WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘consórcios’

CONSÓRCIOS E SEDUR ASSINAM PROTOCOLOS PARA PLANOS DE GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS

Governo e consócios assinam planos para gestão de resíduos sólidos

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur) e os representantes dos consórcios de Desenvolvimento Sustentável do Litoral Sul (CDS-LS) e Intermunicipal da Mata Atlântica (Cima) assinaram, nesta terça-feira (13), em Salvador, dois protocolos de intenções que visam o apoio a elaboração dos Planos Intermunicipais de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos.

Um dos signatários dos protocolos, o secretário da Sedur, Sérgio Brito, explicou que  foi dado para tirar a gestão de resíduos do plano das ideias e colocá-los no papel. “Estamos assinando com dois consórcios, mas o objetivo é alcançar todos os municípios baianos. Além de tudo, essa é uma questão de saúde pública e o Estado está preparado para agir”.

Presidente do CDL-LS e prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, também destacou a importância dos consórcios. “É, de fato, um momento histórico, pois enfrentar o problema dos resíduos sólidos não é fácil e necessita de um volume de recursos grande. Por isso, é tão importante essa interlocução com o estado”.

O presidente do Cima, Antônio Gulherme, que também é prefeito de Santa Luzia, lembra que “esse é o terceiro encontro formal para tratar do tema e definir o conjunto de ações propostas nos planos”.

:: LEIA MAIS »

AMURC DEFENDE CONSÓRCIOS PARA VIABILIZAR ATERROS

A formação de consórcios  para resolver a questão da destinação do lixo produzido nas cidades entrou na pauta da Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc). A entidade esteve representada no início desta semana no Seminário Desafio do Lixo, realizado no Hotel Comandatuba, em Una. Também estavam presentes membros do Ministério Público, gestores da área ambiental e empresários.

Uma das propostas mais defendidas durante o evento foi justamente a formação de consórcios municipais para acabar com os lixões, promovendo a coleta seletiva e a construção de aterros sanitários. O Governo Federal dispõe de R$ 1,5 bilhão para projetos com essa finalidade, realizados em parceria pelos municípios.

O presidente da Amurc, Cláudio Dourado, destaca a importância de se encontrar uma “solução rápida e eficaz para a destinação do lixo”. Dourado disse que o problema pode ser resolvido tanto por meio de consórcios como via parceria entre poder público e empresas.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia