WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba








outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: ‘combustível’

AEROPORTO DE ILHÉUS CONTINUA SEM COMBUSTÍVEL, INFORMA A INFRAERO

Aeroporto Jorge Amado, de Ilhéus, continua sem combustível || Foto Clodoaldo Ribeiro

O Aeroporto de Ilhéus, no sul da Bahia, está entre os 8 terminais brasileiros administrados pela Infraero que continuam sem combustível por causa da manifestação nacional dos caminhoneiros e das transportadoras. Para quem tem viagem, é indispensável entrar em contato com a companhia pela qual vai viajar para consultar a situação de voo, pois os aeroportos continuam abertos e em condições de receber voos.

Além de Ilhéus, outros terminais sem querosene de aviação, conforme a Infraero, são os de Aracaju (SE), Campina Grande (PB), João Pessoa (PB), Juazeiro do Norte (CE), São José dos Campos (SP), Teresina (PI) e Uberlândia (MG). Nos terminais afetados, somente estão autorizados pousos e decolagens de aeronaves que tenham combustível suficiente para estas operações.

AEROPORTO DE ILHÉUS FICA SEM COMBUSTÍVEL, DIZ INFRAERO

Aeroporto ilheense fica sem combustível neste sábado, segundo Infraero

O Aeroporto de Ilhéus está na lista dos 11 terminais sem combustível para abastecimento de aviões neste sábado (26), sexto dia da greve de caminhoneiros e transportadoras, segundo a Infraero. No Nordeste, outros aeroportos sem combustível são os de Recife, Maceió, Campina Grande e Juazeiro do Norte.

A greve dos caminhoneiros e das transportadoras não arrefeceu mesmo após sinalizações do governo de baixa do valor do diesel por até 60 dias, dentre outras pautas atendidas. Os caminhoneiros dizem que não se sentiram atendidos pelo governo.

Ontem, o presidente Michel Temer decretou a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) até o próximo dia 4. Com isso, as forças de segurança ganham força para agir em todo o território nacional. Segundo a presidência, a medida tem a finalidade de assegurar a desobstrução das rodovias e garantir o reabastecimento.

JUSTIÇA FEDERAL SUSPENDE AUMENTO DE IMPOSTOS SOBRE COMBUSTÍVEIS

Aumento de impostos fez preço do litro de gasolina ficar até 45 centavos mais caro

Aumento de impostos litro de gasolina ficar até R$ 0,45 mais caro || Imagem Schutterstock

Da Agência Brasil

A Justiça Federal no Distrito Federal suspendeu o reajuste das alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, o diesel e o etanol, anunciado pelo governo na última quinta-feira (20).

O juiz Renato Borelli, da 20ª Vara Federal de Brasília, entendeu que o reajuste é inconstitucional, por ter sido feito por decreto, e não por projeto de lei. Para Borelli, o contribuinte “não pode ser surpreendido pela cobrança não instituída e/ou majorada por lei”, sob pena de ser lesado em seus direitos fundamentais.

“É óbvio que o Estado precisa de receitas para desenvolver as atividades relacionadas o bem comum da coletividade. Porém, para desempenhar tal atividade, o Estado deve respeitar e ficar atento aos preceitos relacionados aos direitos fundamentais inseridos no texto constitucional”, escreveu o juiz.

Na decisão datada desta terça-feira (25) e motivada por uma ação popular, Borelli diz que, conforme a Constituição, ainda que aprovado em lei, o aumento nos encargos só poderia passar a vigorar após 90 dias, e não de imediato, como determinado pelo decreto publicado pelo governo federal.

No decreto, o governo retirou reduções que haviam sido implementadas sobre as alíquotas de PIS/Confins anteriores, resultando, na prática, em um aumento de impostos, o que, segundo o juiz federal, seria ilegal.

A previsão do governo é arrecadar mais R$ 10,4 bilhões com o aumento do PIS/Cofins sobre os combustíveis, de modo a conseguir cumprir a meta fiscal de déficit primário de R$ 139 bilhões para este ano.

A Advocacia-Geral da União informou que, tão logo seja notificada, vai recorrer da decisão.

GASOLINA CUSTA ATÉ R$ 4,99 EM TEIXEIRA DE FREITAS

Gasolina é vendida até a R$ 4,99 o litro em Teixeira de Freitas (Foto Viviane Moreira/O Povo News).

Gasolina é vendida até a R$ 4,99 o litro em Teixeira de Freitas (Foto Viviane Moreira/O Povo News).

Do G1

O reajuste no preço da gasolina na cidade de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia, é alvo de investigação do Ministério Público do Estado (MP-BA), que classificou o aumento como “excessivo”. De acordo com o órgão, em alguns locais, o combustível chega a custar R$ 4,99.

A investigação do MP é feita por meio do promotor João Batista Madeiro Neto, da 6ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor em Teixeira de Freitas, que instaurou procedimento para apurar o reajuste.

O promotor justifica que, no último final de semana, de sexta-feira (6) a domingo (8), diversos postos de combustíveis da cidade aumentaram excessivamente os preços, de acordo com denúncias publicadas em sites. Segundo o documento, as notícias afirmam que o preço da gasolina estava sendo fixado entre R$ 4,10 e R$ 4,99, supostamente cometendo infrações.

Na justificativa, João Batista Madeiro Neto lembra que, no Código de Defesa do Consumidor, é vedado ao fornecedor elevar, sem justa causa, os preços dos produtos. O promotor comunicou o fato à Agência Nacional de Petróleo (ANP) e à delegacia de Polícia Civil da cidade para que fiscalizem e investiguem o abuso de preço. A apuração do MP tem prazo de 90 dias para ser concluída.

GASOLINA PODERÁ CUSTAR ATÉ R$ 4,20 NA BAHIA

Litro da gasolina poderá custar até R$ 4,20 na Bahia (Foto Google).

Litro da gasolina poderá custar até R$ 4,20 na Bahia (Foto Google).

A Tarde

Hoje é o último dia para os proprietários de veículos tentarem comprar combustíveis pelos preços atuais. A partir deste domingo, 1º, entra em vigor o novo pacote de reajuste sobre a gasolina, etanol e diesel. As medidas devem elevar, em cerca de  R$ 0,40, o litro da gasolina, por exemplo, conforme estima o sindicato dos postos de combustíveis do estado da Bahia (Sindicombustívies).

“É um dos maiores aumentos da história dos combustíveis no Brasil”, afirma o presidente da entidade, José Augusto Costa. “Tenho posto desde 1994 e nunca vi o governo promover uma alta deste nível nos preços de venda aos postos, penalizando empresários e consumidores”, completa.

Até esta sexta, 30, os postos comercializavam gasolina em Salvador entre R$ 3,14 e R$ 3,29. No interior, os preços variavam entre R$ 2,97 e R$ 3,85. Com a alta de cerca de R$ 0,40, os preços em Salvador podem saltar para até R$ 3,69. Em municípios do sul do estado, onde os postos comercializam o litro do produto por até R$ 3,85, o valor pode ultrapassar os R$ 4, chegando a até R$ 4,25 –  conforme levantamento do sindicato.

Leia mais

MOVIMENTO COBRA GASOLINA MAIS BARATA EM ITABUNA

gasolina mais barata Itabuna www.pimenta.blog.brInternautas estão convocando donos de veículo para um protesto contra a alta da gasolina acima do percentual de 3% definido pela Petrobras. A convocação para o protesto está sendo feita pelo Facebook e pelo aplicativo WhatsApp e deve ocorrer nesta quinta, a partir das 17 horas.

Quem tiver carro, deve abastecer apenas R$ 0,50 e exigir que o posto de gasolina forneça a nota fiscal, o que é desestimulante para esse tipo de negócio. A recomendação é que se pague com R$50,00. Em Itabuna, o litro da gasolina saltou de R$ 2,87, na média, para R$ 3,10.

GASOLINA SOBE PARA R$ 3,10 EM ITABUNA; POSTO EM RODOVIA VENDERÁ A R$ 2,99

Litro da gasolina subiu mais de R$ 0,20 centavos no Posto Universal (Foto Pimenta).

Litro da gasolina subiu mais de R$ 0,20 centavos no Posto Universal (Foto Pimenta).

Adeus, gasolina “barata”. A maioria dos postos de combustível em Itabuna decidiu reajustar o preço da gasolina para além dos 3%.

A Rede de Postos Universal decidiu elevar o litro da gasolina comum de R$ 2,87 para R$ 3,11. A empresa conta com cinco postos no município.

O vizinho, Posto Jocel, aumentou o litro da gasosa para R$ 3,09, mas cobrava, na média, R$ 2,87. O reajuste de preço bem acima dos 3% concedido pelo governo nas refinarias passou a valor no último final de semana em Itabuna.

O preço da gasolina havia caído em Itabuna desde a inauguração do Posto Makro, da rede atacadista Makro, que cobrava R$ 2,89 no litro do combustível comum. Nesta segunda, o posto, que funciona na Rodovia Ilhéus-Itabuna, passou a cobrar R$ 2,99 o litro, sendo ainda o mais barato do eixo.

Posto Jocel também elevou litro da gasolina acima dos R$ 0,20.

Posto Jocel também elevou litro da gasolina acima dos R$ 0,20.

Posto Universal da Olívia Rebouças também cobra R$ 3,11 o litro (Fotos Pimenta).

Posto Universal da Olívia Rebouças também cobra R$ 3,11 o litro (Fotos Pimenta).

PERIGO EM ITAJUÍPE

Combustível é transportado ilegalmente em Itajuípe (Foto Leitor).

Combustível é transportado ilegalmente em Itajuípe (Foto Leitor).

Denúncia de moradores de Itajuípe revela que a prefeitura está transportando e estocando, ilegalmente, combustível usado pela frota municipal. A estocagem é feita no “Barracão da Prefeitura”, na Rua Basílio de Oliveira, região central da cidade.

Moradores de áreas próximas ao galpão usado pelas secretarias de Desenvolvimento Urbano e de Meio Ambiente reclamam que estão sendo expostos a risco pela prefeitura. Não apenas óleo diesel e querosene são estocados no galpão. Gasolina, também.

Os carros da frota são abastecidos no galpão, mesmo a prefeitura comprando combustível em uma empresa que possui posto na cidade. A gasolina é transportada em galões ou bombonas de Itabuna para Itajuípe. “Não poderiam abastecer no posto aqui em Itajuípe?”, questiona um morador que teme pela estocagem ilegal e inapropriada.

Resta saber o que têm a dizer a Polícia Federal e o Corpo de Bombeiros, que já teriam sido acionados pelos moradores.

POSTO NORMALIZA FORNECIMENTO DE GNV

gnv itabuna 2Após um período sem operar em função de pane em equipamentos ocasionada por falha da rede elétrica, a unidade da rede de postos Universal situada no bairro de Ferradas, em Itabuna, normalizou o fornecimento de Gás Natural Veicular (GNV). As bombas voltaram a operar na tarde desta quinta-feira, 17.

De acordo com a assessoria da empresa, “o problema foi sanado e o produto, fornecido pela Bahiagás, está disponível para a frota de veículos que utilizam o gás natural como combustível”.

Ainda em nota, a empresa reiterou que “os problemas foram gerados exclusivamente por culpa da Coelba, que causou um grande prejuízo para o Posto Universal e sua clientela”.

AS PERIPÉCIAS DE JACKSON REZENDE

Os resultados preliminares de auditoria feita na Prefeitura de Itapé constataram que somente em dezembro, o ex-prefeito Jackson Rezende fez uma farra com o dinheiro público. Conseguiu “torrar” R$ 190 mil com o pagamento com combustíveis em posto de Itabuna.

Fazendo uma média de R$ 3,00 por litro, foram abastecidos em dezembro 63.000 litros, em uma média de oito quilômetros por litro, o que daria para rodar 504.000 quilômetros, o que espantou o sucessor e ex-aliado, Pedro Jackson Brandão (Pedrão).

Leia mais n´O Trombone

DONO DE DESMANCHE TERIA LIGAÇÃO COM O CRIME ORGANIZADO

Delegado Moisés Damasceno comandou a operação

Roberto de Oliveira Rocha, o “Caxixe”, era dono do desmanche de veículos estourado pela Polícia Civil, em Itabuna, na última terça-feira, 13. Segundo reportagem de Ana Cristina (Jornal A Tarde), a polícia suspeita de que Caxixe tenha ligações com o crime organizado.

No desmanche, instalado numa casa no bairro Nova Itabuna, foram encontrados, além de carros roubados (inclusive nove caminhões basculantes, alguns avaliados em R$ 200 mil), vários galões com combustível. O delegado Moisés Damasceno, que comandou a operação, afirma que o combustível era trazido por caminhoneiros que abastecem postos de Itabuna. No esquema, parte do conteúdo dos caminhões-tanque era retirado no desmanche e os reservatórios dos veículos eram completados com água antes de seguir para os postos.

A polícia encontrou o desmanche após rastrear uma caminhonete Mitsubishi, modelo L-200 Triton, com placa de Lauro de Freitas. Caxixe e outros elementos que o auxiliavam conseguiram fugir.

GÁS NATURAL SÓ DEPOIS DO NATAL

Proprietários de veículos movidos a gás natural em Itabuna e região estão apreensivos. É que o único posto que fornece o combustível, situado em Ferradas, teve um problema técnico com suas bombas e aguarda manutenção para restabelecer o serviço. Ainda não se sabe quando ocorrerá o conserto, mas a expectativa é de que o GNV só volte a ser fornecido após o Natal.

A região tem hoje cerca de 14 mil veículos a gás.

MISTÉRIO

O povo de Buerarema anda intrigado com a opção feita pelo governo local para o abastecimento da frota da Prefeitura. Embora haja fornecedor de combustível na cidade, os veículos são deslocados para Itabuna, a 18 quilômetros, para encher o tanque.

Não é o preço mais vantajoso que determina a escolha, já que o combustível chega a ser até mais caro no posto itabunense. Além disso, cada visita à bomba significa uma viagem de 36 quilômetros (ida e volta).

Curioso é que, no percurso entre Buerarema e Itabuna, é comum os veículos da Prefeitura pararem na estrada… Por falta de combustível!

 

BOMBAS LACRADAS

A Agência Nacional de Petróleo (ANP) lacrou as bombas do posto de combustível do Sindicato dos Taxistas de Ilhéus, numa operação desencadeada há dois dias. O sindicato foi denunciado por operar o posto de forma irregular e cometer crime contra o fisco.

O posto era isento de pagamento de impostos porque atenderia apenas aos taxistas, mas cometeu crime ao vender combustível a terceiros. Entre os clientes, políticos ilheenses, mototaxistas e taxistas clandestinos.

As bombas do posto também funcionavam sem informar valor, mas apenas quantidade de combustível vendida. O posto também não forneceria nota fiscal e era registrado em nome de terceiros.

ESTATAL INCENTIVA O USO DO GNV

A Bahiagás lançou neste domingo, 07, campanha que tem o objetivo de ampliar a utilização do Gás Natural Veicular (GNV) na frota do Estado. Até mesmo um bônus de R$ 450,00 é oferecido para a conversão dos primeiros mil veículos cujos proprietários se cadastrarem no site www.bahiagas.com.br/pignv.

Outros argumentos para convencer os motoristas são o preço do gás natural, hoje em torno de R$ 1,77 o metro cúbico (contra uma média de R$ 1,99 do etanol e R$ 2,75 da gasolina), maior economia por quilômetro rodado, mais conservação do motor e menor emissão de poluentes.

Segundo a Bahiagás, os postos de combustíveis também terão desconto no preço do GNV e a intenção é de que o valor mais em conta alcance ao consumidor final.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia