WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





junho 2018
D S T Q Q S S
« maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: ‘Coelba’

COMUNIDADE ESTÁ HÁ 10 DIAS SEM LUZ E RECLAMA DA COELBA

A comunidade rural da região do Serrado, Ribeirão Seco, Vila do Sol e Alto Bonito, nos municípios de Ilhéus e Itabuna, está desde a quarta-feira da semana passada (dia 7) sem energia elétrica. Os prejuízos são grandes para pequenos e médios produtores, que reclamam do atendimento 0800 da Coelba.

O produtor João Edvaldo diz que há dez dias entra em contato com o atendimento da companhia de eletricidade e ouve sempre a promessa de que o serviço será restabelecido e uma equipe será enviada imediatamente. “Só se for montada numa preguiça”, ironiza o produtor. “São trabalhadores perdendo todo alimento perecível”, lembrou. Os trabalhadores haviam acabado de fazer a feira do mês.

São 450 famílias atingidas pela falta de energia elétrica. O Pimenta entrou em contato com a gestora regional da Coelba, Sheyla Silva. Ela garantiu que o departamento de comunicação institucional da empresa retornaria até o final da manhã. Ainda aguardamos a resposta da Coelba.

MORADORES DE LOTEAMENTO SOFREM COM A COELBA

Proprietários de imóveis do loteamento Bom Jesus, situado no quilômetro 22 da rodovia Ilhéus – Itacaré, estão no time dos que vivem tendo prejuízos por conta do serviço deficiente da Coelba.

No loteamento existem cerca de mil residências e apenas dois transformadores dão conta de toda a carga de energia. Em razão disso, as quedas no fornecimento são frequentes, causando danos em equipamentos e perda de produtos que dependem de refrigeração.

Segundo dados da Aneel, ao longo do ano passado Ilhéus acumulou uma média de 34 horas  sem energia. É a pior marca em todo o Estado.

DEPUTADO DENUNCIA COELBA À ANEEL

O serviço ruim da Coelba levou o deputado Colbert Martins (PMDB) a pedir providências à Agência Nacional de Energia Elétrica. Colbert justificou a queixa citando especificamente o caso de Salvador, já que alguns bairros da capital chegaram a enfrentar esta semana mais de 48 horas de sucessivas quedas de energia.

Além da deficiência no serviço que lhe é próprio, a concessionária também falha na satisfação aos clientes. O atendimento telefônico gratuito é um verdadeiro suplício, exigindo paciência de Jó de quem se arrisca a fazer alguma reclamação.

Só faltou o deputado acrescentar que o problema não se restringe a Salvador. Ocorre em toda a Bahia.

30 HORAS!

Não é título de filme de suspense nem tradicional liquidação de um shopping itabunense. 3o horas foi o tempo que a Coelba levou para restabelecer a energia elétrica no balneário de Olivença, em Ilhéus, que ficou sem energia das 17h da quarta-feira, 7, às 23h de ontem.

Uma das vítimas, Georgia Vello anota: “engraçado que depois das 21h de quarta parou de chover e não sei porque razão demoraram tanto para restabelecer a energia”. Ainda ontem à tarde, a Coelba enviou nota afirmando que a falta de energia em várias localidades do sul do estado tem um culpado: a chuva!

INCOMUNICÁVEL E SEM LUZ

Não bastassem o caos administrativo e o conflito por terra, a sofrida Buerarema está sem energia elétrica desde as 19h de ontem. Celulares e telefones fixos estão mudinhos.

O comércio chia contra a Coelba e companhias telefônicas. Os prejuízos têm sido constantes, reclamam empresários, por conta das quedas sucessivas de energia.

A CULPA É DA PIPA

Quanto à nota “Coelba deixa consumidores na mão”, a assessoria da empresa afirma que a interrupção no fornecimento de energia elétrica em algumas áreas de Itabuna foi provocado por uma linha de “pipa’ (arraia).

A interrupção, segundo a empresa, ocorreu às 14h05min e foi restabelecida, completamente, às 17h55min. A assessoria de comunicação institucional da empresa lembra que empinar pipas próximo a rede elétrica também pode provocar acidentes. Tá bom…

“APAGÃO” ATINGE 6 MUNICÍPIOS

A Coelba não tem previsão de quando será restabelecida a energia elétrica para cinco municípios sul-baianos. Ibicaraí, Buerarema, Itaju do Colônia, Jussari, Buerarema e Itapé estão às escuras desde as 22h de ontem.

Passadas mais de 15 horas, equipes ainda não teriam detectado o que originou o “apagão”. A chiadeira é grande por parte dos consumidores.

CIDADES SUL-BAIANAS ESTÃO SEM ENERGIA

A Coelba ainda não conseguiu restabelecer o fornecimento de energia elétrica em vários municípios do sul da Bahia. Ibicaraí, Floresta Azul e Buerarema são algumas das localidades afetadas. A interrupção aconteceu por volta das 22h.

Comerciantes se queixam de prejuízos, pois não conseguem efetuar vendas em cartões de débito ou crédito, e quem vende produtos refrigerados já perdeu parte do estoque.

APAGÃO FINANCEIRO

Técnico da Meta, prestadora de serviços da Coelba, visitou a prefeitura de Buerarema, no sul da Bahia, nesta manhã de quinta-feira pré-carnavalesca.

Munido de alicate, o homem escalava um poste para interromper o fornecimento de energia elétrica do prédio da prefeitura. Ouviu um pedido de clemência do prefeito Eudes Bonfim (PR), prometendo que a conta seria paga imediatamente.

Não faz mais que duas semanas, a energia do imóvel onde funciona a Secretaria de Educação não teve a mesma sorte. Ficou um dia e meio no escuro, segundo relato de educadores.

É A TREVA! APAGOU GERAL TAMBÉM EM ITABUNA

Depois de Ilhéus sofrer com os blecautes de domingo (7) e segunda-feira, ontem à noite e na madrugada de hoje vários bairros da periferia de Itabuna também ficaram às escuras.

Parte da avenida Juracy Magalhães e os bairros de Fátima e Califórnia (pelo menos) foram atingidos. Do outro lado do rio, locais como Conceição e circunvizinhos até o Novo São Caetano também conheceram o breu.

No bairro Conceição a energia só chegou por volta das 2 horas da madrugada. A escuridão, principalmente em locais onde a segurança já é precária, facilita a vida dos bandidos.

Em situações como essa, é comum o crescer o número de roubo de celulares, que são um chamariz aos ladrões, já que muita gente usa o aparelho como lanterna para chegar em casa.

Com a palavra, a Coelba.

APAGÕES EM ILHÉUS SÃO EXPLICADOS PELA COELBA

No domingo (7), e na segunda-feira (8), Ilhéus sofreu com vários apagões, que deixaram metade da cidade sem luz. No domingo, 10 bairros e parte da zona rural foram atingidos desde o início da tarde até as 21 horas. Em alguns locais a energia chegou a voltar, mas caiu em seguida.

A Coelba explica os motivos dos blecautes afirmando que, no domingo, o problema foi causado pelo rompimento de um cabo, após curto-circuito provocado por linha de pipa. Já na segunda, o apagão teve como causador um “curto-circuito em equipamento da subestação Ilhéus, provocado por animal de pequeno porte”.

O fato é que ficaram às escuras, no domingo, os bairros da Conquista, Malhado, Teotônio Vilela, Banco da Vitória, Centro, Pontal, Nelson Costa, São Francisco, Nossa Senhora da Vitória, Hernani Sá e parte da zona rural.

Pelo menos, teve explicação, como diria aquele personagem do grande Chico Anísio.

HOMEM MORRE ELETROCUTADO EM ITABUNA

.

Um servente de pedreiro morreu eletrocutado, na manhã desta quinta-feira, 21, quando um vergalhão de ferro que segurava tocou a rede de alta tensão de energia elétrica. Gilcimar Pereira Santana, 22, era morador do bairro São Pedro, em Itabuna.

O acidente ocorreu próximo ao Hospital Calixto Midlej Filho, na rua Antônio Muniz. A obra havia sido interditada ainda ontem, dia 20, pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Itabuna (Sedur), informa o Xilindró Web. Técnicos da Coelba foram acionados para auxiliar os trabalhos da perícia.

O ALICATE DA COELBA

.

O gabinete da diretora da Direc 7, Miralva Moitinho, recebeu visita indesejada na tarde de ontem. Um frondoso alicate da Coelba ameaçava deixar a sede regional da Secretaria Estadual de Educação (SEC) às escuras. Para piorar a situação, a dirigente não se encontrava no órgão.

Apurou-se uma dívida na casa dos R$ 10 mil. A conta, explica uma fonte, não é só da Direc 7. O prédio pertencia à Oncosul.

O homem do alicate ouviu explicações da dirigente, por telefone, mas prometeu voltar. E desta vez, não tem choro, só vela – para iluminar as apertadas e quentes salas do imóvel.

Às 14h10min – A diretora administrativa da Oncosul, Marisa Tavares, afirma que não existem dívidas em nome da clínica no que se refere ao imóvel localizado na Beira-Rio, hoje ocupado pela Direc.

Já a diretora da Direc 7, Miralva Moitinho, diz que não existe risco de suspensão do fornecimento de energia, pois houve negociação com a Coelba desde o início do contrato de locação do imóvel, em julho do ano passado.

O pagamento das contas pendentes, por conta do trâmite burocrático do contrato entre Secretaria Estadual de Educação e o proprietário do imóvel, acontecerá nos próximos dias. Miralva explica que qualquer contrato com valor acima de três salários mínimos necessitaria, também, da assinatura do governador. Ela ainda informa que, tecnicamente, o consumo do período de julho a dezembro será pago em forma de indenização.

Atualizado às 15h37min

COELBA EXPLICA FALTA DE ENERGIA EM OLIVENÇA

Em contato com o Pimenta, o departamento de comunicação institucional justificou que a falta de energia em Olivença, ocorrida entre a noite de sexta, 25, e a manhã do dia seguinte (confira aqui), foi provocada por “um defeito em equipamento na rede elétrica que atende a esta região”.

A empresa diz que já realizou a substituição do equipamento (seria um alimentador…), “com o objetivo de sanar o problema e dotar de maior qualidade e confiabilidade o fornecimento de energia elétrica nesta localidade”.

O gestor de atendimento em Itabuna, Carlos Humberto Morais, explicou que “um galho de árvore caiu sobre a rede elétrica” e essa foi a causa da interrupção no fornecimento de energia na área da Ceplac, na rodovia Ilhéus-Itabuna, ontem pela manhã.

FALTA ENERGIA NA CEPLAC

A Superintendência da Ceplac na Bahia passou a manhã de segunda-feira, 28, sem energia elétrica e com graves prejuízos ao expediente.

A informação extraoficial é que uma Linha de Transmissão caiu, o que ocasionou a falta de energia. Os laboratórios do Centro de Pesquisas do Cacau da Ceplac (Cepec) e outras unidades do órgão federal vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), na rodovia Ilhéus-Itabuna, foram afetadas.

Pelo visto, é bom os frequentadores das praias e distritos do norte de Ilhéus terem cuidado. Com o aumento do fluxo de turistas, veranistas e nativos e ainda com a elevação do consumo, é possível que o problema se torne ainda mais crônico.

WAGNER CONFIRMA VISITA A ITABUNA

O governador Jaques Wagner virá a Itabuna nesta quarta-feira (16), para participar da entrega de 512 geladeiras a famílias de baixa renda. A chegada do governador está prevista para as 14 horas.

O “Nova Geladeira” trata-se de um programa de redução do consumo de energia, uma parceria dos governos federal e estadual com a Coelba, em que os novos eletrodomésticos, mais econômicos, substituem os antigos, que consomem mais energia elétrica.

Cada família beneficiada entrou com R$ 120,00. A Coelba pagou outros 70% do valor e o governo do estado, 10%. A entrega será no Parque Espora de Ouro, no núcleo habitacional da Ceplac, próximo à avenida Manoel Chaves (Kennedy).

Além das geladeiras, o governador fará a entrega de kits para agentes comunitários de saúde. E só.

APAGÃO NO CAMPO FORMOSO

Os moradores do Campo Formoso, Itabuna, estão tiriricas da vida com a Coelba.

Há um jogo de empurra entre a companhia de energia elétrica e a terceirizada Meta, para resolver os constantes “apagões” no bairro.

Os moradores estão desde as 19 horas de ontem sem energia.

OLHA A GELADEIRA

O projeto de substituição de geladeiras para famílias de baixo poder aquisitivo vai beneficiar 583 famílias em Ilhéus e Itabuna. A entrega do produto será na próxima quarta-feira, 16, pelo governo estadual e pela Coelba (Neoenergia).

São 512 beneficiados em Itabuna e outros 81 em Ilhéus. Em Itabuna, a entrega será no Parque Espora de Ouro, e em Ilhéus, na avenida Soares Lopes. As entregas estavam previstas para outubro, mas foram transferidas para atender aos pedidos das famílias.

Segundo o gestor da Coelba em Itabuna, Carlos Morais, vários dos beneficiários não possuíam os R$ 120,00 para a aquisição das geladeiras naquele mês e esperavam o 13º para quitar o produto. A Coelba-Neonergia banca 70% do produto e o governo baiano, 10%.

Morais disse que em Itabuna 600 famílias se inscreveram no programa Nova Geladeira, sendo aprovados 512 cadastros.

NO ESCURO

Se com os funcionários da Coelba trabalhando a coisa já é difícil, imagine com a paralisação de 48h, iniciada nesta terça, 1º. Eles pedem aumento do tíquete-refeição e de salário em 6% e abono de R$ 1,7 mil. A paralisação é comandada pelo Sindicato dos Eletricitários (Sinergia). Como contrapartida, a Coelba oferece abono de R$ 1,1 mil, reajuste salarial de 4,3% e outros 4,46% no tíquete.

ENERGIA SOLAR EM PITUAÇU

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a execução de projeto que vai tornar o estádio Roberto Santos (Pituaçu) o primeiro do Brasil com energia 100% solar, segundo anunciou o presidente da Coelba, Moisés Sales.

O dirigente e o governador Jaques Wagner participaram de entrega de geladeiras do programa Minha Geladeira, executado pela Coelba e pelo Governo do Estado, em solenidade ao final desta manhã.

Outra notícia de impacto ainda durante a entrega, foi a prorrogação do programa Luz para Todos na Bahia. Com isso, mais 100 mil famílias serão beneficiadas, o que significa um investimento de R$ 800 milhões.

Atualizado às 15h10min

COELBA EXPLICA QUEDAS DA REDE ELÉTRICA

A Coelba se pronunciou nessa terça-feira feira sobre as quedas na rede elétrica verificadas no domingo (15), e aqui noticiadas. Segue a íntegra do texto enviado pelo senhor Carlos Morais, gestor de Atendimento da Coelba Itabuna.

“Com relação à nota intitulada “Ao gosto da Coelba”, publicada no último dia 15, informamos:

– A interrupção no fornecimento de energia registrada na manhã de domingo, 15, na Avenida Juracy Magalhaes, em Itabuna, foi causada por defeito em equipamento da rede elétrica.

– Esta interrupção foi iniciada às 9h04 e às 10h08 a grande maioria dos consumidores atingidos teve o fornecimento restabelecido. O sistema foi completamente normalizado às 11h36.

– Com relação à reclamação sobre interrupções de curta duração no bairro Conceição, a Coelba identificou que tais interrupções ocorreram dia 04 de outubro de 2009 e foram causadas por pipa que atingiu a rede elétrica, causando curto-circuito.

– Desde o início das interrupções, técnicos da empresa foram acionados e trabalharam para restabelecer o sistema o mais breve possível.

– A Coelba lamenta as interrupções no fornecimento de energia e coloca-se à disposição para os esclarecimentos necessários.”

APAGÃO AFETOU 63 CIDADES BAIANAS

O apagão que atingiu vários estados brasileiros também deixou sem energia elétrica 63 municípios baianos, de acordo com nota oficial emitida, nesta manhã, pela Coelba. O blecaute ocorreu às 21h14min de ontem e a energia foi totalmente restabelecida 30 minutos depois. Em Itabuna, agências da Caixa Econômica não funcionaram e a informação é de que os seus sistemas foram afetados pelo ‘apagão’ no sudeste do país (confira).

MORRO DE SÃO PAULO À LUZ DE VELAS

Muitos itabunenses que foram passar o feriadão na ilha de Morro de São Paulo – este blogueiro foi salvo pela meteorologia –  estão passando por maus bocados, assim como a população local. Desde a sexta-feira são constantes as oscilações de tensão na rede elétrica, que caiu de vez na noite de ontem.

Segundo o site Bahia Notícias, muitos comerciantes tiveram enormes prejuízos, principalmente pela perda alimentos e por eletrodomésticos queimados.

Muitos turistas também resolveram encerrar a estadia mais cedo. Empresários e moradores querem ser indenizados e já cogitam entrar na justiça contra a Coelba. O fornecimento de energia foi restabelecido no meio da tarde de hoje.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia