a Coelba restabelecer o fornecimento de energia elétrica.

A AMEAÇA DA COELBA E A REAÇÃO DE AGRICULTORES FAMILIARES NO SUL DA BAHIA

Coelba anunciou que vai arrancar postes e toda rede de energia elétrica na Fortuna

A Coelba está para cometer um crime contra agricultores familiares da Região da Fortuna, em Buerarema, no sul da Bahia. Há dias, informou à comunidade que as linhas de transmissão seriam desativadas. Ou seja, os agricultores voltariam aos tempos em que energia elétrica era luxo dos moradores da cidade.

A Fortuna foi incluída no Programa Luz para Todos. Foram oito anos de promessas. Quando ela se concretizou para mais de 70% daquela comunidade rural, a Coelba anunciou a retirada das linhas de transmissão, postes e ligações para as propriedades. Ou seja, todos voltariam a ficar no escuro.

Pior que isso, os produtores também apontam uma tática malandra da Coelba. A empresa marcou reunião na unidade de atendimento em Itabuna para discutir uma alternativa à ameaça. O encontro seria nesta quarta. Porém, ontem (6) enviou operários para desligar as linhas de transmissão e retirar os postes de energia elétrica. Os operários só não concluíram a maldade perpetrada pela direção da Coelba, porque os agricultores da Fortuna reagiram.

E a Coelba, que ameaça devolver os agricultores à escuridão, diz em sua propaganda que é a “energia para criar o futuro”. Se depender da Coelba, o futuro na Fortuna já chegou… Sem energia!

Em tempo: A empresa foi procurada pela reportagem, mas ainda não se pronunciou.

MP-BA ACIONA COELBA POR CORTE DE ENERGIA SEM AVISO PRÉVIO ADEQUADO A CONSUMIDORES

MP-BA aciona Coelba por corte de energia sem aviso adequado a consumidores

O Ministério Público estadual ajuizou ação civil pública contra a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), do Grupo Neonergia. Segundo a promotora de Justiça Joseane Suzart, a empresa tem suspendido o fornecimento de energia de diversos consumidores inadimplentes de Salvador sem o devido aviso prévio, o que fere o artigo 6º do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Por meio da ação, ajuizada na segunda (8), a promotora solicita à Justiça que determine à empresa, de forma liminar, a restruturação da atual fatura de consumo de energia enviada às residências dos consumidores, de modo que informações sobre eventuais débitos e sobre a possibilidade de suspensão do serviço sejam perfeitamente legíveis, precisas e com destaque adequado.

Na ação, a promotora pede à Justiça que determine o registro das informações sobre a inadimplência e da suspensão do serviço com letra 50% maior que as demais impressas na fatura e que elas sejam destacadas com cores distintas do restante da redação do documento. Segundo Suzart, muitos consumidores, surpreendidos pela chegada de funcionários da companhia para a realização do corte de energia, protestaram contra a Coelba, em plataformas digitais de reclamações, apontando que o campo denominado “informações importantes”, existente na fatura para a empresa registrar comunicados relevantes aos clientes, apresenta “caracteres exíguos, o que torna dificultoso o seu conhecimento”.

Para solucionar o problema, o MP propôs à companhia Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), mas a Coelba se negou a firmar o acordo, sob a alegação de que cumpre as normas técnicas e a legislação e de que o problema seria decorrente de uma eventual desatenção dos consumidores.

“No entanto, como consta nos autos, foram apreciadas diversas reclamações de consumidores ‘eventualmente desatentos’ acerca da ‘suspensão’ do fornecimento de energia, sem um aviso prévio e sem comunicação. O que faz concluir a falta de adequação e clareza nas notificações produzidas e enviadas pela Coelba”, afirma a promotora.

MORADORES DO CONCEIÇÃO FICAM QUASE 6 HORAS SEM ENERGIA ELÉTRICA

Cruzetas apodrecidas provocam curtos-circuitos e deixam consumidores sem energia elétrica || Foto Luiz Conceição

Cruzetas apodrecidas deixam consumidores sem energia elétrica || Foto Luiz Conceição

A queda de uma cruzeta de madeira apodrecida em um poste na Rua Duque de Caxias, nas proximidades do Colégio Batista, deixou moradores do bairro Conceição, em Itabuna, sem energia elétrica das 2h às 7h30min de hoje (8). O incidente foi causado pela falta de manutenção adequada da rede elétrica. Segundo moradores, não é a primeira vez que hastes apodrecidas derrubam a rede de alta-tensão no bairro e deixam os consumidores sem luz.

Apesar de ter chegado horas depois do ocorrido, somente por volta das 5 horas que operários da empresa que presta serviços de manutenção à Coelba puderam substituir a cruzeta e restabelecer o fornecimento de energia elétrica a grande parte das residências e casas comerciais do bairro. Quem amargou maiores prejuízos foram bares e padarias num raio de 800 metros do local do incidente. A queda também afetou outras localidades, como o Alto Maron.

ITABUNA: COELBA CORTA ENERGIA ELÉTRICA DA CENTRAL DE REGULAÇÃO DO SUS

Central de Regulação fica sem energia elétrica.

Central de Regulação fica sem energia elétrica.

A Central de Regulação do SUS, na Avenida Inácio Tosta Filho, em Itabuna, amanheceu sem energia elétrica nesta segunda (8). A central somente deve voltar a funcionar na próxima quarta (10). Ou, na melhor das hipóteses, amanhã.

O corte no fornecimento ocorreu porque a conta de luz do prédio onde funcionava a extinta unidade modelo do Sinebahia era paga pela Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esportes (Setre). A secretaria solicitou o desligamento definitivo à Coelba, mas comunicando o município. O serviço foi interrompido no último final de semana. E, neste caso, medidores de consumo também são retirados.

Ofício Coelba

Coelba justificou corte: a pedido!

A diretora da Central de Regulação, Maria José Gama, e a secretária de Saúde de Itabuna, Lísias Miranda, solicitaram o restabelecimento do serviço no prédio. Porém, o prazo para atendimento ao pedido é de, no mínimo, 24 horas, devido à troca de titularidade. A Central de Regulação realiza até 3 mil atendimentos diários a cada início de mês, segundo informações obtidas pelo PIMENTA.

O Sinebahia deixou de funcionar há mais de 30 dias e, no local, a Secretaria de Saúde de Itabuna inaugurou a central de regulação, porém sem assumir a titularidade da conta de energia. O ofício comunicando do desligamento definitivo é datado de 28 de abril.

O contrato entre a Setre e o município era gerenciado, na prefeitura, pela Secretaria de Assistência Social. Segundo informações, o preposto da área social não comunicou da interrupção dos contratos relativos ao Sinebahia. A falha de comunicação prejudica milhares de usuários do SUS.

EURES RIBEIRO DEFENDE MUDANÇA NO ISS E DIZ QUE COELBA LESA PREFEITURAS

Eures Ribeiro defende mudança no ISS e ataca Coelba (Foto Lourival Custódio).

Eures Ribeiro defende mudança no ISS e ataca Coelba (Foto Lourival Custódio).

Eures Ribeiro, prefeito de Bom Jesus da Lapa, defendeu mudança na tributação do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS), ontem (16) à noite, ao tomar posse como novo presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB). “Precisamos de uma redistribuição do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS). Alterar o local da cobrança do ISS do Município dos prestadores de serviços sede da administradora de cartões, da arrendadora mercantil ou da administradora de planos de saúde, para o dos tomadores desses serviços”, disse ele.

Eures também fez duro ataque à Coelba. Segundo ele, a companhia de energia elétrica lesa as prefeituras ao não repassá-las a arrecadação da taxa de iluminação pública. “As prefeituras estão sendo lesadas [pela Coelba]”, afirmou. Queixou-se que o dinheiro oriundo da contribuição sobre este serviço cai na conta da Coelba, mas não chega aos municípios. “A UPB vai comprar essa briga, não vamos mais aceitar esta situação, que é uma apropriação indevida”.

O novo dirigente da UPB também afirmou que tratará de questões como saúde, educação e combate a seca com os governos estadual e federal. Para ele, é preciso mudanças na regulação dos servidos de saúde. “Precisamos de uma nova fórmula de regulação e pactuação para a saúde no estado”, completou.

PANE ELÉTRICA DEIXA ITABUNA SEM ÁGUA

Captação de água é interrompida após pane elétrica (Foto Divulgação).

Captação de água é interrompida após pane elétrica (Foto Divulgação).

Uma pane elétrica na região das estações de captação em Rio do Braço e Castelo Novo, em Ilhéus, levou à interrrupção do abastecimento de água em Itabuna, neste domingo (29). “Por este motivo, houve interrupção em todo o sistema, prejudicando o abastecimento de todos os bairros que deveriam receber água neste final de semana”, informou a Emasa em nota.

O fornecimento de energia elétrica na região onde a água é captada foi restabelecido nesta manhã de segunda (30) pela Coelba, segundo a nota da empresa itabunense de saneamento. A captação de água nas estações, ambas localizadas em Ilhéus, deverá ser retomada nas próximas horas, conforme a nota.

Ainda devido à pane, a Emasa deverá publicar em seu site um novo cronograma de abastecimento. Há cerca de duas semanas, a empresa adotou racionamento devido à escassez de chuva na região, segundo o presidente da empresa, Jader Guedes.

PANE NA REDE DE TRANSMISSÃO DA CHESF DEIXOU MAIS DE 100 CIDADES SEM ENERGIA

Uma pane na rede de transmissão de energia deixou mais de 100 municípios baianos sem esse serviço na tarde de hoje (24). O problema afetou as cidades das regiões sul e extremo-sul do Estado, além de Jequié e Vitória da Conquista, no sudoeste.

Segundo a Coelba, o fornecimento de energia foi interrompido às 16h38, tendo como causa um defeito em equipamento da rede da Chesf. Em nota, a empresa diz que, desde o início do problema, “esteve em permanente contato com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), órgão responsável pela operação do equipamento”.

Ainda de acordo com a Coelba, o serviço foi normalizado às 16h44 em Vitória da Conquista e às 17h34 nas cidades do sul da Bahia, inclusive Ilhéus e Itabuna. Em outros municípios, o fornecimento foi restabelecido ao longo desta noite.

QUEDA DE ENERGIA APÓS FORTE CHUVA SUSPENDE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Estação de Tratamento de Água também foi afetada com a queda de energia.

Estação de Tratamento de Água também foi afetada com a queda de energia.

A captação de água pela Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) foi suspensa em Castelo Novo e Rio do Braço, nesta segunda (4), devido às fortes chuvas ocorridas na madrugada de hoje em Ilhéus e na região cacaueira. A direção da empresa itabunense emitiu nota informando que a suspensão se deve a “dano na rede elétrica” nas áreas de captação.

A suspensão do bombeamento da água ocorreu por volta da meia-noite. “As equipes técnicas da Emasa e da Coelba estão trabalhando nos locais atingidos”. Enquanto o reparo não for concluído, o sistema sofrerá atrasos na distribuição de água para os bairros.

– A Estação de Tratamento de Água, (ETA) que fica no bairro São Lourenço, também está sem energia elétrica. Estes problemas devem atrasar entre 24 e 72 horas, a normalização do abastecimento, de acordo com o cronograma definido pela Emasa – cita a nota.

Atualizada às 13h29min

SEM ENERGIA ELÉTRICA

Manutenção em rede deve ser concluída até as 16h (Foto Pimenta).

Manutenção em rede deve ser concluída até as 16h (Foto Pimenta).

Moradores de áreas próximas da praça principal do Bairro Santo Antônio, em Itabuna, estão desde as 9 horas de hoje (13) sem energia elétrica. O fornecimento de energia foi interrompido por causa de serviços de manutenção na rede de alta tensão do bairro. A previsão da Coelba é de que o trabalho seja concluído até as 16h.

FALTA DE ENERGIA ELÉTRICA DEIXARÁ 11 LOCALIDADES SEM ÁGUA EM ILHÉUS

Manutenção em rede da Coelba deixará zona sul sem água.

Manutenção em rede da Coelba deixará zona sul sem água.

O abastecimento de água será interrompido na zona sul de Ilhéus, amanhã (4), das 9h30min às 15h30min, de acordo com comunicado da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa).

A paralisação ocorrerá porque a Coelba suspenderá fornecimento de energia naquela região, afetando a captação de água em Rio de Engenho.

Segundo o comunicado, a previsão é de que o abastecimento de água seja normalizado em até 24 horas depois da retomada das operações de captação e tratamento.

As localidades afetadas com a suspensão programada serão Couto, Santo Antônio, Nossa Senhora da Vitória, Rodovia Ilhéus/Olivença, Ilhéus II, Pontal, Jardim Atlântico, Barreira, Hernani Sá, Mambape e Nelson Costa.

“PIPA” DEIXA PREFEITURA E BANCO RASO SEM ENERGIA ELÉTRICA

Incidente no Banco Raso deixa prefeitura sem energia elétrica.

Incidente no Banco Raso deixa prefeitura sem energia elétrica.

Há mais de 20 minutos o prédio do Centro Administrativo Firmino Alves e parte dos bairros Banco Raso e São Caetano estão sem energia elétrica. A interrupção foi provocada por um incidente, de acordo com técnicos da Coelba. Uma pipa caiu na rede de baixa tensão. Os garotos nada sofreram.

Técnicos da companhia de energia elétrica encontram-se na localidade para efetuar os reparos na rede. Não há previsão de quando o fornecimento será regularizado. Na prefeitura, todos os serviços estão, temporariamente, suspensos, sendo retomados após a conclusão dos serviços por parte da Coelba.

Atualização às 11h04min – De acordo com a companhia de eletricidade, um dos transformadores da região estourou por causa do incidente. A previsão é de que a energia elétrica seja restabelecida até as 14h, tempo necessário para a troca do transformador.

Pipa na rede provocou interrupção da energia elétrica, segundo Coelba.

Pipa na rede provocou interrupção da energia elétrica, segundo Coelba.

RENOVAÇÃO DE CONVÊNIO GARANTE R$ 56 MILHÕES AO FUNDO DE CULTURA BAIANO

Assinatura de convênio assegura mais R$ 56 milhões para a cultura (Foto GovBA).

Assinatura de convênio assegura mais R$ 56 milhões para a cultura (Foto GovBA).

O governo baiano e a iniciativa privada renovaram, ontem (14), convênio que assegurará R$ 56 milhões para o Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA), em cerimônia no Palácio Rio Branco, em Salvador. Além da presença do governador Rui Costa e de secretários estaduais, o ato contou com executivos da Coelba e Oi (Telemar), que formalizaram a parceria.

Rui Costa diz que o Fundo de Cultura financiava ações de Estado e isso mudou a partir de 2007, quando as verbas passaram a financiar projetos da sociedade civil. Ele também disse que, para melhorar os índices de segurança pública, “mais do que investir em construção de presídios, é fundamental investir em projetos culturais e educacionais”.

O governador ressaltou que são dez anos de evolução a cada ano, seja no valor, seja na forma de aplicar os recursos. Segundo Rui, o Estado, progressivamente, “foi abrindo mão de ser a maioria no Conselho [de Cultura] e abrindo mão de utilizar esse recurso para financiar as atividades culturais do Estado, para que financie as iniciativas do mundo cultural, das associações de artistas, [entre outras]”.

FOMENTO À CULTURA

Por meio do Fundo de Cultura, o governo estadual abre mão de parte do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que seria paga pela Coelba e Oi, para o repasse direto ao FCBA. Desta forma, a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA) destinará R$ 56 milhões a ações do FCBA, que comemora uma década de criação em 2015.

Durante o evento, o presidente da Coelba, José Roberto Bezerra de Medeiros, anunciou que vai apoiar o Governo da Bahia na segunda etapa da reforma do Teatro Castro Alves (TCA). De acordo com o governador, outras empresas da iniciativa privada serão convidadas para serem parceiras do Estado.

Diversos projetos culturais desenvolvidos na Bahia só puderam ser viabilizados com o apoio financeiro do Fundo de Cultura, patrocínio cultural do Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura (Secult) e a Sefaz-BA. Em dez anos, o fundo evoluiu de 30 projetos, apoiados em 2005, para a média de 280 projetos selecionados anualmente no período de 2007 a 2014, de acordo com o governo.

Entre os grupos musicais apoiados pelo FCBA está o Ganhadeiras de Itapuã, vencedor do 26º Prêmio da Música Popular Brasileira, na categoria Melhor Álbum Regional, lançado em 2014.

A companhia de circo Nariz de Cogumelo, uma das referências em palhaçaria na arte de rua na capital baiana, e a Orquestra Santo Antônio, do município de Conceição do Coité, também foram apoiadas pelo FCBA. Os três se apresentaram no Palácio Rio Branco, durante o evento que marcou a renovação do Fundo de Cultura.

:: LEIA MAIS »

ZONA SUL E CENTRO DE ILHÉUS FICAM SEM ENERGIA ELÉTRICA; COELBA PROMETE SOLUÇÃO ATÉ AS 14H

vela apagãoVárias localidades de Ilhéus estão sem energia elétrica desde as 2h10min desta terça-feira (26). As regiões mais afetadas são a Zona Sul, Avenida Itabuna e Conquista.

Consumidores que acionam a Coelba reclamam da falta de informação dos atendentes. “Eles não sabem dizer o que houve. Apenas informam que existem equipes em campo e não há prazo para voltar”.

COELBA PROMETE SOLUÇÃO ATÉ AS 14H

A Coelba emitiu nota, há pouco, em que reforça que equipes estão trabalhando para restabelecer o fornecimento de energia “na Orla Sul, bairros da Zona Sul e centro de Ilhéus”.

De acordo com a nota, a previsão é de que o serviço seja normalizado até as 14 horas desta terça. “A Coelba lamenta a falta de energia e coloca-se à disposição para esclarecimentos necessários”.

A companhia de eletricidade não informa o que teria interrompido o fornecimento de luz elétrica no município.

SOFRIMENTO NA FILA DA COELBA

Consumidores enfrentam via-crúcis em escritório da Coelba (Foto do Leitor).

Consumidores enfrentam via-crúcis em escritório da Coelba (Foto do Leitor).

Consumidores que estiveram no escritório local da Coelba depararam com uma fila padrão SUS, nesta tarde. Esta fila acima é a da triagem. É grande a reclamação por causa da longa espera. A foto foi enviada por um leitor – e vítima.

MORADORES DO VILA ZARA CRITICAM COELBA

Energia elétrica Vila ZaraUm serviço de manutenção na rede de energia elétrica deixou os moradores do Vila Zara, em Itabuna, por quase cinco horas neste domingo (26). A manutenção na rede começou por volta das 10h30min e terminou às 15h10min, de acordo com as vítimas.

Os moradores reconhecem a necessidade de melhorias na rede, mas a bronca contra a Coelba é por outro motivo: falta de aviso. Sem saber que não o fornecimento de energia seria suspenso, não puderam se precaver.

Fica o alerta para a companhia de eletricidade. Se houve aviso, poucos da Vila Zara souberam. A crítica foi geral, assim como os “elogios” à empresa.

NOVO REAJUSTE DA CONTA DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRA EM VIGOR

conta de energia coelbaComeçou a valer hoje (22) o novo reajuste da conta de energia elétrica para consumidores baianos. O reajuste, autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), atinge 10,45% para consumidores residenciais e 13,34% para os consumidores comerciais e industriais.

Outro reajuste – 5,4% na média, havia sido autorizado à Coelba e entrou em vigor em 2 de março, concedido pela Aneel diante de “risco de desequilíbrio” financeiro para as 58 das 63 companhias de eletricidade.

O consumidor que pagava média de R$ 100,00 na conta de energia em fevereiro, passou a R$ 105,40 em abril. Com o novo aumento, a conta ultrapassará os R$ 116,00 em maio, a depender do dia do vencimento da fatura. O valor também pode ser maior ou menor, a depender da bandeira tarifária em vigor (se vermelha, fica ainda mais cara).

COELBA REAJUSTARÁ TARIFA EM 10,4%

conta de energia coelbaDo Correio24h

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta quarta-feira (14) o reajuste para consumidores residenciais de 10,45% na tarifa da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba). Os novos valores começarão a ser aplicados a partir da quarta-feira (22).

Os novos valores vão atingir 5,5 milhões de unidades consumidoras – entre casas, indústrias e pontos comerciais – em 415 municípios baianos. Para residências e comércio (baixa tensão), o reajuste será de 10,45%. Para a indústria (alta tensão), o aumento será de 13,34%.

O reajuste foi aprovado após cálculo que considerou o aumento do custo de distribuição gerado pela inflação e de outros índices e encargos do setor. O reajuste foi aprovado durante Reunião Pública.

Em março, a conta de luz já havia ficado mais cara após revisão tarifária extraordinária aprovada pela Aneel para 58 concessionárias. Na Bahia, a Coelba teve reajuste de 5,4%.

A revisão extraordinária está prevista nos contratos de concessão das distribuidoras, e permite que a Aneel revise as tarifas para manter o equilíbrio econômico e financeiro do contrato.

CONTA DE LUZ TERÁ REAJUSTE DE 4,6% NA BAHIA

conta de energia coelbaAs contas de energia elétrica terão índice médio de reajuste de 5,4% na Bahia a partir da próxima segunda-feira (2), quando começa a vigorar a revisão extraordinária aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta sexta-feira (27). Ao todo, a Aneel autorizou o reajuste das tarifas de 58 das 63 distribuidoras de energia do país. No Brasil inteiro, o reajuste é de, em média, 23,4%.

De acordo com a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), para os clientes de baixa tensão (residenciais), que representam 99% dos consumidores baianos, o percentual médio de aumento a ser aplicado é de 4,6%. Já os consumidores industriais e comerciais de médio e grande porte terão um reajuste médio nas contas de 6,9%. Do G1.

 

FALTA DE ENERGIA ELÉTRICA DEIXA PARTE DE ILHÉUS SEM ÁGUA

aguatorneiraParte de Ilhéus está sem água nesta manhã de terça-feira (9) por causa da falta de energia elétrica nas estações de captação do Iguape e de tratamento de água (ETAs) no Distrito e no Centro. De acordo com a assessoria da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), 21 bairros e regiões foram afetados do município.

As localidades atingidas são Iguape, Savoia, Barra, Malhado, Alto Nerival, Alto Soledade, São Miguel, São Domingos, centro, Conquista, Pacheco, Oiteiro de São Sebastião, avenida Esperança, avenida Princesa Isabel, Malhado, Alto do Amparo, Alto da Legião, Alto do Coqueiro, Banco da Vitória, Vila Cachoeira e Salobrinho.

A previsão é de que o abastecimento de água seja regularizado em até 24 horas. Apenas consumidores que não têm boa reserva de água ficarão sem o produto, temporariamente.

COM 37%, TELEFONIA LIDERA QUEIXAS NO PROCON EM ITABUNA

boca_no_tromboneAs empresas de telefonia são as campeãs de queixas de consumidores em Itabuna.

De acordo com levantamento do Procon, 37% das 2.412 queixas e reclamações envolvem os serviços de telefonia móvel e fixa e internet.

Bancos e financeiras vêm em seguida, com 18%.

As lojas de móveis e eletroeletrônicos aparecem com 13% e os prestadores de serviço privado representam 8%, enquanto a Coelba é alvo de 6%.

O Procon de Itabuna está funcionando na Praça Olinto Leone, antigo prédio da Justiça Eleitoral.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia