WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
ftc


janeiro 2017
D S T Q Q S S
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias


:: ‘Coelba’

GATUNAGEM

O representante comercial Risomar Lima, de Itabuna, tomou um susto ao comparar a conta de energia elétrica do imóvel que reside e o que efetivamente consumiu nos últimos dois meses.

Enquanto o contador apontava consumo real de energia de 13.131 kw/h até a última quarta-feira (23), a leitura feita pela Coelba um mês antes, no dia 27 de abril, era de 13.360 kw/h, diferença de mais de 200 kw/h.

Outra surpresa se deu ao analisar a conta do mês anterior, que apontava 13.158 kw/h, superior até ao apontado na conta da última quarta. Risomar registrou a gatunagem mansa em fotos e agora exige explicação convincente da Coelba.

O medidor em foto da última quarta, 23, e a leitura feita um mês atrás (dia 27 de abril). Risomar desconfia que foi roubado pela Coelba e quer explicações.

COELBA AMEAÇA CORTAR ENERGIA ELÉTRICA DO HOSPITAL DE BASE

Hospital de Base pode ficar às escuras.

A Coelba enviou ofícios à Prefeitura de Itabuna, Câmara de Vereadores e Justiça informando que deu 15 dias de prazo à gestão do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem) para que negocie as contas em atraso.

De acordo com a direção da companhia de eletricidade, o Hospital de Base não paga as contas de energia desde novembro do ano passado. São sete meses em atraso e um “papagaio” de R$192.529,78.

Se não pagar dentro de 15 dias, o alicate come…

COELBA CORTA ENERGIA ELÉTRICA DE PRÉDIO DA VIGILÂNCIA À SAÚDE

Prefeitura dá calote e Coelba corta energia da Vigilância.

A prefeitura de Itabuna alugou prédio na avenida Manoel Chaves, no São Caetano, para instalar o Departamento de Vigilância à Saúde. Hoje, homens da Coelba fizeram uma visitinha à vigilância.

Apresentaram a ordem para cortar o fornecimento de energia elétrica ao prédio por falta de pagamento e acionaram o velho alicatão, deixando tudo às escuras. As contas do edifício são pagas pela Secretaria Municipal de Saúde. O secretário Geraldo Magela bem que poderia explicar mais esse vexame…

BREU NA CÂMARA: COELBA SE EXIME DE CULPA

Plenário às escuras na sessão da terça, 10 (foto Luiz Conceição/Pimenta).

A Câmara de Vereadores de Itabuna está sem energia elétrica há três dias e o gestor de atendimento da Coelba no sul da Bahia, Carlos Morais, diz que o problema foi causado por equipamento utilizado pelo legislativo. Segundo ele, não houve qualquer falha na rede elétrica da Coelba que atende à Câmara. Técnicos da empresa prestaram as informações necessárias para que a energia por lá seja estabelecida o quanto antes, de acordo com Morais.

A escuridão atinge também os arredores do Espaço Cultural Josué Brandão, prédio que abriga o legislativo. Desde a terça, 10, aquela região está no breu. Quem faz a festa são os usuários de drogas que perambulam no maconhódromo no qual se transformou a região da Praça Rio Cachoeira, à noite.

COELBA DESMENTE PANE ELÉTRICA NA ESTAÇÃO DA EMASA

A direção da Coelba desmentiu, em nota enviada ao PIMENTA, o presidente da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), Geraldo Briglia, sobre a causa da falta de água em Itabuna na semana passada.

Briglia afirmou que a suspensão no abastecimento ocorreu por causa de uma “pane elétrica”. De acordo com o gestor local da Coelba, Carlos Morais, não ocorreu a tal pane. A interrupção, disse, foi programada pela Emasa.

“A interrupção no fornecimento de energia registrada na última quarta-feira (21), das 18h07min às 21h, na unidade Rio do Braço, aconteceu por solicitação da própria Emasa para realização de serviços de manutenção em suas instalações”, explica o gestor local da Coelba.

COELBA PREJUDICA COMÉRCIO DO CONCEIÇÃO

Comerciantes e moradores de parte do bairro Conceição, em Itabuna, além de motoristas, tiveram prejuízos em suas atividades com a interrupção no fornecimento de energia elétrica entre as 12h20min e às 13h29min desta sexta-feira, 16. Sinais de trânsito ficaram às escuras na hora do “rush” em que crianças e adolescentes deixam as escolas rumo às suas residências.

Panificadores do bairro foram os que mais reclamaram pela hora de atraso no processamento industrial de massas para pães, biscoitos e bolos.  Reclamações pelo 0800 da concessionária Coelba e mesmo à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nada adiantam. As interrupções de energia elétrica têm sido recorrentes, a concessionária não presta nenhum tipo de informação aos seus clientes e nem a Aneel ou mesmo a agência reguladora da Bahia, Agerba.

PROCON APONTA COELBA COMO CAMPEÃ DE QUEIXAS DO CONSUMIDOR

A Coelba foi a empresa com o maior número de reclamações no ano passado ao Procon-BA, com 743 registros, segundo dados do Cadastro de Reclamações Fundamentadas 2011, divulgado nesta quinta-feira (15), Dia Mundial dos Direitos do Consumidor.

A cobrança indevida foi um dos motivos mais recorrentes das queixas dos consumidores. O ranking é seguido, nesta ordem, pelas empresas OI, Lojas Insinuante, Ricardo Eletro e a Multibrás Unidade de Eletrodomésticos.

– Esperamos que com o lançamento deste Cadastro, as empresas se sintam constrangidas e passem, com isso, a respeitar os direitos dos seus consumidores -, afirma o chefe de Gabinete da secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Samuel Soares, que representava o secretário Almiro Sena, durante o lançamento. Informações do Correio.

“FELINOS” NA PONTA DA TULHA

Além de não investir para melhorar a rede elétrica na zona norte de Ilhéus, a Coelba também está falhando na fiscalização dos furtos de energia, que ocorrem exacerbadamente nessa época do ano.

Segundo moradores da Ponta da Tulha, os chamados capeteiros têm ocupado a área com um grande número de barracas, puxando fios diretamente da rede de iluminação pública ou de residências.

O aumento do consumo de energia na região, lotada de veranistas, causa apagões quase diários.

RÉVEILLON DO FIFÓ

Para quem não sabe, isso é um fifó

Faltar luz nas comunidades da zona norte ilheense é algo muito comum nessa época do ano, quando as casas de veraneio estão ocupadas e o consumo de energia vai às alturas. A Coelba sabe disso, mas não toma as providências necessárias para que a rede suporte a demanda.

O problema mais recente ocorreu no dia 31 de dezembro. Quem se encontrava em áreas como as da Ponta da Tulha e do Mamoan por muito pouco não foi obrigado a recorrer à luz de velas ou de fifós para enxergar os parentes e amigos e cumprimentá-los pela chegada de 2012.

Segundo um proprietário de casa na Tulha, faltou energia por volta das 19 horas e o restabelecimento se deu por volta das 23 horas, quando todos já haviam providenciado alguma alternativa para não ficar no escuro.

A instabilidade do serviço continua em toda aquela área, que também inclui os condomínios Mar e Sol e Joia do Atlântico, além de loteamentos que estão cheios de veranistas.

300 MIL CLIENTES DA COELBA PERDERÃO DIREITO À TARIFA SOCIAL

Cerca de 300 mil clientes da Coelba na Bahia perderão o direito à tarifa social, que lhes assegura descontos de até 65% na conta de energia elétrica. A perda do benefício vai atingir os consumidores que não atenderam o chamado para se recadastrar junto à empresa, o que deveria ter sido feito até agosto último.

Somente em Itabuna e Ilheus, 9,8 mil famílias ficarão com as contas mais caras já a partir deste mês. De acordo com o gestor da unidade de atendimento da Coelba em Itabuna, Carlos Humberto Morais, a convocação para o recadastramento começou em novembro do ano passado.

A retirada do benefício alcança este mês as famílias que têm consumo mensal acima de 65 Kwh. Aquelas que têm consumo inferior, mas acima de 40 Kwh, deverão se recadastrar até o final de setembro, caso contrário receberão a conta mais salgada já a partir do mês seguinte.

O gestor explica que o recadastramento foi determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

ALGUÉM PODE ARRUMAR UM FIFÓ?

Prefeitura de Itacaré sem energia

O atraso no pagamento das contas fez com que a Coelba determinasse o corte do fornecimento de energia elétrica à sede da Prefeitura de Itacaré. Consta que o débito acumulado pelo município já ultrapassa R$ 200 mil e o prefeito Tonho de Anízio (PCdoB) afirma que as condições do caixa não permitem sanar a inadimplência.

Depois que a Coelba acionou o alicate, somente as Secretarias que funcionam fora do Centro Administrativo permanecem com expediente normal. Outros setores, como o de Tributos, suspenderam os serviços.

Segundo Anízio, a impossibilidade de pagar as contas de luz se deve à “queda na arrecadação”. O prefeito também responsabiliza a “gestão anterior” por ter deixado um passivo elevado junto à Coelba.

SEQUESTRADOR TINHA INTENÇÃO DE MATAR FUNCIONÁRIA DA COELBA

O adolescente que sequestrou uma funcionária da Coelba ontem à noite no bairro Castália, em Itabuna, tem apenas 16 anos, mas já responde por cinco mortes, dez tentativas de assassinato e assaltos a mão armada.

À polícia, o adolescente afirmou que estava disposto a matar Maria Luiza Nóbrega quando ela conseguiu fugir do carro, próximo a um de gasolina às margens da BR-101, em Buerarem, no momento em que ligariam para a família da vítima para pedir resgate.

Apreendido hoje, o infrator disse que iria exigir R$ 10 mil. Com o dinheiro, disse, iria fazer a cirurgia de um dos olhos, afetado por um tiro sofrido em assalto praticado há oito meses.

O adolescente ainda atirou contra um policial em Buerarema, sendo dominado e apreendido porque o revólver que usava tinha três balas e falhou na tentativa de disparo, conforme o delegado regional Moisés Damasceno disse em entrevista.

Meses depois da apreensão de um jovem de 15 anos que matava por encomenda, o adolescente-sequestrador disse que também executava a mando do tráfico. Ele estaria no crime desde os 10 anos. Maria Luiza Nóbrega viveu novamente.

Leia mais

LUZ DE VELAS

O prefeito afastado de Ubatã, Agilson Muniz, saiu da sessão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), ao final desta tarde, direto para um supermercado com a missão de comprar uma carreta de vela de sete dias. Era uma estocada no prefeito de plantão, Edson Neves (DEM), que deu calote na Coelba. A empresa de energia elétrica não teve outra saída: cortou a luz do estádio, mercado municipal, sede da prefeitura e até do matadouro.

A propósito, apesar da votação estar 4 a 1 pelo retorno do prefeito eleito, o TRE decidirá apenas na próxima terça (19) se  Agilson volta ou Edson fica no cargo.

A votação foi retomada hoje com o voto do juiz Renato Reis, mas foi imediatamente suspensa porque Cássio Barbosa Miranda pediu vista, mas com a promessa de votar na terça que vem.

COELBA NO SANTA INÊS

A Coelba decidiu ampliar em uma semana a permanência de sua unidade móvel no bairro Santa Inês, em Itabuna. No veículo, são recebidos pedidos de religação, segunda via de conta, ligação nova, inspeção, parcelamento de débitos e inscrição na Tarifa Social Baixa Renda.

A unidade ficará estacionada na praça do bairro, em frente à igreja católica, desta segunda-feira, 13, até sexta, 16, com horário de atendimento das 8 horas às 16h30min.

UNIDADE MÓVEL DA COELBA NO SANTA INÊS

A Coelba estará com sua unidade móvel no bairro Santa Inês, em Itabuna, desta terça-feira, 7, até sexta, dia 10. O serviço visa facilitar a solicitação de parcelamento de débitos, inspeção, novas ligações, segunda via de conta, religação e cadastramento na Tarifa Social Baixa Renda.

A Agência Móvel da Coelba estará na praça do bairro, em frente à Igreja Católica, atendendo no horário das 8h30min às 16h30min.

RACIONAMENTO À VISTA

Itabuna deve enfrentar problemas com o abastecimento de água nos próximos dias. Quem avisa é o presidente da Emasa, Alfredo Melo, que  novamente responsabiliza a Coelba.

Segundo Melo, houve diversas interrupções no fornecimento de energia elétrica para a estação de bombeamento de água de Rio do Braço, entre as 21 horas de ontem e as 11 horas deste domingo, 22. Para complicar, também faltou energia na unidade de captação do Rio Cachoeira, que funciona no bairro de Ferradas. Neste caso, a falha ocorreu das 10 às 13 horas de hoje.

O presidente avisa que, em virtude da paralisação, levará um tempo até que o sistema seja regularizado. A situação prejudica principalmente os usuários que possuem pequenos reservatórios.

CONSTRANGIMENTO EM AUDIÊNCIA DO PPA

Plenária lotada, falta de energia e um calor dos infernos (Foto J. Bahia Online).

As quedas de energia elétrica e os apagões mais do que constantes em Ilhéus causaram constrangimento a secretários estaduais, no sábado, durante a plenária litoral sul do Plano Plurianual (PPA).

Sem energia elétrica, os secretários estaduais Zezéu Ribeiro (Planejamento) e Domingos Leonelli (Turismo) ficaram sem sistema de som e tiveram que levar o evento “no gogó”, para uma plenária lotada.

E sem energia elétrica, o sistema de ar-condicionado também não funcionou. Assim, os digníssimos secretários puderam averiguar a qualidade do serviço que vem sendo prestado pela Coelba por essas bandas nos últimos tempos…



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia