WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
jau


jamile_yamaha

sintesi17

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

editorias


:: ‘Coelba’

COELBA PROGRAMA MELHORIA NA REDE EM ITABUNA

A Coelba realizará, nesta sexta-feira, 1º, serviços de manutenção e melhoria na sua rede elétrica em Itabuna. Os trabalhos vão acontecer das 10 às 13 horas e, por conta disso, a concessionária programou a suspensão do fornecimento de energia nesse período.

O desligamento programado atingirá as ruas “N”, Felipe Argolo, João Timóteo, “H”, José Theodoro da Silva, além das ruas 03 e “L”, todas no bairro Castália.

A empresa explica que a suspensão do fornecimento de energia nessa área  é uma medida fundamental para que a intervenção ocorra com segurança.

:: LEIA MAIS »

COELBA CORTA LUZ DA PREFEITURA DE BUERAREMA

Os desmandos administrativos em Buerarema atingiram uma das mais importantes pastas da gestão. Nesta quinta-feira, 29, a Coelba cortou o fornecimento de energia elétrica para a Secretaria de Educação do município. A empresa já havia negociado débitos anteriores com a prefeitura. Com os novos atrasos, o alicate “comeu” hoje.

O município é administrado, interinamente, pelo presidente da Câmara de Vereadores, Eudes Bonfim (PR), já que o prefeito eleito em outubro de 2008, Mardes Monteiro (PT), teve o registro de candidatura cassado no ano passado.

COELBA RELIGA ENERGIA DA CASA DOS ARTISTAS

O fornecimento de energia elétrica à Casa dos Artistas, em Ilhéus, foi religado nesta sexta-feira (14), como informa o diretor do espaço, Romualdo Lisboa. Segundo ele, a medida foi determinada pelo gestor regional da Coelba, Carlos Moraes, atendendo a “súplicas da sociedade ilheense”.

O Pimenta noticiou na quinta-feira (13) o corte da energia da Casa dos Artistas, que foi motivado por um débito atrasado de R$ 1,5 mil. O espaço cultural, que recebe subsídio da Secretaria Estadual da Educação, espera agora reativar um convênio com a Prefeitura.

Com a normalização do fornecimento de energia, a Casa retorna com os espetáculos noturnos de teatro, violão, cordel, oficinas e a sessão semanal do Cineclube Équio Reis.

CASA DOS ARTISTAS ÀS ESCURAS

O “alicate” comeu na Casa dos Artistas de Ilhéus. Uma dívida de R$ 1,5 mil levou a insensível Coelba (aquela das contas estratosféricas) a cortar o fornecimento de energia elétrica para um dos mais conhecidos espaços culturais da Terra de Gabriela.

A direção da Casa dos Artistas culpa a prefeitura de Ilhéus pela situação vexatória. O município deve R$ 6 mil em convênios.

Após acionar o prefeito Newton Lima, este acordou em honrar o pagamento por meio da Secretaria de Assistência Social, mas a coisa travou e tudo teria ficado só na promessa, para desespero de Romualdo Lisboa, dirigente da Casa dos Artistas.

Romualdo acredita na possibilidade de uma mudança de atitude da prefeitura, honrando o débito. Conversas foram iniciadas com assessores das secretarias de Governo e Educação. Newton, acenda a luz.

EMASA ACIONARÁ A COELBA NA JUSTIÇA

– Empresa alega prejuízo de R$ 200 mil

– Falta de energia deixa Itabuna sem água

Alfredo: ação contra a Coelba.

O presidente da Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), Alfredo Melo, entrou em contato com este blog e antecipou que a empresa acionará, judicialmente, a Coelba.

A constante falta de energia elétrica está deixando o itabunense sem água nas torneiras. O dirigente revelou descontentamento com a série de quedas e interrupções no fornecimento de energia elétrica nas estações de captação de Emasa. E não vê outra saída a não ser “imprensar” a Coelba.

Nesta quarta (5), por volta das 23h40min, ocorreu nova interrupção em Rio do Braço. Duas horas depois (à 01h40min), a energia ainda não havia voltado. Alfredo lembra que uma hora sem água significa outras dez horas para que seja novamente regularizado o abastecimento. É só o leitor multiplicar as duas horas sem energia para ver o efeito.

Por que o homem da Emasa está “pê” da vida? É que a interrupção de luz tem sido constante na estação de Rio do Braço. No último final de semana, observa, foram 12 horas sem água. Isso, porque a Coelba reduziu a energia enviada para a região onde a Emasa capta cerca de 80% da água consumida em Itabuna. As máquinas pararam.

Nem no verão enfrentamos situação tão difícil como agora.

A ofensiva judicial contra a Coelba ainda será submetida ao Conselho Administrativo da Emasa. A votação está prevista para a próxima sexta-feira, 7, às 7 horas. É mais provável que a empresa ingresse com a ação judicial. “Essas interrupção nos causaram prejuízos de R$ 200 mil só em abril”, revela Alfredo Melo ao Pimenta.

Engenheiro de formação, Alfredo acredita que as constantes interrupções de energia elétrica têm a ver com a falta de manutenção de todas as linhas de transmissão da Coelba, principalmente naquela região que abastece as estações da Emasa. “Nem no verão, na estiagem [ao final de 2009], enfrentamos situação tão difícil como agora”. E a situação difícil, observa, foi criada pela companhia de energia elétrica.

O dirigente não vê outra saída para reduzir a dependência do sistema de abastecimento de água em relação à Coelba que não seja a construção imediata da barragem no rio Colônia. A obra aumentaria para até 1.400 litros por segundo a capacidade de distribuição de água em Itabuna. Enquanto a obra não sai, o município se vê dependente dos (péssimos) serviços da companhia de eletricidade.

ELE ESTÁ DE VOLTA!

Ele ganhou vários adjetivos em 2009. De polêmico a prefeito de fato, era um vale tudo de oposição e governo para estimular ou desqualificar o trabalho da autoridade. Foi assim no auge da epidemia de dengue que matou nove pessoas e atingiu mais de 15 mil pessoas, no cancelamento do São João, na exigência para limpeza de canais de macrodrenagem…

O silêncio veio em seguida. Faz mais de seis meses que ele quase não concede entrevistas. Muitos o querem de volta aos microfones, telinhas e páginas de jornais e sites. Nesta quarta-feira o homem romperá o silêncio.

“Ele” é o promotor público Clodoaldo Anunciação. Concederá entrevista ao programa Bom Dia, Bahia (rádio Nacional, às 7h) e vai meter o dedo na ferida. No alvo do promotor público estarão os (péssimos) serviços prestados pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) e Coelba.

O que dirá o incendiário promotor?

Clodoaldo Anunciação rompe o silêncio?

TÁ SOBRANDO GELADEIRA

O governo estadual e a Coelba criaram um programa de substituição de geladeiras, no ano passado, mas a coisa não pegou no interiorzão. O número de gente que se cadastra e não aparece no ato da entrega é grande, como aconteceu em Uruçuca. Nesta semana, mais da metade das geladeiras ficou à espera dos donos. O programa Nova Geladeira foi criado para pessoas de baixa renda substituir os refrigeradores velhinhos.

Às 18h44min: O escritório local da Coelba diz que o não-comparecimento de clientes tem sido de, na média, 5%. Registre-se que, neste caso,  as geladeiras são doadas aos consumidores, a exemplo de Uruçuca, no sul da Bahia. O programa já atingiu 13 municípios e deve chegar a 50 ao final de 2010. Segundo Carlos Morais, a previsão é de entrega de 30 mil geladeiras.

PROCON ANALISA QUEIXAS CONTRA A COELBA

Uma série de queixas têm chegado ao Procon de Itabuna contra a Coelba, que é campeã de reclamações também em outras praças. Entre os cliente locais, as principais causas de insatisfação têm a ver com as frequentes quedas de energia (com perda de aparelhos domésticos) e o serviço precário e demorado no posto de atendimento, que funciona no SAC.

Esses problemas serão abordados em uma reunião marcada para esta terça-feira (27), na sede do Procon. Além do gestor da Coelba em Itabuna, representantes da empresa em Salvador também estarão presentes.

COMUNIDADE ESTÁ HÁ 10 DIAS SEM LUZ E RECLAMA DA COELBA

A comunidade rural da região do Serrado, Ribeirão Seco, Vila do Sol e Alto Bonito, nos municípios de Ilhéus e Itabuna, está desde a quarta-feira da semana passada (dia 7) sem energia elétrica. Os prejuízos são grandes para pequenos e médios produtores, que reclamam do atendimento 0800 da Coelba.

O produtor João Edvaldo diz que há dez dias entra em contato com o atendimento da companhia de eletricidade e ouve sempre a promessa de que o serviço será restabelecido e uma equipe será enviada imediatamente. “Só se for montada numa preguiça”, ironiza o produtor. “São trabalhadores perdendo todo alimento perecível”, lembrou. Os trabalhadores haviam acabado de fazer a feira do mês.

São 450 famílias atingidas pela falta de energia elétrica. O Pimenta entrou em contato com a gestora regional da Coelba, Sheyla Silva. Ela garantiu que o departamento de comunicação institucional da empresa retornaria até o final da manhã. Ainda aguardamos a resposta da Coelba.

MORADORES DE LOTEAMENTO SOFREM COM A COELBA

Proprietários de imóveis do loteamento Bom Jesus, situado no quilômetro 22 da rodovia Ilhéus – Itacaré, estão no time dos que vivem tendo prejuízos por conta do serviço deficiente da Coelba.

No loteamento existem cerca de mil residências e apenas dois transformadores dão conta de toda a carga de energia. Em razão disso, as quedas no fornecimento são frequentes, causando danos em equipamentos e perda de produtos que dependem de refrigeração.

Segundo dados da Aneel, ao longo do ano passado Ilhéus acumulou uma média de 34 horas  sem energia. É a pior marca em todo o Estado.

DEPUTADO DENUNCIA COELBA À ANEEL

O serviço ruim da Coelba levou o deputado Colbert Martins (PMDB) a pedir providências à Agência Nacional de Energia Elétrica. Colbert justificou a queixa citando especificamente o caso de Salvador, já que alguns bairros da capital chegaram a enfrentar esta semana mais de 48 horas de sucessivas quedas de energia.

Além da deficiência no serviço que lhe é próprio, a concessionária também falha na satisfação aos clientes. O atendimento telefônico gratuito é um verdadeiro suplício, exigindo paciência de Jó de quem se arrisca a fazer alguma reclamação.

Só faltou o deputado acrescentar que o problema não se restringe a Salvador. Ocorre em toda a Bahia.

30 HORAS!

Não é título de filme de suspense nem tradicional liquidação de um shopping itabunense. 3o horas foi o tempo que a Coelba levou para restabelecer a energia elétrica no balneário de Olivença, em Ilhéus, que ficou sem energia das 17h da quarta-feira, 7, às 23h de ontem.

Uma das vítimas, Georgia Vello anota: “engraçado que depois das 21h de quarta parou de chover e não sei porque razão demoraram tanto para restabelecer a energia”. Ainda ontem à tarde, a Coelba enviou nota afirmando que a falta de energia em várias localidades do sul do estado tem um culpado: a chuva!

INCOMUNICÁVEL E SEM LUZ

Não bastassem o caos administrativo e o conflito por terra, a sofrida Buerarema está sem energia elétrica desde as 19h de ontem. Celulares e telefones fixos estão mudinhos.

O comércio chia contra a Coelba e companhias telefônicas. Os prejuízos têm sido constantes, reclamam empresários, por conta das quedas sucessivas de energia.

A CULPA É DA PIPA

Quanto à nota “Coelba deixa consumidores na mão”, a assessoria da empresa afirma que a interrupção no fornecimento de energia elétrica em algumas áreas de Itabuna foi provocado por uma linha de “pipa’ (arraia).

A interrupção, segundo a empresa, ocorreu às 14h05min e foi restabelecida, completamente, às 17h55min. A assessoria de comunicação institucional da empresa lembra que empinar pipas próximo a rede elétrica também pode provocar acidentes. Tá bom…

“APAGÃO” ATINGE 6 MUNICÍPIOS

A Coelba não tem previsão de quando será restabelecida a energia elétrica para cinco municípios sul-baianos. Ibicaraí, Buerarema, Itaju do Colônia, Jussari, Buerarema e Itapé estão às escuras desde as 22h de ontem.

Passadas mais de 15 horas, equipes ainda não teriam detectado o que originou o “apagão”. A chiadeira é grande por parte dos consumidores.

CIDADES SUL-BAIANAS ESTÃO SEM ENERGIA

A Coelba ainda não conseguiu restabelecer o fornecimento de energia elétrica em vários municípios do sul da Bahia. Ibicaraí, Floresta Azul e Buerarema são algumas das localidades afetadas. A interrupção aconteceu por volta das 22h.

Comerciantes se queixam de prejuízos, pois não conseguem efetuar vendas em cartões de débito ou crédito, e quem vende produtos refrigerados já perdeu parte do estoque.

APAGÃO FINANCEIRO

Técnico da Meta, prestadora de serviços da Coelba, visitou a prefeitura de Buerarema, no sul da Bahia, nesta manhã de quinta-feira pré-carnavalesca.

Munido de alicate, o homem escalava um poste para interromper o fornecimento de energia elétrica do prédio da prefeitura. Ouviu um pedido de clemência do prefeito Eudes Bonfim (PR), prometendo que a conta seria paga imediatamente.

Não faz mais que duas semanas, a energia do imóvel onde funciona a Secretaria de Educação não teve a mesma sorte. Ficou um dia e meio no escuro, segundo relato de educadores.

É A TREVA! APAGOU GERAL TAMBÉM EM ITABUNA

Depois de Ilhéus sofrer com os blecautes de domingo (7) e segunda-feira, ontem à noite e na madrugada de hoje vários bairros da periferia de Itabuna também ficaram às escuras.

Parte da avenida Juracy Magalhães e os bairros de Fátima e Califórnia (pelo menos) foram atingidos. Do outro lado do rio, locais como Conceição e circunvizinhos até o Novo São Caetano também conheceram o breu.

No bairro Conceição a energia só chegou por volta das 2 horas da madrugada. A escuridão, principalmente em locais onde a segurança já é precária, facilita a vida dos bandidos.

Em situações como essa, é comum o crescer o número de roubo de celulares, que são um chamariz aos ladrões, já que muita gente usa o aparelho como lanterna para chegar em casa.

Com a palavra, a Coelba.

APAGÕES EM ILHÉUS SÃO EXPLICADOS PELA COELBA

No domingo (7), e na segunda-feira (8), Ilhéus sofreu com vários apagões, que deixaram metade da cidade sem luz. No domingo, 10 bairros e parte da zona rural foram atingidos desde o início da tarde até as 21 horas. Em alguns locais a energia chegou a voltar, mas caiu em seguida.

A Coelba explica os motivos dos blecautes afirmando que, no domingo, o problema foi causado pelo rompimento de um cabo, após curto-circuito provocado por linha de pipa. Já na segunda, o apagão teve como causador um “curto-circuito em equipamento da subestação Ilhéus, provocado por animal de pequeno porte”.

O fato é que ficaram às escuras, no domingo, os bairros da Conquista, Malhado, Teotônio Vilela, Banco da Vitória, Centro, Pontal, Nelson Costa, São Francisco, Nossa Senhora da Vitória, Hernani Sá e parte da zona rural.

Pelo menos, teve explicação, como diria aquele personagem do grande Chico Anísio.

HOMEM MORRE ELETROCUTADO EM ITABUNA

.

Um servente de pedreiro morreu eletrocutado, na manhã desta quinta-feira, 21, quando um vergalhão de ferro que segurava tocou a rede de alta tensão de energia elétrica. Gilcimar Pereira Santana, 22, era morador do bairro São Pedro, em Itabuna.

O acidente ocorreu próximo ao Hospital Calixto Midlej Filho, na rua Antônio Muniz. A obra havia sido interditada ainda ontem, dia 20, pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Itabuna (Sedur), informa o Xilindró Web. Técnicos da Coelba foram acionados para auxiliar os trabalhos da perícia.

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia