WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
iptu pm itabuna
FTC


dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias


:: ‘Coelba’

COMÉRCIO DA JURACY MAGALHÃES RECLAMA DE MANUTENÇÃO SEM AVISO DA COELBA

Donos de empresas situadas na Avenida Juracy Magalhães, na região do Bairro de Fátima, reclamam que estão sem energia elétrica desde as 8h30min desta quinta-feira, 9. A Coelba, por meio da terceirizada Meta, iniciou manutenção da rede de energia que abastece a artéria comercial e os supermercados Makro e Atacadão, mas acabou deixando residências e casas comerciais no escuro e no prejuízo, conforme alegam.

O empresário Edilson Guimarães afirma que não houve aviso prévio por parte da concessionária de energia elétrica. “Quem tem negócios nessa região da cidade está sofrendo prejuízos porque não houve nenhum tipo de aviso”, reforça.

De acordo com funcionários da Meta, a manutenção na rede visa reduzir o número de quedas de energia na região do Makro e Atacadão, situados no quilômetr0 24 da BR-415 (Rodovia Ilhéus-Itabuna).

COELBA DEVOLVE “DINDIN” DE CLIENTE

Há quase dez dias este blog mostrou o caso de Risomar Lima, cliente que se sentiu lesado pela Coelba (relembre o caso aqui). A companhia de eletricidade fez a vistoria e reconheceu o equívoco na leitura de consumo de energia elétrica nos meses iniciais de 2012.

A diferença entre o que foi à conta e o realmente consumido foi superior a 200 kw/h (algo em torno de R$ 120,00, a depender do tipo e localização do imóvel).

Reconhecido o erro, a unidade gestora da Coelba se comprometeu a restituir o cliente. Explica Carlos Morais, da unidade em Itabuna:

“Como o cliente já efetuou pagamento das referidas contas, será gerado um crédito que poderá ser utilizado para quitar as próximas faturas de energia ou ser reembolsado conforme opção do consumidor”.

GATUNAGEM

O representante comercial Risomar Lima, de Itabuna, tomou um susto ao comparar a conta de energia elétrica do imóvel que reside e o que efetivamente consumiu nos últimos dois meses.

Enquanto o contador apontava consumo real de energia de 13.131 kw/h até a última quarta-feira (23), a leitura feita pela Coelba um mês antes, no dia 27 de abril, era de 13.360 kw/h, diferença de mais de 200 kw/h.

Outra surpresa se deu ao analisar a conta do mês anterior, que apontava 13.158 kw/h, superior até ao apontado na conta da última quarta. Risomar registrou a gatunagem mansa em fotos e agora exige explicação convincente da Coelba.

O medidor em foto da última quarta, 23, e a leitura feita um mês atrás (dia 27 de abril). Risomar desconfia que foi roubado pela Coelba e quer explicações.

COELBA AMEAÇA CORTAR ENERGIA ELÉTRICA DO HOSPITAL DE BASE

Hospital de Base pode ficar às escuras.

A Coelba enviou ofícios à Prefeitura de Itabuna, Câmara de Vereadores e Justiça informando que deu 15 dias de prazo à gestão do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem) para que negocie as contas em atraso.

De acordo com a direção da companhia de eletricidade, o Hospital de Base não paga as contas de energia desde novembro do ano passado. São sete meses em atraso e um “papagaio” de R$192.529,78.

Se não pagar dentro de 15 dias, o alicate come…

COELBA CORTA ENERGIA ELÉTRICA DE PRÉDIO DA VIGILÂNCIA À SAÚDE

Prefeitura dá calote e Coelba corta energia da Vigilância.

A prefeitura de Itabuna alugou prédio na avenida Manoel Chaves, no São Caetano, para instalar o Departamento de Vigilância à Saúde. Hoje, homens da Coelba fizeram uma visitinha à vigilância.

Apresentaram a ordem para cortar o fornecimento de energia elétrica ao prédio por falta de pagamento e acionaram o velho alicatão, deixando tudo às escuras. As contas do edifício são pagas pela Secretaria Municipal de Saúde. O secretário Geraldo Magela bem que poderia explicar mais esse vexame…

BREU NA CÂMARA: COELBA SE EXIME DE CULPA

Plenário às escuras na sessão da terça, 10 (foto Luiz Conceição/Pimenta).

A Câmara de Vereadores de Itabuna está sem energia elétrica há três dias e o gestor de atendimento da Coelba no sul da Bahia, Carlos Morais, diz que o problema foi causado por equipamento utilizado pelo legislativo. Segundo ele, não houve qualquer falha na rede elétrica da Coelba que atende à Câmara. Técnicos da empresa prestaram as informações necessárias para que a energia por lá seja estabelecida o quanto antes, de acordo com Morais.

A escuridão atinge também os arredores do Espaço Cultural Josué Brandão, prédio que abriga o legislativo. Desde a terça, 10, aquela região está no breu. Quem faz a festa são os usuários de drogas que perambulam no maconhódromo no qual se transformou a região da Praça Rio Cachoeira, à noite.

COELBA DESMENTE PANE ELÉTRICA NA ESTAÇÃO DA EMASA

A direção da Coelba desmentiu, em nota enviada ao PIMENTA, o presidente da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), Geraldo Briglia, sobre a causa da falta de água em Itabuna na semana passada.

Briglia afirmou que a suspensão no abastecimento ocorreu por causa de uma “pane elétrica”. De acordo com o gestor local da Coelba, Carlos Morais, não ocorreu a tal pane. A interrupção, disse, foi programada pela Emasa.

“A interrupção no fornecimento de energia registrada na última quarta-feira (21), das 18h07min às 21h, na unidade Rio do Braço, aconteceu por solicitação da própria Emasa para realização de serviços de manutenção em suas instalações”, explica o gestor local da Coelba.

COELBA PREJUDICA COMÉRCIO DO CONCEIÇÃO

Comerciantes e moradores de parte do bairro Conceição, em Itabuna, além de motoristas, tiveram prejuízos em suas atividades com a interrupção no fornecimento de energia elétrica entre as 12h20min e às 13h29min desta sexta-feira, 16. Sinais de trânsito ficaram às escuras na hora do “rush” em que crianças e adolescentes deixam as escolas rumo às suas residências.

Panificadores do bairro foram os que mais reclamaram pela hora de atraso no processamento industrial de massas para pães, biscoitos e bolos.  Reclamações pelo 0800 da concessionária Coelba e mesmo à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nada adiantam. As interrupções de energia elétrica têm sido recorrentes, a concessionária não presta nenhum tipo de informação aos seus clientes e nem a Aneel ou mesmo a agência reguladora da Bahia, Agerba.

PROCON APONTA COELBA COMO CAMPEÃ DE QUEIXAS DO CONSUMIDOR

A Coelba foi a empresa com o maior número de reclamações no ano passado ao Procon-BA, com 743 registros, segundo dados do Cadastro de Reclamações Fundamentadas 2011, divulgado nesta quinta-feira (15), Dia Mundial dos Direitos do Consumidor.

A cobrança indevida foi um dos motivos mais recorrentes das queixas dos consumidores. O ranking é seguido, nesta ordem, pelas empresas OI, Lojas Insinuante, Ricardo Eletro e a Multibrás Unidade de Eletrodomésticos.

– Esperamos que com o lançamento deste Cadastro, as empresas se sintam constrangidas e passem, com isso, a respeitar os direitos dos seus consumidores -, afirma o chefe de Gabinete da secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Samuel Soares, que representava o secretário Almiro Sena, durante o lançamento. Informações do Correio.

“FELINOS” NA PONTA DA TULHA

Além de não investir para melhorar a rede elétrica na zona norte de Ilhéus, a Coelba também está falhando na fiscalização dos furtos de energia, que ocorrem exacerbadamente nessa época do ano.

Segundo moradores da Ponta da Tulha, os chamados capeteiros têm ocupado a área com um grande número de barracas, puxando fios diretamente da rede de iluminação pública ou de residências.

O aumento do consumo de energia na região, lotada de veranistas, causa apagões quase diários.

RÉVEILLON DO FIFÓ

Para quem não sabe, isso é um fifó

Faltar luz nas comunidades da zona norte ilheense é algo muito comum nessa época do ano, quando as casas de veraneio estão ocupadas e o consumo de energia vai às alturas. A Coelba sabe disso, mas não toma as providências necessárias para que a rede suporte a demanda.

O problema mais recente ocorreu no dia 31 de dezembro. Quem se encontrava em áreas como as da Ponta da Tulha e do Mamoan por muito pouco não foi obrigado a recorrer à luz de velas ou de fifós para enxergar os parentes e amigos e cumprimentá-los pela chegada de 2012.

Segundo um proprietário de casa na Tulha, faltou energia por volta das 19 horas e o restabelecimento se deu por volta das 23 horas, quando todos já haviam providenciado alguma alternativa para não ficar no escuro.

A instabilidade do serviço continua em toda aquela área, que também inclui os condomínios Mar e Sol e Joia do Atlântico, além de loteamentos que estão cheios de veranistas.

300 MIL CLIENTES DA COELBA PERDERÃO DIREITO À TARIFA SOCIAL

Cerca de 300 mil clientes da Coelba na Bahia perderão o direito à tarifa social, que lhes assegura descontos de até 65% na conta de energia elétrica. A perda do benefício vai atingir os consumidores que não atenderam o chamado para se recadastrar junto à empresa, o que deveria ter sido feito até agosto último.

Somente em Itabuna e Ilheus, 9,8 mil famílias ficarão com as contas mais caras já a partir deste mês. De acordo com o gestor da unidade de atendimento da Coelba em Itabuna, Carlos Humberto Morais, a convocação para o recadastramento começou em novembro do ano passado.

A retirada do benefício alcança este mês as famílias que têm consumo mensal acima de 65 Kwh. Aquelas que têm consumo inferior, mas acima de 40 Kwh, deverão se recadastrar até o final de setembro, caso contrário receberão a conta mais salgada já a partir do mês seguinte.

O gestor explica que o recadastramento foi determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

ALGUÉM PODE ARRUMAR UM FIFÓ?

Prefeitura de Itacaré sem energia

O atraso no pagamento das contas fez com que a Coelba determinasse o corte do fornecimento de energia elétrica à sede da Prefeitura de Itacaré. Consta que o débito acumulado pelo município já ultrapassa R$ 200 mil e o prefeito Tonho de Anízio (PCdoB) afirma que as condições do caixa não permitem sanar a inadimplência.

Depois que a Coelba acionou o alicate, somente as Secretarias que funcionam fora do Centro Administrativo permanecem com expediente normal. Outros setores, como o de Tributos, suspenderam os serviços.

Segundo Anízio, a impossibilidade de pagar as contas de luz se deve à “queda na arrecadação”. O prefeito também responsabiliza a “gestão anterior” por ter deixado um passivo elevado junto à Coelba.

SEQUESTRADOR TINHA INTENÇÃO DE MATAR FUNCIONÁRIA DA COELBA

O adolescente que sequestrou uma funcionária da Coelba ontem à noite no bairro Castália, em Itabuna, tem apenas 16 anos, mas já responde por cinco mortes, dez tentativas de assassinato e assaltos a mão armada.

À polícia, o adolescente afirmou que estava disposto a matar Maria Luiza Nóbrega quando ela conseguiu fugir do carro, próximo a um de gasolina às margens da BR-101, em Buerarem, no momento em que ligariam para a família da vítima para pedir resgate.

Apreendido hoje, o infrator disse que iria exigir R$ 10 mil. Com o dinheiro, disse, iria fazer a cirurgia de um dos olhos, afetado por um tiro sofrido em assalto praticado há oito meses.

O adolescente ainda atirou contra um policial em Buerarema, sendo dominado e apreendido porque o revólver que usava tinha três balas e falhou na tentativa de disparo, conforme o delegado regional Moisés Damasceno disse em entrevista.

Meses depois da apreensão de um jovem de 15 anos que matava por encomenda, o adolescente-sequestrador disse que também executava a mando do tráfico. Ele estaria no crime desde os 10 anos. Maria Luiza Nóbrega viveu novamente.

Leia mais

LUZ DE VELAS

O prefeito afastado de Ubatã, Agilson Muniz, saiu da sessão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), ao final desta tarde, direto para um supermercado com a missão de comprar uma carreta de vela de sete dias. Era uma estocada no prefeito de plantão, Edson Neves (DEM), que deu calote na Coelba. A empresa de energia elétrica não teve outra saída: cortou a luz do estádio, mercado municipal, sede da prefeitura e até do matadouro.

A propósito, apesar da votação estar 4 a 1 pelo retorno do prefeito eleito, o TRE decidirá apenas na próxima terça (19) se  Agilson volta ou Edson fica no cargo.

A votação foi retomada hoje com o voto do juiz Renato Reis, mas foi imediatamente suspensa porque Cássio Barbosa Miranda pediu vista, mas com a promessa de votar na terça que vem.

COELBA NO SANTA INÊS

A Coelba decidiu ampliar em uma semana a permanência de sua unidade móvel no bairro Santa Inês, em Itabuna. No veículo, são recebidos pedidos de religação, segunda via de conta, ligação nova, inspeção, parcelamento de débitos e inscrição na Tarifa Social Baixa Renda.

A unidade ficará estacionada na praça do bairro, em frente à igreja católica, desta segunda-feira, 13, até sexta, 16, com horário de atendimento das 8 horas às 16h30min.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia