WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
rota






alba










junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘Copa 2018’

FRANÇA E CROÁCIA SE ENFRENTAM NA FINALÍSSIMA DA COPA DA RÚSSIA 2018

França de Mbappé chega à final contra a Croácia como favorita || Foto Jason Cairduff/Reuters-Agência Brasil

Da Agência Brasil 

Depois de 24 dias e 63 partidas a Copa do Mundo 2018 terá hoje (14) o seu capítulo final no Estádio de Luzhniki, em Moscou, a partir das 12h (horário de Brasília). França e Croácia farão uma final inédita. Com seu ataque veloz e meio campo habilidoso, a França é favorita, como já era desde o início do Mundial.

No início de junho, no entanto, outras seleções também faziam parte do grupo daquelas com condições de chegar à decisão. Entre elas, Brasil, Espanha e Alemanha. Todas caíram precocemente, menos a França. Se o título for para os “Bleus”, terá passado pelos pés de Mbappé e Griezzman. Os dois atacantes têm se destacado na campanha do país neste mundial.

Eles ainda têm a companhia luxu

Croatas fazem final inédita de Copa do Mundo contra os franceses || Imagem Fifa

osa de um meio-campo talentoso e veloz, composto por Pogba, Matuidi e Kanté. Mesmo com toda essa qualidade, a França está focada em vencer, e não em inspirar o mundo com seu futebol. Na maioria dos jogos decisivos, os franceses têm deixado o adversário atacar e apostado nos contra-ataques em velocidade. Tem dado certo.

“ZEBRA” QUADRICULADA

E no grupo das favoritas não havia a Croácia. Mas o time do Leste Europeu tinha talento para ir longe na Copa. O meio-campo croata não é celebrado à toa: Modric e Rakitic são titulares no Real Madrid e Barcelona, respectivamente. O centroavante Mandzukic, autor do gol da classificação à final, joga na Juventus, melhor time da Itália na atualidade.

O técnico Zlatko Dalic ainda contou com uma boa Copa do atacante Perisic, do lateral direito Vrsaljko e dos zagueiros Lovren e Vida, além do seu goleiro. Subasic pegou quatro pênaltis, sendo fundamental para a sequência do time na Copa.

De um time como esse se esperava uma participação até as quartas de final, quando sairiam honrosamente. Mas a Croácia mostrou, além da qualidade no toque de bola no meio-campo, muita entrega e determinação nas partidas eliminatórias. Cada bola é disputada como se fosse a última, jogadores disputaram prorrogações seguidas, lesionados, mas nunca desistiam da vitória.

É inegável, no entanto, que a Croácia entra em campo mais cansada. Enquanto a França definiu sua classificação nas três partidas eliminatórias ainda no tempo normal, a Croácia jogou três prorrogações, totalizando 90 minutos a mais que os franceses. O técnico croata Zlatko Dalic sabe da condição física dos seus jogadores que, como se não bastasse, tiveram um dia a menos de descanso. A França fez a primeira semifinal e a Croácia só venceu a Inglaterra no dia seguinte.

“Os jogadores me dirão se estão prontos ou não. Sim, alguns não treinaram, mas não temos mais que treinar. Temos sim pequenos problemas, mas acredito que resolveremos todos hoje [sábado]”, disse Dalic, na coletiva de imprensa realizada ontem (14).

VANTAGEM FRANCESA EM DUELOS

França e Croácia já se enfrentaram quatro vezes, entre partidas oficiais e amistosos. Foram três vitórias da França e um empate. A Croácia jamais venceu os franceses. Mas Dalic mostrou não se importar com as estatísticas desfavoráveis e a condição de “azarão” nesta final.

“Estatísticas e recordes estão aqui para serem quebrados. Não importa quem é seu oponente na final. É nossa meta dar nosso melhor, o mundo inteiro estará assistindo a Croácia. Viemos para desfrutar do jogo e vencê-lo”, disse o treinador.

Do outro lado, a França não alimenta o favoritismo. O técnico Didier Deschamps prega respeito ao adversário e elogiou o trabalho de Dalic no comando da seleção. “Eu tenho realmente um grande respeito pelos jogadores da Croácia e pelo técnico Zlatko Dalic. Não podemos esquecer o que ele fez com um país tão pequeno”.

 

DISPUTA NA RÚSSIA CHEGA ÀS QUARTAS DE FINAL COM 6 EUROPEUS E 2 SUL-AMERICANOS

Willian e Neymar em vitória do Brasil contra o México || Foto Lucas Figueiredo/CBF

Após a queda de campeões mundiais como Argentina e Espanha, a Copa do Mundo 2018 chega às quartas de final com dois times sul-americanos e seis europeus. Os jogos que definirão os semifinalistas estão marcados para a próxima sexta (6), quando o Brasil entra em campo, e sábado (7).

Da América do Sul, chegam às quartas de final o Brasil e o Uruguai, que terá confronto dificílimo contra a França. Os uruguaios não deverão contar com o astro Cavani, lesionado. Caso passe pela França, o Uruguai será o adversário do Brasil, se o selecionado canarinho despachar a Bélgica.

Além de França e Bélgica, Croácia, Inglaterra, Rússia e Suécia garantiram presença nas quartas de final e de ao menos um representante do continente europeu na final da Copa do Mundo na Rússia, no dia 15 de julho.

CONFRONTOS DAS QUARTAS DE FINAL

Uruguai x França, sexta (6) às 11h, em Nizhny Novgorod;

Brasil x Bélgica, sexta-feira (6) às 15h, em Kazan;

Suécia x Inglaterra, sábado (7), às 11h, em Samara;

Rússia x Croácia, sábado (7), às 15h, em Sochi.

QUE VENHA A BÉLGICA – OU O JAPÃO…

Brasil avança às quartas de final ao bater o México || Foto Lucas Figueiredo/CBF

Após bela atuação de Neymar e de Willian e 2 a 0 no placar, o Brasil mandou o México para casa, há pouco, e avança para as quartas de final da Copa do Mundo da Rússia. Agora, a Seleção Brasileira espera o vencedor do confronto entre Bélgica e Japão. Europeus e orientais se enfrentam às 15h desta segunda-feira 2 de julho, Dia da Independência da Bahia. Quem passar, pegará o Brasil na sexta (6), às 15h.

O Brasil chega às quartas de final depois de um primeiro tempo tenso e um segundo tempo com o Brasil jogando bem ao seu estilo. Logo aos 5 minutos da etapa final, Neymar tocou para Willian, que cruzou rasteiro. E Neymar aproveitou para vazar a defesa mexicana. 1 a 0. Com atuação discreta de Coutinho, Tite colocou Roberto Firmino em campo. O jogador do Liverpool deixou o dele aos 43 minutos, após cruzamento de Neymar, o principal nome do jogo.

BRASIL DECIDE A SORTE NA COPA E PODE PEGAR A ALEMANHA NA PRÓXIMA FASE

Brasil vai a campo com a mesma formação dos primeiros jogos || Foto Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil entrará em campo, nesta quarta (27), precisando só de um empate para garantir a passagem à próxima fase da Copa do Mundo na Rússia. Terá a Sérvia pela frente. Caso avance na competição, a chance de enfrentar a Alemanha logo nas oitavas de final da Copa é grande.

O Brasil está no Grupo E e a Alemanha no F. O primeiro colocado de cada um dos dois grupos jogará contra o segundo do outro na fase seguinte. Os brasileiros são líderes do E e os alemães estão em segundo no F. Hoje, este seria o confronto da próxima fase.

A Alemanha enfrentará a Coreia do Sul, às 11h (horário de Brasília), quando também irão a campo México e Suécia. Com 6 pontos, os mexicanos dependem apenas de um empate para carimbar o passaporte às oitavas. Suécia e Alemanha têm 3 pontos cada uma. Coreia ainda não pontuou.

Com um empate e uma vitória, o Brasil soma 4 pontos. Lidera o Grupo E, mas tem a Suíça no encalço, com igual número de pontos, porém menor saldo de gols. Os sérvios têm 3 pontos. A Seleção da Costa Rica, quarto integrante do grupo, não tem mais chance de classificação e enfrentará a Suíça, também às 15h de hoje.

JOGOS DEFINIDOS

Quatro jogos da próxima fase foram definidos nos dois últimos dias. No “super sábado” da Copa, Uruguai e Portugal abrem a fase das oitavas de final, às 11h. Mais tarde, às 15h, confronto de campeões mundiais com França x Argentina.

O domingo (1º) terá mais dois confrontos. Espanha e Rússia se enfrentam às 11h. O segundo jogo do dia será entre Croácia e Dinamarca, às 15h (horário de Brasília).

Avançando às oitavas em primeiro lugar, o Brasil jogará em um dia mais que especial para os baianos. Será no 2 de julho, feriado da Independência da Bahia, às 11h, ante o segundo do Grupo F. Se ficar em segundo lugar, a partida ficará para a terça (3), às 11h, contra o primeiro colocado do Grupo F.

Atualização às 14h11min

ALEMANHA FORA – A Alemanha acabou eliminada, nesta quarta (27), ao perder por 2 a 0 para a Coreia do Sul. Para complicar, a Suécia ainda bateu o México por 3 a 0. Suécia e México avançaram à próxima fase.

BRASIL ESTREIA NA COPA CONTRA A SUÍÇA, ÀS 15H

Seleção Brasileira durante treino da última sexta, quando Tite escalou seleção || Foto Lucas Figueiredo/CBF

A Seleção Brasileira estreia hoje (17) na Copa do Mundo contra a Suíça. As duas equipes vêm de vitórias em amistosos preparatórios para o Mundial. O time do técnico Tite venceu a Rússia (3 x 0), Alemanha (1 x 0), Croácia (2 x 0) e Áustria (3 x 0). Os suíços não perdem há seis jogos. Em um deles, seguraram um empate de 1 x 1 contra a Espanha (considerada uma das favoritas ao título do Mundial), no início de junho.

No treino da última sexta-feira (15), Tite confirmou o time titular. Será o mesmo que iniciou o jogo contra a Áustria. O Brasil deverá ir a campo com Alisson, Danilo, Thiago Silva, Miranda, Marcelo, Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho, Willian, Neymar e Gabriel Jesus.

Para tentar surpreender o Brasil, a equipe do técnico Vladimir Petkcovic deve explorar a roubada de bola para puxar contra-ataques. Os destaques do time são o o volante Xhaka (Arsenal – ING), os laterais Lichtsteiner (Arsenal – ING) e Ricardo Rodríguez (Milan – ITA), além de Shaquiri (Stoke City – ING) e Seferovic (Benfica – POR) – responsáveis pela parte ofensiva da equipe.

ESPANHA DEMITE TÉCNICO A 2 DIAS DA ESTREIA NA COPA DO MUNDO

O presidente da Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Luis Rubiales, anunciou a demissão do técnico da seleção do país, Julen Lopetegui, nesta quarta-feira, a apenas dois dias da estreia na Copa do Mundo, contra Portugal.

“Nós nos vimos obrigados a prescindir do técnico nacional”, declarou o dirigente em entrevista coletiva concedida na concentração da campeã mundial de 2010, na cidade russa de Krasnodar.

A decisão tomada por Rubiales foi anunciada apenas um dia depois de Lopetegui ter sido anunciado como treinador do Real Madrid para a próxima temporada, substituindo Zinedine Zidane, que pediu demissão após ter conquistado o título da Liga dos Campeões pela terceira vez seguida. Da Agência Brasil.

MANCHESTER CITY E REAL MADRID LIDERAM LISTA DE CLUBES COM MAIS JOGADORES NA COPA 2018

Gabriel Jesus é do Manchester City e da Seleção Brasileira || Foto Lucas Figueiredo/CBF

O Manchester City da Inglaterra é o clube com o maior número de jogadores na Copa do Mundo da Rússia. Ao todo são 16 atletas distribuídos em oito seleções. São eles: Otamendi e Aguero (Argentina); Kompany e De Bruyne (Bélgica); Ederson, Danilo, Fernandinho e Gabriel Jesus (Brasil); Mendy (França); Guendogan (Alemanha); Bernardo Silva (Portugal), David Silva (Espanha) e Delph, Stones, Walker e Sterling (Inglaterra).

Depois do City, lidera a lista o Real Madrid da Espanha, com 15 jogadores. Em seguida vem o Barcelona, também da Espanha, com 14; Chelsea e Tothenham, da Inglaterra; e o Paris Saint Germain, da França, com 12 jogadores cada; Bayern Munich, da Alemanha, Juventus, da Itália, e Manchester United, da Inglaterra, com 11 jogadores cada.

Os 15 atletas do Real Madrid que estarão na Rússia são: Casemiro e Marcelo (Brasil), Navas (Costa Rica), Kovaciv e Modric (Croácia), Varane (França), Kroos (Alemanha), Hakimi (Marrocos), Cristiano Ronaldo (Portugal), Nacho, Asensio, Sergio Ramos, Isco, Carvajal e Lucas Vazques (Espanha).

Os dados da Federação Internacional de Futebol (Fifa) mostram ainda que 310 clubes estarão representados na Copa da Rússia, sendo cinco deles brasileiros. O Corinthians com 2 jogadores (Cássio e Fagner), o Grêmio com 1 (Geromel), o Flamengo, 2 jogadores, os peruanos Paolo Guerrero e Miguel Trauco; o Vasco com 1, o uruguaio Martin Silva; e o Cuzeiro com 1, o também uruguaio Giorgian De Arrascaeta.

SEM DANIEL ALVES, TITE CONVOCA SELEÇÃO PARA A COPA DO MUNDO

Tite convoca, hoje à tarde, os 23 jogadores para o Mundial na Rússia || Divulgação

A convocação da seleção brasileira de futebol para a Copa do Mundo Rússia 2018, prevista para esta segunda-feira (14), às 14h, está carregada de expectativa em torno do nome escolhido pelo treinador Tite para o lugar de Daniel Alves. O lateral-direito da seleção foi cortado, após avaliação da comissão médica, liderada pelo doutor Rodrigo Lasmar, que foi à França a fim de verificar as condições clínicas do joelho direito do jogador.

Daniel Alves sofreu uma contusão no joelho durante a partida do Paris Saint-Germain contra o Les Herbiers, na final da Copa da França, no dia 8 de maio, em Paris, e deverá passar por uma cirurgia, nas próximas semanas. A sua recuperação, no entanto, levará vários meses, segundo os médicos, inviabilizando a sua participação na Copa. O PSG venceu o jogo por 2×0.

Daniel falou pela primeira vez sobre a sua saída da seleção, nesse sábado (12). Ele usou as redes sociais para dizer que está “com a alma em paz” e confia no grupo. “Confio muito nesse grupo, que sempre dá o melhor de si. Eu tenho certeza que vai dar tudo certo. Já deu tudo certo. Vamos ficar na torcida”, disse.

Daniel Alves, lesionado, não poderá disputar mundial || Foto Lucas Figueiredo/CBF

Ao anunciar os nomes dos 23 convocados, Tite deverá também falar sobre as condições clínicas de Fagner, jogador do Corinthians, atleta mais convocado pelo técnico para a reserva de Daniel Alves. Também na lista dos substitutos de Daniel estão Danilo, jogador do clube inglês Manchester City, e Rafinha, do Bayern de Munique.

Nesse domingo (13), o médico Rodrigo Lasmar esteve no centro de treinamento do Corinthians. Ele estava acompanhado do coordenador de seleções da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Edu Gaspar, a fim de analisar a evolução clínica de Fágner.

“Junto ao médico do Corinthians, Joaquim Grava, e o fisioterapeuta do clube e da seleção, Caio Mello, foi constatada boa evolução na recuperação da lesão do músculo posterior da coxa direita. O atleta seguirá em tratamento”, diz a nota divulgada pela CBF.

“Após a realização dos exames, Rodrigo e Edu entraram em contato com o técnico Tite passando a mensagem de que Fágner reúne condições de plena recuperação até a Copa do Mundo”, acrescenta a nota.

Pela programação da CBF, depois de Tite divulgar hoje os nomes dos 23 jogadores convocados para a Copa do Mundo Rússia 2018 e conceder entrevista à imprensa, toda a comissão técnica da seleção brasileira estará disponível para falar com os jornalistas, na zona mista da sala onde foi feito o anúncio dos selecionados.

Os trabalhos de treinamento e avaliação física na Granja Comary, em Teresópolis, começarão já na próxima semana, a partir do dia 21, quando os jogadores se apresentarão e serão recebidos pela comissão técnica, que chega um dia antes. O embarque para a Inglaterra está previsto para 27 deste maio. Antes da ida para a Rússia, o time do técnico Tite enfrenta Croácia, no dia 3 de junho, em Liverpool, e a Áustria, no dia 10, em Viena. :: LEIA MAIS »

O REI DA AMÉRICA QUER O MUNDO

DanielThameDaniel Thame | danielthame@gmail.com

A Seleção Brasileira pratica, indiscutivelmente, o melhor futebol da América.

Classificou-se para a Copa da Rússia com quatro rodadas de antecedência e vem de inéditas 8 vitórias nas Eliminatórias, uma trajetória mágica que incluiu shows de bola contra Argentina (3×0), Uruguai (4×1) e Paraguai (3×0).

Mais do que os resultados expressivos, vem jogando um futebol que resgatou a paixão pela Seleção, fazendo inclusive com que o exigente torcedor paulista (de vaias memoráveis e atitudes incivilizadas como atirar bandeiras do Brasil no gramado do Morumbi num jogo horrendo contra a Colômbia), se rendesse ao time de Neymar e Cia.

titeAo time de `seu` Adenor, mais conhecido como Tite.

O que se viu na Arena Corinthians foi uma verdadeira lua de mel entre time e torcida, com direito a um “olê, olê, olê, Tite, Tite…” no final do jogo.

Consagrador.

O Brasil voltou o ser o Rei da América.

Ponto.

Parágrafo.

Como quase tudo nesse paraíso tropical bipolar (há controvérsias quanto ao paraíso) vai-se do inferno ao céu e vice-versa num piscar de olhos.

A Seleção, com praticamente os mesmos jogadores, era um quase-Ibis há menos de um ano atrás. Agora é o suprassumo do suprassumo do mundo da bola.

A maravilha da galáxia.

Neymar que era um craque mascarado e individualista, que pipocava na Seleção, agora já é melhor do que Messi e Cristiano Ronaldo juntos, um quase-Pelé.

E por aí vai…

Galvão Bueno puxa o coro da louvação, seguido pelos colegas da imprensa, numa unanimidade em que se ouvem poucas vozes sensatas.

E é preciso mesmo um pouco se sensatez.

Se é verdade que Tite fez da Seleção uma equipe respeitada, que pratica um futebol de primeiro nível, transformou Neymar num craque que joga para o time, letal e as vezes genial, não é menos verdade que a conquista do mundo em 2018 não é algo líquido e certo, como se a gente fosse lá pra Russia, tomasse umas vodcas, dançasse umas balalaicas na praça Vermelha, comprasse umas matrioskas pra agradar as filhas e a patroa, pegasse a taça e voltasse pra casa.

Seria ótimo se fosse assim, mas não é.

Falta combinar com os russos, como diria o saudoso Mané Garrincha. Agora literalmente.

O time está bem, Neymar joga cada dia melhor, Casemiro, Paulinho e Phillipe Coutinho tem se revelado gratas surpresas, mas é preciso manter o foco, saber que tem que evoluir sempre e não cair na tentação do `já ganhou`.

A história está repleta – e Tite sabe disso- de times e seleções que ganharam de véspera e na hora na oncinha beber água ficaram de bico seco.

Ou engoliram um 7×1 ainda não devidamente digerido.

Portanto, é de bom alvitre deixar a torcida e a mídia com os pés nas alturas e manter as chuteiras com pés no chão.

-0-0-0-

É PÊNALTI – A FIFA e seu espírito de Máfia. A punição a Lionel Messi é absolutamente desproporcional e pode custar a vaga da Argentina na Copa. Verdadeira vinditta contra Maradona e sua coragem de denunciar os ´santinhos` da entidade.

0-0-0-

É GOL – Tite para Presidente? Então tá! E Neymar, seria o quê? Ministro da Fazenda ou superintendente da Receita Federal?

Fora Temer (ops!), quem mais se candidata?

Daniel Thame é jornalista e editor do Blog do Thame.

SEM MEDO DE SER FELIZ

daniel_thameDaniel Thame | danielthame@gmail.com

 

Apostou em Paulinho, autor de três gols contra o Uruguai,  que estava perdido na China. Confirmou Casemiro, que hoje brilha no Real Madrid e é um dínamo no meio de campo. Transformou um bando num time. Simples assim.

 

 

Brasil 4×1 Uruguai  no Estádio Centenário,  templo do futebol mundial. Vaga garantida para a Copa da Rússia,  embora a matemática diga que ainda não.

Dane-se a matemática.

O Brasil não apenas está na Copa, como resgatou o respeito perdido depois do 7×1 com Felipão e da sofrida  Era Dunga, parte 2,  que já era.

Tite conseguiu transformar um grupo de jogadores que cintilavam em seus times na Europa e se tornavam burocratas com a camisa amarela da Seleção  numa equipe coesa, confiante e busca a vitória o tempo todo.

Mudou a filosofia. Acabou aquela história de que empatar com Bolívia, Peru e Equador fora de casa era bom resultado.

Acabou também esse negócio de seleções marca bufa enfrentarem o Brasil como se estivessem jogando contra as Ilhas Fiji.

Os 4×1 no Uruguai, incontestáveis diante da superioridade brasileira, mesmo tendo sofrido um golo logo de cara, são a confirmação de que, enfim, temos uma seleção que vai chegar à Rússia como protagonista, não como coadjuvante.

Tite tem acertado em  cheio nas convocações, embora possa se questionar um ou outro nome. Nada que faça dólar cair, o PIB subir e nossos políticos serem pouquinha coisa mais honestos.

Apostou em Paulinho, autor de três gols contra o Uruguai,  que estava perdido na China. Confirmou Casemiro, que hoje brilha no Real Madrid e é um dínamo no meio de campo. Transformou um bando num time. Simples assim.

E principalmente fez Neymar fechar o ciclo de chiliques e individualismo  na Seleção e ser o jogador solidário que é no Barcelona, sem com isso deixar de ser o craque que é.  Ou por isso mesmo estar se tornando um craque completo.

Sem piscadelas para as câmeras de televisão durante o jogo,  sem humilhar os adversários com dribles inúteis. Fazendo o que sabe fazer de melhor: jogar futebol de alto nível. E isso Neymar faz como poucos no Planeta Bola.

O Brasil perdeu o medo de ser feliz.

Pelo menos no futebol, pelo menos no futebol…

´Tovarichs`, podem preparar a vodka que o Brasil está chegando.

É GOL – Aos trancos e barrancos, Lionel Messi vai carregando  a Argentina nas costas rumo à Rússia. A Copa 2018 é a última chance de canonização de ´La Puga`. Porque Deus a Argentina só tem um, Diego, “el Diez”. E, como se não bastasse, ainda um Papa, Francisco.

É PÊNALTI – Ainda é cedo para avaliar o trabalho de Rogério Ceni, mas o encantamento inicial vai se esvaziando, por conta de erros de escalação, invenções que não dão certo e resultados medíocres. Seria a carruagem dourada uma abóbora?

Daniel Thame é jornalista e editor do Blog do Thame.

ELIMINATÓRIAS 2018: SALVADOR SEDIARÁ JOGO DO BRASIL EM NOVEMBRO

Fonte Nova receberá um dos primeiros jogos do Brasil nas Eliminatórias (Foto Getty Images-Fifa).

Fonte Nova receberá um dos primeiros jogos do Brasil nas Eliminatórias (Foto Getty Images-Fifa).

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu que Salvador e Fortaleza vão sediar os dois primeiros jogos da seleção brasileira pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. A partida na Arena Fonte Nova será contra o Peru, em novembro. Na capital cearense, o Brasil disputará com a Venezuela. O presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, disse que provavelmente nesta sexta-feira (14) sairá a confirmação oficial apontando Salvador como sede da partida Brasil x Peru.

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) ainda não definiu a tabela completa dos jogos, mas já descartou a possibilidade de apenas duas sedes receberem as partidas do escrete brasileiro. “O Nordeste foi escolhido para receber os dois primeiros jogos e Salvador já foi indicada pela CBF, falta apenas à confirmação oficial por parte da Conmebol”, afirma Rodrigues.

A escolha das duas cidades nordestinas tem como objetivo apagar a péssima imagem que ficou depois da eliminação precoce da Seleção na Copa América. Especialistas entendem que, após o fantasma da derrota do Brasil por 7 a 1, no jogo contra a Alemanha, na Copa de 2014, é importante atuar em praças onde o público costuma prestar apoio incondicional à equipe.
:: LEIA MAIS »

RÚSSIA E QATAR ORGANIZARÃO COPAS DE 2018 E 2022, ANUNCIA FIFA

A Fifa outorgou à Rússia o direito de ser a sede da Copa do Mundo de futebol de 2018. O Qatar vai sediar o torneio de 2022.  “Vamos para novos territórios”, comentou o presidente da Fifa, Joseph Blatter.

A Rússia conseguiu se eleger apesar da ausência do primeiro-ministro Vladimir Putin, ainda que sua influência tenha tido impacto nos 22 membros votantes do comitê executivo da Fifa, que escolheram o país, em detrimento da Inglaterra, Espanha-Portugal e Holanda-Bélgica.

O Qatar será o menor país a organizar um Mundial, e também o primeiro do Oriente Médio, mas ele conta com um poder econômico inigualável. Sua candidatura conseguiu vencer as preocupações quanto ao calor do deserto. Informações do Valor Econômico.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia