WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias






:: ‘corrupção de menores’

MULHER É PRESA POR TRÁFICO DE DROGAS E CORRUPÇÃO DE MENORES

Mulher foi presa por tráfico de drogas e corrupção de menores

Uma mulher de 52 anos foi presa por tráfico de drogas e corrupção de menores, ontem (16), em Nova Viçosa, no extremo-sul da Bahia. Naide Aymores da Soledade estava com 232 pedras de crack. A prisão e apreensão foi feita por equipes da Polícia Civil e do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO) da 89ª Companhia Independente da Polícia (CIPM/Mucuri).

Segundo o delegado Marco Antônio de Oliveira Neves, Naide confessou que atuava no tráfico de drogas da região e que trabalhava para o traficante conhecido como ‘Coroa ou Bujão’, que está preso no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas.

Ainda de acordo com o delegado, a criminosa mantinha um relacionamento com uma adolescente, que trocava sexo por drogas. Naide foi autuada em flagrante por tráfico de drogas e corrupção de menores. Na ação foram apreendidos 232 pedras de crack, R$ 492 e um aparelho de celular.

JULGAMENTO DE DEJAIR BIRSCHNER É ADIADO

Dejair: julgamento adiado.

Acusado de assédio sexual, estupro e corrupção de menores, o prefeito de Una, Dejair Birschner teve adiado o julgamento na segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), marcado para esta manhã de quinta-feira (4). O tribunal não informou o que teria motivado o adiamento.

Dejair é investigado pela acusação de assediar sexualmente, estuprar e corromper com dinheiro e bebida duas adolescentes de 13 e 15 anos, filhas de um trabalhador rural. O caso ocorreu em 2008, quando Dejair, segundo investigação da polícia civil, Conselho Tutelar e Ministério Público estadual, Dejair e um outro homem embebedaram as meninas e as levaram para um motel no Cururupe, às margens da BA-001, em Ilhéus.

Os pais das adolescentes retiraram a queixa na polícia, mas as investigações continuaram porque o Ministério Público estadual encontrou indícios de que os responsáveis pelas adolescentes teriam sido obrigados a desistir da denúncia.

Além deste processo, Dejair também responde a outras ações judiciais, sendo uma delas por desacato, obstrução de justiça, difamação e injúria contra o Sargento Agnaldo, da Polícia Militar. Agnaldo comandava uma operação da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), quando foi desacatado pelo prefeito e chamado de “propineiro”.

As ações foram movidas pelo Ministério Público estadual e pelo policial militar. Dejair tentava liberar mais de duas dezenas de carros e motos que circulavam irregularmente no município de Una (relembre o caso).

PREFEITO SERÁ JULGADO POR ESTUPRO

Dejair: julgamento por estupro.

O prefeito de Una, Dejair Birschner (PP), vai a julgamento na próxima quinta (4), no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), às 8h30min, por estupro de três adolescentes em maio de 2008. O fato começou a ser apurado quando os pais das vítimas denunciaram o caso ao Conselho Tutelar, em agosto do mesmo ano.

Quase um ano depois da denúncia, o pai das adolescentes de 13 e 15 anos retirou a queixa na polícia. A promotoria encontrou indícios de suborno por parte do prefeito e optou por levar o processo adiante. As vítimas eram conhecidas do então candidato a prefeito de Una, eleito cinco meses depois do crime.

As menores, obrigadas a ingerir bebida alcoólica, foram depois levadas para um motel em Cururupe, em Ilhéus, às margens da BA-001. De acordo com a denúncia, Dejair e outro homem forçaram as adolescentes a fazer sexo. Formalmente, ele é acusado de assédio sexual, corrupção de menores e violência sexual.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia